Created with Sketch.
Marta Ramos

Alexandra e Sérgio, o céu em tons de azul

Hoje o dia é da Alexandra e do Sérgio. Casaram em Famalicão e escolheram a dupla Something Blue para filmar o dia, cheio de… somethings blue! Há mais um elemento cá da casa neste cenário, a maquilhagem esteve a cargo da Jenny Makeup Land.

Conta-nos a Vanessa: «Conhecemos em Guimarães a Alexandra e o Sérgio e ficámos rendidos com a simpatia deles e a sua forma simples de ver a vida. O que importa é estarem juntos com a família e ter uma grande festa. O casamento foi lindo! O Sérgio chegou à igreja na sua Vespa azul-bebé, cheio de estilo, onde esperou por uma Alexandra com vestido de sereia. E foram juntos no seu Fiat Panda restaurado também azul (!) para a festa.»

As fotos que acompanham o texto são da Vanessa da Silva.

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?
Na véspera do aniversário do Sérgio, num jantar surpresa preparado por ele em nossa casa.

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?
Começámos por escolher a data (que coincidiu com o dia de anos do pai da noiva!), a igreja e reservámos a quinta com um ano de antecedência. A fotografia ficou nas mãos dos nossos queridos amigos Teresa e Dado, que também nos aconselharam os cinematógrafos. Depois seguiu-se a escolha da maquilhadora e do DJ. O grupo coral da cerimónia ficou a cargo de uma prima do noivo que toca violino.

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?
Pretendíamos um ambiente romântico e descontraído, tudo em tons de branco e dourado, com apontamentos de flores (vivaz, peónias e rosas de santa teresinha).
Inspirei-me em muitas imagens do Simplesmente branco, Green Wedding Shoes e Pinterest e fui criando pastas com vários itens (convites, flores, bolo, cabelo, porta alianças, decoração)!

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?
Queria que o casamento fosse “personalizado” e especial. Sou muito organizada e adorei delinear todos os pormenores, inclusive fiz (e refiz!) uma check list de tarefas para cada mês e uma com os timings para o grande dia.

 

Tiveste ajuda?
Sim, da criatividade da Maria Pipa para a conceção dos convites, missais, placas- “Aqui vem a(o) Noiva(o), caixa para as pétalas, menus, quadro das dedicatórias, cartões de agradecimento, quadro do Instagram e photo booth.

 

Xana Sérgio © 2014 by Vanessa da Silva-3

 

Xana Sérgio © 2014 by Vanessa da Silva-9

 

O que era o mais importante para ti?
Que todos os convidados se divertissem e estivessem felizes.

 

E secundário?
Nada foi secundário! Tudo era importante para nós!

 

Onde gastaste mais dinheiro?
Na quinta e catering.

 

Onde gastaste menos?
No porta alianças e na venda que foram feitos pela madrinha do noivo e na cruzeta em forma de coração do vestido de noiva.

 

O que foi mais fácil?
A escolha do vestido de noiva. Foi amor à primeira vista!

 

O que foi mais difícil?
Abrir a pista de dança, quase que não ensaiámos! E para o noivo tirar fotos e ser filmado!

 

O que te deu mais prazer criar?
O first look onde não nos vimos, mas trocámos mimos, apertos de mãos e presentes.

 

Xana Sérgio © 2014 by Vanessa da Silva-14

 

Xana Sérgio © 2014 by Vanessa da Silva-15

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?
Foi sem dúvida a nossa cara, foi o espelho de toda a nossa dedicação.

 

Um pormenor especial?
Foram muitos! Deixo aqui alguns…a chegada do noivo à Igreja na nossa Vespa e a nossa saída no Fiat Panda, ambos azul bebé; a entrega das rosas pelos convidados para formar o ramo da Nossa Senhora; a dança surpresa feita pelos primos mais pequenos; a roupa de todas as crianças que foi igual à dos meninos das alianças que eram os nossos afilhados (as meninas levaram um vestido branco e uma coroa de flores e os meninos foram com um laço às bolinhas).

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?
Não, foi um momento único, fantástico e perfeito.

 

Algumas words of advice para os próximos noivos?
Divirtam-se, divirtam-se muito porque o dia passa a voar! Carpe diem!

 

Xana Sérgio © 2014 by Vanessa da Silva-16

 

Xana Sérgio © 2014 by Vanessa da Silva-22

 

Os nossos fornecedores
Convites e materiais gráficos: Maria Pipa
Local e catering: Solar da Levada
Bolo: Solar da Levada

Fato do noivo e acessórios: José Maria Oliveira (fato, laço papillon e botões de punho), Hugo Boss (camisa, sapatos e cinto)

Vestido de noiva, sapatos e acessórios: Pronovias (vestido), Zilian (sapatos); Swarovski (pulseira); brincos da avó materna
Alianças: Eternis
Maquilhagem: Jenny Makeup Land
Cabelos: Salão Marizé (V.N.Famalicão)
Ramo e coroas de flores: Estrelícia Flores

Lembranças para os convidados: a nossa lembrança foi um donativo para a Associação Laço

Fotografia: Arte Magna Fotografia

Vídeo: Something Blue

Luzes, som e Dj: Music colours (DJ Bruno Alves)

 

Marta Ramos

Do mundo para o Douro, por Something Blue

A família do Charles, ou Karol (em polaco), veio da Polónia para o casamento. A família da Vanessa, com raízes portuguesas, veio de todo o mundo, da África do Sul a Inglaterra.

