Created with Sketch.
Marta Ramos

Sábado é Open Day na Quinta dos Machados

É já no próximo sábado que a Quinta dos Machados, na zona de Mafra, abre portas para se dar a conhecer aos potenciais interessados em celebrar ali o seu casamento. Não percam a oportunidade de ver com atenção os vários espaços da quinta e perceber como resultam as decorações propostas.

E como um casamento não se faz só do espaço, também ficarão a conhecer os profissionais com os quais a Quinta dos Machados se costuma articular para proporcionar aos casais que a escolhem um dia perfeito.

 

Cartaz de promoção do Open Day na Quinta dos Machados

 

A entrada é livre e o Open Day decorre entre as 11h e as 19h. As previsões apontam para um dia quente e bonito, por isso será certamente um belo passeio. Tomem nota das coordenadas exactas e marquem na agenda!

 

 

Marta Ramos

Um casamento no bosque, por Flor de Laranjeira

A Eleonora e o Sérgio casaram na Quinta dos Machados e pediram à Teresa, da Flor de Laranjeira, que os ajudasse a conseguir o ambiente com que sonharam: queriam cores fortes, com predominância de vermelho, lanternas, suculentas em vasos de barro para oferecer aos convidados e um estilo boémio.

A cerimónia foi ao ar livre, no bonito bosque da quinta, e depois o salão acolheu os convidados para a refeição e restantes festejos.

 

A Teresa pegou nas sugestões do casal, acrescentou-lhes uns toques muito seus e o resultado foi melhor ainda do que o esperado. No exterior, claro, muitas flores (atentem nos troncos com arranjos colocados junto às cadeiras dos convidados), mas também fitas nas árvores, dreamcatchers, aros floridos e um altar civil conseguido a partir de uma pérgula florida com uma cortina de renda em pano de fundo e um belo arranjo na mesa de celebração.
No salão, as mesas redondas tinham lanternas e frasquinhos com mistura de flores. Na mesa dos noivos, rectangular, a Teresa optou por colocar uma grinalda de verdura pontuada com mini arranjos floridos e muitas velas, em garrafas de vinho e noutros suportes.

 

Vejam as fotos, assinadas por The Framers, e digam lá se não apetece mesmo estar ali.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para falarem com a Teresa e conhecerem outros dos trabalhos da Flor de Laranjeira, basta irem à ficha de fornecedor e encontram lá todos os contactos e links necessários.

 

Susana Pinto

Laura + Bruno: oh happy day!

Com um regresso real aos dias bonitos, nada mais apropriado do que entrar em sintonia e trazer-vos um casamento de verão, soltinho e feliz, cheio de conforto, descontração e muito perfeito na sua simplicidade.

É a festa da Laura + Bruno, celebrada na rústica e cenográfica Quinta dos Machados (a 40 minutos de Lisboa, a caminho de Mafra), captada pela lente da Cláudia Casal, que assina como Hello Twiggs.

A combinação deste casal com esta fotógrafa não podia ser mais certeira, porque este formato de festa, assim descontraído e pouco formal vai completamente ao encontro da postura da Cláudia Casal, igualmente descontraída e atenta ao que se desenrola à sua volta, captando o essencial de forma feliz e orgânica, sem poses, sem constrangimentos, formatações ou formalismos, apenas o mais bonito que vai acontecendo ao longo do dia.

E para comprovarem isso, dêem um pulinho ao site da Cláudia, para ver o resto das imagens deste dia e da história deste casal!

 

Casamento rústico e descontraído nos arredores de Lisboa

 

Sapatos de noivo

 

Bouquet de noiva com peónias

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Contra todas a regras convencionais. O pedido foi feito pela Laura, no Miradouro São Pedro de Alcantâra, num lindo dia de Maio. Duas cervejas na mão e um presente para o Bruno.

 

Retrato do noivo com fato azul claro

 

Noiva com coroa de flores

 

Casamento rústico e descontraído nos arredores de Lisboa

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Inicialmente começámos por procurar um local que fosse ao encontro daquilo que pretendíamos.
Arranjámos um “livrinho” das ideias. Foi a forma mais fácil de organizar tudo o q tínhamos em mente.

