Created with Sketch.
Marta Ramos

Wise words: 5 regras para gerir as redes sociais no vosso casamento

Este ano, a RTP emitiu um programa de conversas amenas filmado em casa do escritor Miguel Esteves Cardoso, com Bruno Nogueira e diversos convidados. Um deles foi a actriz Rita Blanco, que proporcionou uma das trocas de ideias mais interessante e pertinente de toda a série, e um dos assuntos mais abordados nesse dia foi a boa educação (ou a falta dela). Numa sucessão de raciocínios muito inteligente e abrangente, chegou-se à conclusão de que a vida em sociedade seria muito mais agradável, muito mais funcional e muito mais fácil se todos nos recordássemos das regras básicas da boa educação e da cortesia nos pequenos gestos quotidianos.
As redes sociais e a interacção na Internet em geral são bons espelhos disto mesmo. Digamos que não são exactamente as boas maneiras a nortear o comportamento da maioria das pessoas que, neste momento, está a umas teclas apenas de se exprimir online.

Lembrámo-nos de trazer esta questão para as nossas wise words agora que estamos a entrar em plena época de casamentos. Provavelmente ainda não vos teria ocorrido que este pode ser um assunto sensível, tanto para vocês como para os vossos convidados – normalmente as susceptibilidades relacionadas com publicações em redes sociais só se anunciam depois das coisas estarem à vista do mundo. Pois bem, para evitar situações desagradáveis e manter o espírito bom da vossa festa por muito tempo, o melhor é definirem as regras da gestão das redes sociais no vosso casamento de antemão – e partilharem-nas com todos os envolvidos, de forma clara e simpática.

Regra número um: se prevêem que haja algum buzz nas redes sociais durante os preparativos para o vosso casamento, seja da vossa parte, seja da parte dos vossos familiares e amigos, criem um site próprio e privado, acessível apenas a utilizadores convidados – ou então um grupo no Facebook, se quiserem simplificar. O que importa é que contenham a onda. Exprimam-se livremente e deixem que os outros também o façam, mas dentro de ‘quatro paredes’, onde só quem faz parte da festa terá acesso ao que é dito e partilhado.

Regra número dois: não usem as redes sociais para fazer comunicados importantes, como, por exemplo, anunciar o casamento, convidar pessoas ou transmitir informações acerca do grande dia. Para ir actualizando os vossos convidados acerca do programa da festa, usem o canal próprio referido no ponto anterior. Mas tudo o resto deverá seguir o protocolo estabelecido, que torna tudo muito mais bonito e emocionante.

Regra número três: decidam de antemão, entre os dois, se vão querer que os vossos convidados partilhem fotos do vosso casamento nas redes sociais próprias. Comuniquem a vossa decisão atempadamente a toda a gente, com delicadeza (sobretudo se quiserem pedir às pessoas que não o façam). Caso não tenham nada contra, então escolham uma hashtag e partilhem-na com todos, para que seja sempre associada às imagens divulgadas nas diferentes redes sociais. Assim, poderão todos divertir-se a revê-las mais tarde.

Regra número quatro: deixem claro o que pode e o que não pode ser partilhado. Por exemplo: fotos da noiva antes do sim? Não! Imagens potencialmente constrangedoras para alguém? Também não. Bom senso, acima de tudo, bem temperado com muito respeito.

Regra número cinco: há uma margem temporal razoável para partilhar fotografias do casamento, após o grande dia. É evidente que é um momento único e fabuloso das vossas vidas e que vos apetece prolongá-lo indefinidamente, mas deixem as memórias para os aniversários, por exemplo, e celebrem antes as pequenas alegrias do vosso novo quotidiano a dois. A festa não acabou ali, naquela data, continua todos os dias!

 

redes sociais no casamento

 

Se tiverem muitas dúvidas em relação a estas pequenas questões protocolares, falem com um wedding planner, que vos poderá aconselhar com clareza. Há tempos, reunimos 15 perguntas frequentes sobre a organização do casamento (e as respectivas respostas) – leiam o artigo, que poderá ajudar-vos a limar algumas arestas. E para receberem os vossos convidados com toda a hospitalidade que eles merecem, consultem as nossas dicas sobre aquilo que devem fazer para que no dia do casamento tudo corra sobre rodas.

Não se preocupem: tal como sublinhava Rita Blanco no programa que referimos no início deste artigo, não há nada que não se resolva se tivermos as nossas melhores maneiras à mão!

Comentar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.