Created with Sketch.
Marta Ramos

Diferente, um fornecedor Simplesmente Branco

O detalhe é a alma da apresentação e o processo criativo da Diferente nasce à medida de cada cliente. Convites, missais, ementas e restantes peças são desenhadas criteriosamente com atenção à originalidade, preferências e critérios sugeridos. O resultado são peças bonitas, elegantes e, diferentes, claro!

 

Details are your wedding’s look is made of. At Diferente, every single detail is thought regarding each client, exclusively. Wedding invitations, menus, mass-books and every graphic piece of your event are drawn to meet your criteria and a unique result: pretty, fancy and, obviously, different!

 

SBaprova_Diferente

 

Para ficar a conhecer melhor o trabalho da Diferente e falar com a Teresa, basta ligar para os números +351 226 090 741 ou +351 918 120 948; ou enviar-lhe um email.

Diferente  é um fornecedor seleccionado do Simplesmente Branco. Para mais detalhes, consultem a sua ficha de fornecedor, arquivada em Convites e Álbuns + Detalhes Especiais.

 

If you want to get to know Diferente’s work better and talk to Teresa, just dial +351 226 090 741 or +351 918 120 948; or send her an email.

Diferente  is a Simplesmente Branco’s selected vendor. For further details, check its vendor’s card, filed under Convites e Álbuns + Detalhes Especiais.

 

Susana Pinto

Ana + Vasco, delicadíssimo!

Hoje trazemos a bonita festa da Ana + Vasco, fotografada (e videografada!) de modo delicado e intemporal, pela dupla Um dia de sonho.

Os convites foram feitos pelas meninas da Diferente e o Coro Génesis acompanhou-os de modo mágico, na cerimónia religiosa.

Festejemos a primavera com esta leveza tão bonita!

 

 

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

O Vasco convidou-me para passarmos o fim de semana juntos, para relaxar e namorar. O local para onde íamos era surpresa e só soube quando lá chegámos. O hotel era lindo com uma vista maravilhosa para o rio Douro, no Gerês. Após o jantar no hotel, ao chegarmos ao nosso quarto, estava decorado com as  minhas flores favoritas, túlipas. No começo pensei que era apenas uma surpresa do Vasco, adorável, mas eu não sonhava o que estava para vir. De seguida mostrou-me um vídeo com fotos de nós os dois com músicas que eu gosto, e eu pensei que ele estava a ser muito romântico, mas longe de imaginar que dali viria o pedido. Por fim, ele disse-me que tinha presente para mim e ofereceu-me um puzzle, com uma imagem de nós os dois. Eu pensei que era uma ideia original porque eu gosto de puzzles, mas quando eu estava a terminar o puzzle, algumas peças tinham letras que não estavam na foto, comecei a achar estranho. À medida que ia juntando as peças, apercebi-me que diziam “Queres casar comigo?”. Virei-me de imediato para ele, e naquele momento ele já estava de joelhos com uma caixa com um anel de noivado lindo.

Foi um momento incrível e lindo, que vou recordar para sempre!

 

 

 

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Começámos a organizar o casamento com cerca de um ano de antecedência, e a primeira coisa que tratámos foi escolher e reservar o local do Copo de Água, porque os locais mais requisitados facilmente ficam sem datas disponíveis. De seguida foram os fotógrafos e a animação musical, que eram também algo muito importante para nós, e por fim, fizemos a marcação na igreja. Depois tratámos das coisas que tinham menos urgência e que poderíamos decidir com mais calma, os convites, o vestido e o fato, as flores, a decoração, as ofertas e todos os pormenores.

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Nós queríamos um ambiente clássico e elegante, mas ao mesmo tempo descontraído e com uma atmosfera divertida e leve. Na decoração, com a preciosa ajuda da Cristina, do Aqueduto Eventos, escolhemos cores claras como verde água, azul claro e cores pastel, para seguir o nosso conceito. A banda e os fotógrafos eram muito importantes para nós, e a escolha não podia ter sido mais acertada, com o Paulo Pinto, que conseguiu em todos os momentos proporcionar o ambiente musical adequado, e Um Dia Sonho que registaram todos os momentos de forma incrível, sem as formalidades que muitas vezes existem nestes dias.

Os nossos pais foram uma mais valia nos conselhos e dicas.

