Created with Sketch.
Marta Ramos

Wise words: a importância da e-session

Quando falámos com a Lounge Fotografia sobre a arte de bem escolher os melhores profissionais para registar o casamento em imagens, houve uma recomendação deixada pelo Luís e pela Marta que se prende com o assunto destas nossas wise words de hoje:  «Se acham que se identificam com o trabalho apresentado mas resta ainda alguma dúvida, agendem uma sessão de noivado. É a melhor ocasião para quebrar o gelo e verem a forma de estar dos fotógrafos/videógrafos: se são descontraídos, afáveis, divertidos, se vos fazem rir, se vos direccionam muito ou pouco. E, no final, sentir se há magia nas imagens entregues!»

A e-session é, de facto, um momento importante nesta fase tão intensa das vossas vidas, e traz muitas vantagens acrescidas. Pode servir, efectivamente, para vos ajudar a ter a certeza de que vão escolher o fotógrafo ideal para vocês e para o vosso dia. Mas mesmo que já tenham isso bem arrumado, não saltem esta parte — trata-se de uma oportunidade de ouro para interagirem com os fotógrafos que estarão encarregues de registar o dia do vosso casamento. Ganha-se à vontade e descontracção, que serão essenciais no grande dia; afinam-se vontades e expectativas; e, de repente, já vocês tratam as câmaras por tu e já elas vos conhecem de cor, de modo que tudo flui com muito mais naturalidade.

Para além disso, é mais um pacotinho de memórias bonitas a acrescentar à vossa história e a colorir o vosso álbum de casamento com sorrisos ternos e emoções traduzidas em gestos e olhares. E, por último mas, decididamente, não menos importante, é uma experiência a dois que vão querer viver. Eu diria mais, que precisam de viver, para interromper a azáfama dos preparativos e lembrarem-se de que tudo isso está a acontecer porque vocês adoram estar juntos. Certo, é um momento de namoro com público, mas conta na mesma!

 

Então, qual é a melhor forma de pôr isto em prática? Primeiro, terão que agendar uma data com os vossos fotógrafos (e garantir que estão mesmo disponíveis e sem pressas). Segundo passo, escolher o local. Ora, aqui não há limites a não ser a vossa disponibilidade, a vossa vontade e o vosso orçamento: desde um passeio ao local onde se conheceram até uma viagem rápida a Paris, o que importa é que pensem no cenário em que se sentirão mais felizes e descontraídos. Muitos dos casais que já vivem juntos escolhem a própria casa para um registo mais intimista e os resultados são absolutamente cinematográficos. Se escolheram um ambiente ao ar livre, prevejam um plano b para o caso de chover (ou então, desde que tecnicamente viável, deixem a chuva fazer parte e juntem dois bonitos guarda-chuvas à equação).
Agora, vamos falar do guarda-roupa. Alguns critérios simples, que vos ajudarão rapidamente a decidir o que vestir: adequação ao cenário, para que se movimentem confortavelmente; equilíbrio entre ambos (apenas para que estejam em sintonia de estilo, não significa que tenham que ir a condizer); um ou outro acessório que introduza variação nas fotografias (como um chapéu, um lenço, uma flor para o cabelo). Se vos apetecer encenar um pouco a sessão, acrescentem-lhe adereços (as bicicletas de que nunca se separam, a guitarra com que costumam passar os serões, a prancha de surf que vos acompanha em todas as viagens à praia, etc.)
Têm lá em casa um amiguinho de quatro patas que vos alegra o coração? Então, levem-no também, prevendo alguém que tome conta do bichinho para algumas imagens mais tranquilas. E, neste caso, não deixem de falar com a Sóanimarte para que os animais de estimação sejam tratados como convidados VIP no vosso casamento.

 

Rita Santana Photography - fotografia de casamento em LisboaRita Santana Photography - fotografia de casamento em LisboaRita Santana Photography - fotografia de casamento em Lisboa

Quando chegar o dia da sessão, se precisarem de ajuda para descontrair e esquecer as câmaras, experimentem conversar um com o outro, ouvir música (não se “vê” nas fotografias mas é bem capaz de ser aquele toque que faltava para vos deixar no mood certo) ou ler alto: um poema, um trecho de um livro, uma carta de amor escrita de propósito (ou a primeira carta de amor que escreveram um ao outro).
Dizem os profissionais que, por mais tímidos ou inquietos que possam sentir-se os noivos, após alguns minutos tudo rola com naturalidade. Por isso, acreditem, sintam-se bem, assumam o momento de felicidade e de comunhão, e esperem depois pelas imagens, que vão acrescentar ainda mais magia a este novo capítulo das vossas vidas.

 

As fotografias que ilustram este artigo são do nosso fornecedor seleccionado Rita Santana Photography.
Sobram dúvidas? Falem connosco, têm a caixa dos comentários inteiramente à vossa disposição. E não deixem de acompanhar todos os artigos de wise words que vamos publicando, sempre à segunda-feira.

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.