Created with Sketch.
Marta Ramos

Frágil, por Maria Imaginária

Quando nós travámos conhecimento com o trabalho da Maria Imaginária, o Pedro Verde e o Nuno Matos ainda estavam 100% focados no vídeo. Já depois de terem subido a bordo do Simplesmente Branco, recebemos essa boa notícia de que tinham abraçado também a fotografia. Sempre soubemos que esta dupla tinha um olhar especial, uma capacidade notável de catalogar beleza nas cenas mais improváveis, e ficámos, claro, muito satisfeitas por saber que os nossos leitores passariam a poder contar com eles para registar os seus momentos felizes também em fotos.

Desde então, temos alternado publicações de vídeos e fotografias com a sua assinatura – e é sempre um gosto trazê-los até vocês.

Hoje, o convite é para um passeio no cais palafítico do porto da Carrasqueira, em Alcácer do Sal. Sabemos que o casamento foi depois uns quilómetros mais a norte, mas foi esta obra-prima da arquitectura popular que os franceses Romina e Thomas elegeram para uma e-session tranquila e extremamente cinematográfica.
Se não conhecem o sítio, fiquem a saber que é uma das atracções da zona que mais visitantes recebe. Construído nos anos 1950/60, este cais em estacas de madeira de aspecto irregular e aparentemente instável (mas só aparentemente) é único na Europa e continua a cumprir a sua missão de facilitar o acesso dos pescadores aos seus barcos, quando a maré está baixa.

Um belo cenário, não acham?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E agora, um desafio para os olhares mais atentos: o que é que a primeira e a última imagem têm de diferente em relação às restantes?

Vejam e revejam as fotos e os vídeos que já aqui publicámos da Maria Imaginária – e falem com eles.

Mónica Aragão

Maria Imaginária, um fornecedor Simplesmente Branco

Pedro Verde e Nuno Matos são a dupla por de trás das câmaras que dão vida e imaginação à Maria Imaginária. Dinâmicos, experientes e formados em cinema e artes, têm um trabalho criativo, atento e dedicado: acreditam que estes são os ingredientes cruciais para alcançar a qualidade que os seus clientes merecem.

 

Captam as verdadeiras emoções e alegrias com um ponto de vista cinematográfico. Adoram viajar, fotografar, filmar e conciliar tudo isto – o que significa que estão disponíveis para contar a vossa história em qualquer parte do mundo.

 

noiva e damas de honor a beberem minis

chuva de arroz e pétalas sobre noivos surpreendidos

Ora espreitem mais alguns dos magníficos trabalhos a que a Maria Imaginária nos tem habituado, aqui mesmo!

 

E agora só resta mesmo falarem pessoalmente com o Pedro Verde e o Nuno Matos: têm todos os seus contactos na sua ficha de fornecedor.

 

Susana Pinto

Luísa + João, hipster, vintage, rustic and oh so cool!

Fechamos a semana em modo golden hour, quando a luz é a mais bonita. Já vos disse algumas vezes que sou muito parcial, no meu gosto pessoal, a estes tons de caramelo, quentes e até sensuais, trazem-me memórias boas dos longos verões quentes, registados analógicamente (e quase sempre em modo surpresa), em rolos Kodak.

A épica festa da Luísa + João, em Guimarães e Fafe, não podia ter tido melhor registo, que ficou a cargo da dupla Maria Imaginária, ao ponto dos noivos terem confirmado a data em função da disponibilidade do Pedro Verde e Nuno Matos.

Deleitem-se com a energia boa desta festa, com as imagens lindas e com o vídeo.

 

Quando chegarem ao fim, passem pela casa dos Maria Imaginária, para ver a totalidade das imagens, que só vos estamos a mostrar uma pequena parte… é assim tão bom!

 

Preparativos da noiva

 

 

Preparativos da noiva

 

Que ambiente quiseram criar? Como o fizeram?

O nosso objetivo principal era criar um ambiente à nossa imagem, de forma a que os convidados nos podessem reconhecer em cada pormenor.
Como descontraídos que somos, procurámos um ambiente igualmente relaxado, sem muitos formalismos. Para a decoração, escolhemos uma onda boémia, com leves traços rústicos e vintage. Queríamos uma verdadeira festa hipster, se é que assim lhe podemos chamar!

