Fornecedor Seleccionado Arquivos - Página 318 de 324 -  Simplesmente Branco 

0 Comentários

Best of, para profissionais


“Antes de mais, os meus sinceros parabéns por esta iniciativa brilhante que refrescou, inovou e salientou talentos, mostrando outras formas de saber e estar.
De certeza que o Simplesmente Branco me terá como fornecedora por tempo indeterminado.
Noutros lugares nunca me senti com este trato, carinho, estima e unicidade como o Simplesmente Branco o faz e tão bem. Sinto que já somos uma família.
O esforço, a atenção, e a disponibilidade por parte do Simplesmente Branco é notório no dia-a-dia.
Quando penso que já enviei todo o meu material para publicação, no dia seguinte, poderá haver mais uma surpresa na minha caixa de correio a pedir mais fotos, ou a sugerir novos desafios. Assim, o Simplesmente Branco renova-se a cada dia, trazendo para o leitor, ou para nós mesmos fornecedores, novas inspirações e motivações.
Sinto-me tão bem servida, que a minha avaliação é super positiva e superou todas as minhas expectativas!
As maiores felicidades para toda a equipa.

 

Sílvia Pontes

1 Comentário

Tudo em família: entrevista alargada

 

Esta semana é a vez da Tudo em Família, dos fotógrafos Rodrigo Cardoso, Joel Canavilhas e Luís Ferreira. Fiquem a conhecê-los melhor, e aproveitem para passar por aqui, para ver o portfolio mais actualizado!

 

Apresentem-se…!

Somos um grupo de três fotógrafos que se juntaram para formar uma empresa dedicada sobretudo à  fotografia comercial. Com experiência na área da fotografia de publicidade, editorial e corporativa, optámos por explorar novos campos e aceitar novos desafios. E assim surgiu a ideia de fotografar casamentos, numa abordagem menos clássica e mais descontraída.

 

O que vos faz fotografar?

A fotografia nasceu como alguma curiosidade há muitos anos atrás.
Foi uma coisa que sempre nos deu prazer fazer, e que a determinada altura decidimos torna-la também a nossa profissão.
Apesar de tudo, consegue-se muita liberdade criativa ao fotografar um casamento, o que é excelente. Se juntarmos a isto tudo a boa disposição das pessoas, essas são algumas das coisas que nos fazem fotografar!

 

 


O que vos distingue da multidão?

Sempre achámos a fotografia clássica de casamentos um bocado aborrecida. Aquela coisa de posar para a fotografia acaba por interferir com o desenrolar da festa e alterar o comportamento natural das pessoas. Tentamos passar o mais despercebido possível e não interromper em nada o que se está a passar.

 

Como definiriam o vosso tipo de abordagem/fotografia?
Apontamos sempre para uma abordagem mais natural e espontânea.
Desta forma, nossa abordagem é essencialmente uma foto-reportagem. Achamos por isso que as nossas fotografias beneficiam pela naturalidade e à vontade das pessoas fotografadas. O acontecimento desenrola-se à nossa frente e as oportunidades de boas fotografias vão surgindo. Basta estar atento e preparado. Alguma prática e sabedoria também ajudam…

 

Como mantém a vossa perspectiva fresca e inspirada?

É essencial estar actualizado com o que se anda a fazer por aí. Muita Internet, revistas, etc.
Fotografar muito ajuda a chegar a conclusões sobre ideias ou formas novas de abordar o assunto, bem como arranjar soluções técnicas para no momento certo não ter que pensar sobre ela e deixar a criatividade fluir.
Seguimos o trabalho de alguns fotógrafos, o que directa ou indirectamente nos acaba por influenciar, mas no final acaba por ser uma abordagem muito nossa, possivelmente construída ao longo dos anos através de inúmeras influências e inspirações.

 

 

 

Como e com que antecedência devem os noivos contactar-vos?
Podem contactar-nos por telefone ou via email, o mais cedo possível. Conseguimos encaixar marcações de última hora, mas quanto mais cedo melhor.

 

Que tipo de serviços poderão contratar?

