Created with Sketch.
Marta Ramos

SB no Spotify: a menina valsa?

Uma das novidades que introduzimos com a última remodelação do Simplesmente Branco foi a nossa conta no Spotify. A música é uma das personagens principais da história que vocês querem contar no dia do vosso casamento e, como tal, quisemos erguer um palco extra para os nossos fornecedores seleccionados de animação, para que possam conhecê-los um pouco melhor e escolher aquele que vos serve na perfeição. Podem já ouvir playlists especialmente desenhadas para vocês, assinadas por DJ Nuno Rodrigues, por DJ Fi e pela Jukebox. São muitas horinhas de música! E para não perderem as actualizações, só terão que seguir a conta simplesmentebranco.

Hoje, por exemplo, actualizámos a conta com uma playlist caseira. Escolhi cerca de uma hora de canções alternativas com o ritmo da valsa para que possam treinar em casa e fazer um brilharete no grande dia.  Inicialmente, pensei nisto como uma espécie de catálogo para vos ajudar a escolher uma canção para a primeira dança; mas confesso que depois de trabalhar um bocado na lista já estava viciada em ouvi-la de trás para a frente e da frente para trás. E porque não uma primeira hora de dança? Podem colocar os headphones e testar esta minha experiência. E, claro, depois deixem uma palavrinha nos comentários com a vossa opinião.

Esta playlist é 100% parcial: baseei-me nos meus gostos musicais e juntei (sem qualquer pretensão de criar uma sequência com os rigores de que só os DJ são capazes) uma quantas ‘valsas’ que eu gostaria de dançar, imaginando que me casava amanhã. E dançava-as todas!

A inaugurar, os The National pegam-nos pela mão com aquela delicadeza potente que faz deles, na minha opinião, imortais. Deixem-se levar devagarinho e apanhem a cadência, 1, 2, 3 – e se conhecerem a letra, puxem pelos convidados para terminarem todos juntos a cantar all the very best of us string ourselves up for love. Entra Elliott Smith, outro dos meus preferidos, com a sua Waltz #2, a dar passagem depois às duas únicas senhoras desta lista – só me apercebi disso no final, fica já a promessa de uma próxima playlist exclusivamente no feminino: Julie Delpy, que conhecerão melhor do cinema, e Fiona Apple, com o inconfundível piano e a voz grave. Beirut, Arcade Fire, REM, Radiohead, The Smiths, Coldplay, The Stranglers e INX são os restantes convidados – com os dois últimos a alegrar o ritmo.

Deixo-vos a cantar, em uníssono, and they could never tear us apart (o que me parece um excelente hino para um casamento).

 

 

 

 

 

 

 

Bonitas, as fotos, não são? Uma colaboração silenciosa, mas não por isso menos importante, neste nosso artigo, da duplo Um dia de sonho.

Este assunto de escolher uma música (ou mais) para cada momento especial do dia, de decidir que tipo de animação ter, de orientar os profissionais a contratar de modo a que a festa seja muito vossa mas, também, muito dos vossos convidados, tem muito que se lhe diga. Entretenham-se pela nossa conta Spotify enquanto lêem as wise words que escrevemos sobre o assunto, a meias com o João Marques, da Jukebox. Um manual de instruções precioso para que não vos escape nenhum pormenor e consigam a banda sonora à medida do vosso casamento.

Comentar