Created with Sketch.
Susana Pinto

À conversa com: Lounge Fotografia – fotografia de casamento

Hoje converso com o Luis Mateus e a Marta Barata, que assinam como Lounge Fotografia, sobre fotografia de casamento e a importância, valor e poder deste registo para a família que se constrói todos os dias e para a memória futura, um pequeno imenso detalhe que se calhar raramente consideramos… que especial que isso é!

 

Uma curiosidade sobre a Lounge Fotografia: são, oficialmente, os primeiros clientes Simplesmente Branco, após ficarmos online com o grupo inicial de 19, que acompanhou o nascimento do site, em Maio de 2010. A Marta e o Luís juntaram-se a nós em em Dezembro, e desde o primeiro momento foram nossos parceiros em todas as aventuras, sem hesitar, sempre com imensa paciência, disponibilidade e óptima atitude: juntos, fizémos styled shoots (quando não se fazia nada disto nem havia Pinterest!), as primeiras edições da S Magazine, os primeiros showcases, os primeiros jantares e encontros. Éramos todos estreantes entusiastas neste universo das publicações digitais, fresquíssimos players no mercado de casamento, mas cheios de energia, ideias e vontade de colaborar, fazer, experimentar. É um passado recente, mas parece já outro tempo.

 

Tem sido um prazer acompanhá-los, ver o trabalho evoluir e ganhar corpo e nome próprio, vê-los construir a sua própria família e a forma como escolhem registar os momentos bonitos. Posso dizer que são um clássico intemporal: sempre fiáveis, sempre disponíveis, sempre com trabalho bonito. E isso, queridos noivos, não é uma moda, é um luxo!

Fiquem a conhecê-los, e a o seu trabalho, em detalhe. Merecem!

 

Gostamos de famílias calorosas, que se abraçam, que se beijam, que riem juntas ou que choram de felicidade! Depois do nosso casamento, percebemos ainda mais a importância das pessoas à nossa volta, e o quão importante são estes registos. As fotografias de casamento devem ser algo mais do que detalhes bonitos, vestidos pendurados ou a marca dos sapatos. Ver a cara de um pai orgulhoso que leva a sua filha ao altar é,  para nós, muito mais significativo, muito emocionante. Dessa forma esforçamo-nos por fazer um registo que inclua estes momentos únicos e espontâneos, que, muito tempo depois, continuam a transportar o casal para aqueles instantes, com o mesmo poder gerador de emoções.

 

 

Contem-nos um pouco da vossa viagem profissional até aqui, à fotografia de casamento.

Eu, Luis, comecei no curso de fotografia do Instituto Português de Fotografia, pólo portuense, em 2000. A fotografia sempre foi uma das minhas paixões e depois de um curso superior que nada tinha nada a ver, achei melhor seguir esta paixão. Trabalhei ainda com o formato analógico e fiz diversos casamentos para outros estúdios. Estagiei e trabalhei oito anos, num estúdio de moda, com o fotógrafo Cassiano Ferraz. Durante este período fui desenvolvendo o meu estilo e, em 2006, decidi fundar a Lounge Fotografia. Nessa altura, também depois de ter terminado o seu curso superior, a Marta juntou-se a mim e foi contagiada pelo bichinho dos casamentos e da fotografia de pessoas.

 

Há quanto tempo fotografam? E porquê casamentos?

O Luis, desde 2000, e a Marta, desde 2006. Juntos, há 14 anos sem parar!

Gostamos muito e sentimo-nos bem a fotografar casamentos. O nosso trabalho é apreciado e valorizado pelos noivos e pelas famílias, e sabemos que estamos a contribuir para a herança fotográfica das várias gerações. Na nossa opinião, as memórias e o seu registo não têm preço!

 

As selecções de imagens que me enviam para publicação, trazem, invariavelmente, um dos momentos icónicos do casamento: a entrada de pai e filha, de braço dado, na igreja. Esta inclusão na narrativa para publicação, é propositada ou inconsciente e natural? A família e a sua história e laços, são um assunto que vos atrai?

