Created with Sketch.
Cristiana Simoes

O inesperado tornou o dia perfeito à “nossa maneira”

Há histórias que nos tocam pela sua simplicidade e autencidade. Acredito no poder de uma simples troca de olhares, na inocência das borboletas na barriga de um primeiro encontro e em todos os detalhes onde é visível a dedicação e a paixão. E no amor à primeira vista? Sem dúvida que sim, e a prova disso é a história que vou partilhar da Cátia e do Daniel, em que um improvável e feliz encontro” se transformou num grande e bonito amor.

Nos últimos dois anos, devido às incertezas da pandemia que vivemos, muitos casamentos tiveram de ser adiados, pela segurança dos noivos, familiares, amigos e fornecedores. No entanto, aos poucos, fomos recomeçando o que deixámos em stand-by. Costumo dizer frequentemente que os casamentos de hoje em dia, são uniões resilientes, uma vez que superaram obstáculos e se conseguiram adaptar à nova realidade.

A Cátia e o Daniel são também um casal resiliente. Depois de adiarem o seu grande “dia D” que classificam como um momento de descoberta e de crescimento enquanto casal, puderam finalmente dizer o grande SIM. Foi sem dúvida um “Casamento adiado mas muito abençoado” onde reuniram a família e os amigos com quem partilharam o amor e um dos dias mais felizes das suas vidas.

Apaixonem-se por esta história capturada pela lente de Pedro Filipe Fotografia.

Como se conheceram?

Foi numa noite académica que nos cruzámos pela primeira vez. Aquilo que começou com uma troca de olhares e sorrisos, veio mais
tarde, a transformar-se numa das coisas mais belas que esta cidade nos deu. Ou não fosse conhecida como Coimbra dos amores.

Houve pedido de casamento? Quando e como foi?

Esta foi uma tarefa difícil. O Anel comprado e o medo pela possibilidade de ser encontrado. Depois de várias tentativas, o noivo deixou-se levar por aquilo que mais queria e fez o pedido em casa. Dizem que as coisas simples são as mais inesquecíveis, e não é que foi mesmo?!

Como definem o vosso amor/a vossa história?

Um improvável e feliz encontro, que nos deu a sorte de podermos crescer lado a lado, como companheiros de aventuras, amigos e namorados.

Como correu a organização do casamento?

A organização foi divertida e desafiante. É fácil quando escolhemos os melhores fornecedores e, claro, eles nos escolhem a nós. A pandemia acabou por ser um dos maiores desafios, mas que no final todos os pormenores foram ainda mais valorizados e sentidos.

Qual a escolha mais difícil e a mais fácil? Porquê?

A escolha mais difícil foi, sem dúvida, a seleção e redução da nossa lista de convidados para metade. Infelizmente, algumas pessoas que nos são importantes não puderam participar no nosso dia. A escolha mais fácil foi a decisão de avançar para o altar independentemente de todas as cedências inerentes e necessárias.

Tiveram ajuda na organização do casamento?

Apoio junto da família, amigos e, claro, dos nossos fornecedores sempre disponíveis.

Onde foram buscar inspiração? Consultaram blogues, revistas…?

Inspirações maravilhosas no Pinterest, Simplesmente Branco, Zankyou e Instagram Bouquet de Liz.

Qual foi o tema do casamento?

Não havia um tema definido, mas queríamos que fosse algo elegante, clássico e intemporal.

Como foi o grande dia?

Inesquecível. Um dia mágico e muito feliz. Um momento único em que estivemos rodeados daqueles que mais gostamos e com eles pudemos partilhar aquilo que nos une, o amor.

Se pudessem, mudavam alguma coisa?

Não! O inesperado tornou o dia perfeito à “nossa maneira”.

Onde foi a lua-de-mel? Recomendam?

Nas Maldivas – Atol Dhaalu. Ainda mais incrível ao vivo.

Que fornecedores contrataram? (Espaço, Wedding Planner, Fotógrafo(s), vestido de noiva, fato do noivo, alianças, Decoração, Catering, Sapatos e Acessórios, etc., etc., etc.) Recomendam?

