Vestidus Arquivos - Página 2 de 10 -  Simplesmente Branco 

0 Comentários

“É este o meu vestido de noiva”

O artigo que vos trago hoje, sobre o vestido de noiva, é para lá de bonito.

E é bonito porque é sobre pessoas e sobre encontros, experiências e partilhas. É assim que juntamos os pontinhos dispersos e criamos um momento muito especial.

Comecemos pelo início… quando saíu o nosso livro “Queres casar comigo? – guia prático para um dia muito feliz”, fui ao programa do Fernando Alvim, no Canal Q, para uma pequena conversa. Foi lá que conheci a Débora Água-Doce, que ia falar do seu livro “De uma mulher para mulheres que amam demais”, e toda a conversa teve muita graça.

Fomos mantendo um contacto muito singelo e, no início do ano, convidei um grupo de meninas interessantes para divagar sobre o tema “Se eu me casasse…”, numa série de guest posts regulares aqui no Simplesmente Branco. A Débora foi uma delas e as suas escolhas, uma delícia.

 

Mudamos de cenário. Também este ano, a Sara Silva, da Vestidus, a propósito de uma imagem que eu tinha encontrado e partilhado com ela, de uma marca romena (um hábito que temos desde sempre, quando encontramos coisas bonitas), avisa-me que tem na loja os vestidos de noiva absolutamente magníficos de que tínhamos falado. Demorei até ter tempo para a visitar, e quando os vi – e são fabulosos – pensámos logo que tínhamos que lhes dar a devida atenção, fazer alguma sessão especial, porque eram mesmo muito bonitos… Num pequeno brainstorming a ideia imediata foi fazer uma sessão intimista, de preparativos, que permitisse colocar o foco em todos os detalhes destas peças – as rendas, os tules, o corte, o acabamento, as texturas.

Ora quando vi os vestidos, pensei  e disse à Sara: “sei da pessoa ideal para fazermos isto”, e falei-lhe da Débora Água-Doce. Quando regressei ao escritório, enviei-lhe os contactos e, à Débora, enviei uma mensagem a contar o que tínhamos em mente. Claro que a decisão era totalmente dela, se não se sentisse à vontade, com certeza, apenas eu achava que aqueles três vestidos eram a cara dela e que a Sara lhe iria proporcionar um momento encantatório.

Houve uma hesitação bem argumentada para aqui, umas dúvidas para ali, mas a curiosidade venceu todas as barreiras e as duas deram início a uma bela conversa.

À ideia, juntou-se a Raquel Castro, da Atmosfia, para a concretizar: registar a experiência e o processo em fotografia, do que é este momento em que se experimenta, com foco, com doçura e com intimidade, essa peça mágica que é um vestido de noiva.

A Raquel foi igualmente atenta, focada e gentil no olhar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O sorriso da Débora seria suficiente para termos a percepção da experiência, mas gostamos de palavras e descrições emotivas.

A Débora conta-vos como foi:

 

“Tudo começou há uns meses, quando a muito querida Susana Esteves Pinto me desafiou paraa escrever sobre o tema “se eu me casasse”. Não totalmente satisfeita com esse desafio lançou-me outro ainda maior, onde, em colaboração com a Sara Silva, da Vestidus Atelier e a Raquel Castro, da Atmosfia, vivenciaria a experiência de escolher o “Vestido de Princesa”.

De brilho no olhar como quem ainda sonha com esse dia, entrei na Vestidus Atelier com a sensação de borboletas na barriga acentuada, nesse dia, parecia que elas estavam extasiadas!

 

Entrei e… a magia aconteceu!!! É um espaço encantado, tal como eu imaginava que deveria ser uma casa destas, a casa onde vestimos o Amor. Tudo à volta respira Amor, tudo é mágico e encantador. Tudo!!! E a Sara, bem… A Sara é a pessoa perfeita para estar ali a receber os nossos sonhos e a torná-los realidade. De uma sensibilidade incrível, parece que lê o que nos vai no coração e assim, num ápice, descobriu o estilo pelo qual o meu coração mais batia.

 

Vesti os vestidos, sim os vestidos!!! Foram três!!! Todos maravilhosos e fluídos como eu imaginava. As rendas…. Ahhhhhh lindas! Tão românticas.