O nosso serviço principal é a reportagem fotográfica do evento.
Oferecemos 2 tipos de álbuns: o álbum Librelula: um clássico com folhas de papel vegetal entre cada folha e capa em pele, tamanho 35×35, todo feito à mão com muito carinho pela nossa parceira e muito simpática Isabel, o álbum Digital: um álbum digital com folhas grossas (as fotografias são impressas nas próprias folhas do álbum), todo paginado por nós, com capa e contra capa pretas, tamanho 30×40.
Também há a hipótese de incluir dois mini-álbuns digitais iguais em conteúdo mas mais pequenos em formato para os pais dos noivos.

 

Quanto tempo, após o casamento, esperam os noivos pelo resultado final?

Nós damos especial atenção à qualidade, e como tal cada fotografia é escolhida e tratada individualmente. A paginação dos álbuns também é estudada e planeada para conseguirmos um produto final próximo da perfeição.
Preferimos sacrificar a data da entrega do trabalho e demorar um pouco mais, do que fazer tudo rapidamente e comprometer o resultado final.
Passado 1 semana já poderão consultar a galeria/loja online no nosso site. De seguida avançamos para o Coffe-Table Book, que depois de montado e paginado demora cerca 3 semanas a chegar às nossas mãos. Finalmente é iniciada a escolha das fotografias para a montagem do álbum escolhido, seja ele o Álbum Librelula (2 semanas se for encomendado antes do casamento), e o Álbum Digital (4 a 5 semanas).

 

 

 

Qual é o processo de trabalho, como criam cumplicidade com o casal a fotografar?

É fundamental ter uma reunião inicial para nos conhecermos e conversar sobre o trabalhoque vamos desenvolver. Nestas reuniões existe um contacto mais pessoal, troca-se impressões e ideias sobre o casamento. Desta forma o fotógrafo consegue criar um história e um cenário sobre o acontecimento.
Esta reuniões não são apenas importantes, são fundamentais!

 

O vosso trabalho é local, regional, nacional?

O nosso trabalho é nacional. Mas também estamos disponíveis para trabalhos no estrangeiro.

 

Escolham uma imagem favorita do vosso portfolio e contem-nos porquê.

Temos algumas favoritas por uma ou outra razão, mas uma que resuma bem aquilo que gostamos de fazer e o que procuramos num casamento seria esta:

 

 

Para além de estar muito espontânea, está sem dúvida num ambiente de festa e celebração. O sítio era fantástico, estava toda a gente muito descontraída e divertida.
Foi um casamento muito bom de fotografar, o difícil foi escolher as melhores…

 

3 conselhos para os noivos…

– Descontraiam e desfrutem da festa com a família e amigos, afinal de contas é o vosso casamento.
– Se gostariam de fazer alguma fotografia em especial, um retrato com alguém ou em algum sítio específico, falem com o fotógrafo antecipadamente sobre isso. Em cima da hora nunca resulta bem…
– Acima de tudo, sejam vocês e hajam naturalmente. Não é preciso fazer pose para ficarem na fotografia. Se for necessário o fotógrafo pede-vos para mudarem de posição ou de sítio.

 

 

mais 3
O que vos inspira?

Muitas vezes a inspiração vem de imagens ou de sítios que em nada tenham relação com aquilo que vamos fotografar. Pode vir de uma imagem que vimos num filme, de uma produção que vimos numa revista…
A parte interessante no meio de isto tudo é, por um lado começar com a cabeça vazia e descobrir que caminho seguir, ou então ter uma ideia muito concreta do trabalho que queremos fazer e seguir até ao fim com essa ideia.

 

Como seria o casamento perfeito para fotografar?

O casamento perfeito para fotografar seria…

 

Qual é a parte melhor de ser um fotógrafo de casamentos?

Há várias coisas, mas tudo o que envolve fotografar pessoas, e depois do casamento, a pós-produção, onde se vai contar a história através das fotografias.
Mesmo sendo uma tarefa que ainda dá algum trabalho, é extremamente recompensante no final depois das fotografias escolhidas e os álbuns paginados e impressos.

 

 

 

 

Para contactar a Tudo em Família e falar com um destes rapazes, ligue 214 059 266 ou 915 407 146, ou envie um email.


