Molde Design Weddings Arquivos - Página 3 de 11 -  Simplesmente Branco 

0 Comentários

Amor para sempre, por Molde Weddings

Os novos porta-alianças da Molde Design Weddings são uma delícia. Elegantes e naturais, esculpidos em madeira com uma fita de seda a acrescentar graça, podem ser personalizados com as iniciais do casal e a data do casamento ou então exibir a expressão ‘Amor para sempre’.

 

Ora vejam:

 

 

 

 

 

 

Contactem a Molde via email para mais informações e encomendas.

 

0 Comentários

Molde Design Weddings, um fornecedor Simplesmente Branco

A Molde Design Weddings cria convites de casamento muito especiais. Elegantes, com a mistura perfeita entre design e sofisticação, são o resultado da flexibilidade e dedicação da dupla de Joanas que acredita em resultados únicos, dedicados, feitos à sua medida: “Basta que nos diga, nós fazemos o resto!” Conte com a criatividade destas meninas igualmente para os livros de honra, peças decorativas, cake toppers, acessórios… A Molde é viciante!

 

MoldeDesignWeddings_SBaprova

 

Para conhecer melhor o trabalho da Molde Design Weddings e falar com as Joanas, ligue para o 916 211 475 ou envie-lhes um email.

A Molde Design Weddings é fornecedor seleccionado Simplesmente Branco. Pode encontrar mais informação e contactos detalhados na sua ficha de fornecedor, arquivada em Convites e Álbuns, Detalhes Especiais, Ofertas.

 

0 Comentários

Palavras para sempre, by Molde Weddings

De entre as muitas peças que a Molde Design Weddings propõe para decorar e personalizar a vossa festa, as palavras de madeira estão, tenho que assumi-lo, no topo das minhas preferências. Afinal, são palavras!

Vamos espreitar as novidades?

 

 

 

 

 

 

Contactem a Molde via email para mais informações e encomendas.

 

0 Comentários

Rita + Gonçalo, uma festa sobre o rio

Hoje trazemos a luminosa festa da Rita + Gonçalo, com uma bela vista sobre Lisboa e o rio Tejo.

As imagens são da dupla R2Arte e vão encontrar um dedinho da Molde Design Weddings, se prestarem atenção.

Fiquem com estas imagens bonitas e bom feriado!

 

 

 

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Especial e divertido.

Ele preparou um rally papper por Lisboa, por vários locais especiais para nós, como por exemplo o local do primeiro encontro, do pedido de namoro… Em cada um deles fui encontrando várias pistas para os locais seguintes até chegar ao último onde ele já estava à minha espera. Foi na Quinta das Conchas que nos sentámos num banco, também especial para nós, que ele me ofereceu uma caixa de Nutella de 5kg (a mesma que me tinha oferecido antes de começarmos a namorar) vazia…ou melhor…com uma caixinha, perdida no meio de muitas bolinhas de esferovite, onde estava o anel de noivado! “Fazes-me feliz todos os dias, quero fazer-te feliz para o resto das nossas vidas… Casas comigo?”

 

 

 

 

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Começámos logo a procurar quintas, o local para realizar a cerimónia era para nós o mais importante. Tinha de ser um local com que nos identificássemos. Escolhemos a Quinta do Mira Tejo com 11 meses de antecedência. Queríamos casar em Agosto, escolhemos logo a data tendo em conta que tinha também de ser um dia que “nos dissesse algo”. Casámos dia 9 de Agosto, um dia depois de os meus avós fazerem 60 anos de casados!

Depois de decidida a quinta e a data, escolhemos logo os fotógrafos. A partir daí começámos a pensar em temas, decoração e no vestido!

 

 

 

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Queríamos que tivesse a ver connosco, que fosse algo romântico, mas não exagerado…com tons suaves!

Para o fazer pusemos literalmente “mãos à obra”. Comprámos os materiais, desde tecidos, madeirinhas, papeis, tintas… cortámos árvores, pintámos, desenhámos… E a família ajudou!

 

 

 

 

 

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Porque tinha mesmo de ser algo especial e “nosso”. Se não fossemos nós a fazer, não iria ser tão personalizado.

 

Tiveste ajuda?

Sim. Pais, avó e amigas.

 

 

 

 


O que era o mais importante para ti? E secundário?

Que tudo corresse bem! Acho que não havia nada secundário…tudo tinha a sua importância por mais pequenina que fosse!

 

 

 

 


Onde gastaste mais dinheiro? Onde gastaste menos?

Gastámos mais na Quinta e menos nas coisinhas feitas por nós.

 

 

 

 

 

O que foi mais fácil? O que foi mais difícil?

Foi fácil escolher os fotógrafos por apresentarem uma perspectiva descontraída, bonita e com qualidade no tipo de fotografias que tiravam.

Foi difícil decidir, entre várias hipóteses, a ementa para o grande dia. Havia muita oferta, é difícil decidir algo que toda a gente goste…

 

 

 

 

 

O que te deu mais prazer criar?

Tudo!

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

É a nossa cara, felizmente não foi necessário fazer nenhuma cedência.

 

 

 

 

 

Um pormenor especial?