Uma das coisas que mais nos orgulhámos foi a seleção dos nossos fornecedores! Foram excecionais, profissionais e companheiros, e isso percebeu-se desde o primeiro dia. Queríamos deixar um agradecimento muito especial a todos eles.

Local: Palácio de São Marcos, Coimbra | Fotografia e Vídeo: Pedro Filipe Fotografia | Decoração, materiais gráficos, bouquet e assessoria: Bouquet de Liz | Música: N Produções (Nuno Cardoso) | Catering e bolo: Encontrus Catering | Vestido: Pronovias – Porto | Fato: Alfaiate na CBI Mangualde | Alianças: Ágata Joalharia | Acessórios: Cata Vassalo | Makeup: Vanessa Kuzer | Hair: Katia Scerbika Hairstylist | Sapatos Noiva: Zilian Shoes | Sapatos Noivo: Pedro del Hierro

Um abraço e até breve!

Cristiana Simoes

Elegância, irreverência e boa disposição unidos na Torre da Naia

Se há coisa que todos gostamos – e aqui atrevo-me a assumir a voz da maioria das pessoas – são fotografias que nos levam numa viagem: uma viagem pela nossa imaginação, uma viagem pelos nossos sonhos, uma viagem pela história que tais imagens narram, de um modo tão detalhado e quase palpável… Assim e independentemente do tipo de viagem, somos teletransportados para uma realidade e dimensão que nos proporciona um sentimento de “eu estive aqui, eu vivi isto”. E, se na realidade, não vivemos esses momentos, pelo menos podemos dizer que fomos inspirados por eles. 

É precisamente assim que me sinto – inspirada! – ao fazer scroll down pelas fotografias deste editorial que conta com alguns dos mais conceituados nomes do panorama nupcial. Entre a bordo comigo…

 

Esta viagem, na qual embarcamos com este editorial, é pilotada pelo fotógrafo Hélder Couto, que confere a sua assinatura e visão artística, e tem como destino a famosa Torre da Naia. Aqui, fazemos check-in neste mundo deslumbrante e apaixonante, ao mesmo tempo que mergulhamos nesta envolvência, onde a Natureza assume o protagonismo, de mãos dadas com a beleza intrínseca a este espaço. Um verdadeiro tesouro escondido no Norte do nosso país e que este Editorial desvenda, do modo mais sedutor. 

No entanto, a beleza do editorial não é apenas oferecida pelo palco, mas também pela simbiose que é criada com todos os elementos que o constituem: os modelos da Allure Model Management que são, também, as personagens principais desta história – o noivo e a noiva -, contada por fotografias; o fato do noivo; o vestido da noiva e tantos outros pormenores encantados. 

E, por falar no vestido de noiva… *suspiros* A representação física da sensualidade, da elegância, do movimento, desenhada pelo ilustre Gio Rodrigues, um dos maiores designers de vestidos de noiva em Portugal. Por outras palavras, a representação dos sonhos de qualquer mulher. As suas costas recortadas emolduram a figura e silhueta da modelo, a renda confere transparências de cortar a respiração, assim como a abertura lateral que expõe a perna da noiva. Aspetos que em conjunto resultam num vestido que se pode comparar ao epítome da espetacularidade. 

Para elevar ainda mais o look final da noiva, aquele toque de Bibidi-Bobidi-Bu de Atelier Paula Lage que se reflete na sua maquilhagem e cabelo, que dão todo um sentimento de harmonia, juntamente com o vestido.

Ele, por sua vez, com um fato branco a combinar coma a pureza e elegância exibidas pela noiva, apresenta-se, também, com uma sofisticação que caracteriza as demais obras de arte criadas por Gio Rodrigues. 

W.Create e as suas profissionais foram as masterminds por detrás desta produção brilhante, digna de uma das mais famosas capas de revistas, que jamais nos cansaríamos de folhear, com estas fotografias, que são uma autêntica fonte de inspiração. Eu já me rendi ao poder e beleza desta sessão, e vocês? 