A Tudo em Família é um fornecedor seleccionado do Simplesmente Branco. Pode encontrar mais informação e contactos detalhados na sua ficha de fornecedor, arquivada em Fotografia e Vídeo.

 

0 Comentários

Foi tão bom, que vamos ver novamente!

 

A última sexta feira, em resumo. E que bonita foi a festa, pá!

 

Cortesia do nosso novíssimo fornecedor, a Vip Weddings!

 

 

0 Comentários

Damos Música: entrevista alargada

 

Durante este mês, aproveito também para vos dar a conhecer melhor os nossos fornecedores, escolhidos a dedo. Com uma entrevista alargada, mesmo para ler, com perguntas mais longas e densas, muitas imagens e respostas sumarentas a condizer!

Quero mostrar-vos a personalidade de cada um, os gostos, a postura e a vontade com que se dedicam ao serviço que prestam…

A little personality goes a long way!

 

Começamos com a Damos Música e o Paulo Silva:

 

1. Apresentem-se…!
A Damos Música nasceu em 2003, por via de 2 irmãos que uniam entre si, por um lado (irmão mais velho) o conhecimento técnico de mais de 20 anos de actividade como dj e nos tempos em que “ser dj era ser dj” – praticamente nenhuma componente electrónica na actividade – e pelo outro (irmão mais novo) uma clara caracteristica de empreendedorismo.
Sendo ambos sensíveis ao facto de que faltava no mercado uma empresa na área da animação de casamentos atenta aos detalhes, com uma imagem cuidada, com uma forma de comunicar mais selecta, mas sem cair no elitismo ou em excessos desapropriados.
No fundo, uma empresa que ajudasse a melhorar a “não muito boa” imagem que ao longo dos anos este tipo de empresas havia criado no mercado dos casamentos.

 

2. O que vos faz ser DJs?
A Damos Música como agência de animação está muito para além dos dj’s, mas ser dj é sobretudo o prazer de ter por vezes centenas de pessoas a dançar ao som dos seus set’s, é ajudar as pessoas a divertirem-se e a socializar através da musica, da dança e da descontracção que esta proporciona.

 

3. O que vos distingue da multidão?
O nosso slogan é VALORIZAMOS OS PEQUENOS DETALHES e creio que os nossos clientes sentem isso quando terminamos um projecto. Consideramos a nossa missão naquele dia como parte integrante de um todo e temos que participar activamente nesse todo.
Além disso, não vendemos quantidade, vendemos equilíbrio, elegância e bom senso e tentamos que sempre com a máxima qualidade ou no limite, com o máximo value for money.
Entre fazer mal ou não fazer, mil vezes não fazer!
Não é a primeira vez que temos uns noivos a querer 6 animações diferentes e conseguimos fazer-lhes ver que isso não faz qualquer sentido. No final, as pessoas valorizam muito esta atitude.

 

4. Como definiriam o vosso tipo de abordagem/som?
Claramente eclético e 95% ao gosto de quem nos contrata + 5% estilo intrínseco do dj.
Só assim funciona num casamento.

 

5. Como mantém o vosso som fresco e inspirado?
Acompanhando as tendências, ouvindo rádio, lendo revistas, passando tempo na net, cultivando o bom gosto e estando sempre atento às reacções das pessoas durante os sets.
Este último aspecto ajuda muito a replicar positivamente em situações futuras ou a evitar momentos menos conseguidos.

 

6. Como e com que antecedência devem os noivos contactar-vos?
Felizmente temos muito trabalho pelo que sugerimos sempre que um primeiro contacto deve ser feito com 6 meses de antecedência, especialmente se o casamento se realizar na chamada época “alta” (Maio a Setembro). A partir daí é ir alinhado opções e tomar decisões.

 

7. Que tipo de serviços poderão contratar?
Basicamente, tudo o que se insira no conceito de animação. Dj’s, bandas, danças, músicos ao vivo (Sax, Violino, Harpa, Jazz, Brasil, Celta, Salsa, Clássica (vozes – sopranos, tenores, etc) e em vários formatos de Solo a Septeto ou superior), animação infantil (dezenas de opções), artes circenses, teatro, pirotecnia, iluminação, magia, karaoke, etc.
Se não estiver na lista, nós encontramos!

