Created with Sketch.
Marta Ramos

Sob o signo do ouro, por Foto de Sonho

Hoje temos mais histórias para contar sobre a Sarah e o Tahir, um casal fotografado pela Foto de Sonho. Lembram-se da sessão no Jardim Botânico da Ajuda, no dia da festa, com o registo do first look, o primeiro momento em que os noivos se vêem um ao outro?

Agora recuamos no tempo até à e-session fotografada como tão bem o sabem fazer o Hélio e o Marco: num bonito cenário natural, tirando partido do melhor que a natureza nos dá e também dos imprevistos. Reparem bem no grau de detalhe: até conseguiram apanhar uma curtíssima janela temporal durante a qual aquela paisagem adquire uma tonalidade particular, uma vez por ano. Mas deixemos que sejam eles a contar-vos os pormenores:

«Saído de um sonho. É assim que gostamos de pensar nesta sessão de noivado da Sarah e o Tahir.
Sabemos que durante cerca de duas semanas em cada ano, as flores do campo dão cores a esta paisagem, um planalto encimado com o perfil da Serra, visão magnífica, que nem estilo alpino. Esse cenário, sob a luz dourada do pôr do sol, e o casal aventureiro, deram-nos a criação desta sessão de noivado, com um ambiente romântico, campestre. Ao final da tarde, os caprichos da serra: um intenso nevoeiro chegou rapidamente, e mudou tanto o cenário, a luz, o ambiente místico tornaram-se em algo ainda mais especial e muito único.

Nem sei do que gosto mais, se do tapete amarelo tão efémero, tão luminoso, das mudanças na tonalidade do céu, como sendo o cenário mais um personagem vivo desta história, da delicadeza dos gestos da Sarah e do Tahir. Vejam e digam-me vocês de que gostaram mais nestas imagens mágicas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quando nós, aqui há uns dias, vos procurámos ajudar na tarefa de escolher o fotógrafo/videógrafo ideal para o vosso casamento, referimos vários critérios a ter em conta – e um deles foi o empenho, a disponibilidade dos profissionais. Lembrámos que será importante avaliá-lo nos contactos que forem fazendo, sobretudo quando chegarem à fase olhos-nos-olhos. Pois bem, para fechar este post, só me resta acrescentar o óbvio: que se um dos vossos fotógrafos de eleição alguma vez vos disser que conhece um sítio onde, durante duas semanas por ano, as flores cobrem a paisagem de um amarelo vibrante, e que vos quer fotografar lá, bem, isso é pelo menos um redondo ‘mais’ na caderneta!

Aproveitem e vejam as outras publicações que já fizemos com trabalhos Foto de Sonho. Só coisas bonitas!

Comentar