 

Fornecedores: 

Espaço: Torre da Naia | Fotografia: Hélder Couto | Vestido de Noiva e Fato de Noivo: Gio Rodrigues | Modelos: Allure Model Management | Cabelo & Make Up: Atelier Paula Lauge | Agência: W.Create |Parceiros: Zankyou 

Cristiana Simoes

Celina & William, um amor que vai para além de todas as tradições

Como eterna apaixonada que sou, gosto de me inspirar em histórias autênticas, baseadas no companheirismo e no amor. Acredito e defendo a célebre frase “A felicidade só faz sentido se for partilhada” e, inspirada nesta máxima, hoje apresento-vos a bolha de amor que viveram Celina e William no dia do seu casamento.

Como cosmopolitas que são, estes noivos escolheram como cenário a inspiradora cidade Invicta, para a celebração e registo desde grande dia, marcado por emoções fortes e com muita, muita festa e boa disposição! A It’s all about…, registou a alma e a essência desta união, em que a Celina e o William viveram momentos de repleta felicidade, porque juntos, a vida faz mais sentido!

O dia começou bastante cedo com os preparativos para o grande dia. A equipa It’s all about… eternizou o momento em que os noivos se prepararam, onde contaram com a presença e boa disposição dos seus padrinhos e madrinhas que os ajudaram a esquecer a ansiedade que sentiam para o grande momento. O resultado foram fotos únicas marcadas por sorrisos rasgados e sentimos à flor da pele.

A autenticidade nos pormenores

Todos os casamentos são únicos e o de Celina e William refletiu na perfeição a sua essência e personalidades. Fugindo ao cliché e quebrando todas as tradições, Celina e William entraram na Igreja juntos de mão dada, com sorrisos de orelha a orelha e olhos brilhantes, ao som dos suspiros de felicidade dos seus amigos e familiares.

Depois do grande Sim, os noivos puderam finalmente abraçar os amigos e família, que muito emocionados não conteram a vontade de felicitar estes recém-casados.

No caminho para a Quinta do Segade, os noivos, com a sua incrível personalidade irreverente e espontânea, fizeram uma paragem numa Pizzaria, onde com amigos, partilharam um incrível momento de convívio. Estes noivos são sem dúvida uma inspiração. Como não adorar?

A felicidade só faz sentido se for partilhada

Na inspiradora Quinta do Segade, a festa continuou. Celina e William viveram uma verdadeira bolha de amor onde puderam partilhar com todos aqueles que mais gostam, a felicidade e o amor que sentem um pelo outro. Afinal, “a felicidade só faz sentido se for partilhada”.

A equipa It’s all about…, completamente rendida a estes noivos, capturou na perfeição toda a sua essência e o clima de festa vivida, traduzindo-se num trabalho apaixonante e memorável. A boa disposição, a alegria e a cumplicidade são uma constante neste registo que ficará para sempre no coração dos noivos.

Acredito e defendo que os casamentos devem ser o espelho das personalidades e dos gostos dos noivos e, a Celina e o William conseguiram-no na perfeição!

Fornecedores:

Wedding Planner: Mary Me | Fotografia: It’s all about…| Quinta: Quinta do Segade | Make up: Liliana Ruiz Make Up

Para submeter real weddings para eventual publicação, ENVIE-NOS UM EMAIL.

Um abraço e até breve!

Cristiana Simoes

Inês & Tiago e a sua bolha de cumplicidade

Sou uma romântica incurável e inspiro-me em histórias em que o amor se sente numa troca de olhares, num simples toque ou em toda a cumplicidade de um casal apaixonado. Hoje quero inspirar-vos com a belíssima sessão de namoro da Inês e do Tiago, que escolheram como cenário um campo de trigo e a praia, no momento em que o sol se põe.