A cerimónia foi conduzida pelo tio da noiva; e os irmãos, de um e de outro, levaram toda a gente às lágrimas com os discursos do fundo do coração.

Houve fado, vinho do Douro e muita festa!

 

Os Something Blue filmaram o dia feliz e enviaram-nos também algumas fotos, para contextualizar. Ora vejam.

 

 

 

 

 

 

 

 

A maquilhagem da noiva esteve a cargo de outro fornecedor cá da casa: Jenny Makeup Land.

 

Marta Ramos

Nem demais, nem de menos: um teaser Something Blue

Hoje trazemos um teaser Something Blue. Dizem-nos a Vanessa e o Ivo:

 

«Quando fazemos o que gostamos, queremos fazer o nosso melhor. E o nosso melhor evolui de ano para ano. Queremos que os casais que nos contactam sintam que estão a levar o melhor de nós. Queremos que eles vejam o seu filme muitas vezes, queremos que o filme tenha um significado único para cada casal e para isso é preciso que eles se envolvam na construção desta recordação.
Porque quando eles se envolvem, um teaser pode ter esta força (um teaser é em inglês “aquele que provoca”, para estimular a curiosidade em relação ao filme que só depois será conhecido).
A Diana e o Gonçalo leram um poema muito especial para eles e nós só revelamos um bocadinho para deixar água na boca.»

 

 

Nem demais, nem de menos. Mas, admitamo-lo, queremos mais.

 

Susana Pinto

Carla + Pedro, um casamento muito doce!

Hoje trazemos o lindíssimo casamento da Carla + Pedro, que contou com um lote de fornecedores de luxo, muito cá de casa: Pinga Amor na decoração, Jenny Makeup Land, na maquilhagem, Momento Cativo na fotografia, Something Blue no vídeo e LSS Produções na pista de dança!

Venham ver tanta coisa bonita!

 

 

 

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Completamente inesperado Num fim de semana que para mim seria apenas de lazer e descanso numa terra desconhecida e estadia incógnita, esperava-me um cenário de princesa. Um belo e palaciano solar do século XVIII, em que a torre nada mais era do que o quarto em que iria ficar, UAU! Mas nem assim desconfiei … até que de repente… com uma pequena caixinha saída do bolso e um tradicional ajoelhar o pedido aconteceu… escusado será dizer que me derramei em lágrimas e sorrisos ao mesmo tempo que disse o que é isto!?

 

 

 

 

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Gostávamos muito de casar no dia em que completávamos 11 anos de namoro (27 de Junho), então a primeira preocupação foi encontrar um local com disponibilidade para esse dia e ao mesmo tempo que reunisse as condições ideias para aí podermos criar e viver o nosso dia de sonho. Começamos a tratar dos primeiros preparativos com cerca de um ano de antecedência.

 

 

 

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Como se tratava de uma cerimónia civil, queríamos criar um ambiente intimista, simples mas muito
elegante, de forma a que aquele espaço se tornasse naquele dia apenas nosso e único. O ponto
de partida para esse fim foi sem dúvida a criação do convite, romântico mas com um leve toque de
modernidade. A paleta de cores saltou-me das ideias desde o início dos preparativos – branco, rosa e dourado – e não podia ter tido melhor escolha! A decoração a cargo da Pinga Amor, captou na perfeição a essência e ficou simplesmente linda!

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Talvez porque o bichinho que se tem dentro de nós quando somos designers se torne nestas alturas, num monstro gigante, exigente e perfeccionista, daí que muita coisa tenha passado pelas minhas mãos e nada tenha ficado ao acaso.

 

 

 

 

 

Tiveste ajuda?

Sim, tive muita gente disponível para ajudar às quais agradeço muito. Mas queria referir em particular a paciência e a dedicação máxima da minha querida amiga e sócia. Desde o convite às caixinhas do arroz, passando pelos bolos e docinhos de lembrança que oferecemos aos convidados, ela esteve sempre incansável!

 

O que era o mais importante para ti?

Que o dia fosse perfeito, que tudo à nossa volta tivesse a nossa cara e claro que as pessoas mais
importantes das nossas vidas lá estivessem, e estiveram!

 

 

 

 

 

E secundário?

Acho que nada!

 

Onde gastaste mais dinheiro?

Na quinta e no catering, obviamente é sempre a maior fatia.

 

 

 

 

 

Onde gastaste menos?

No(s) bolo(s) e nas lembranças. Como faço bolos fiz questão que tudo mais uma vez fosse pensado e feito com o máximo de cuidado e pormenor, e claro só poderia contar com os Sabores da Gula.

 

O que foi mais fácil?

Escolher os fornecedores. O facto de estar de certa forma envolvida no mundo que rodeia os
casamentos, fez-me ter conhecimento e a possibilidade de ver e acompanhar o trabalho de cada um.