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Bouquet de noiva com peónias

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Sempre quisemos criar um ambiente rústico, com traços bem portugueses, mas sempre num ambiente acolhedor… O local que escolhemos é realmente predestinado para um “boho wedding”.

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Naked cake com frutos vermelhos

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Como somos os dois designers, esta questão do DIY era uma questão de honra. Experimentar, alterar, pintar e ilustrar.

 

Tiveste ajuda?

Não.

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

O que era o mais importante para ti?

O mais importante era conseguir reunir duas culturas completamente distintas. Portugueses e alemães, família e amigos num ambiente familiar, sem muita etiqueta, somente criar um ambiente para uma grande festa.

 

E secundário?

A abundância de comida que normalmente é servida nos casamentos portugueses. Aquela ideia de que se está num casamento para “comer até cair”.

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Onde gastaste mais dinheiro?

No espaço e no catering.

 

Onde gastaste menos?

Vestido da noiva e fato do noivo!

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

O que foi mais fácil?

Desde o início que tivemos uma ideia da estética e do look que procurávamos para concretizar “o dia perfeito”.

 

O que foi mais difícil?

Coordenar as expectativas das pessoas que viajaram de tão longe. A mistura de culturas, interacção entre as mesmas e a normal burocracia ligada ao matrimónio.

 

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

O que te deu mais prazer criar?

Toda a decoração! Desde a numeração das mesas, aos convites impressos serigrafia, ementas, etc.

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

Correu tudo como planeado.

 

Um pormenor especial?

Os votos foram feitos pela Laura em português e pelo Bruno em alemão. Foi um momento muito bonito.

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Casamento rústico ao ar livre em Lisboa

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Não.

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

O dia passa a correr. Bebam qualquer coisa logo pela manhã, relax, boa disposição, aproveitem todos os momentos… é realmente um dia único e especial!

 

 

Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: os noivos;

local: Quinta dos Machados;

catering e bolo: Catering Império;

fato do noivo e acessórios: fato Zara; sapatos Melvin&Hamilton; laço A. Christensen Sweden;

vestido de noiva e sapatos: vestido Mango; sapatos Prada; cinto Etsy;

maquilhagem: feita por uma amiga da noiva;

cabelos: Cristina Cabeleireiros;

flores: Anaflor (Arte Floral);

ofertas aos convidados: Hema

fotografia: Hello Twiggs;

video: Nelson Chantre e Celso Leite;

luzes, som e Dj: La Boheme.

 

Save

Save

Save

Save

Save

Susana Pinto

Fullcut, refreshed!

Temos actualizado as fichas de fornecedor com materiais bonitos que nos vão chegando. Dezembro e Janeiro são sempre meses ricos em conteúdos novinhos, já arrumados da saison que passou.

A dupla Fullcut tem portfolio novo e escolhemos o casamento de Sueli + André, na Quinta dos Machados, com uns pormenores curiososos e muito especiais:

“Foi o nosso primeiro casamento de 2016, no dia do pai. Os noivos também quiseram assinalar o dia da Terra com uma hora sem luz eléctrica durante o jantar. Foi um dia repleto de simbolismo alusivo à natureza e à sua protecção.”

 

 

Susana Pinto

Beatriz + João, “com amor tudo se vence”

Hoje trazemos o singelo, bonito e muito doce casamento da Beatriz + João.

As imagens maravilhosas são do Rui Gaiola, da Golden Days Photography e a festa aconteceu no belo cenário da Quinta dos Machados.

O amor é poderoso…

 

 

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Muito especial! Eu andava com o anel de noivado que era da minha mãe e sempre disse ao João que se me pedisse em casamento, gostava que aquele fosse o anel, e assim aconteceu. Decidimos que queríamos mesmo casar e no dia em que fazíamos mais um mês de namoro, oficializámos o nosso noivado. Apesar de não ter sido inesperado, foi um momento muito bonito e único.