 

 

 

 

 

O que era o mais importante?

Tudo era importante. A escolha do local da ceremónia, em Guimarães, nos jardins do Paço dos Duques de Bragança, as flores (muitas flores com muito verde! Escolhemos arranjos de folhagens misturados com peónias e rosas com tons desgastados), a música (uma banda indie/folk), o vestido e o fato do noivo (sim, se a ideia era ser descontraído procurámos outfits à altura), as alianças, também elas nada dentro do habitual, o local onde ficámos a dormir na noite anterior, juntamente com os nossos amigos mais próximos e familiares, a escolha do fotógrafo (alguém que pudesse registar tudo o que idealizámos da forma mais pura e artística possível), a escolha das roupas das damas de honor e cavalheiros, a decoração das mesas, as lofertas aos convidados (um CD com a playlist da festa), todos os pormenores da quinta. Dentro dos três meses que tivemos para organizar o casamento, tentámos dar importancia a tudo!

 

O noivo e os amigos

 

Retrato do noivo

 

Retrato do noivo

 

 

E secundário?

Não podemos considerar que alguma coisa tenha sido secundária. Podemos sim, dizer, que em termos de orçamento nos focámos em coisas que podiam ser consideradas secundárias (uma carrinha antiga que serviu como bar de gins premium, jornais sobre o dia da festa, leques e sombrinhas para os convidados, cartões de boas vindas e muitos outros pormenores), comparativamente às coisas em que muitos noivos gastam grande parte dos orçamentos (alianças de ouro e aneis de noivado, vestidos de noiva/noivo de marcas caras, arranjos de flores muito sofisticados (tínhamos muitos arranjos mas foram compostos com folhas de oliveira e heras, apanhadas no monte).

Nunca se esqueçam que nem sempre a solução está em recorrer aquilo que é mais caro, há muitas soluções económicas para se conseguir exactamente o mesmo resultado. É tudo uma questão de pesquisa e gosto.

 

Noiva em preparativos

 

Retrato da noiva

 

Noiva boémia com bouquet

 

A noiva com as damas-de-honor

 
O que vos deu mais prazer criar?

Tudo!!! Pusemos o nosso coração em cada pormenor que criámos. Queríamos um dia especial, queríamos que o nossos convidados se sentissem igualmente especiais e que entrassem no nosso mundo. Queríamos que nos ficassem a conhecer ainda melhor e que, dessa forma genuína, pudessem celebrar connosco um dos dias mais bonitos das nossas vidas.

Temos também de salientar que adorámos a parte do DIY. Encerar madeiras, pintar e colocar vinil, fazer os convites… Fizemos tudo no nosso estudio.

 

Retrato da noiva com o pai

 

 

Noivo hipster e companhia

 
O casamento que planearam, é a vossa cara, ou foram fazendo cedências pelo caminho?

O nosso casamento foi mesmo a nossa cara.
A unica cedência que fizemos foi em ser celebrado numa pequena capela em vez da ideia inicial do bosque, porque a igreja não o permitia.

 

Noiva boémia e as amigas

 

 

 

 

As damas de honor boémias

 

Um pormenor especial?

Não dá para apontar apenas um. A carrinha/bar de gins, a tenda hippie, os jornais com notícias cómicas sobre nós e palavras cruzadas para adivinhar o local da nossa lua-de-mel e etc., a área zen…

 

 

 

 

 

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

Façam do vosso dia, o dia que sempre sonharam, à vossa imagem. Sem ideias preconcebidas daquilo que um casamento deve ou não ter ou ser. Não se deixem influenciar por ninguém porque o dia é vosso! Nunca vão agradar a todos, mas se os convidados vos revirem no casamento, vão entrar no espírito.

Por vezes pode ser difícil conseguir encontrar tudo o que precisam mas naquilo que poderem, ponham mãos à obra e façam vocês mesmos. Vale a pena o trabalho! É o vosso momento! E é único!

