Created with Sketch.
Marta Ramos

Wise words: vantagens de contratar um bridal advisor

Em Fevereiro deste ano, conhecemos a Margarida Dimas Folosa e o seu projecto de personal styling Above my Skin. Foi no evento ‘Queres Casar comigo?’ que pudemos conversar um pouco com a Margarida e perceber quão variados são os seus serviços. Claro que ficámos particularmente interessadas na sua oferta como bridal advisor – e é precisamente sobre isto que falam as nossas wise words de hoje.

Então, o que é um bridal advisor? Eu acho que vos ajudará a perceber se pensarem num wedding planner mas dedicado apenas à noiva. Um gestor de tudo aquilo que a noiva tem que preparar, escolher, planear para estar no dia do seu casamento no seu melhor.

«Na generalidade, o personal styling é um processo personalizado desenvolvido a par com o cliente, com o objectivo de encontrarmos a sua melhor performance», explica-nos a Margarida. «Juntos definimos metas e estratégias (na imagem e estilo). Queremos ajudar o cliente na sua descoberta pessoal, criando uma ligação entre o seu interior e a sua imagem exterior, de forma a alcançar a sua própria harmonia.»

No caso dos casamentos, queremos garantir que a noiva tenha um dia tranquilo, que tudo esteja absolutamente perfeito. Para isso cabe ao bridal advisor tomar as melhores decisões no que diz respeito à imagem e ao estilo da noiva – sempre em estreita colaboração com a cliente.

O que é que faz parte das atribuições de um bridal advisor? Bem, isso depende dos serviços que a noiva lhe solicitar, mas podemos dar-vos uma ideia da abrangência do apoio que poderão encontrar na Above my Skin. Para começar, assistência na escolha do modelo de vestido de noiva mais adequado ao vosso biótipo e ao vosso rosto. Isso pode começar pela análise de cor personalizada: «Branco, pérola, champanhe, ou outros tons – a cor do vestido de noiva tem de ser escolhida em consonância com o tom de pele, para não se comprometer o brilho do rosto e tirar o máximo partido das fotografias desse dia tão especial.» A escolha do tecido adequado ao tipo de cerimónia é outro aspecto importante. Depois há as marcações das provas e o acompanhamento a cada uma delas. A importância da lingerie é outro assunto sobre o qual o vosso bridal advisor vos aconselhará, assim como a escolha de todos os acessórios (véus, sapatos, jóias, bouquet) e a definição do penteado e da maquilhagem mais adequados ao vosso rosto e ao vosso estilo. Poderão querer ter este acompanhamento mesmo durante o dia do casamento, para terem alguém que supervisione todos os vossos preparativos, que não deixe nenhum detalhe de fora, que vos ajude a manter a calma e as ideias no lugar. Uma verdadeira fada-madrinha. Soa bem, não soa?

Estilo, conforto, preço, tudo isso são factores que pesam na hora de fazer escolhas. É importante criar harmonia com a cerimónia. E por se tratar de um dia muito intenso, cheio de grandes emoções (e cansativo), é fundamental a noiva sentir-se confortável. Mas tudo é possível conjugar-se para um resultado feliz, elegante e, sobretudo, fiel à pessoa em questão.

Se a ideia vos agrada, saibam que deverão contratar um bridal advisor com pelo menos 10 meses de antecedência em relação à data do casamento. Na opinião da Margarida, existem muito bons profissionais – a vossa escolha deve recair, sobretudo, em alguém com formação adequada.

 

 

 

 

Tudo começa numa primeira entrevista, para que o profissional possa conhecer a noiva, perceber o orçamento que pretende gastar, saber qual o seu vestido de sonho (que pode não ser o adequado ao seu biótipo), se tem alguma marca de preferência, tirar algumas medidas, recolher informações acerca do local da cerimónia e das características da festa… ou seja, todo um dossier com o vosso perfil e do vosso grande dia, para servir de base de trabalho. «Depois de reunida toda a informação, cabe ao bridal advisor fazer uma consulta prévia em ateliers ou lojas de acordo com o pretendido da noiva (estilo de vestido e orçamento) e seleccionar o que irá mais ao seu encontro. Esta é uma forma de deixar a noiva mais tranquila e confortável na procura do seu vestido.»

Insistimos com a Margarida nesta questão do ‘vestido de sonho’, pois sabemos que por vezes aquela ideia formada no imaginário da noiva depois, na realidade, não é a que mais a favorece. E como lidar com estas frustrações? «É normal a noiva já ter sonhado com algo. Nesse caso, no que diz respeito ao vestido, no meu entender, esse modelo tem que ser o primeiro a ser experimentado, pois se não estiver de acordo com o seu biótipo e não ficar bem, a própria noiva percebe. Há que ver logo outros que se adequem mais a si para apagar essa ideia.»

E quais são as regras de ouro para escolher o vestido de noiva perfeito? Segundo a Margarida, são, pelo menos, sete: escolham o vestido de acordo com a vossa personalidade; percebam a forma do vosso corpo; escolham cuidadosamente o tecido para que seja confortável e que condiga convosco; prestem atenção ao tom do vestido e à sua harmonização com o tom da vossa pele; escolham o vestido em função do vosso corpo actual e não esperem vir a ganhar ou perder volume até à data; experimentem o vestido em movimento, sentem-se, mexam-se, de modo a perceber como se sentem de verdade; e, por último mas não menos importante, levem apenas uma ou duas pessoas convosco às provas.

Na verdade, porque o serviço de um bridal advisor assenta, sobretudo, na personalização, o melhor que têm a fazer é falar com a Margarida, colocar-lhe todas as questões que vos surjam, e perceber de que formas é que uma parceria com um bridal advisor vos poderá ajudar no planeamento do vosso casamento. Não há necessidade de se sentirem sobrecarregadas com responsabilidade. Procurem ajuda quando sentirem que precisam dela, e tudo correrá sobre rodas.

 

Fotos: Nuno Guerra Fotografia

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.