A vista e o pôr do Sol.
Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Não, nada!

 

 

 


Algumas words of advice para as próximas noivas?

Descontrair, e aproveitar cada momento. Desde o dia em que se é pedida em casamento até chegar a casa depois da Lua de Mel!

 

Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: SóniaSapinho2.0; Maria dá Cor; Loja das Maquetas.

local e catering: Quinta do Mira Tejo (Grupo Castela)

bolo e topo do bolo: Bolinhos da Milene e Molde Design Weddings.

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss e Calvin Klein.

vestido de noiva e sapatos: Joana Montez e Patrícia de Melo.

maquilhagem e cabelos: Carla Salvador – Beauty & Wellbeing

flores: Musgo

lembranças para os convidados: Valorfúchsia, Adega Cooperativa de Palmela

fotografia: R2Arte

vídeo: Conta-me Estórias

luzes, som e Dj: MC Eventos

 

0 Comentários

Elisabete + Gil, o importante é celebrar

Hoje trazemos a festa da Elisabete + Gil, tranquila, bonita e muito feliz.

Aconteceu em Setembro passado, em Fátima, e foi no Simplesmente Branco que a Elisabete encontrou os One Love Photography, nossos queridos fornecedores, para fotografar o seu casamento. Esta bonita festa teve ainda um dedinho da Molde Design Weddings, que desenhou a medalhinha para o bouquet da noiva, fofíssima!

 

Sigam-me, para vermos coisas bonitas!

 

 

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Não houve um pedido especial. Desde o dia 13 de Setembro de 2013 que vivemos juntos. No dia que comemorámos 6 meses de vida em comum, decidi fazer um jantar mais requintado e romântico, em nossa casa, na entrada da porta coloquei um QR CODE com palavras carinhosas a agradecer o seu companheirismo, haviam vários QR CODES espalhados pela casa com pistas que levariam ao último que dizia “E se o nosso dia fosse 13 de Setembro de 2014”? Era interessante conseguirmos continuar com a data em que tínhamos começado a viver juntos e desta forma celebrávamos duas vezes, mas infelizmente como faltavam 6 meses para a data não conseguimos marcar a quinta e teve que ficar para o fim-de-semana seguinte, dia 20 de Setembro de 2014. Casar fazia parte dos meus planos e deixar passar mais tempo não fazia muito sentido, inicialmente ainda ponderámos não fazer uma grande festa, fazer algo mais íntimo e familiar, mas depois lá decidimos que tínhamos que partilhar o dia com quem era importante para nós.

 

 

 

 

 

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?
Inicialmente comecei pela procura do espaço, pois não tínhamos muito tempo e isto era algo que tinha que ficar decidido e marcado o mais rapidamente possível. Paralelamente comecei a pesquisa de fotógrafos, video e música. Quanto ao fotógrafo foi o Simplesmente Branco que me ajudou a encontrar e a escolher os One Love Photography, uma dupla fantástica, adorámos que eles fizessem parte do nosso dia e não nos arrependemos nada de terem sido eles a eternizarem em fotos o nosso dia especial. Com estas reservas feitas, o resto conseguia-se fazer posteriormente, estávamos com cerca de 5 meses e meio de antecedência. É claro que ouvi muitas vezes “já não estamos disponíveis para a data pretendida”, é raro quem decide casar com esta antecedências, mas não me arrependo nada, dá e sobra tempo para tratar de tudo.

 

 

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?
Não tinha uma ideia formada sobre o ambiente, sabia que queria algo simples, elegante e “fofinho” ao mesmo tempo, queria criar algo que tivesse a ver connosco. Como nos conhecemos no ensino superior e gosto muito de mochos, pensei que eles poderiam ser a “base” do nosso casamento, pois faria todo o sentido uma vez que o mocho é o símbolo da sabedoria. O meu cunhado é designer gráfico e foi ele e namorada que nos ajudaram nessa parte da criação gráfica, tanto nos mochos, como no convite e cartão de agradecimento.

 

 

 

 

A opção feito por ti surgiu porquê?
Gosto de ter um pouco de mim nas coisas, e fazia todo o sentido isso estar presente no meu dia. Apesar de não ter muito jeito para trabalhos manuais, pedi a quem tinha, mantendo a nossa ideia, queria que as coisas fizessem sentido. No entanto fui uma noiva muito calma, não me desgastei com pormenores e mais pormenores, queria que tudo corresse bem, esse era o meu maior objetivo, de resto a festa encarregava-se de dar as cores e pormenores.

 

 

 

 

 

Tiveste ajuda?
Sim tive, a parte gráfica foi toda concebida pelo meu cunhado e a sua namorada. Os pormenores para photobooth fforam feitos pela minha cunhada e estavam lindos! Depois tive a ajuda das pessoas mais próximas, os meus pais, madrinha e tio que estiveram no dia antes e no próprio dia a ajudar a preparar tudo em casa. Também tive ajuda de uma grande amiga ao longo de toda a preparação.

 

 

 

 

O que era o mais importante para ti?
Que tudo corresse bem. A minha família e amigos iriam ter viagens longas até ao nosso casamento e a minha preocupação inicial era que toda a gente chegasse bem. Queria que o dia fosse cheio de alegria e de momentos que se eternizassem, e acho que conseguimos!