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Estávamos em Outubro, começámos por nos aconselhar com os amigos e família para nos ajudarem a arrumar ideias e saber o que é preparar um casamento. Descobrimos também o Simplesmente Branco e o Pinterest, que foram a nossa base para todas as ideias que tivemos. De seguida escolhemos a data, Março, é um mês com um significado muito especial para mim, o João concordou e achou uma excelente ideia. O facto de ter sido com pouco tempo de antecedência, ajudou-nos a definir melhor as prioridades. O vestido foi escolhido durante o mês de Outubro, fui com a minha avó paterna ver os vestidos e ao fim do terceiro que experimentei já tinha decidido e ficou logo encomendado.

Recomendaram-nos o Rui Gaiola, da Golden Days Photography, vimos o trabalho, falámos com ele e percebemos que era o que procurávamos. Para o local, visitámos alguns e definimos que seria na Quinta dos Machados. O fato do João já estava escolhido mas só o comprámos mais perto da data. Os nossos sapatos foram a escolha mais difícil, principalmente os meus, porque tinham que ser sem salto (mas apropriados!), como sou alta, fiz a vontade ao João e fui mais “baixinha”. Os 5 meses passaram a correr mas conseguimos que tudo ficasse pronto a tempo.

 

 

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Queríamos um ambiente simples, floral, rústico, descontraído com muita diversão e muito amor. Fomos começando a seleccionar algumas ideias que vimos no Simplesmente Branco e no Pinterest e a partir dai começámos o nosso processo criativo. O IKEA foi o nosso melhor amigo, ajudou-nos imenso na escolha de material para as brincadeiras da pequenada. Tivemos a grande ajuda do nosso amigo Simão, designer, que fez os nossos convites e nos ajudou na execução de todo o material gráfico. Na noite anterior ao casamento fui com o João e a Mariana, minha amiga e designer, e decorámos tudo ao nosso gosto. As flores já estavam na Quinta e foi só fazer os arranjos conforme queríamos, levámos imensas velas, livros e fizemos os marcadores de mesa com rolhas de garrafas de vinho e uma fita de renda atada com ráfia. A Mariana fez origamis e espalhámos por todo o lado, imprimimos uma foto da nossa engagement session, colocámos numa moldura em cima do piano que havia na sala da Quinta juntamente com flores e velas… ficou tudo maravilhoso!

 

 

 

 

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Queria contar a nossa história, queria pôr um pouco de nós em cada detalhe e conseguimos, fomos experimentando as principais ideias que tínhamos e adorámos o resultado.

 

Tiveste ajuda?

Sim, em primeiro lugar, do meu querido noivo, da minha avó que foi incansável em tudo e também da minha tia-avó com os seus quase 90 anos mas sempre com um sorriso no rosto e os seus sábios conselhos. As minhas irmãs, os meus padrinhos e os nossos queridos amigos também tiveram um papel muito importante. Por fim, mas o mais importante, a ajuda dos pais do João, pois sem eles nada disto seria possível.

 

 

 

 

 

O que era o mais importante para ti?

O momento e as pessoas com quem o partilhámos.

 

E secundário?

Tudo tem a sua importância neste dia.

 

 

 

 

Onde gastaste mais dinheiro?

Na Quinta.

 

Onde gastaste menos?

No material gráfico, decoração e almofada das alianças.

 

 

 

 

O que foi mais fácil?

Escolher o vestido, as flores, os brincos.

 

O que foi mais difícil?

Não ter a minha mãe. Foi sem dúvida o mais difícil. Organizar todo o casamento e saber que ela não estaria no dia mais feliz das nossas vidas. Foi complicado muitas vezes gerir isso, mas com o apoio e amor do João, da família e dos amigos tornou-se tudo muito mais fácil e feliz!

 

 

 

 

O que te deu mais prazer criar?