Para nós, a família e a interacção entre os seus vários membros, é muito importante. Gostamos de famílias calorosas, que se abraçam, que se beijam, que riem juntas ou que choram de felicidade! Depois do nosso casamento, percebemos ainda mais a importância das pessoas à nossa volta, e o quão importante são estes registos. As fotografias de casamento devem ser algo mais do que detalhes bonitos, vestidos pendurados ou a marca dos sapatos. Ver a cara de um pai orgulhoso que leva a sua filha ao altar é,  para nós, muito mais significativo, muito emocionante. Dessa forma esforçamo-nos por fazer um registo que inclua estes momentos únicos e espontâneos, que, muito tempo depois, continuam a transportar o casal para aqueles instantes, com o mesmo poder gerador de emoções.

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Nestes tempos globais, em que as imagens circulam a uma velocidade vertiginosa e todos temos acesso a tudo, a qualquer hora, onde vão buscar inspiração?

O mais importante para nós é fazermos sempre aquilo de que gostamos, não seguirmos tendências, sermos fiéis ao nosso estilo. Conseguimos ir buscar inspiração a tudo o que fazemos, mas acho que a principal fonte são às palavras de satisfação dos nossos clientes!

E nos últimos anos, o Instagram tem sido nosso principal “palco” de inspiração, não só com fotografia de casamento, mas outras variantes também, fotografia de rua, moda, fotografia de viagem, documental etc…

 

O vosso trabalho é a duas mãos. Como o definem e como construíram a vossa assinatura?

Somos contadores de histórias e para isso é preciso muito trabalho, e dedicação e, acima de tudo, valorizar todos os momentos. Após vários anos a fotografar em conjunto, já sabemos o papel de cada um na dinâmica do dia e basta olharmos um para o outro, para sabermos o que o outro precisa. Gostamos de fotografar de uma forma documental e bastante descontraída ao longo do evento. Acima de tudo, gostamos de fotografar para pessoas felizes!

 

Quando precisam de fazer reset, para onde olham, o que fazem?

Até ao dia 23 Junho de 2017, era um para o outro, mas agora olhamos para os nossos gémeos e tudo passa. O cansaço desaparece e achamos sempre que vamos conseguir mais e melhor por eles!

Desligamos os computadores e a ligação às redes sociais e respiramos fundo.

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Estão instalados no Porto: o vosso trabalho é local ou claramente nacional?

Claramente nacional, vamos onde nos quiserem. O nosso País é tão pequeno, é tão fácil viajar para todo o lado.

 

Qual é o vosso processo de trabalho, como acontece a ligação com os vossos clientes?

Queremos sempre uma reunião presencial para nos conhecermos, ou no nosso escritório ou por skype, é muito importante esta primeira fase,  e, se correr bem, temos tudo para que o cliente saia satisfeito e nós, valorizados. Se vieram até nós, é porque gostam do nosso trabalho, mas também é necessário que haja uma certa química entre todos. Não somos os fotógrafos certos para todos os casais, nem todos os casais são “perfeitos” para nós. Esta ligação é importante no resultado final.

Após a reunião e confirmação do interesse nos nossos serviços, aconselhamos os noivos a fazerem uma sessão de noivado. Esta sessão é muito importante porque ficamos a conhecer-nos ainda melhor, quebramos o gelo, sabemos como funcionam enquanto casal e qual a linguagem corporal, ficamos a saber do que gostam, o que os move… por outro lado, o casal fica a saber o que pretendemos deles (como actores principais da narrativa do dia), como funcionamos e o que esperar da pessoa atrás da câmara! Ao encontramos a nossa dinâmica de grupo e zona de conforto, teremos um dia bem mais descontraído e calmo.

 

Casamentos grandes ou pequeninos, nacionais ou estrangeiros, cerimónias emotivas, festas de arromba – qual é o tipo de festa que mais gostam de fotografar?

Normalmente gostamos de casamentos mais pequenos, intimistas e descontraídos, sem grandes formalismos. É importante que o casal desfrute do dia e que esteja feliz. São importantes os sorrisos verdadeiros, assim como as lágrimas de felicidade! Já fotografámos todo o tipo de casamentos, mas os melhores são aqueles em que os noivos vivem o dia com emoção, sem estarem demasiado preocupados. O lado emocional é muito importante para nós.