Uso frequentemente a expressão “Recordar é viver” e estas sessões de namoro servem mesmo para isso, para recordar e poder voltar atrás no tempo, revivendo assim toda a magia que sentiram neste dia.

Estas sessões de namoro são utilizadas pelos casais antes do casamento, não só para eternizar o  amor e a paixão que nutrem um pelo outro, mas também para “quebrar o gelo”,  não só com a equipa fotográfica, mas também com a própria máquina. De facto, na minha opinião, isto é mesmo um dos maiores benefícios que tiramos deste tipo de sessão, já que nos permite criar essa cumplicidade com os profissionais de fotografia e video e desta forma, melhorar, certamente o resultado fotográfica do grande dia.

Nesta inspiradora sessão de namoro, capturada pela lente da equipa It’s all about…, a Inês e o Tiago fazem-nos sentir toda a sua cumplicidade e felicidade, através das suas trocas de olhares e sorrisos rasgados, traduzindo-se em fotos apaixonadas e bastante divertidas. O momento do pôr-do-sol na praia, em que beneficiaram de todo o brilho e esplendôr das cores, fechou em grande estilo esta sessão.

Inspirem-se nestas fotos que valem mais que mil palavras.

Um abraço e até breve!

Ana Apolinario

Mafalda & André: “Achava que era um cliché o casamento ser um dos dias mais felizes da vida, mas não é.”

Não escondo, e vocês sabem, que o que mais gosto de partilhar são inspirações de casamentos reais. Dos dias que foram, em tudo, perfeitos, mesmo com as imperfeições que fazem parte do que é ser humano. Em que nos apaixonamos pela manga abalonada do vestido da noiva, pela etiqueta personalizada da lembrança, pelos arranjos da mesa ou o bolo magnífico que mais parece uma obra prima. Em que vos conseguimos projetar no futuro para aquele que será o vosso casamento, através dos sorrisos repletos de felicidade, que se rasgam nos rostos radiantes não só de quem diz o “Sim”, como de quem os acompanha neste momento tão especial das suas vidas. Dos abraços, dos olhares e dos gestos que ficam registados para sempre através da lente de um fotógrafo. De bons fotógrafos, claro, cujos trabalhos nos deleita partilhar.

 

Hoje este momento que é vosso (porque o leem) é sobretudo da Mafalda e do André. E da KrystaPhotos. E de todos os que tornaram possível um dia que – sim! – é muito feliz. Ninguém vos ilude com o cliché. Estes noivos constataram-no. Viveram-no. Assim como todos os outros.

 

E é com este dia feliz que vos deixo. Com as palavras que relatam a história de um amor “verdadeiro e simples e um dia boho chic que ficou na memória de quem o viveu e ficará, certamente, na memória de quem o irá agora reviver.

 

Como se conheceram?

Conhecemo-nos na escola. Éramos colegas de turma e amigos.

Como e quando foi o pedido de casamento?

O pedido de casamento foi em La Spezia, Itália. Eu sem estar à espera e ele com o coração a palpitar. Ele andava com o anel atrás, mas não arranjava o momento oportuno. Era verão e Cinque Terre estava cheio de turistas. Até que lá se ajoelhou à minha frente e me entregou o anel. Eu não suspeitei de nada e não podia acreditar no que estava a acontecer!

Como definem o vosso amor, a vossa história?

Verdadeiro e simples. Gostamos um do outro, cuidamos um do outro e gostamos de estar um com o outro. Foi um amor que brotou de uma amizade.

 

Como correu a organização do casamento?

A organização do casamento correu bem, apesar de ter sido feita maioritariamente à distância. Estávamos a trabalhar e a viver nos Açores, mas somos do Porto e quisemos casar no Porto.

Qual a escolha mais difícil e a mais fácil? Porquê?

Foi fácil e rápido escolher a fotógrafa. Foi-nos recomendada por uma amiga e gostámos muito do trabalho que nos mostrou.

Tiveram ajuda na organização do casamento?

Não, a não ser a dos fornecedores que contratámos e dos nossos pais.

Onde foram buscar inspiração?