 

 

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Decidimos organizar sozinhos o casamento, isto é, sem ajuda profissional externa, porque sempre tivemos em mente a imagem de como queríamos que o casamento fosse.

 

Tiveste ajuda?

Tive, claro! A ajuda preciosa dos pais, da Cristina, na decoração e da tia Olga Soares na hora de decidir o bouquet.

 

 

 

O que era o mais importante para ti?

O mais importante era sentirmos que o casamento refletia o nosso estado de espírito, e proporcionarmos um ambiente de festa divertido e descontraído aos nossos convidados.

 

E secundário?

Não classificámos nada como secundário, organizámos tudo com o mesmo entusiasmo!

 

 

 

 

Onde gastaste mais dinheiro?

No Copo de Água e na animação musical (coro na igreja e animação na festa).

 

Onde gastaste menos? 

Nas flores e na maquilhagem, porque foram pessoas de família e amigas.

 

 

 

 

O que foi mais fácil?

Os convites, porque tinha em mente exactamente aquilo que pretendia, foi só transmitir a ideia.

 

O que foi mais difícil?

Não achei nada difícil para ser sincera, mas demorei algum tempo a decidir o menu.

 

 

 

 

O que te deu mais prazer criar?

Ver no final tudo o que escolhemos, desde os convites e decoração, à banda e músicas, resultar em perfeita sintonia, foi um prazer, tudo fazia sentido para nós, tudo reflectiam o nosso estado de espírito e forma de estar.

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

O casamento foi definitivamente a nossa cara. Queríamos que fosse um casamento clássico e simples, mas ao mesmo tempo que não tivesse a formalidade a que muitas vezes estes eventos obrigam. Queríamos usufruir do dia, queríamos partilhar com os nossos convidados a felicidade que estávamos a sentir, queríamos que se divertissem num ambiente descontraído e leve, e achamos que conseguimos isso.

 

 

 

 

Um pormenor especial?

Quando chegou a altura de pensarmos nas ofertas aos convidados, não queríamos dar mais uma “lembrança” como normalmente vemos nos casamentos. Queríamos algo com mais significado, algo que desse também mais significado ao nosso dia. É um dia em que se faz todos os possíveis para que seja maravilhoso, e queríamos que também fosse possível ir mais além do próprio casamento. Decidimos então partilhar também este dia com a Fundação Casa do Caminho, onde os meninos fizeram uns cartões maravilhosos para oferecer aos convidados! Foi um pormenor que tornou o nosso dia ainda mais feliz.

 

 

 

 

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Sinceramente, e não querendo ser um cliché, não mudava nada, ou melhor, mudava o dia do casamento para pelo menos 48h em vez de 24h!

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

Sempre nos disseram para tentar viver o dia ao máximo, porque quando dermos conta já passou. E é mesmo verdade! Apreciem todos os momentos, todos os preparativos, e deixem as preocupações e a ansiedade para trás. Tentem absorver cada momento do vosso casamento, é um dia único, partilhem com as pessoas que mais gostam, divirtam-se o mais que puderem, e acima de tudo, sejam felizes!

 

 

 

 

 

Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: Diferente

local, catering e bolo: Aqueduto Eventos

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss

vestido de noiva e sapatos: Pronovias e Haity

maquilhagem: Lígia Viegas

cabelos: Maria Monteiro Cabeleireiros

flores: bouquet, Olga Soares, igreja, Floralves

ofertas aos convidados: Fundação Casa do Caminho

fotografia e video: Um Dia de Sonho

música na cerimónia: Coro Génesis

luzes, som e Dj: DJ Paulo Pinto, Isabel Darque Jazz

 

Susana Pinto

Marta + Luís, uma festa perfeita!

Hoje trazemos um casamento muito cá de casa! É a festa da Marta + Luís, a dupla que assina com o nome de Lounge Fotografia, num cenário digno do romance Wuthering Heights!

Profissionais do casamento (devem ser umas centenas, os que eles já fotografaram…!), queriam proporcionar a festa perfeita aos amigos próximos e família e por isso, tudo foi escolhido a dedo!