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Qual é a melhor parte de ser um fotógrafo de casamento? E o mais desafiante e difícil?

Claramente, registar todos os momentos que poderão ser revividos, um dia mais tarde, pelo casal, pela família e até pelos filhos que ainda não nasceram, é muito especial, são memórias eternas aquelas que registamos. Temos a noção de que estamos por vezes a fotografar pessoas que mais tarde deixaram de estar entre nós, e o nosso papel é, também, documentar e registrar a presença dessas pessoas. O mais desafiante é estar à altura de todos os momentos… é preciso estar sempre alerta e atento a tudo o que nos rodeia.

 

Escolham uma imagem favorita do vosso portefólio e contem-nos porquê:

Marta: é uma imagem que gosto bastante, o olhar de ternura do avô da Maria Edite, após a cerimónia e o cumprimento entre ambos! Acredito que será uma imagem que irá ficar para sempre no coração desta noiva.

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

Luis: além de casamentos, este comecei a fotografar partos, e esta é uma foto da primeira experiência neste campo. Assistir ao nascimento de um bebé é algo maravilhoso e tão marcante, que ficará para sempre na minha memória!

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento
Se gostaram de conhecer a Marta Barata e o Luis Mateus, não deixem e espreitar o mais bonito dos dias da Ariana + Bruno, que publicámos aqui. Espreitem esta festa tão bonita (e este vestidaço, que é uma blusa e uma saia, da Ariana!).

 

Os contactos detalhados da Lounge Fotografia estão na sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, vejam as imagens bonitas e contactem directamente a Marta Barata e o Luís Mateus através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

 

Susana Pinto

Queres casar comigo?

São Valentim até pode ser assim um assunto meio foleiro, mas é o dia em que celebramos, de forma mais vistosa, o amor.

Deste lado, fugimos um bocadinho da norma, mas o facto é que é um dia em que tudo à nossa volta converge para o coração e nós temos sempre uma ideia bonita para partilhar convosco.

 

Ora nem a propósito, a Romantis e a FR Jewels propõem dois anéis de noivado para quem tem a pergunta “queres casar comigo…?”  a pairar na cabeça e no coração.

São peças clássicas e intemporais – como deve ser um anel de noivado à séria-, delicadas e românticas. Tudo aquilo a que não resistimos!

 

Se andam a pensar neste passo e de seta apontada a São Valentim, passem os olhos pelos bons conselhos e sugestões que a Marlene Pereira nos deu há umas semanas, nas dicas para casar, sobre como escolher um anel de noivado. É um investimento que deve ser ponderado e quanto mais conhecimento sobre as suas nuances tiverem, melhor será o resultado final.

 

A FR Jewels sugere um anel delicado em ouro, onde a cravação de zircónias brancas forma um coração, porque o amor se constrói, todos os dias.

A Romantis, uma linha mais jovem, sugere dois anéis, em ouro branco e diamantes ou pedras Swarovski, que representam o amor, as emoções e as memórias, transmitindo o essencial: a presença, forte e ternurenta, que vem de um abraço, de uma festa, de uma palavra, de um sorriso, de um beijo.

 

“O meu presente perfeito existe, e é maravilhoso, és tu! Queres casar comigo?”

 

Susana Pinto

The W Experience – é ja este fim-de-semana!

Estamos em contagem decrescente para o evento do ano: The W Experience.

Se estão noivos, a nossa dica para casar desta semana é claríssima: façam uma visita a este evento para noivos, pensado e executado por quem é profissional do mercado de casamentos, quem trabalha diariamente convosco, quem concretiza o mais bonito dos vossos dias.

 

 

Durante o fim-de-semana, para além da bela lista de expositores seleccionados, entre eles a Design Events Wedding, a Molde Design Weddings, A Pajarita, a Amor e Lima, a Feel Creations, a I Go Travel, haverá desfiles de vestidos de noiva da Pureza Mello Breyner e da Rita Costumista, muita música com live acts e concertos, e experiências várias, patrocinadas pelas marcas presentes e pelos expositores. É um programa recheado de coisas giras e trabalho bonito, por isso garantimos que será um fim-de-semana muito bem passado!

