Genial! Arquivos -  Simplesmente Branco 

0 Comentários

Despedida de solteiros: pool party!

A quantidade de espaços para casar que invariavelmente tem uma piscina, é grande! E nem sempre bonita e muito menos verdadeiramente útil – ninguém dá ali uns belos mergulhos, pois não?

Ora, se não podes vencê-los, junta-te a eles, e aqui fica uma ideia para lá de gira, fotogénica e muito fácil de pôr em prática, seja para uma despedida de solteiros seja para o próprio casamento: mesmo como gostamos, com pouco investimento, um grande resultado!

 

Piscina decorada para despedida de solteiros

 

Piscina decorada para despedida de solteiros

 

Piscina decorada para despedida de solteiros

 

Tem graça, não? Pesos no fundo, balões grandes e vistosos e uma caudinha a preceito: ora com penduricos de papel (a Piece of Paper faz isto lindamente, é à Tatiana Pinto Ferreira que encomendamos os nossos sempre que precisamos), ou com folhagem e flores.

E que tal para uma pool party de despedida de solteiros? Quando ainda não está calor para mergulhos, uns cocktails vistosos, roupa descontraída e um belo som a bombar, aí está um cenário óptimo para uma festa das boas!

O hélio tem um intervalo de algumas horas, mas ainda assim, o resultado, com contas bem feitas, é maravilhoso!

Passem por aqui para mais algumas ideias: esta é a minha favorita!

 

Imagens via Style me Pretty Living.

 

0 Comentários

Ofertas para gulosos

Comecemos pelo aspecto: lindo de morrer, não?

Pois é apenas chocolate, neste caso branco e levemente colorido com corante alimentar, salpicado com pétalas de flores comestíveis e sprinkles coloridos, partido em bocados depois de devidamente solidificado.
A beleza das coisas simples é sempre impressionante, não é?

 

Podem seguir as instruções (mais fácil do que estrelar um ovo!) no Paper & Stich.

Esta é uma oferta perfeita para os mais gulosos e mais do que apropriada para os dias frios!

 

0 Comentários

Feliz é quem diz…

Há umas semanas cruzei-me com um projecto com um nome delicioso: “Feliz é quem diz…”, da Susana Almeida. Como se não bastasse ser docíssimo, bem feito, bem desenhado e muito inspirado, fiquei a saber que a Susana também é uma das nossas queridas leitoras!

O que eu me revejo neste projecto de coisas bonitas para o quotidiano, ora leiam a apresentação que a Susana nos enviou:

 

“O projecto Feliz é quem diz nasceu da minha necessidade de mostrar às pessoas uma das coisas em que mais acredito na vida: que a felicidade está escondida em todas as coisas, das mais pequenas às maiores e que para podermos viver em felicidade temos de saber olhar para as coisas banais do dia-a-dia e saber sorrir com elas! Daí decidir construir uma lista com as coisas que me fazem feliz todos os dias… ela vai crescendo a passos largos e também com a ajuda de todas as pessoas que me rodeiam… Entretanto achei que a melhor forma de mostrar esta lista às pessoas seria ilustrá-la.

Mas como não sou ilustradora, sou designer, vejo o meu trabalho mais como um projecto de design gráfico do que ilustração… Faço os bonecos, é certo, mas a parte mais interessante é a componente visual da cor e das texturas que aplico sempre às “ilustrações”. É também a minha forma de mostrar às pessoas o que o meu trabalho e assinatura são.

Sou designer de profissão durante o dia e nos meus tempos livres visto a camisola Feliz é quem diz e entro no meu mundo especial.

 

 

 

 

Este é um  projecto muito recente… Comecei a idealizá-lo no final de Fevereiro, como forma de me expressar exactamente como sou, sem barreiras de clientes ou de ideias externas. Quis criar este projecto como expressão do meu trabalho criativo, da pessoa que sou, da minha forma de ver o mundo e do meu gosto e sentido estético. Ver que as pessoas gostam do que faço e sentir que elas se identificam para mim é a maior felicidade de todas! É sentir que o projecto está a cumprir com o seu objectivo.

Entretanto achei que este projecto tinha muito potencial para ser aplicado a objectos do dia-a-dia, para que eles ajudassem nessa tarefa de espalhar felicidade… De lembrar as pessoas todos os dias que a felicidade vive em tudo o que nos rodeia. E criei (e vou criando todos os dias…) peças que estou a vender através da página Feliz é quem diz e de feiras a que tenho ido.