Inspirarte, Emotions Media, Design com Texto, Jenny Makeup Land, Diferente, Dj Nuno Rodrigues, Pedro Vilela, Vitor Duarte, Costureira de Palavras, todos fornecedores seleccionados do Simplesmente Branco foram os cúmplices deste dia bonito e especial.

Vejam o resultado!

 

 

 

 

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Não houve um pedido “oficial”, depois de namorarmos cerca de 16 anos, resolvemos que estava na hora da nossa festa!

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Decidimos casar em Fevereiro, pelo que não era muito tempo para organizar tudo, mas como já tinhamos “alguma” experiência em casamentos acabou por tornar-se fácil. Penso que o primeiro fornecedor que escolhemos, como não podia deixar de ser, foi o fotógrafo, o Pedro Vilela, que depois trouxe o seu wingman Vitor Duarte.

A parte videográfica também sempre esteve decidida para nós: seria o Henrique Cepeda e o João Vieira a eternizarem todos os momentos, pelo que também foi uma escolha fácil.

Também sabíamos que a decoração iria ficar a cargo da Inspirarte, pelo que depois de acertarmos com o Hotel ficámos descansados e sabíamos que tudo iria correr como planeámos.

Outra grande preocupação da Marta foi a parte da maquilhagem e do cabeleireiro, que neste dia se quer perfeita! A Jenny Miranda surgiu como uma opção natural pois acompanhamos o seu trabalho e sabia que podia ficar descansada neste aspecto.

 

 

 

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Sempre quisemos um ambiente rústico, devido ao local onde seria o casamento. Queríamos um casamento ao ar livre e no meio da natureza. A Susana Abreu, da Inspirarte, foi um pilar fundamental nesta aventura. Depois de uma pesquisa exaustiva no Pinterest, nossa e da Susana, chegámos a um ponto de partida, depois visitámos o espaço e fomos alinhavando o que faríamos.

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Sim, muitos dos pormenores foram feitos por nós. Por um lado queríamos confiar em fornecedores com talento para nos ajudarem neste processo, como a Diferente, que nos fez os convites, mas houve outros pormenores que quisemos ser nós a fazer, as ementas, o plano da cerimónia, os cartões para as mensagens, os cones para as pétalas, a maneira como fizemos a distribuição e identificação das mesas, entre outros pormenores.

 

 

 

 

 

Tiveste ajuda?
Sim, muita! A Susana Abreu foi uma ajuda essencial em todo o processo, depois já no Hotel  da Montanha nos dias anteriores ao casamento tivemos a ajuda preciosa dos irmãos da Marta e do staff do Hotel, nomeadamente o Hugo.

 

O que era o mais importante para ti?

O mais importante era que fosse uma cerimónia intima, ao ar livre e que todo o ambiente fosse muito descontraído e divertido, um espelho nosso no fundo. Queríamos um casamento que fizesse sentido para nós, que fosse algo que as pessoas recordassem com carinho de um dia bem especial.  Depois de termos fotografado tantos casamentos, havia uma “pressão” adicional para que tudo fosse perfeito, dai nos termos empenhado de corpo e alma.

A parte da festa também era bastante importante pois queríamos que todos os convidados se divertissem ao máximo, para isso contámos com a ajuda importante do Nuno Rodrigues.

 

 

 

 

 

E secundário?

Não houve aspectos secundários

 

Onde gastaste mais dinheiro?

No catering, sem dúvida.

 

 

 

 

 

Onde gastaste menos? 

Tivemos a sorte de ter óptimos fornecedores que eram nossos amigos, pelo que houve serviços que nos foram oferecidos ou a um custo reduzido.

A escolha feita no bolo foi também dos melhores investimentos que fizemos, pois só podemos dizer que estava maravilhoso. Optámos por um red velvet, que todos os convidados adoraram. A Andreia Ferreira, da Juras de Amor, acertou no ponto!

 

O que foi mais fácil?

A escolha do fotógrafo. Já conhecíamos o Pedro Vilela há algum tempo e identificamo-nos muito com o trabalho dele. Havia alguns bons fotógrafos cujo trabalho também gostamos muito, mas não podíamos ter todos! Alguns dessa lista eram nossos convidados, pelo que não queríamos que estivessem a trabalhar!

 

 

 

 

 

O que foi mais difícil?

A decoração do espaço, porque tivemos de fazer um extreme make over no salão do Hotel, levando tudo do Porto, duas carrinhas cheias de material! Novamente, a Inspirarte foi essencial neste processo.

