Created with Sketch.
Marta Ramos

Teremos sempre Lanzarote, por Diana Nobre

Uma das características de Diana Nobre é a sua infatigável procura por novas paisagens, novas perspectivas, novas abordagens à fotografia e à forma de contar uma história. Desta vez, a sua aposta recaiu sobre a ilha de Lanzarote, nas Canárias, que se tornou particularmente familiar dos portugueses quando José Saramago a escolheu para sua morada, e que é reconhecível pelas suas paisagens algo lunares e pelos areais escuros.

Foi já no aeroporto que se deu este encontro feliz entre Diana e o casal que protagoniza as emblemáticas fotos que vos mostro hoje. Através de mensagens trocadas via Instagram ficou tudo combinado; e assim se lançaram os dados para dois dias de fotografias e de convívio que deixam boas memórias:

«O casal era muito jovem, duas pessoas simples, que se comportavam lindamente perante a câmara. Ela ela é do Equador e ele de Inglaterra, e ali estão, a viver a sua vida a dois em Lanzarote, a juntar as suas economias para construírem um dia um futuro em Inglaterra. Foi um casal com quem me deu imenso prazer trabalhar, pela sua humildade, pela sua forma pura de estar. E foram impecáveis connosco, ajudaram-nos a fazer todas as coisas típicas de turistas que quisemos fazer enquanto lá estávamos.»

Esta sessão, para mim, representa mais um objectivo cumprido da minha wish list de locais onde fotografar casais.

A acompanhar Diana e a sua equipa estava também o videógrafo Vítor Barros, pelo que contamos ter um filme The Breeders para partilhar convosco em breve.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não deixem de consultar a ficha de fornecedor seleccionado de Diana Nobre para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho. E falem com ela,  contem-lhe as vossas ideias e aquilo que gostavam de ver imortalizado em imagens. Se há coisa de que a Diana gosta é de um bom desafio.

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.