Fui buscar inspiração ao Instagram e aos websites dos fornecedores de casamentos que consultei. Descobri que me identificava com os boho weddings.

 

Como foi o grande dia?

O casamento foi um dia de sonho. Achava que era um cliché o casamento ser um dos dias mais felizes da vida, mas não é. Foi um dia muito feliz e de festa.

Onde foi a lua-de-mel? Recomendam?

A lua de mel ia ser no Japão, mas devido à pandemia optámos por ficar em Portugal. Atravessámos a ponte pedonal suspensa em Arouca, passeamos na Costa Nova, fomos à praia em Castro Marim, no Algarve, e visitamos Reguengos de Monsaraz, Alentejo. Foi espetacular. O nosso País tem muito para oferecer. Se pudesse, voltava já!

 

Fornecedores:

(que os noivos recomendam vivamente)

 

Espaço: Palácio da Igreja Velha | Fotógrafia: krystaphotos e Vânia Carneiro | Vestido de noiva: Joana Montez | Toucado: Cata Vassalo | Ramo: Afeto atelier | Design: Flor d´Alecrim | Vídeo: Edgar Félix

 

Até breve!

Ana Apolinario

Raquel & David: assim é o amor!

Dizem que as imagens falam mais do que mil palavras. Concordo. Mas só se forem como estas. Sempre e quando a expressão artística das imagens reflete o momento que está a ser fotografado de uma forma genuína, transparente e reveladora. Quando se pretende eternizar o amor e ele é percetível ao olhar, não só o nosso – que agora o testemunhamos – mas sobretudo de quem, por detrás da câmara, vive a sua arte com paixão, tendo especial atenção aos detalhes, colocando as pessoas no centro de toda a narrativa da história que se propõe a contar, na procura dos gestos e das emoções verdadeiras, que através do clique ficam perpetuadas para o resto da vida.

 

Sim: as imagens, podem, de facto, dizer tudo. Muito mais do que as palavras que eu possa utilizar para fazer o enquadramento da sessão de namoro da Raquel e do David, que nos presenteia os sentidos através da arte de Pedro Nogueira, da Spark My Wedding.

 

E, assim, hoje, trago-vos, mais uma vez, a inspiração do amor. O poder dos olhares penetrantes, dos toques ternos e sorrisos rasgados que espelham a cumplicidade e a felicidade, num cenário de luz “algodão doce”, onde a linha do horizonte que espreita sob a ondulação do mar se mistura com tons azuis e rosa.

 

As imagens que hoje partilho convosco contam-vos tudo. E eu não preciso de dizer mais nada.

 

O coração fica leve quando a alma transborda de amor

Viver a vida como se fosse um sonho

Até breve!

Ana Apolinario

Catrin & Joaquim: um elopement de príncipes

E hoje no Simplesmente Branco contamos mais uma bonita história. E o que eu gosto de as partilhar! Porque são todas estas histórias de casamentos reais que nos inspiram verdadeiramente, quer nos detalhes e no estilo, como na felicidade e no amor. Sobretudo no amor.

 

A história que vos trago é da Catrin e do Joaquim, que decidiram casar na bonita vila de Sintra, onde disseram o “Sim” num maravilhoso cenário principesco. A organização do grande dia ficou a cargo de Mio Oliveira, designer de eventos apaixonada pelos casamentos intimistas e elopement weddings, que tendem a ser mais pessoais e repletos de emoções e devem ter um styling que coincida com o conceito. Tal como aconteceu no grande dia deste bonito casal que, apesar de não querer prescindir de um casamento com a família e amigos, foi obrigado (como tantos outros!) a adiá-lo por causa da pandemia, acabando por decidir avançar com um Elopment na mesma data, sempre com o cuidado de que a família e os amigos, apesar de não estarem presentes, sentissem que os noivos tinham pensado neles no decorrer do dia.

