Created with Sketch.
Susana Pinto

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis: Ana Rita + Ricardo

Regressamos para mais uma temporada de casamentos bonitos e autênticos, que são reflexo da natureza e personalidade de cada casal que, gentilmente, decide partilhar o mais bonito dos seus dias connosco.

Ano após ano, continua a ser uma honra sermos fiéis depositários destas emoções, abraços apertados e histórias doces!

Hoje, o dia é da Ana Rita + Ricardo, que regressaram a Portugal para casar.

Com eles, família e amigos próximos, o patudo de estimação e fornecedores seleccionados Simplesmente Branco: Sóanimarte e Torga Emotion & Films.

Venham ver como foi!

 

Casamento em Oliveira de Azeméis. Retrato do noivo, por Parallax Fotografia.

 

Casamento em Oliveira de Azeméis. Retrato do noivo, por Parallax Fotografia.

 

Casamento em Oliveira de Azeméis. Retrato do noivo, por Parallax Fotografia.

 

Casamento em Oliveira de Azeméis. Retrato do noivo, por Parallax Fotografia.

 

Casamento em Oliveira de Azeméis. Retrato do noivo, por Parallax Fotografia.

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Imaginámos que seria um dia de pura diversão, muito partilhado com família e amigos, visto que os momentos que passamos com eles são escassos (somos emigrantes).

 

Casamento em Oliveira de Azeméis - retrato da noiva, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis - retrato da noiva, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis - retrato da noiva, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis - retrato da noiva, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis - retrato da noiva, por Parallax Fotografia

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Sentíamo-nos preparados, pois já morávamos juntos e tínhamos tudo muito bem delineado, sabíamos bem o que queríamos.

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

Quando escolhemos o espaço para o copo d’água, tudo o resto desenrolou-se a partir daí, desde o aspecto das mesas, ao tema e até o tipo de roupa que iríamos usar.

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

O resultado foi praticamente o que idealizámos desde início, tivemos sempre ideias muito definidas. Contámos com algumas ajudas, dos nossos pais principalmente, por vivermos fora não conseguimos estar tão presentes na organização.

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

Casamento em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Era fundamental que os nossos convidados gostassem do espaço, comida e etc., pois era importante a opinião dos nossos mais queridos e que mais tarde relembrassem o nosso dia como tendo sido mágico. O que para nós não teria nenhuma importância, seria o facto de as coisas serem caras ou ditas “chiques”, desde que fizessem sentido, por mais simples e barato que fosse…

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

O mais difícil foi a construção das mesas e a cerimónia na igreja –  que o padre que nos casou colocou alguns entraves às nossas escolhas musicais, e o facto de sermos emigrantes, exigiu mais burocracia. O mais fácil de tudo foi escolher a roupa para o grande dia, ambos já sabíamos o que queríamos vestir.

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

O pico sentimental foi quando a família e amigos, combinados entre si, mostraram um vídeo feito com muito carinho para nós. Fez-nos relembrar a infância, a altura em que nos conhecemos e todas as pessoas especiais que temos a nossa volta.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

E o pico de diversão?

O pico de diversão foi quando fizemos a dança dos noivos, organizámos uma dança engraçada para seguimento da valsa.

 

Um pormenor especial…

Todo o tipo de animação foi feita por amigos, a cantora é uma grande amiga, e todo o resto da animação, pela empresa de grandes amigos, a Soanimarte. Um pequeno grande pormenor especial e que nos deixou tao à-vontade e com a sensacao que correria tudo bem.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, retrato dos noivos por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, retrato dos noivos por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, retrato dos noivos por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, retrato dos noivos por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, retrato dos noivos por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, retrato dos noivos por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, retrato dos noivos por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Não mudávamos nada, foi especial do jeito que foi, mesmo com pequenas falhas que possam ter acontecido, faz parte.

 

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Organização, é a chave de tudo, sem ela vão sentir-se perdidas e ainda mais nervosas.

Escolham algo confortável, pois o dia é para se sentirem felizes e bem, não para andarem desconfortáveis e com dores de pés!

Sejam fiéis a vocês próprios, pois se forem pelos gostos dos outros, vão chegar ao fim com a sensação que não correu como queriam.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

Casamento campestre em Oliveira de Azeméis, por Parallax Fotografia de Casamento.

 

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos: Optimalprint;

espaço e catering: Quinta do Caima, em Palmaz, Oliveira de Azeméis;

bolo dos noivos: Doces e Travessuras, em São João da Madeira;

fato do noivo e acessórios: comprado em Paris, sapatos da Dielmar;

vestido de noiva e sapatos: vestido  de noiva feito à medida na costureira Carla Silva, em Cabeçais, sapatos Aldo;

maquilhagem: Vania Freitas Makeup Artist;

cabelos: Carla Cabeleireiros, em São João da Madeira;

bouquet de noiva: Florista Jasmim;

decoração: Mundinho das Lembranças, em Oliveira de Azeméis;

ofertas aos convidados: pequenas suculentas, da Brindes4you;

fotografia: Parallax Photography;

vídeo: Torga Emotion & Films;

luzes, som, Dj e animação: Sóanimarte.

 

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.