 

8. Qual é a playlist perfeita?

A nossa playlist “perfeita” é:
1. Danúbio Azul

2. Frank Sinatra / New York New York

3. Glória Gaynor – I Will Survive

4. Grease – Summer Nights

5. Village People – YMCA

6. Bryan Adams – Summer of 69

7. Depeche Mode – I can’ just get enough

8. Abba – Dancing Queen

9. AC/DC – Thunderstruck

10. Amarguinhas – Just Girls

 

9. Qual é o processo de trabalho, como criam empatia e uma playlist à medida do casal?
Como dizemos a todos os noivos, o dj que contratam para o seu casamento, tem a missão de se adaptar ao grupo de convidados e NUNCA o contrário. Daí a importância de uma boa conversa inicial, onde ouvimos as ideias mas também partilhamos as nossas experiências pois nem sempre funciona como pensado pelos noivos.
Como resultado, teremos um bom briefing onde tudo é esclarecido clara e directamente e claro, que o dj seleccionado para a festa vá o mais possível de encontro ao estilo pretendido.
O princípio é o mesmo se estivermos a falar de outras animações como o jazz ou as danças.

 

10. O vosso trabalho é local, regional, nacional?
Totalmente nacional. Já fizemos casamentos em Sagres, em Mirandela, em Vila Real de Santo António, em Viana do Castelo, em Marvão ou em Peniche.
Faltam-nos as ilhas! Esperamos o primeiro convite!
Acabámos de colocar uma nova “bandeirinha” no Porto onde temos actualmente uma pessoa totalmente dedicada aos clientes do Norte que há muito nos procuravam mas que acabavam por muitas vezes, não ter a atenção merecida. Esperamos colmatar isso agora e começam a aparecer os primeiros frutos desta aposta.

 

11. Escolham uma música favorita das vossas listas e contem-nos porquê…
Glória Gaynor – I Will Survive
É um dos grandes simbolos do Disco Sound e as pessoas simplesmente ADORAM!

 

12. 3 conselhos para os noivos…
– VALORIZEM a animação do vosso casamento.
3 meses depois da festa as pessoas lembrar-se-ão mais facilmente que dançaram até às 5 da manhã do que se a carne do jantar era novilho ou vitela.
– PERGUNTEM tudo o que tiverem dúvida. Queiram saber tudo a que têm direito.
É um dia demasiado importante e um investimento demasiado avultado para se sentirem inibidos ou com vergonha de questionar sobre os serviços que vão pagar.
– PARTICIPEM na animação.
É meio “caminho andado” para que esta resulte.

 

E mais 3!


O que vos inspira?
O dia do casamento é em 99% dos casos, um dia muito sonhado, muito trabalhado, muito desejado. É bom sentir que ajudamos a que esse dia seja mesmo único.

 

Como seria o casamento perfeito para pôr música?
O casamento em que pelo menos por 5 minutos não houvesse uma única pessoa sentada sem estar a dançar!

 

Qual é a parte melhor de ser um Dj de casamentos?
Claramente criar emoções!

 

 

 

Para falar com o Paulo e fazer uma visita à Damos Música, liguem para o  934 315 383 ou enviem um email.

0 Comentários

Instante Fotografia: um fornecedor Simplesmente Branco

 

A Instante Fotografia apresenta-se como uma dupla de profissionais apaixonados e intensos, mas também serenos e calmos como um verdadeiro amor merece!
Ao amor pela fotografia, acrescentam um sonho e um projecto comum: fazer diferente e superarem-se constantemente.

Para o Rui e a Elsa, tirar uma boa fotografia é uma sensação inexplicável, é tornar algo eterno e memorável. A fotografia ganha vida própria e isso enche-os de orgulho.
Cada cliente é mesmo único e, por isso, gostam de construir uma relação de proximidade para que cada sessão seja verdadeiramente uma experiência diferente e as pessoas se identifiquem nela própria.
Esta dupla adora fotografar pessoas! O peso de uma história de vida, a esperança de uma vida nova, uma história de amor, histórias de amizade e de família… Todos os instantes que marcam a existência de cada um e que só ficam registados na memória e numa fotografia!