A escolha do vestido da noiva também não foi tarefa fácil, queria um vestido que não fosse muito “de noiva” mas que fosse elegante, fluído, sofisticado. Após ter percorrido algumas lojas no Porto, e em conversa com a nossa amiga Sofia Ferreira surgiu o nome da Manuela Noivas e desde que visitei o seu atelier, soube imediatamente que tinha ido ao local certo. A Rute e a D. Manuela perceberam de imediato o que pretendia e deram asas à imaginação para concretizar “O” vestido.

 

O que te deu mais prazer criar?

Todo o ambiente rústico da cerimónia civil.

 

 

 

 

 

 

 

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

Sim, é a nossa cara! A cerimónia foi bastante emotiva e aconteceu num cenário totalmente idílico, em sintonia com a natureza! Tivemos a sorte da Isabel Spínola, que já conhecíamos de outros casamentos, aceitar o nosso convite para celebrar a cerimónia e a Gisela e o José Rodrigues que tocaram durante a cerimónia. Foi tão especial que até os noivos cantaram!!! E a troca dos votos foi um momento muito bonito e especial, aconselho todos os noivos a fazerem o mesmo, pois é uma sensação única dizer o quanto se ama à pessoa com que estamos prestes a casar.

 

Um pormenor especial?

Houve vários… mas destaco talvez as portas que serviram de altar, que fomos buscar à casa da Avó da Marta, e as placas que diziam Mr. e Mrs, que nos foram oferecidas pelo Luís Ventura, feitas a partir da madeira de um orgão muito antigo (o Luís faz restauro de pianos e orgãos).

Também foi pedido a todos os convidados masculinos a usarem laço, o que foi aceite por quase todos!

 

 

 

 

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Talvez fizéssemos a cerimónia uma ou duas horas mais cedo, em Outubro já era arriscado começar às 16h.

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

APROVEITEM o dia!!!!! Não imaginam as vezes que ouvíamos dos “nossos” noivos que o tempo passa a correr e nem dão por isso, mas é a pura verdade! O tempo passa a voar e gostávamos de ter mais tempo para estar com as pessoas. É aqui que se vê o quanto é importante ter uma boa reportagem tanto fotográfica como videográfica, só mais tarde é que nos apercebemos de certos momentos, certos pormenores, situações caricatas, etc. Acreditem que todo o dinheiro que se investe nesta parte é fundamental.

 

 

 

Marta + Luis ..::.. Wedding Highlights from HCepeda on Vimeo.

 

Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: convites Diferente, marcação de mesas e detalhes, Feliz é quem diz, e e feitos por nós

local e catering: Hotel da Montanha

fato do noivo e acessórios: fato Hugo Boss, sapatos Dielmar, atacadores HUP, laço e lenço, Fox and Brie

vestido de noiva e sapatos: vestido Manuela Noivas, sapatos Made In

almofadas das alianças: Design com texto

votos: Costureira de palavras

maquilhagem: Jenny Makeup Land

cabelos: Pedro Ferreira

flores (ramo noiva) e decoração: Inspirarte

música da cerimónia: Canto de Anjo

bolo: Juras de Amor

bartender: Vitó Bartending

ofertas aos convidados: suculentas

fotografia: Pedro Vilela e Vitor Duarte

videografia: Henrique Cepeda e João Vieira

luzes, som e Dj: DJ Nuno Rodrigues

 

Marta Ramos

Diferente, um fornecedor Simplesmente Branco


 

O detalhe é a alma da apresentação e o processo criativo da Diferente nasce à medida de cada cliente. Convites, missais, ementas e restantes peças são desenhadas criteriosamente com atenção à originalidade, preferências e critérios sugeridos. O resultado são peças bonitas, elegantes e, diferentes, claro!

 

Details are your wedding’s look is made of. At Diferente, every single detail is thought regarding each client, exclusively. Wedding invitations, menus, mass-books and every graphic piece of your event are drawn to meet your criteria and a unique result: pretty, fancy and, obviously, different!

 

 

Para falar com a Teresa e conhecer melhor o seu trabalho, basta ligar-lhe para os números 226 090 741 / 918 120 948 ou enviar-lhe um email.
Diferente é um fornecedor seleccionado Simplesmente Branco.
Para mais detalhes, consulte a ficha de fornecedor, arquivada em Convites e Álbuns.