Que sensação bonita! Sim, bonita, foi assim que me senti!  Bonita. Senti-me como as minhas barbies quando em pequena, as vestia de princesas. É incrível como os anos passam por ti mas os sonhos permanecem com a mesma essência.

 

Fui sozinha, não fui comprar o meu vestido, fui “brincar às noivas”, mas percebi a vantagem de ir sozinha. Este é um momento tão mágico e tão único que deve ser vivenciado apenas pela noiva. A noiva precisa de sentir o vestido, as emoções… Quando vão acompanhas acabam por ceder às opiniões dos outros e por vezes essa experiência pode não ser tão bonita e emotiva, como deve ser.

Neste meu dia mágico, cruzei-me com uma noiva que decidiu ir lá sozinha pois já tinha experimentado imensos vestidos, sempre acompanhada por amigas e família, como não tinha conseguido ser fiel ao seu estilo e gosto pessoal, decidiu ir às escondidas experimentar mais uns. Não sei se acabou por escolher ali na “casa onde vestimos o Amor” o seu vestidinho de princesa, mas sei que, nesse dia, naturalmente teve muito mais em conta o que dizia o seu coração.

 

Senti-me princesa por um dia, senti que há muito mais magia e amor na Vestidus Atelier do que imaginava. Estas casas são mesmo encantadas!

Obrigada Sara, Raquel e Susana por esta experiência! Quem sabe não estarei próxima desse meu momento?”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não estive lá neste dia, mas imagino como foi especial.

É um trio de mulheres atentas, doces, focadas, com histórias para contar, conversas para ter, talentos para partilhar. O resultado é a prova como tudo convergiu, como os pontinhos dispersos se ligaram numa linha recta e certeira.

 

Com isto não recomendamos nada que brinquem às noivas, visitando lojas só pela diversão – há um lado sério no trabalho que é feito, no tempo que é investido em cada marcação, na atenção que se dedica, e que deve ser respeitado por quem vai às compras.

Mas quisemos mostrar e proporcionar a experiência deste momento e como achamos que deve ser vivido: com borboletas na barriga e com foco para que se ouça a própria voz – a do coração.

 

Eu avisei que era um artigo para lá de bonito…

 

Save

Save

Save

Save

Save

0 Comentários

Vestidos de noiva Rembo Styling 2017: Vestidus apresenta nova colecção

A nova colecção de vestidos de noiva Rembo Styling 2017 chegou e a Vestidus quer mostrar tudo! Quando? No próximo sábado, 12 de Novembro, no evento “Amor à Prova de Vinho”. Onde? Na fantástica Quinta da Murta, em Bucelas, que abre as suas portas para uma tarde dedicada ao amor, às noivas e a vestidos de noiva lindos, num ambiente simpático e acolhedor. Para quem procura o vestido de noiva (sim, aquele que será verdadeiramente inesquecível!), estão reunidas as melhores condições para iniciar ou continuar essa procura com muito estilo, e com muitos suspiros. Brindemos a isso com muito amor!

 apresentação colecção de vestidos de noiva Rembo Styling 2017 por Vestidus

E se precisarem de mais um motivo para conhecer bem de perto os novíssimos vestidos de noiva Rembo Styling 2017, recordo que todo o look e styling desta nova colecção contou com a inspiração, o talento natural e o olho infalível da nossa própria Susana Esteves Pinto!

 

Têm mais informação sobre o evento aqui ou então entrem directamente em contacto com a Vestidus, através da sua ficha de fornecedor.

 

1 Comentário

Susana + João, em Sintra, prontos para casar!

A Susana + João casaram num dia soalheiro de Agosto, em Sintra.

Despreocupados e tranquilos em relação às grandes decisões (e super ocupados, também, na sua vida profissional), foram supreendidos nos últimos dias com uns picos de adrenalina valentes, sem que no entanto algo da sua bonita festa ficasse comprometido: uma certa descontracção vem sempre a calhar e a ajuda da família foi essencial nesta aventura.

Uma das decisões mais fáceis foi o vestido (lindo!)… palpita-me que a eficiência e simpatia (e óptima selecção de modelos disponíveis) da Sara Silva, da Vestidus, tenham tido uma certa influência neste assunto!

As imagens bonitas e o vídeo são do Miguel Ribeiro Fernandes e a pista de dança ficou a cargo da mestria da Jukebox.

 

Aproveitem estes raios de sol, que o Outono já cá canta com convicção!