 

 

Para conhecer melhor o trabalho da Instante Fotografia e falar com o Rui ou a Elsa, ligue para 916 380 317 ou envie um email.

Instante Fotografia é um fornecedor seleccionado do Simplesmente Branco. Para saber mais detalhes, consulte a sua ficha, arquivada em Fotografia.

 

1 Comentário

Pedro Vilela Photography: um fornecedor Simplesmente Branco

 

Pedro Vilela é um contador de histórias que documenta o dia, as emoções e as expressões dos noivos de uma forma discreta e espontânea, com um olhar puro, atento, honesto.

O seu trabalho passa pela fotografia de reportagem e documental e estende-se tranquilamente ao universo dos casamentos, sem perder um milímetro do brilho que o define.

 

 

Para conhecer melhor o trabalho do Pedro Vilela e falar com ele, ligue para 965 378 568 ou envie um email.


Pedro Vilela Photography é um fornecedor seleccionado do Simplesmente Branco. Para saber mais detalhes, consulte a sua ficha, arquivada em Fotografia.

 

5 Comentários

Let’s get the party started!

 

 

A Elisa, da Design com Texto, andou a semana passada super atarefada e quando me contou o que andava a preparar a decoração e ofertas para uma festa de aniversário no Algarve, pedi-lhe logo que partilhasse algumas imagens aqui no Simplesmente Branco.

Ora vejam:

 

“A encomenda partiu de uma cliente do Algarve que já conhece o nosso trabalho. Foi um pedido especial pois estavam a preparar a festa de aniversário de uma grande amiga que fazia 30 anos.

O ponto de partida foi o bolo de aniversário. Enviaram-me uma foto do que iria ser feito e queriam que a decoração também seguisse a mesma linha, tendo em consideração a paleta de cores escolhida: rosa, cinza e prata.

Depois de fazer o desenho das pequenas formas curvilíneas que serviriam de decoração ao bolo, comecei a desenvolver todas as peças. Para que a decoração não fosse uma mera repetição destes elementos, decidi que estas só seriam utilizadas em determinadas peças.

 

 

Mediante informações que me foram dadas, sugeri que as ofertas fossem marcadores de livro… aí ficou claro qual seria o conceito aglutinador de todo o trabalho: a letra, a palavra, os textos…

As letras seriam usadas como capitulares, incorporando assim os elementos curvilíneos anteriormente desenhados. O conjunto dos marcadores de livro forma o nome da aniversariante e cada letra dá o mote à mensagem que está escrita.

As grinaldas de papel foram peças essenciais na decoração, pois o espaço da festa é grande. A ideia das tirinhas de papel foi já mostrada no Simplesmente Branco… como gosto que tudo tenha o nosso “cunho”, decidi decorar alguns papéis lisos com carimbos e grafismos feitos a marcador. As borboletas deram o toque primaveril ao conjunto.

 

 

Para além da mesa do bolo, central em qualquer festa, haveria mais 2 espaços importantes: a “mesa das mensagens” e a “mesa do desafio”.

Para a “mesa das mensagens”, e tendo em conta que a cliente disse que não queria o tradicional livro, optamos por quadrados de tecido que formarão mais tarde uma manta, almofada ou outra peça à escolha da aniversariante. Os botões, linhas e restantes acessórios ajudam a compor o “cenário” e dão o mote.

A “mesa do desafio” teria uma máquina fotográfica descartável… os convidados eram desafiados a registar um só momento da festa e a dar um nome/título a essa mesma foto… uma ideia gira, para mais tarde recordar!

 

 

 

Penso que o conjunto de peças desenvolvido resultou muito bem, mostrando que todas as celebrações se podem tornar ainda mais especiais!

Este projecto demonstra também que é possível trabalhar à distância… tudo foi tratado por email, entre Vila do Conde e Portimão… as peças seguiram prontas a colocar e a festa foi um sucesso!”

 

 

Muito, muito bonito!

Um obrigado à Elisa por ter partilhado este party moment connosco. E claro, isto é totalmente fazível para um décor bonito de uma festa de casamento ou cenário de uma photobooth!