 

E secundário?
O meio de transporte, não ligo nada a esse aspecto, nem sequer dei muito destaque ao carro onde ia, apenas tinhas dois lacinhos nos espelhos.

 

 

 

 

Onde gastaste mais dinheiro?
Na quinta claro, aliás acho que é o maior peso em qualquer orçamento de casamento.

 

Onde gastaste menos?
Nos convites, pois só paguei a impressão e ficou mais barato do que se tivessem sido impressos em casa.

 

 

 

O que foi mais fácil?
Escolher o espaço, já lá tinha estado num outro casamento e tinha ficado deliciada com tudo. É sem dúvida um sitio que não deixa ninguém indiferente, desde o espaço, ao atendimento, à comida, decoração. É tudo fantástico.

 

 

 

 

O que foi mais difícil?
A compra do vestido. Fui com a minha mãe, madrinha, prima e amiga! Mas a verdade é que não me apaixonei logo por ele, eu gostei, e entre todos tinha sido o que tinha gostado mais, mas aquele amor que sempre ouvi falar não me invadiu e até à prova andei cheia de medo e dúvidas… mas no último dia que o vesti, antes do casamento, adorei

 

O que te deu mais prazer criar?
Tudo, não tenho algo de que gostasse mais.

 

 

 

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?
O casamento foi à nossa medida, é claro que há sempre alguma coisa que acabamos por ceder pois altera o budget definido, no entanto não me arrependo de nada, foi sem dúvida um dia muito feliz e isso era para mim a maior das prendas.

 

Um pormenor especial?
Os mochos que tentámos que estivessem presentes em tudo, no porta alianças, copos de brinde e topo do bolo, efectuados pela Joana, da Arte das Mãos, aconselho vivamente, uma óptima profissional, recriou mesmo aquilo que pedi. E estavam também na medalha do meu ramo, este já foi um trabalho da Molde Design Weddings.
Não foi um pormenor, mas um belo momento, entrar com uma grande amiga a cantar o “Eu sei” da Sara Tavares.

Foi sem dúvida um momento muito especial e único.

 

 

 

 

Agora que já aconteceu mudavas alguma coisa?
Apenas a hora que marquei com a cabeleireira, tinha que ir mais cedo, pois o tempo foi apertado, gostava de ter tido mais tempo livre antes do casamento. Fora isso foi tudo muito bom. E gostava também que o tempo tivesse mais certo, pois devido à previsão de chuva a cerimónia que era para ter sido no jardim da quinta teve que ser alterada para o interior, mas estava tudo lindo, na quinta conseguiram criar um ambiente espectacular!

 

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?
Aproveitem, comam, dancem, parem e olhem à vossa volta, tirem retratos visuais que se irão eternizar na vossa memória para toda a vida, a verdade é que dificilmente irão conseguir juntar todas aquelas pessoas novamente e isso é algo único. Não se preocupem no dia com nada, pois para quê chatearmo-nos com algo que não conseguimos  contornar? Sejam vocês mesmas e não tenham preocupações, celebrem apenas o vosso amor que é para isso que estão lá!

 
Os nossos fornecedores:

 
convites e materiais gráficos: foi o meu cunhado!
local, catering, bolo e decoração: Complexo Turistico D. Nuno, em Fátima, com dedinho dos noivos na paleta de cores e pormenores
fato do noivo e acessórios: fato, camisa e gravata, Zara; alfinete da gravata ASOS; sapatos Gianna
vestido de noiva e sapatos: véu, vestido e pulseira, A Bela Noiva, sapatos Unisa, na Made IN, brincos Bijoux Brigitte
bouquet e coroas de flores: Florista Clarinha, Entroncamento,  medalha Molde Design Weddings
ofertas aos convidados: cartão de agradecimento com regras de diversão e oferta de um lanche em nossa casa.
fotografia: One Love Photography

vídeo: José Dionisio Produções
luzes, som e Dj: Banda Vice-Versa

 

0 Comentários

Molde Design Weddings, no You+Us=Fun!

É obrigatório conhecer ‘as Joanas’ da Molde e ver, ao vivo, as criações destas raparigas imparáveis, que têm sempre algo mais (e melhor) para acrescentar ao vosso casamento.

 

 

Naveguem pelos posts que já publicámos acerca da Molde Design Weddings e e consultem a ficha de fornecedor seleccionado Simplesmente Branco para mais detalhes.

 

0 Comentários

Um feliz dia dos namorados, por Molde Weddings

Uma sugestão de presente para o S. Valentim fresca e doce, por Molde Design Weddings. Ora vejam:

 

VNamorados15

 

Por 6 euros (mais portes), recebem em casa este conjuntinho amoroso, pronto a ser personalizado por vocês. Comecem já a delinear as palavras com que descreverão aquilo de que mais gostam na vossa cara-metade. Um docinho + design bonito + palavras direitinhas do coração? Sucesso garantido!

 

Apressem-se a encomendar o vosso pack às Joanas. E feliz S. Valentim!