 

Os profissionais não foram esquecidos e há toda uma programação para eles também: uma mesa redonda sobre longevidade e excelência, com os Branco Prata, Pureza Mello Breyner e Lucyana Sposito, moderada pelo João Pedro Correia, uma talk sobre storytelling com o Martim Mariano e dois workshops, um sobre fotografia mobile, com a Filipa Simões Freitas e outro de design floral, com o atelier Flowers by Bornay.

 

Vemo-nos lá?

Susana Pinto

Wedding Weekend na Quinta da Quintã, já este fim-de-semana!

A Quinta da Quintã, nosso fornecedor seleccionado e um belíssimo espaço para eventos a norte, nos arredores do Porto, abre as portas, este fim-de-semana, para mais um dos seus fantásticos wedding weekends.

 

No sábado, o dia é dedicado em exclusivo aos noivos, e apenas por marcação – deverão contactar a Joana Coelho para agendar a vossa visita. Este formato à porta fechada é pensado de forma a que a equipa da Quinta da Quintã vos possa receber com a atenção dedicada que merecem, respondendo a todas as vossas questões e apresentando o seu trabalho e serviços, que são maravilhosos, neste formato pessoal e intimista.

 

No segundo dia, domingo, a entrada é livre, entre as 15h e as 19h, para todos os que quiserem visitar e conhecer o espaço e as novidades que a Joana Coelho e a sua equipa estão a preparar para 2020. A Quinta da Quintã está em evolução contínua e este dia é perfeito para dar a conhecer as novidades e tendências que irão desvendar nos próximos eventos, e mostrar um pouco do seu serviço, também ao nível do catering, da decoração e do design gráfico, valências disponíveis no seu espaço.

 

Prontos para uma experiência completa? A Joana Coelho e o João Almeida estão à vossa espera!

Open day na Quinta da Quintã, em Mozelos.

Susana Pinto

Convite de casamento e estacionário, com A Pajarita

Vamos falar de estacionário de casamento?

Para quem não sabe, o estacionário é o conjunto completo de peças em papel que usamos num casamento (ou numa empresa, ou em qualquer evento). Pode ser apenas o convite de casamento ou incluir as ementas, cartões de agradecimento, marcadores de lugar e de mesa, etiquetas para as ofertas, missais e tudo o mais que vos apetecer.

O tema ou desenho escolhido é aplicado de forma consistente em todas as peças, sejam as cores, a tipografia ou os motivos decorativos e este fio condutor cria unidade no conjunto.

 

Foi exactamente isso que a Alexanda Barbosa, de A Pajarita, criou para os noivos Catarina + Tiago: um conjunto de peças em papel, lindas e delicadas, que intuem a personalidade dos noivos e como vai ser este bonito dia.

Aguarelas, tons pastel, um monograma e um remate dourado são os elementos escolhidos e o resultado é tão doce…

 

Save the date A Pajarita Convite de casamento A Pajarita, com aguarela e laço. Convite de casamento A Pajarita, com aguarela e laço Convite de casamento A Pajarita, com aguarela e laço Livrinho de votos de casamento A Pajarita Programa de casamento A Pajarita Marcadores de lugar A Pajarita Marcador de mesa A Pajarita Ementa de casamento A Pajarita Cartões para mensagens de casamento A Pajarita Lembranças para os convidados: fotografias de casamento Vela para cerimónia simbólica de casamento

A Alexandra conta-nos tudo:

“A Catarina e o Tiago escolheram um conjunto de estacionário com tons suaves em azul e rosa, que esteve presente em todos os momentos do dia. Começámos pelo Save the Date, simples e sem revelar em demasia. Todos os seus convidados receberam a notícia com antecedência, o dia 20 de Julho ia ser especial e deles.

