Created with Sketch.
Susana Pinto

Casamento no Solar da Levada: Marina + João Paulo

Esta semana mostramos um belíssimo casamento no Solar da Levada, perto de Braga, filmado pela dupla Vanessa & Ivo. É o mais bonito dos dias da Marina + João Paulo, com vista para os Açores.

Juntem-se a nós e fechemos a semana da melhor forma: repleta de amor!

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?
Imaginámos um dia de celebração do amor e da alegria de nos rodearmos de todos aqueles que, independentemente do motivo ou dos laços afectivos, são verdadeiramente importantes nas nossas vidas.

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?
Sentíamos-nos mais do que preparados. Depois de uma relação de 12 anos, foi um um passo mais do que seguro, sem espaço para inseguranças nem para os nervos que normalmente delas derivam.

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?
Quando decidimos que a cerimónia de celebração do matrimónio teria lugar na pequena capela familiar da casa da avó da Marina, onde os pais e tios já o tinham celebrado também, e onde a propria Marina e os restantes primos se batizaram.

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?
Sim, foi bastante sobreponível àquilo que desejávamos – um casamento à nossa imagem. Relativamente à organização da festa, o Solar da Levada prestou um serviço mais do que completo a todos os níveis, incluindo escolha da ementa, disposição do espaço, decoração ao nosso gosto, etc..

O que era fundamental para vocês? E sem importância?
Era fundamental que fosse um dia feliz, que celebrasse o nosso projecto de vida a dois junto daqueles que nos são mais importantes. Irrelevante para nós, manifestações exteriores de festa, tais como fogo de artifício, charretes com cavalos, entre outros.

Sejam fiéis àquilo que é verdadeiramente importante para vocês, sem dar ouvidos àquilo que a “indústria” vos tenta dizer acerca do que “um casamento deve ser ou ter”. Relaxem, disfrutem da festa e… não se esqueçam de ir comendo qualquer coisa!

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?
Mais fácil, a escolha do Solar da Levada, o primeiro e único sítio que visitámos; e a escolha da Vanessa & Ivo como fotógrafos e videógrafos, os únicos com quem nos encontrámos pessoalmente e que nos conquistaram desde o primeiro vídeo que assistimos.  Mais difícil, foi mesmo a árdua tarefa de distribuir os convidados pelas mesas.

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?
Foram dois picos sentimentais: o primeiro, o momento em que realmente casámos. O segundo, o momento da visualização do same day edit brilhantemente “construído” pela Vanessa & Ivo.

E o pico de diversão?
As três horas que passaram desde a nossa chegada até ao jantar propriamente dito. Três horas volantes de convívio, gargalhadas, boa disposição, conversa, e muitos kilómetros realizados a pé entre todos os nossos convidados.

Um pormenor especial…
Termos sido abençoados com a presença das nossas avós: a avó Vitória, uma refrescante senhora de 97 anos, orgulhosa por acolher a nossa celebração na sua capela, e a avó Luisinha, que, com 89 anos, se deslocou da ilha de São Miguel propositamente para assistir ao casamento do seu querido netinho!

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?
Não!

Algumas words of advice para as próximas noivas…
Sejam fiéis àquilo que é verdadeiramente importante para vocês, sem dar ouvidos àquilo que a “indústria” vos tenta dizer acerca do que “um casamento deve ser ou ter”. Relaxem, disfrutem da festa e… não se esqueçam de ir comendo qualquer coisa!

 

Os fornecedores envolvidos:

convites e materiais gráficos: Diferente – Soluções Criativas para Eventos;
local e catering e bolo dos noivos: Solar da Levada, Amares – Braga;
fato do noivo e acessórios: fato Hugo Boss e sapatos Miguel Vieira;
vestido de noiva e sapatos: Rosa Clará;
maquilhagem: Pretty Exquisite;
cabelos: Carlos Fins Cabelereiros;
bouquet de noiva: Flores com Amor;
decoração: Flores com Amor e Solar da Levada;
fotografia e vídeo: Vanessa & Ivo;
luzes, som e Dj: Paulo Vatayan.

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.