Created with Sketch.
Susana Pinto

Mini-senhoritas, por Dolce & Gabbana

Este é um artigo  a pensar nas meninas das alianças.

A melhor campanha do momento é esta da Dolce & Gabanna para as meninas pequenas… Tudo é delicioso e perfeito para inspirar os modelitos destas meninas, num dia em que desempenham uma função tão séria e importante.

A atitude destas meninas nas fotografias é muito fofa (a alegria é uma coisa maravilhosa e contagiante) e as ilustrações infantis são cheias de personalidade.
Visto que um vestidinho destes estará provavelmente fora do budget, pode bem servir de inspiração.

Podemos pegar num vestido de linho ou seda (ou mandar fazer na costureira lá do bairro) e bordar os desenhos da pequenada. Para quem não se ajeita com estas manualidades, há umas meninas talentosas que bordam lindamente, como a Joana Caetano, ou ateliers de serigrafia, para imprimir o tecido, como o Carapau Amarelo, ou ainda, em versão verdadeiramente low budget e não menos doce por isso, uma estampagem digital, feita em casa, com a ajuda da impressora, papel apropriado, ferro de engomar, paciência e muito amor.

Para adicionar glamour e uma dose de bling (afinal, de que gostam mesmo as meninas desta idade?), é só juntar umas missangas aqui, umas lantejoulas ali, uma bandolete ou travessão de princesa, manicure colorida (porque é um dia muito especial) e sapatinhos de Cinderela (sem descurar uma boa dose de conforto!).

Estas meninas fofas, para além de cumprirem a sua importantíssima função de meninas das alianças, andarão todo o dia a espalhar sorrisos, alegria e charme por todos os cantos! Há coisa mais deliciosa?

 

Vestidos para as meninas das Alianças, por Dolce & Gabbana

 

Vestidos para as meninas das Alianças, por Dolce & Gabbana

 

Vestidos para as meninas das Alianças, por Dolce & Gabbana

 

Vestidos para as meninas das Alianças, por Dolce & Gabbana

 

E estão prontíssimas para o momento, com uma dose de nervoso miudinho à mistura (que transparece nos risinhos e energia contagiante), espalhando graça até ao altar.

Depois, é brincadeira farta até altas horas da noite, apenas vencidas pelo cansaço, quando adormecem num sofá, imunes à pista de dança que continua a bombar para os crescidos… É tão bom ser pequenino!

 

Save

Save

Save

Save

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.