 

Cake topper com bonequinhos de Lego
 

 

Retrato do noivo, co fato azul
 

Como foi o teu pedido de casamento?

Simples e bonito

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Começámos pelo espaço. A quinta definiu o dia e o local da cerimónia. As únicas coisas que organizámos com antecedência foram as mais criticas de agendar: fotografia e música. Também o vestido foi escolhido cedo, porque encontrei o que queria rapidamente. Cinco meses antes, tratámos do processo civil e religioso.

 

Preparativos da noiva, na companhia das amigas
Preparativos da noiva: a maquilhagem

Preparativos da noiva: a maquilhagem
Noiva pronta: que lindo detalhe da manga do vestido

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Queríamos criar um ambiente descontraído e simples, o que foi conseguido com a ajuda dos responsáveis pelo espaço, acabámos apenas por afinar alguns detalhes, como ter música ao vivo em determinados momentos.

 


Alofadinha das alianças um pouco diferente

A entrada da noiva na capela rústica

Tiveste ajuda?

Tivemos muita ajuda da família!

 

O que era o mais importante para ti?

Queríamos que a cerimónia fosse perfeita para nós os dois e inesquecível para os convidados, e que o copo-de-água fosse delicioso, bem servido e elegante: correu tudo como queríamos!

 




Os noivos à saída da cerimónia

 

E secundário?

Que decorresse tudo de acordo com o planeado, isso nunca acontece e já estávamos á espera de algum imprevisto. O importante é aproveitar todos os momentos e não dar demasiada importância a situações ou detalhes que não a têm.

 

O beijo dos noivos e um lindo bouquet de flores brancas


decoração das mesas com rosas brancas e eucalipto

 

Onde gastaste mais dinheiro?

Na quinta.
 

Onde gastaste menos? 

Nos convites, que foram prenda de casamento e ficaram lindos! Nas lembranças, também, é só mesmo um mimo!

Na decoração das mesas, com a ajuda da família.

 

Retrato a preto e branco da noiva
Retrato dos noivos a preto e branco, ao ar livre
Retrato dos noivos ao pôr-do-sol
Retrato dos noivos

 

O que foi mais fácil?

Escolher a igreja, porque definimos a quinta primeiro e depois pedimos uma lista de igrejas próximas. Vimos todas numa tarde e escolhemos a que gostámos mais. Tenham atenção ao calendário, porque há sempre algumas igrejas mais cobiçadas e que ficam logo reservadas com bastante antecedência.

 

Retrato dos noivos


A noiva com o seu bouquet de flores brancas

 

O que foi mais difícil?

Os quatro dias antes do casamento! Deixámos tudo para a última, porque a nossa agenda profissional é muito intensa. Convém organizar tudo com muita antecedência, incluindo os pormenores, eu perdi dois quilos nesses dias, porque não tinha tempo para comer!

 



 

O que te deu mais prazer criar?

Os trabalhos manueis deram-me imenso gozo, e escolher a playlist da festa também.

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

Fiz cedências pelo caminho mas continua a ser a nossa cara!

 



 

Um pormenor especial?

A marcação das mesas, ficou muito gira.

 

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Não tinha empurrado tanta coisa para a última hora!

 

 

A primeira dança dos noivos

 

 

 

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

Começámos a organizar o casamento em Fevereiro, casámo-nos no último sábado de Agosto. Deu para marcar tudo, mas acho que tivemos sorte. Não adiem nada… pensem no que gostariam para a cerimónia, para o exterior, para o interior, como querem cortar o bolo, se querem meninos das alianças, etc., para organizarem tudo com antecedência suficiente. Se o fizerem, ninguém vos vai pressionar para tomar decisões, é um trabalho vosso. A opção é terem wedding planner… Eu não tive!

 


 
Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: foram oferecidos

local, decoração, catering e bolo: Quinta Nossa Senhora da Serra

vestido de noiva e sapatos: vestido da Vestidus e sapatos Asos

maquilhagem: Fati Jardim

cabelos: Henriqueta Salvaterra

fotografia e video: Miguel Ribeiro Fernandes

luzes, som e Dj: música ao vivo: Daniel Alexander,  Dj: Jukebox

 

Save

2 Comentários

Andreia + Paulo, uma renovação de votos intimista e com vista para o mar

O artigo de hoje, que é uma renovação de votos intimista, com vista para o mar, é um pouco mais especial porque eu conheço e admiro vários dos fornecedores envolvidos, não só pelo trabalho que fazem, mas também pelas pessoas bonitas que são!