 

 

Retrato dos noivos boho-chic

 

 

 

 

Que imagens fantásticas… A dupla Maria Imaginária, composta pelo Pedro Verde e Nuno Matos, além de fotografar, também registou esta bela festa em vídeo:

 

 

 
Os nossos fornecedores:

convites e materiais gráficos: desenhados com a ajuda da nossa designer gráfica, Angela Es e impressos na Detalhe Soluções Publicitárias;

local e catering: a cerimónia foi em Guimarães, nos Jardins do Paço dos Duques de Bragança, na capela. O copo-de-água foi na Quinta das Vinhas, em Fafe:

bolo: Sandra Pereira, uma professora que se dedica a fazer bolos caseiros com muito amor!;

fato do noivo e acessórios: o fato do noivo é da ASOS, adaptado pelo que foi considerado “o melhor alfaite do mundo” pelo grupo Inditex, e que é de Guimarães, António Santos.
Os acessórios (suspensórios e laço) foram comprados no EBay e os sapatos são Dr. Marteens;

vestido de noiva, sapatos e acessórios: o vestido da noiva foi desenhado pela própria e feito por uma costureira local, Alice Ferreira, a coroa é da Claire’s e os sapatos são Windsor Smith;

maquilhagem: feita pela noiva;

cabelos: Backstage Image Lab;

flores: Isabel Matos Silva;

ofertas aos convidados: um CD com a playlist do dia, gravado e impresso por nós, e o jornal “O Grande Dia”;

fotografia e vídeo: Maria Imaginária (tinhamos tanta certeza acerca dos fotógrafos, que definimos a data do casamento em função da agenda deles, a única data disponível do ano);

luzes, som e Dj: Intenso, uma banda folk/indie e Inês Corte Real (ouvimo-la no The Voice a cantar Skinny Love (música de entrada da noiva) e decidimos contacta-la.

 

Mónica Aragão

We’ll always have Lisbon, por Maria Imaginária

O filme da vida de Mercedes + Joey rodou recentemente em Lisboa, onde este casal canadiano decidiu celebrar o seu primeiro aniversário de casamento. Tendo a dupla Maria Imaginária como guia turístico, enquanto descobriam cada canto e recanto lisboeta, o casal apaixonou-se perdidamente pela nossa capital, chegando mesmo a confessar que se tivessem feito esta viagem antes, era aqui que teriam dado o nó! Podemos dizer que Lisboa também se apaixonou por eles… ora espreitem, mas avisamos já: não vão conseguir ver este filme apenas uma vez!

 

 

É assim que se deve celebrar o aniversário de casamento, seja o primeiro, seja o décimo!

 

Maria Imaginária é fornecedor seleccionado Simplesmente Branco. Podem encontrar mais informação e contactos detalhados na sua ficha de fornecedor, arquivada em Fotografia e Vídeo.

 

Susana Pinto

A arte de ouvir

Descobri o trabalho bonito da fotógrafa americana India Earl quando uma das imagens do casamento de Gabby + Patrick inundou o Pinterest: e que maravilha que é! Gosto da luz, gosto da energia. Fui saber mais sobre ela, e encontrei esta magnífica frase no fim da sua apresentação, tão contra a corrente dos nossos dias, tão acertada por isso mesmo:

 

“I don’t want to be a story teller, I want to be a story listener.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quem vos escuta, será o vosso melhor fornecedor, garanto.

E se gostam desta luz de caramelo, tanto como eu, saibam que por cá, o Rui Gaiola, da Golden Days Photography, e a dupla Maria Imaginária, do Pedro Verde e Nuno Matos, trabalham exactamente assim.

Uma maravilha!

 

Mónica Aragão

Sol, amor e o Douro, por Maria Imaginária

Se há filme de casamento que combina com estes dias calientes, é este da dupla Maria Imaginária! Amizade e amor de mãos dadas à beira Douro, com tempo para relaxar, brincar, sorrir e aproveitar cada segundo até ao grande dia. O casamento de Raquel + Victor foi uma enorme festa desde o momento em que chegaram os primeiros convidados até à despedida, descalços na pista a dançar como se não houvesse amanhã… mas há, porque a vida a dois deve ser uma festa, sempre!

 

 

Let’s have some fun baby!

 

Maria Imaginária é fornecedor seleccionado Simplesmente Branco. Podem encontrar mais informação e contactos detalhados na sua ficha de fornecedor, arquivada em Fotografia e Vídeo.