 

O convite de casamento foi o segundo passo, um cartão com rebarba a ouro, tinha em primeiro plano as suas iniciais abraçadas com vegetação, que era envolvido por uma capa translucida e abraçado por uma fita de seda e lacre misturado com musgo nórdico.

 

À entrada da Torre Bella tínhamos o programa do dia, e à entrada da cerimónia, o casal dava as boas-vindas ao seus convidados através de um quadro com uma mensagem. Houve uma cerimónia simbólica, com leitura dos votos (paginados numa mini-livro), marcada pelo ritual das velas, em que cada um tem uma vela com a sua inicial, que acendem uma terceira, com as iniciais de ambos, representando a sua união.

 

No recepção, complementando a decoração das mesas, fizémos menus individuais, marcadores de lugar nominais e marcadores de mesa com nomes de bosques fantásticos e literários, todos com a mesma estética e linha gráfica, e o bolo dos noivos incluiu o monograma e os tons que usámos.

 

A pensar nos convidados, desenhámos uns cartões para as mensagens e umas capas para guardarem as fotografias do nosso casamento.”

 

Casamento na Torre Bella Casamento na Torre Bella Casamento na Torre Bella Casamento na Torre Bella Casamento na Torre Bella

E que vestido este, não? Tudo está em sintonia, super romântico e delicado, um encontro perfeito de linguagens e resultado.

 

As imagens do casamento são de Reticências Produções.

 

Passem pela ficha de fornecedor de A Pajarita, para conhecer melhor o seu portefólio bonito!

Susana Pinto

À conversa com Sukses Design – convites de casamento

Hoje conversamos com a Joana Bastos, da Sukses Design – convites de casamento.

 

A Joana desenha os mais bonitos convites de casamento em papel artesanal, sempre acompanhados de uns envelopes de cores densas e ricas e acabamentos sofisticados: lacres, flores desidratadas, fitas de seda.

 

Para mim, foi amor à primeira vista, assim fulminante e fatal: um envelope cor de coral, com uma fitinha e um marcador de mesa, com flores em aguarela e um número caligrafado. Seguiu-se outro envelope, azul petróleo, quase verde esmeralda, e mais um, amarelo cor de leite creme.

Depois de nos apaixonarmos, não como voltar atrás e por isso passo a palavra à Joana Bastos, para falar do seu bonito trabalho.

 

Convites de casamento em papel artesanal, por Sukses Design

Convites de casamento artesanais - Sukses Design Fitas de seda tingidas à mão para bouquet de noiva

Conte-nos um pouco da sua viagem profissional até ao universo dos casamentos. Como é que veio cá parar, foi um caminho natural ou uma situação específica que o apontou?

Formei-me em design gráfico na António Arroio e consequentemente frequentei a Faculdade de Belas-Artes, em Escultura.  A veia artística sempre esteve presente desde pequena, as histórias contadas pela minha mãe das experiências artísticas/plásticas, pode imaginar… uma “dor de cabeça”! Apesar de não ter trabalhado a tempo inteiro na minha área de formação, fui sempre realizando alguns trabalhos enquanto freelancer em Design.

Encaro que o caminho até ao universo dos casamentos, para além de ter sido através de uma partilha de ideias com alguém que procurava inspiração para o seu casamento, se tornou bastante intuitivo e natural a partir do momento em que comecei a desenvolver as linhas gráficas e escolher os materiais para a Sukses Design.

 

Há quanto tempo trabalha nesta área? E porquê este universo dos casamentos?

Desde Novembro de 2019.

Para além de descobrir um lado romântico “adormecido” , acredito que através da delicadeza, da elegância dos convites e estacionário que realizo, irei, de certa forma, deixar um rasto bonito na memória de quem os recebe, e isso é muito gratificante.

 

Como construiu a sua assinatura, como a define?

A Sukses Design surgiu através da minha essência, procurei aquilo que revela o que mais prezo e tenho gosto em ver. Os materiais, as texturas, as sensações, o artesanal e a natureza. A partir daí, é deixar fluir!