Estou a falar da Andreia + Paulo, a dupla animada da Funtoche, que celebram com esta bonita festa 10 anos de casados, da Raquel, da Atmosfia, que os fotografou e da Sara, da Vestidus, que acompanhou a Andreia na busca do vestido perfeito para esta ocasião tão especial.

Comecemos pelo motivo da festa que parece um casamento, mas não é: a Andreia e o Paulo casaram há 10 anos, têm dois filhotes muito fofos (muito mini-me!) e quiseram celebrar esse marco tão relevante no caminho que têm feito juntos, com as pessoas que os acompanham desde sempre. Ora nada melhor do que uma renovação de votos, com tudo e tudo: vestido, flores, bolo, amigos e família e fotografias de tudo isto para recordar mais tarde.

E que bonito que é, porque dez anos de intimidade vêem-se através da lente da Raquel: no olhar, nos gestos, na cumplicidade entre todos…

Deixem-se levar por estas imagens, num belo dia de verão, com vista para a baía de Cascais: são perfeitas!

 

Hotel Albatroz em Cascais

 

Hotel albatroz em Cascais

 

vista da praia, do Hotel albatroz em Cascais

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Neste caso não foi pedido de casamento, foi pedido de renovação de votos: “Vamos voltar a dizer sim, meu amor?”

Fizemos este convite e desafio um ao outro! Porquê esperar pelos 25 anos, se podemos celebrar já?!

 

preparativos do noivo

 

Noivo a preparar-se

 

noivo de suspensórios a preparar-se para o casamento

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Começámos um ano antes, o primeiro passo foi escolher o local e depois os fornecedores principais: foóografo, videógrafo, estacionário e decoração floral.

 

coroa de noiva em vivaz

 

noiva a preparar-se com os últimos detalhes

 

sapatos de noiva dourados

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Quisemos juntar todos os familiares e amigos que fizeram parte destes primeiros 10 anos da nossa vida em comum, todos os que realmente nos acompanharam em cada momento e cada passo desta viagem.

O ambiente escolhido foi perto do mar e em Cascais, onde começámos a namorar. Quisemos um estilo mais descontraído e romântico ao mesmo tempo, e a Momentos com Design ajudou-nos nesse desafio com todo o bom gosto e profissionalismo que já lhes são característicos.

 

first look dos noivos

 

first look dos noivos

 

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Surgiu porque decidi preparar tudo como sempre faço no meu próprio trabalho, em que organizo eventos infantis. Neste caso, a festa foi maior e mais especial, porque eram os nossos 10 anos de casamento!

 

a noiva com a sua filha

 

A noiva com os seus filhos pequenos

 

pai e filho vestidos de igual

 

fotografias de família

 

Tiveste ajuda?

Tive ajuda de pessoas especiais, amigas e parceiras, como a Raquel Castro, da Atmosfia, que me ajudou no programa do dia e a definir cada momento, com timings certos e previsão de como iria decorrer, e que eternizou com fotos lindas cada um desses momentos inesquecíveis. A querida Patrícia Carrilho, event planner da Menta Dourada, apoiou e coordenou todo o decorrer da cerimónia, cocktail e jantar. Foi uma ajuda incrível, sempre preocupada com todos os detalhes, até em consertar o meu penteado, faz uma diferença incrível ter este serviço que há dez anos atrás não tive.

 

bouquet de noiva com peónias cor de rosa

 

damas de honor com vestidos cor de rosa

 

mensagem de boas vindas em aguarela

 

O que era o mais importante para ti?

Para nós, o mais importante era termos um dia inesquecível ao lado de quem é especial para nós, e assim foi!

 

 

casamento intimista em Cascais

 

retratos de família antes da cerimónia

 

E secundário?

Nada foi secundário.

 

Onde gastaste mais dinheiro?

No espaço e catering.

 

decoração floral para casamento em tons de rosa

 

bolo dos noivos com flores naturais

 

casamento intimista em Cascais

 

Onde gastaste menos? 

Na animação infantil, que foi com a nossa equipa da FUNtoche Eventos Infantis.

 

O que foi mais fácil?

Confiar que tudo correria bem!

 

O que foi mais difícil?

