Created with Sketch.
Marta Ramos

And all that Jazz: que tal uma lua-de-mel em Chicago?

Já marcaram a vossa viagem de lua-de-mel? Não se esqueçam de que, no que a este assunto diz respeito, tempo (de antecedência) é dinheiro!
Se a vossa praia é uma grande cidade, então fiquem sabendo que Chicago estará ligada a Lisboa por voos directos a partir de Junho deste ano. Um excelente pretexto para visitar a cidade dos 200 parques verdes e da arquitectura deslumbrante, do Lago Michigan e do famoso musical, o cenário da “luta de titãs” entre Al Capone e Eliot Ness, terra de múltiplos speakeasy nos anos da lei seca, quando o Jazz e o Dixieland ali encontraram condições perfeitas para crescer.

Aconselho-vos a leitura do nosso artigo de wise words dedicado à lua-e-mel, escrito com assessoria da I GO TRAVEL. Aí encontrarão várias informações acerca do funcionamento deste nosso fornecedor seleccionado, assim como boas dicas para se organizarem e usufruírem ao máximo desta viagem tão especial.
Para que possam viajar descansados, a I GO TRAVEL pesquisa as melhores ofertas para o itinerário que pretendem, proporciona-vos um serviço personalizado (e até privado, nalguns destinos e para determinadas experiências), dá-vos um número de contacto disponível 24 horas por dia durante toda a vossa viagem e põe-vos em linha com agentes locais que vos prestarão prestam apoio. Contactem-nos e gozem a vossa lua-de-mel com tranquilidade.

 
Marquem a vossa lua-de-mel com a I Go Travel

E para fazerem as malas com igual tranquilidade, sugerimos que leiam o nosso manual de instruções para preparar a pele para o casamento, que compusemos com a colaboração da Ana Alexandre, autora do blogue The Skin Game — em jeito de bónus, a Ana acrescentou alguns conselhos muito úteis para que os bons cuidados possam continuar durante a lua-de-mel, nomeadamente, no que diz respeito aos produtos que devem levar na bagagem: «Se quiserem a abordagem minimalista, aqui vai: gel de banho, loção de corpo, gel de limpeza de rosto, hidratante, protector solar e creme “cica” (um daqueles cremes que servem para tudo, a que na farmácia chamamos os “cica”, pelo facto de quase todos terem um nome começado por este conjunto de letras).» Mas há mais para além da abordagem minimalista – leiam o artigo completo.
Boa viagem — and all that Jazz!

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.