 

If you want to get to know Teresa’s work better and talk to her, just dial +351 226 090 741 / +351 918 120 948 or write her an email.
Diferente is a Simplesmente Branco’s selected vendor.
For further details, check its vendor’s card, filed under Convites e Álbuns.

 

 

Susana Pinto

Marta + Ricardo, doçura contemporânea!

Hoje temos a Marta + Ricardo (de quem mostrámos uma bonita e-session há umas semanas), e umas imagens doces.

A Marta e o Ricardo fizeram um lote de escolhas óptimas para a criar a festa desejada e o resultado é lindo, lindo. Com eles estiveram a Lounge Fotografia, a Pinga Amor, nas flores, cake topper e love birds, a Diferente, nos convites, o João Vieira, da Emotions Media, no video. e a Jennifer Miranda, na maquilhagem!

Venham ver e ler os detalhes!

 

 

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Namoramos há imenso tempo e já tinhamos falado de casamento várias vezes. Foi uma decisão natural e de ambos. O anel de noivado chegou mais tarde…

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Logo após termos decidido casar, marcamos a data com pouco mais de 6 meses de antecedência. Como muitos casais, não tínhamos referências relativamente a fornecedores ou oferta de serviços para casamentos. A Igreja estava decidida à partida, portanto a segunda decisão foi a escolha da localização/local para a recepção. Como íamos casar no fim de Outubro, queríamos um local com espaço interior amplo, entre o local de cerimónia (em Esposende) e o Porto. Fizemos pesquisa na internet, visitámos 3 locais e decidimos relativamente rápido!

Eu iria estar fora do país durante todo o mês de Maio. Antes de viajar procuramos “o convite” e esta tarefa acabou por ser mais dificil (e interessante) do que esperávamos. As lojas que visitámos inicialmente tinham modelos em que podiamos apenas mudar o texto… Sentimo-nos um pouco frustados mas a caminhada levou-nos até à Diferente, que nos permitiu personalizar o convite. Visitei também sites de várias marcas de vestidos de noiva e marquei visita a 3 lojas dias antes de viajar.

Durante a minha estadia fora do país intensifiquei a pesquisa por fornecedores e surgiram blogs como o Simplesmente Branco, Pinga Amor e o Syle Me Pretty, entre muitos muitos outros, com ideias lindas e fotos fantásticas! Foi, literalmente, uma avalanche de informação, que serviu de inspiração para os pequenos grandes detalhes… Nessa altura também começamos a contactar fotógrafos por e-mail para termos noção da oferta disponível.

Quando voltei a Portugal começamos a contactar os restantes fornecedores e a marcar reuniões para os conhecermos. Depois de estarmos com a Marta e o Luis da Lounge, não tivemos qualquer dúvida de que seriam os nossos fotógrafos. E não pensei noutra pessoa para fazer o meu ramo senão a Ana Jordão, com quem passei horas a conversar. No início de Agosto acertamos tudo com o DJ Nuno Rodrigues e de seguida fomos escolhendo os restantes fornecedores.

 

 

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Queríamos um ambiente simples e moderno, mas com detalhes românticos. Começamos com a escolha de um espaço que correspondia a esses requisitos. A decoração era da responsabilidade do próprio espaço, mas não estava pré-definida e foi feita em conjunto connosco. Os detalhes foram surgindo com o tempo e tiveram como ponto de partida o convite (que tinha uns lindos love birds).

Também conversamos com o DJ sobre a melhor forma de criar um ambiente divertido, que pusesse todos a dançar e que correspondesse ao nosso gosto musical! O photobooth foi também muito importante para criar esse ambiente.

 

A opção “feito por ti” surgiu porquê?

Queríamos que a celebração tivesse a marca dos noivos. Alguns dos detalhes foram DIY e fomos seleccionando fornecedores que permitiam personalizar. Queria participar em todas as decisões e discutir todos os detalhes. É fantástico planearmos o casamento e vermos as nossas ideias concretizadas.

 

 

 

Tiveste ajuda?