Dizer os votos escritos de novo, dez anos depois, sem chorar ou soluçar desalmadamente!

 

 

 

O que te deu mais prazer criar?

Escrever os meus votos novamente, pensando em cada etapa, nos desafios e vitórias que conquistámos juntos e ver que chegámos até aqui com aquele amor que nos uniu há 14 anos, quando começámos a namorar.

 

decoração orgância em tons de rosa

 

ementas com desenhos florais em aguarela

 

marcadores de mesa com aguarelas

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

Foi totalmente a nossa cara!

 

Um pormenor especial?

Ter os nossos filhos presentes nesta festa foi muito espcial, apesar de só terem 2 e 3 anos. Adoraram a festa dos papás e nos dias que se seguiram, pediam-nos para voltar.

 

casamento intimista na praia em cascais

 

casamento intimista na praia em Cascais

 

casamento intimista na praia em Cascais

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Não mudava nada, agora voltaria a renovar aos 15 anos!

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

Festejem sempre que puderem, a vida passa a corer e devemos vivê-la com intensidade. Felicidades a todos os noivos!

 

casamento intimista na praia em Cascais

 

casamento intimista na praia em Cascais

 

Os nossos fornecedores:

 

convites, materiais gráficos,ofertas aos convidados e flores: Momentos com Design

local, catering e bolo: Hotel Albatroz

fato do noivo e acessórios: Zara

vestido de noiva e sapatos: Vestidus

maquilhagem: Cátia Raposo Makeup

cabelos: Esdras Mello

event planning: Menta Dourada by Patrícia Carrilho 

fotografia: Atmosfia

vídeo: Pafoto

luzes, som e Dj: João Serrano

animação infantil: FUNtoche – Eventos Infantis

 

0 Comentários

Susana + Tiago, planos e abraços

E retomamos os casamentos bonitos que fora acontecendo este ano. Hoje trazemos a festa da Susana + Tiago em dose dupla, fotografias e vídeo, do sempre simpático Miguel Ribeiro Fernandes: estes abraços são para lá de doces!

Também peço a vossa atenção para o vestido lindo da noiva – gosto deles mesmo assim, tecido espesso, forma definida e design conciso: foi comprado na Vestidus, melhor loja de Lisboa!
Enjoy!

 

 

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

O Tiago fez o pedido no meu aniversário! Passei o dia com as minhas amigas, que tinham tudo combinado com o Tiago… à tarde levaram-me para a praia onde começámos a namorar, com o pretexto de irmos apanhar sol… achei super normal! Quando estávamos já no bar, o Tiago abraça-me por trás e faz o pedido! Gosto sempre de festejar o meu aniversário, mas naquele ano queria fazer uma coisa pequena, só com o Tiago, os meus pais e um pequeno grupo de amigos, quando dou por mim o Tiago convidou a família toda dele, o que fez com que eu também convidasse a minha e tive um jantar com quase 40 pessoas… Basicamente o jantar com toda a família já estava preparado para anunciarmos a novidade!

 

 

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

5 minutos depois do “Sim”, estávamos ainda a comemorar e o Tiago já estava a ligar para o irmão, que tem uma empresa de animação de casamentos, a pedir dicas sobre quintas, quais as que deviamos visitar, com que antecedência, tipos de comida… foi um noivo muito participativo! Começámos a preparar tudo com cerca de um ano de antecedência.

 

 

 

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Queriamos um ambiente descontraído e divertido, com apontamentos rusticos e romanticos. A Quinta da Bichinha facilitou-nos muito a preparação do casamento, porque em termos de decoração tinham o que gostávamos e executavam tudo tal como imaginávamos!

 

 

 

 

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Trabalhamos os dois na área de organização de eventos, por isso era certo que queriamos ser nós a tratar de tudo! O facto de estarmos habituados a lidar com a pressão dos eventos, datas para termos tudo pronto, organização, etc., fez com que todo o processo fosse muito fácil! A verdade é que no nosso caso não se aplicou a típica frase “organizar um casamento dá tanto trabalho!”, felizmente foi tudo fácil e natural. Claro que o facto de ter um noivo que não deixou tudo em cima da noiva, fez toda a diferença!

 

Tiveste ajuda?

Sim! As minhas madrinhas trataram dos cones para as pétalas, um amigo do Tiago tratou de todo o design e a animação do casamento ficou a cargo da empresa dos irmãos do Tiago, por isso foi menos uma preocupação que tivemos!