A decoração na Quinta. Desenhos para a pequenada pintar, os frascos das gomas e das flores enfeitados com tecido, a tela de tecido com a distribuição das mesas e o painel de vime onde colocámos fotos da nossa infância, foram pequenos pormenores que ficaram muito bonitos.

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

Foi a nossa cara mas também fizemos muitas cedências pelo caminho. Estávamos a iniciar a nossa vida juntos, e tivemos que simplificar tudo. A ajuda dos pais do João e de algumas pessoas mais chegadas foi fundamental. O casamento não é só aquele dia, são os outros todos que se seguem, e com isso em mente conseguimos que, mesmo com as cedências, ficasse tudo ‘a nossa cara’.

 

 

 

 

 

Um pormenor especial?

Alguns, as coroas das meninas das flores foram as coroas que eu e a minha irmã Leonor levámos ao casamento da minha mãe, ficou lindíssimo. A gaiola da Zara Home com o laço cor-de-rosa para os convidados colocarem uma mensagem para nós, noivos, e por fim o tecido do bouquet é tecido do meu vestido de noiva e a andorinha de prata que o prende era da minha avó.

 

 

 

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Poucas, devia ter sido mais exigente em certas coisas para garantir que não houvesse certos contratempos. Estava um pouco nervosa, mas tudo correu bem, o João teve um espírito muito prático e pensámos sempre ‘the show must go on’! O que interessava era a nossa felicidade e a de quem estava connosco.

 

 

 

 

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

O mais importante é tudo o que vos une, o que o casamento representa e a vida que vão construir a partir desse dia, os dois. Com amor tudo se faz e tudo se vence.

E vão estar nervosos sim.. é um dia que passa a correr, por isso aproveitem bem e disfrutem de tudo com as pessoas que mais amam.

 

 

 

 

 

Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: Feitos pelo João (noivo) e Simão Cozinheiro (designer)

local: Quinta do Machados

catering: Império

fato do noivo e acessórios: fato Massimo Dutti, sapatos Aldo, camisa e acessórios Pedro del Hierro

estido de noiva, sapatos e acessórios: vestido e brincos Pronovias, sapatos Aldo, pulseira da Matanah oferecida pela minha querida amiga Sónia Galvão

cabelos: Luisa Junqueiro Cabeleireiro, Cascais

flores: Monceau Fleurs, Estoril

ofertas aos convidados: cartões escritos por nós com mensagens personalizadas para cada convidado/família. Gomas e Pastilhas para as crianças da Hussel.

fotografia: Golden Days Wedding Photography

luzes, Som e Dj: Dj João Reis, recomendado pela Quinta dos Machados

 

Marta Ramos

Damos as boas vindas: Quinta dos Machados!

As boas vindas de hoje são dadas à Quinta dos Machados!

 

Entre o mar e o campo, a apenas 20 minutos de Lisboa, a Quinta dos Machados Country House SPA e Eventos oferece 15 hectares de história e de requinte. O espaço foi completamente actualizado mas ainda assim não perdeu o carisma original. Contem com uma equipa muito competente e atenta aos pormenores e descontraiam: afinal, este é o vosso dia, e tudo será cuidado para que desfrutem dele ao máximo.

 

O encantador edifício principal, declarado de interesse arquitectónico, as calçadas centenárias, a roseira “Bela Portuguesa”, tão rara que é um dos poucos exemplares existentes em Portugal, tudo contribui para um ambiente de conto de fadas.

Por ali passava, em tempos, o antigo caminho do Palácio Real de Mafra e hoje, por entre os pinheiros, sobreiros e ciprestes, decobrem-se cadeiras e camas de baloiço a convidar a momentos doces a dois. E que belas fotografias se podem tirar com este cenário!

 

QuintadosMachados_BOASVINDAS

 

Não deixem de visitar o site da Quinta dos Machados para conhecerem melhor o espaço e os seus serviços; e acompanhem as últimas através da página do Facebook.

E, para mais detalhes, consultem a ficha de fornecedor seleccionado.

 

Quinta dos Machados, bem-vinda ao Simplesmente Branco!