A minha mãe fez o doce de abóbora que oferecemos aos convidados e na semana anterior ao casamento a disponibilidade das familias foi essencial para que conseguissemos tratar de todos os detalhes a tempo. Tivemos a ajuda dos nossos fornecedores, que nos deram imensos conselhos. E claro, todas as decisões foram tomadas a dois!

 

O que era o mais importante para ti?

Era importante disfrutarmos o dia. E queríamos que os nossos convidados se divertissem e partilhassem a nossa felicidade. No fundo, que fosse um dia que ficasse na memória de todos como um dia fantástico.

 

 

 

 

E secundário?

Nada foi considerado verdadeiramente secundário, embora tivessemos dado menos importância ao cerimonialismo.

 

Onde gastaste mais dinheiro?

Na recepção.

 

Onde gastaste menos?

Nos meus sapatos azuis.

 

 

 

 

O que foi mais fácil?

Todo o processo civil foi tratado pelo Padre, o que foi óptimo. A escolha do meu vestido e do local onde o Ricardo mandou fazer o fato foram relativamente fáceis…

 

O que foi mais difícil?

Preparar o casamento em pouco tempo e principalmente a correria e o stress da semana anterior ao casamento.

 

O que te deu mais prazer criar?

O convite feito com a Diferente, que acabou por ser a base para tantas outras decisões e que incorporou as minhas ideias e do Ricardo. Gostei também de procurar peças para a decoração e escolher acessórios para o photobooth!

 

 

 

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

Quando há menos tempo disponível tem que haver alguma flexibilidade e pragmatismo nas escolhas, sendo necessário fazer algumas cedências. Por outro lado, também queria conjugar os meus gostos com os do Ricardo.

No final, nada comprometeu o que idealizávamos para o dia.

 

Um pormenor especial?

Foram muitos e é dificil escolher apenas um… A doce oferta aos convidados, que toda a gente adorou, e os love birds da decoração, que os convidados também puderam levar. O uso das fotos do casamento dos nossos pais na decoração. Foi lindo escolher estas fotos! Colocamos carimbos, com referências ao casamento e ao amor, para os convidados menos inspirados ao escrever no livro de honra.

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

A preparação do casamento foi intensa e cheia de descobertas. Não sei se haveria mais DIY se tivesse mais tempo ou se seria diferente se tivesse descoberto blogs como Simplesmente Branco mais cedo. O dia do casamento foi muito emocionante e feliz para nós, muito divertido para os convidados, e tivemos óptimo feedback das nossas familias e amigos. Dito isto, não mudava nada…

 

 

 

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

Pensem como querem que seja o dia do vosso casamento: que tradições querem abraçar e aquelas que querem eliminar e imponham a vossa vontade.

Usem a vasta informação disponivel na internet para inspiração, mas mantenham-se fiéis às vossas ideias e àquilo que sempre quiseram para o vosso casamento.

É muito importante que escolham bons fornecedores e em quem confiam plenamente. E claro, relaxem no dia do casamento e disfrutem o máximo que puderem!

 

 

E rematamos com o vídeo!

 

[iframe src=”http://player.vimeo.com/video/60201204″ width=”570″ height=”371″]

 

Os nossos fornecedores:

 

convites e materiais gráficos: Diferente

local da recepção, catering e decoração: All Got Eventos

fato do noivo e acessórios: fato Dielmar, camisa Massimo Dutti e sapatos Bianca

vestido de noiva e sapatos: vestido e véu, Pronovias, Sapatos Foreva e Mel by Melissa

Anel de noivado, alianças e brincos: anel de noivado e alianças Rubidi,  brincos Swarovski

acessórios: aplicações do cabelo, Pronovias,  pulseira, Swarovski

maquilhagem: Jenny Miranda

cabelos: Paula Carneiro

bouquet da noiva, damas de honor, boutonnières, almofadinha das alianças, cake topper e love birds: Pinga Amor

arranjos na Igreja: Graciosa Viana

Almofada das alianças, topo do bolo e love birds usados na decoração das mesas: Ana Jordão-Pinga Amor

ofertas aos convidados: doce de Abóbora, feito pela mãe da noiva

fotografia: Lounge Fotografia

vídeo: Emotions Media

Luzes, som e Dj: DJ Nuno Rodrigues, na Igreja, Coral Srª de Fátima, de St.º Ovídio