Os produtos que tenho produzido são malas de pano e aventais que são sempre personalizados à mão por mim, uma vez que todos têm aplicações de tecidos cosidos à mão nas ilustrações, crachás, postais, marcadores de livros, posters e placas de lousa para pendurar em portas ou nas paredes.

Ideias tenho muitas, e acho que todos os dias me nascem novas na cabeça, e já tenho um caderno que anda sempre comigo onde aponto tudo o que me vem à cabeça!”

 

 

 

 

 

Coisas deliciosas, verdade? Pensem nelas para convites, ou para marcadores de mesa lindos de morrer, que contam uma história bonita e que põem um sorriso doce na cara dos convidados. Ou ofertas para os padrinhos, pais e convidados.

 

Para contactar a Susana, enviem-lhe um email ou passem pela página Feliz é quem diz. Também podem aproveitar o próximo fim de semana, e visitá-la na Feira Das Almas, sábado, dia 6, das 15h às 22h e na Venda de Quintal, Domingo, dia 7, das 10h às 18h.

 

0 Comentários

Discos pedidos

Estas imagens não são tão bonitinhas como habitualmente escolhemos, mas ideia tem uma graça bastante apetecível, e depois de uma voltinha pelo Custo Justo, com uma colecção de LP’s a custar 1 euro e copos de martini, a 5 euros, meia dúzia, apetece pensar no assunto…

E se assim só, ficam singelos, que tal uma dose de spray colorido nos copos, no vinil ou em ambas as partes, da mesma cor ou cores diferentes? Ai tantas possibilidades…!

Podem ser escolhidos ao acaso num lote de oldies, ou então, a dedo, como conversation starters… E se fôr sem o copo, e a servir de marcador, com o prato por cima…?

Hummm, talvez, talvez!

 

 

 

Imagem via Honest to Nod.

 

0 Comentários

Fineza…!

Taças de champagne ou sobremesa e pratos de porcelana, versão desemparelhada e vintage. Acho a combinação uma delícia e o engenho necessário não é demasiado (cola quente ou silicone será suficiente).

Será sempre um cake stand pequeno, mas não deixa de ter imenso charme. Para um segundo andar, experimentemos um cálice de licor e um prato de sobremesa, da mesma família ou simplesmente vizinhos…

Alturas diferentes, sintonia de cores, padrões sortidos, acompanhados de bolos, bolachas, macarrons, cupcakes e cake pops, um apontamento ou outro de flores bonitas e aqui está uma mesa de doces absolutamente fabulosa!
Esta ideia entra também directamente para o nosso arquivo Genial! e para a matéria prima, façam uma visita (com muito tempo…!) aos Emaús, em Caneças (para quem fôr de Lisboa). Vão encontrar estas maravilhas e outras preciosidades deliciosas!

 

 

Imagem via Silk Creek Gallery.

1 Comentário

Momentos Kodak e tipografia

Mais uma entrada singela e com muita graça, para a categoria Genial!, que também é feita destas pequenas grandes simplicidades.

Momentos Kodak e tipografia juntos resultam numa peça decorativa doce, vagamente enigmática (quem serão estes noivos…? Pais, avós, sogros, primos distantes…?) e com um potencial infinito, basta trocar a palavra por outra ou juntar várias mais, mudar as imagens (nome dela, nome dele e fotos da infância dos dois…?) e portanto, o conceito e feeling da festa, e brincar com as cores e texturas, mais delicadas ou assertivas, são vocês que mandam!

 

 

 

 

Recentemente a Fnac adicionou uma secção de crafts e estas letras são coisas que há por lá com frequência. Como são de cartão, basta cola branca e umas fotocópias a cores (ou impressões laser, porque jacto de tinta vai reagir mal com a humidade da cola).

 

Podem encontrar as instruções no Project Wedding, e o artigo completo no A Subtle Revelry.

Gosto muito!

 

0 Comentários

O amor está nos detalhes, seguramente!

Seguramente que sim, e ideias simples, acessíveis e fáceis de repetir são as mais simpáticas nos dias atarefados.

Encontrei esta imagem via Home Mag e entrou directamente para a categoria de genial! Flores frescas e comestíveis (a Quinta do Arneiro e não só, costumam ter) transformadas em cubos de gelo (também pode ser hortelá, alecrim, salva, basílico…).

A ideia não é nova, mas o resultado é sempre maravilhoso na sua simplicidade e impacto… e se estes cubinhos estiverem a gelar aquela garrafa de champagne especial, ainda melhor!