 

 

 

 

 

O que era o mais importante para ti?

Em primeiro lugar, o mais importante era que tudo fosse como eu e o Tiago queríamos, apesar das opiniões que pudéssemos ouvir. Além disso, queríamos, com todas as nossas escolhas, proporcionar a todos os nossos convidados um dia inesquecivel!

Outro aspecto fundamental foi o fotógrafo! As fotografias e video são os elementos que nos vão permiti reviver sempre o nosso dia, por isso, para nós, era fundamental ter a pessoa certa a captar todos os momentos. O Miguel foi, sem dúvida, a pessoa ideal!

 

 

 

 

 

E secundário?

O tempo! A Quinta da Bichinha fez uma renovação no espaço interior e ficou tão bonito que já nem nos importávamos se a cerimónia civil fosse lá dentro, caso chovesse!

 

Onde gastaste mais dinheiro?

Na quinta.

 

 

 

 

 

Onde gastaste menos?

No material gráfico.

 

O que foi mais fácil?

A escolha do local.

 

 

 

 

 

O que foi mais difícil?

A escolha do fotógrafo, tendo em conta a importância que tinha para nós, foi o que nos tomou mais tempo de pesquisa.

Como eu e o Tiago somos uns pés de chumbo, na véspera do casamento ainda não tínhamos escolhido a musica para a primeira dança! Felizmente não perdemos muito tempo com isso… a dança só durou 30 segundos e a pista já estava aberta há muito tempo!

 

 

 

 

O que te deu mais prazer criar?

Tudo! Adoro o mundo dos casamentos e foi um prazer estar um ano a preparar o nosso.

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

De modo natural, deixámos cair algumas ideias que tínhamos inicialmente, mas o nosso dia foi completamente a nossa cara!

 

 

 

Um pormenor especial?

A menina das alianças foi a Avó do Tiago… uma senhora de 91 anos, muito amorosa e animada, que viveu aquele momento da forma mais feliz que se possa imaginar!

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Tinha cortado as fitas do vestido, que serviam para prender no cabide e tinha feito o lançamento do bouquet do modo tradicional! Fora isso, não mudávamos nada!

 

 

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

O dia é vosso, por isso façam tudo o que vos fizer felizes, mesmo que isso não seja o que os outros estão à espera!

 

E terminamos com o vídeo:

 

 

 

Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: Fábio Santos

local, catering e bolo: Quinta da Bichinha

fato do noivo e acessórios: Sacoor

vestido de noiva e sapatos: vestido da Vestidus e sapatos Aldo

maquilhagem e cabelos: Sara Afonso

flores e lembranças para os convidados: Amor e Lima

fotografia e vídeo: Miguel Ribeiro Fernandes

luzes, som e Dj: MC Eventos

 

0 Comentários

Vestidus, um fornecedor Simplesmente Branco

Vestidus abriu ao público em Maio de 2008 e, com o contributo das ideias, sugestões, histórias e sonhos das clientes, cresceu, evoluiu e descobriu qual o seu lugar no mundo da moda nupcial e de cerimónia.

 

O lugar da Vestidus é perto de si. Querem ajudá-la a concretizar o seu sonho e a desfrutar ao máximo de momentos únicos e irrepetíveis. Querem ajudá-la a ultrapassar a ansiedade das escolhas e a gozar o prazer das descobertas. Não existem duas pessoas iguais, duas mulheres iguais, duas noivas iguais. Existe, sim, o seu vestido de noiva, os seus acessórios, o seu estilo.

 

 

 

Consulte a sua ficha de fornecedor e depois visite a Vestidus Atelier e descubra a noiva que há em si!

 

0 Comentários

A Vestidus sugere: 6 passos para escolher os sapatos de noiva

O que lhe vem à cabeça quando pensa no seu casamento? O seu vestido lindo, a quinta que escolheu, uma cerimónia perfeita na companhia dos seus convidados, a família e os amigos que mais adora, uma decoração fabulosa, as flores, a vossa primeira dança, a música. E nos sapatos de noiva? Já pensou?

 

Algumas noivas pensam que ninguém vai olhar para os seus sapatos. Podemos assegurar que essa ideia não pode estar mais longe da verdade. As pessoas reparam em todos os detalhes no que diz respeito à noiva, desde o vestido ao que levam calçado, das flores aos acessórios que escolheram para embelezar o penteado. Não vai querer que os sapatos comprometam a grande entrada na cerimónia ou até mesmo algumas das fotografias, pois não?!