 

Convites de casamento artesanais - Sukses Design Convites de casamento artesanais - Sukses Design

Convites de casamento em papel artesanal, por Sukses Design

Esse estilo faz parte do ADN da marca ou é um conceito que escolheu para explorar e trabalhar este ano? Porquê?

Este estilo handmade/natural é a base do ADN da marca, pelos materiais utilizados. Assim sendo, todos os materiais criados (convites e estacionário) têm este conceito, realçando o lado mais sublime de cada peça.

 

As tendências da estação… são um assunto de trabalho ou apenas fait divers?

Sem dúvida que é necessário estar atenta às  tendências, mas não deixo que determine a minha linha de trabalho. Procuro sempre enquadrar e personalizar consoante o gosto pessoal dos noivos.

 

Ter o controle das decisões é importante? Tem uma perspectiva perfeccionista e específica sobre o resultado e a forma como quer que o seu trabalho seja consumido ou é o prazer de discutir ideias, de criar, que lhe interessa mais na relação com cada projecto, cada cliente?

Ter o controlo das decisões é importante , sou perfeccionista no que me dedico e sem dúvida que o resultado será sempre com base nestas duas características. Sou dada a desafios, com isso gosto de debater ideias e encontrar o que melhor define cada projecto em si.

 

Existem fórmulas vencedoras que aplica, ou cada convite ou produto é pensado totalmente de raiz?

Os projectos criados em portefólio são meramente sugestões para divulgação da Sukses que podem ser adaptadas, ou não, a cada casal. O melhor é sempre criar de raiz com a identidade e a essência de cada pessoa, que acaba por revelar-se em grandes experiências a nível profissional.

 

Convites de casamento artesanais - Sukses Design Convites de casamento artesanais - Sukses Design Convites de casamento em papel artesanal de Sukses Design

Qual é a importância do convite (e restante estacionário) na grande ordem das coisas?

A meu ver, o convite é a base inicial de algo muito especial do que está por vir, ao ser a primeira impressão do grande dia, aquela que muitos guardam como recordação na sua “caixinha especial”. No entanto, são pequenos grandes pormenores que tornam o dia ainda mais bonito, pela delicadeza nos detalhes e do encaixe perfeito na decoração do casamento.

 

Onde busca inspiração para cada nova temporada de trabalho?

A tudo o que nos rodeia, seja ela (inspiração) na natureza ou quotidiano, em familia ou amigos, criações de colegas ou publicações em específico.

 

Quando precisas de fazer reset, para onde olha, o que faz?

Foco-me nas coisas simples, esse é o meu reset! Natureza, em específico o mar. Sorrir, rir, sentir e viver para mim e com os meus.

 

Qual é o seu processo de trabalho, como acontece a ligação aos seus clientes?

O contacto inicial tem sido via e-mail, por vezes acaba por ser um acompanhamento mais à distância, é essencial estabelecer laços de proximidade e acompanhar todos os passos necessários para a realização dos projectos.

É-me importante estabelecer o contacto pessoal com os noivos, de forma a que os mesmos consigam conhecer os materiais, as texturas, as sensações e a essência por de trás disto tudo.

 

Convites de casamento em papel artesanal, por Sukses DesignConvites de casamento artesanais - Sukses Design Convites de casamento artesanais - Sukses Design

Casamentos grandes ou pequeninos, nacionais ou estrangeiros, cerimónias emotivas, festas de arromba – qual é o tipo de formato que mais lhe interessa?

O mais importante é que se identifiquem com o meu trabalho, acredito que este adequa a qualquer dos formatos.

 

Qual é a melhor parte de criar convites de casamento, ser o primeiro capítulo visível da história que leva ao grande dia? E o mais desafiante e difícil?

O melhor é fazer parte do ínicio de uma história bonita e partilhá-lo com os restantes, receber o feedback após a preparação e entrega dos convites. Saber que fiz parte de muitas das linhas que estão por escrever!

O mais desafiante, é sem dúvida, corresponder às expectativas dos desafios que colocam, tendo em conta estarmos rodeados de tanta referência e inspiração.

 

Escolha o convite que mais gosta do teu portefólio, e conte-nos porquê:

É-me difícil escolher um preferido, tendo em conta que cada convite é especial à sua maneira.

