Created with Sketch.
Marta Ramos

Reencontros felizes, por Matilde Alçada

«A vida tem estas coisas boas», conta-nos a fotógrafa Matilde Alçada«Reencontrei o David após 15 anos, num casamento, onde conheci a querida Susanne. Anunciaram-me pouco tempo depois que estavam noivos e que vinham a Portugal celebrar o grande dia, fazendo questão que fosse eu a fotografá-lo. Não podia ter ficado mais feliz.

O local escolhido foi Quinta de Sant’Ana. Adorei a elegância e o lado rústico que a quinta conjuga. Os locais com história têm um carisma especial! As cores, os detalhes, as vinhas completam o cenário perfeito para fazermos uma reportagem bonita. Se juntarmos a essência de um casal apaixonado que celebra a sua união num ambiente íntimo, emotivo e irradiante de amor, só podemos acabar o dia felizes!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para a Matilde, a melhor parte de fotografar casamentos «é só trabalhar com momentos felizes. Não temos noção de como somos privilegiados. Fazemos parte dos melhores momentos de vida de cada cliente. Quando se comprometem, quando se prometem e quando se constroem. Trabalho essencialmente com luz natural, com a qual me identifico mais e sobretudo tento não inventar muito! As fotografias devem ser intemporais, durar entre gerações. Se nos pusermos a utilizar filtros vintage provavelmente daqui a 5 anos estas imagens perdem carisma. Enquanto que, se trabalharmos com a luz natural, as cores reais, os contrastes certos são as fotografias que ficam. Orgulho-me de já me conhecerem pelas minhas cores. Serve portanto com isto a prova de que todas as horas em edições compensam! E são muitas, para que cada imagem saia perfeita.»
Para conhecerem um pouco melhor a Matilde Alçada, leiam a entrevista que lhe fizemos aqui. E não hesitem em falar com elaAcompanhem os posts que vamos publicando acerca dos seus trabalhos e deixem-se encantar pela cor e pela narrativa das suas fotografias.

Comentar