 

Quando agendamos a primeira prova do vestido com as noivas, recordamos que deverão trazer os sapatos, para podermos começar a elaborar os ajustes, nomeadamente as bainhas. Sentimos que, na maioria das vezes, a escolha dos sapatos é algo apressada, feita no último minuto, para gastar o mínimo possível. Assim sendo, é muito fácil fazer uma escolha de calçado infeliz para um dia que se quer feliz, da cabeça aos pés!

 

O que deverá então ter em mente quando escolhe os seus sapatos de noiva?

  1. Conforto acima de tudo.

Lembre-se, vai usá-los todo o dia, bem cedo (antes de a cerimónia começar), até ao fim da noite. Regra geral, os sapatos de noiva são criados com um apoio extra na planta do pé, para maior suporte e conforto durante o dia do casamento. São diferentes dos modelos habituais que encontramos em qualquer sapataria. Não cometa o erro de comprar sapatos baratos, de qualidade inferior. Sorrir para as fotografias será bem mais difícil se escolher o modelo errado.

 

  1. Deixe a sua personalidade brilhar.

Sapatos na cor do vestido não são obrigatórios. Assim como não é obrigatório levar sapatos de salto alto só porque alguém lhe sugeriu que fica mais elegante. Não há nada menos elegante do que ver alguém a tentar equilibrar-se nuns sapatos com os quais não se identifica e que simplesmente não foram feitos para serem confortáveis. Seja verdadeira consigo mesma e com o seu estilo. Há opções lindas de modelos de sabrinas e sandálias se não se sente bem com saltos altos.

 

  1. Use-os antes do casamento. Sim, antes!

Imagine o dia do seu casamento. Uma cerimónia magnífica, os convidados à sua espera, o noivo ansioso por dizer “Sim, aceito!”. E você? Na verdade, não lhe sai da cabeça apenas um e só um pensamento: “Quando é que eu vou poder tirar estes sapatos desconfortáveis?!”. Por isso, já sabe: use os sapatos de noiva antes do dia, em casa quando estiver no computador ou a ver televisão, no escritório quando estiver sentada à secretária. O importante é que se moldam ao seu pé e percam a resistência natural de um sapato novo. Existem também produtos no mercado que ajudam a amaciar os sapatos e a torná-los mais confortáveis de usar.

 

  1. Veja os sapatos como um investimento. Pode usá-los novamente.

Ao contrário do vestido, pode usar os sapatos de noiva depois do casamento. Encontrar o equilíbrio perfeito entre preço, estilo, conforto e funcionalidade não é fácil mas, como os sapatos podem ser usados novamente, valerá a pena investir um pouco mais de tempo e dinheiro na sua escolha.

 

  1. Traga os sapatos à prova do vestido.

É importante que a bainha do vestido fique alinhada com a altura do sapato, para que não fique demasiado curto (dando a ideia que o vestido não seria o mais indicado para a sua altura) ou demasiado comprido (comprometendo o andar em segurança). A última coisa que vai querer é pisar o vestido enquanto anda. O mesmo aplica-se se está a pensar em trocar de sapatos durante a festa. Certifique-se que o salto do sapato do plano B é da mesma altura do sapato que foi usado para a marcação das bainhas. Se levar um sapato de salto mais baixo, o vestido ficará demasiado comprido e não poderá andar sem o pisar. Por isso, fica a sugestão: esqueça o plano B e invista nuns sapatos que possa usar todo o dia.

 

  1. Não se esqueça dos seus pés.

Mime-se, planeie uma visita ao seu SPA preferido ou faça em casa, mas não deixe de fazer uma pedicure. Para além de cuidar dos calcanhares, de calosidades e outros problemas que poderão comprometer o seu conforto, vai agradecer ter embelezado os seus pés, principalmente se usar sandálias ou outro tipo de calçado mais aberto. Mesmo se escolher um sapato fechado, vai querer ter uns pés perfeitos para a lua-de-mel.

 

Vestidus é fornecedora seleccionada Simplesmente Branco. Podem encontrar mais informação e contactos detalhados na sua ficha de fornecedor, arquivada em Vestidos de Noiva.