Este, no entanto, foi o convite escolhido para iniciar a história da Sukses Design, por isso existe um carinho especial e um brilhozinho no olhar.

 

 

Os contactos detalhados do Sukses Design estão na sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, feita de belas imagens, e contactem a Joana Bastos directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

 

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

Susana Pinto

Casar e passear pelo Alentejo? Claro que sim!

Escolher Portugal para casar e o Alentejo em particular, é escolher a autenticidade de uma região mágica e feita de contrastes.

A Luxury Services, o braço da I Go Travel que se dedica a planear belos roteiros e experiências locais, convida-nos a passear por esta belíssima região.

 

Pensem no litoral, com praias belíssimas e ainda um pouco selvagens que agradam aos que procuram águas calmas e areais dourados, mas também aos amantes do surf e windsurf. Comporta, Carvalhal, Melides, São Torpes, Porto Covo, Zambujeira do Mar ou Almograve são algumas das praias mais bonitas e entre elas há outras tantas, escondidas e secretas, e igualmente mágicas.

Invertendo a marcha em direcção ao interior, o Alentejo é rico em tradição, cultura e gastronomia, feito de pequenas aldeias brancas que nascem na paisagem deserta: Marvão, Monsaraz, Castelo de Vide, Mértola e Arraiolos fazem-nos suspirar. O património arquitetónico impressiona, o calor sobe do chão e pede uma pausa demorada à sombra fresca de um café na praça.

 

“A cerca de hora e meia de distância de Lisboa, o Alentejo convida a dias de descanso por entre cores, cheiros e sabores que tornam toda a experiência desta visita inesquecível, ou não fosse o Alentejo terra de gastronomia ímpar e de vinhos que figuram entre os melhores do mundo. Dedicar algum tempo a conhecer o seu processo de produção, aprender mais sobre eles e degustá-los deve fazer parte do roteiro dos que escolhem o Alentejo para casar ou, simplesmente, passear e namorar.”

 

Manter a tradição, o ambiente natural, simples e rústico destas paragens é também o objectivo de quem se dedica a receber quem por ali chega. O Monte do Ramalho, perto de Avis, respira o compasso lento destas paragens, inspirando-se na natureza, nos cheiros e cores das estações do ano. Com um olival a perder de vista, uma piscina natural, burros felpudos, cães e outros bichos do campo, é um sítio perfeito para casar, à sombra de uma figueira centenária. Quem ali chega, só tem de usufruir do espaço, do silêncio e do céu estrelado alentejano.

 

Bem perto, em Évora, há ainda quem, com vasta experiência na hotelaria, prepare cuidadosamente eventos à medida para concretizar dias de sonho. Inspirados nas origens alentejanas e mantendo sempre a filosofia bem acolher e receber, os Hotéis M’AR De AR combinam tradição e modernidade na perfeição. Quer procurem uma celebração mais tradicional ou algo mais moderno, um ambiente sofisticado ou rústico, intimista ou para um grande número de convidados, ali têm a garantia de que tudo é pensado ao pormenor para corresponder às vossas expectativas.

 

Quem bem que soa tudo isto, não é? E, em conhecendo o Alentejo, se ficarem com receio de que será difícil concretizar o vosso casamento de sonho, não temam! A Design Events Wedding, da Maria João Soares, tem um pé na capital e outro no coração de Estremoz: pensa em tudo convosco, desde o primeiro momento, e prepara cada detalhe com o máximo carinho para que o resultado seja aquilo com que sonharam – e ainda mais.

 

Precisam de mais motivos para casar no Alentejo e passear? Dou-vos mais um: é no coração do Alentejo que sou feliz, nas tardes quentes e vagarosas, nas noites estreladas, nas manhãs luminosas com pintassilgos a cantar, à mesa no verão com um prato de ameijoas, queijo e pão, no horizonte dourado sem fim. Eu não tenho raízes no Alentejo, mas o Alentejo tem o meu coração.

 

Imagens do Monte do Ramalho, fotografadas por Madalena Tavares.