 

Assim,  no dia 26 de setembro de 2020, qual princesa alemã e príncipe francês, Catrin & Joaquim tiveram só para eles dois palácios, em total exclusividade, como conta Mio Oliveira. “Num processo cheio de descobertas surpreendentes de parte a parte, tudo culminou num dia intenso, cheio de momentos bonitos e apaixonados, tal como eles!”, remata.

 

Elopement Wedding Mio Oliveira

Elopement Wedding Mio Oliveira

Um sonho a dois

“Incrível e memorável”, foram os dois adjetivos usados pelo casal para descrever um dia que foi vivido, precisamente, a dois. “Nunca iremos esquecer certamente deste grande dia. Principalmente porque foi um dia em que nos dedicamos a nós (uma vez que foi uma cerimónia apenas com os noivos presentes) e a tudo o que tínhamos direito neste dia tão especial”, contam-nos cheios de felicidade. Um dia irrepetível, mas que repetiram sem hesitação e exatamente igual. “Todos os anos, se fosse possível!”, brincam.

 

Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira

Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira

A organização do casamento

Elopment lindíssimo, tudo feito com imenso gosto e de acordo com os nossos gostos e preferências, com o enorme contributo da Maria Inês como Wedding/Elopment Planner. Foi, de facto, um dia memorável e único!

Como correu a organização do casamento?

A Maria Inês praticamente decidiu tudo e nós confiámos 100%.

Qual a escolha mais difícil e a mais fácil? Porquê?

A escolha mais difícil foi decidir o que escrever nos votos durante a cerimónia, uma vez que em tão pouco tempo temos de expressar algo que é tão importante. É muito difícil descrever tantas emoções e palavras num pequeno texto.

A mais fácil: o local da cerimónia. Ficámos apaixonados logo na primeira visita.

Tiveram ajuda na organização do casamento?

Muita! Maria Inês forever!

Onde foram buscar inspiração? Consultaram blogues, revistas…?

Algumas pesquisas no Pinterest, sim. Mas, acima de tudo, foi com a ajuda da Maria Inês que decidimos todos os pormenores, decoração, etc. Foi ela que nos trouxe a “inspiração” que precisávamos.

Qual foi o tema do casamento?

Amor num Palácio de Charme!

 

Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira Elopement Wedding Mio Oliveira






Almas gémeas

Tão bom morrer de amor e continuar vivendo. Mario Quintana

Como se conheceram?

Através de amigos em comum.

Como definem o vosso amor, a vossa história?

O nosso amor é fruto de uma excelente relação onde a amizade, o carinho e o respeito prevalecem. Somos, de facto, almas gémeas em muita coisa, o que acreditamos ser também um dos fatores de sucesso para ver este amor durar e continuar sempre a crescer.

Houve pedido de casamento? Quando e como foi?

22 de Novembro. No mesmo local onde o noivo fez o pedido de namoro, precisamente 1 ano e meio antes.

 

Elopement Wedding Mio Oliveira

Quão linda é esta história? Inspiradora, sem dúvida.  E a prova que o “amor não se adia”, decisão que resultou num dia encantador onde, como salientam os fotógrafos Idiane Oli Fotografia, “o amor não coube só neles, transbordou, iluminou, preencheu, alegrou.”

 

E o melhor? A festa com os amigos chegou agora, um ano depois, assim como a lua-de-mel. E certamente com um “sabor” especial. Porque o que vale a pena ter, vale a pena esperar!

 

Fornecedores

Wedding Planner e Wedding Design: Mio Oliveira WP | Venue: The Biester Charm House | Catering: Supper Stars, Chef Rita Lourenço | Alocação de Material: Festas e Sonhos | Make Up & Hair: Lu Damasceno | Celebrante: Mafalda Resende | Arte Floral: Afeto Atelier | Design gráfico  e Estacionário: Airflower Design | Vestido de Noiva: Atelier Sofia Lima | Alianças, brincos, pulseira e tocado: Sofia Tregeira Joalharia de Autor | Bolo de noivos: Tias Cakes | Fotos: Idiane Oli Fotografia | Video: Freesoul films