 

 

 

 

 

O que foi mais difícil?

A escolha dos sapatos da noiva e do cinto do noivo.

 

O que te deu mais prazer criar?

Os convites, afinal é a peça gráfica que levanta a pontinha do véu para o que vem a seguir

 

 

 

 

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

Pode ter havido uma cedência ou outra pelo caminho, mas tão irrelevantes que nem me lembro Foi sem dúvida a nossa cara!

 

Um pormenor especial?

Música jazz ao vivo, uma surpresa totalmente inesperada dos nossos queridos amigos.

 

 

 

 

 

 

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

É uma pergunta difícil de ser respondida quando se é tão exigente. Talvez mudasse a hora do casamento para mais cedo para poder aproveitar ainda mais o dia com cada um dos convidados. É tanta gente, são tantas emoções, tantos momentos especiais, que o dia acaba por passar num ápice e fica a saudade!

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

Aproveitem cada minuto, cada lágrima, cada sorriso, cada abraço e sejam muito felizes!

 

 

 

 

 

 

E fiquem agora com o bonito teaser!

 

 

 

Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: Carla Andrade (noiva)

local e catering: O Campo

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss, sapatos Aldo

vestido de noiva e sapatos: Rosa Clará, sapatos Eureka

maquilhagem: Jenny Makeup Land

cabelos: Anjos Urbanos

bouquet e decoração: Pinga Amor

bolo e ofertas aos convidados: Sabores da Gula

fotografia: Momento Cativo

vídeo: Something Blue

luzes, som e Dj: LSS Produção de Eventos

 

Marta Ramos

Something Blue, um fornecedor Simplesmente Branco

Something Blue é um projecto conjunto de Ivo Silva e Vanessa da Silva, formados em cinema e comunicação, e nasceu da paixão e do respeito que ambos têm pelo filme de casamento. Os tempos do vídeo aborrecido já lá vão, e esta dupla traz uma visão fresca e dinâmica, outro ritmo, outro ponto de vista, outra abordagem. Espreitem o trabalho que fazem, falem com eles e façam-lhes perguntas. Eles existem para fazer o filme das vossas vidas!

 

Something Blue is a team built by Ivo Silva and Vanessa da Silva. They studied cinema and communication and found a common passion: wedding films. A trade that they both endear for all its meaningfulness and that they undertake with a fresh vision, a new point of view, a dynamic approach. Take a peek at their work, talk to them, and ask them everything you need to know. After all, Something Blue exists to make your life’s movie.
 

 

 

Para conhecer melhor a Something Blue e falar com o Ivo e a Vanessa, ligue para +351 917 388 568 ou +351 916 724 292; ou envie-lhes um email.

Something Blue  é fornecedor seleccionado Simplesmente Branco. Pode encontrar mais informação e contactos detalhados na sua ficha de fornecedor, arquivada em Vídeo.

 

If you want to get to know Something Blue better and talk to Ivo and Vanessa, just dial +351 917 388 568 ou +351 916 724 292; or send them an email.

Something Blue is a Simplesmente Branco’s selected vendor. For further details, check its vendor’s card, filed under Video.

 

Marta Ramos

Crash into me, por Something Blue

Foi com a Love Story da Sara e do Filipe que apresentámos a Something Blue, há cerca de um ano, aos nossos leitores. Já na altura me deliciei a ouvir este casal apresentar-se. Estavam o Ivo e a Vanessa a dar os primeiros passos neste mundo dos filmes de casamento. E que bem que começaram!

 

Hoje mostramo-vos o dia do casamento, que abre logo com a pouco usual e tão calorosa recepção à noiva feita pelo noivo, a cantar e a tocar guitarra, numa versão adocicada de uma famosa canção, a não ficar em nada atrás do sr. Dave Mathews. E o pequeno diálogo, quando se encontram, junto ao altar… que delícia.

 

 

Aquele pormenor musical do final do filme é a lembrança oferecida aos convidados, uma escolha do Filipe.

 

A Sara e o Filipe casaram no dia 13 de Julho de 2013, em Miranda do Douro: «Foi dos casamentos mais felizes e divertidos deste verão. Com este casal nem podíamos esperar outra coisa», contam-nos a Vanessa e o Ivo.
Se quiserem saber mais sobre a organização deste casamento e ver algumas fotos, espreitem aqui.

 

Marta Ramos

Castanhas assadas e flashmob, por Something Blue

Something Blue filmou o casamento da Filipa e do Miguel, um casal ‘aventureiro e tradicional’, como nos é descrito, e como o confirma este relato: «No casamento tiveram caixas e bombos com o tradicional toque da Festa do Pinheiro em Guimarães; e a lua de mel foi passada de mochila às costas pela América Latina.»

 

 

A Filipa e o Miguel vivem actualmente em Angola, mas são de Guimarães e foi aí que deram o nó, no inverno passado, num dia tão caloroso que o frio nem se atreveu a fazer-se sentir. Houve fogueiras e castanhas assadas, uma flashmob e vários elementos da tradição local. Uma festa muito animada e sentida, que deixou a Vanessa e o Ivo com saudades deste casal, agora lá longe.