Created with Sketch.
Marta Ramos

Wise words: a importância da animação infantil

Porque é que devem contratar um serviço de animação infantil para o vosso casamento?

Para todos poderem desfrutar verdadeiramente deste dia único. Os adultos podem ter uma refeição tranquila e conversar sem interrupções; e os miúdos divertem-se verdadeiramente – alguns até pedem aos pais para voltar ao casamento no dia seguinte! – Andreia Fernandes, FUNtoche

Para já, peço-vos que reflictam nisto: se o vosso plano é encontrar bons fornecedores, do outro lado saibam que também se aprecia e procura os bons clientes. Os casamentos são uma área de negócio muito exigente, com desgaste físico e grande investimento financeiro, sempre com nervos e emoções à flor da pele. Proporcionar com gosto e competência uma bela festa (da parte do fornecedor) e respeitar o custo e profissionalismo de quem executa (da parte dos noivos) são as duas faces da mesma moeda; quanto melhor e mais saudável for esta relação, mais perfeito será o dia, para todos. Vamos a isto? Consultar sites especializados, amigos recentemente casados e o vosso wedding planner são os primeiros passos a dar e o caminho mais curto para perguntas e respostas de qualidade.
No Simplesmente Branco, a lista de fornecedores é seleccionada em função da qualidade do portefólio e da prestação do serviço, mas também da presença online, organizada, profissional e clara. São factores que consideramos importantes e fundamentais para que a confiança emerja: identificação do profissional e do serviço prestado, contactos detalhados e conteúdos actualizados. Quando alguém não investe no seu negócio e não o comunica com gosto, brio e profissionalismo, será que o vai fazer com a vossa festa? Temos dúvidas e não recomendamos.

Naveguem com calma, organização e alguma demora pelas listas de fornecedores seleccionados, procurem sinais do que mais se identifica com o vosso gosto e pretensões, e escolham até cinco candidatos (mais do que isso só vos trará confusão, angústias e perda de tempo). Feitas as listas de contactos, iniciem a conversa com cada um. E é mesmo disto que se trata, não de uma consulta anónima, curta e pouco simpática, mas do início de uma boa conversa, com a formalidade necessária e um belo sorriso… como quando apertamos a mão a alguém que acabámos de conhecer.

Pedimos à Andreia Fernandes, da FUNtoche, para nos dar algumas luzes sobre as informações de que precisam para dar um orçamento aos clientes: «Antes de mais nada, precisamos de saber a data e o local do casamento, para avaliar a nossa disponibilidade. E logo de seguida, o número de crianças previsto, as suas idades, se falam todas português ou se é preciso estar alguém com domínio de outras línguas, e qual o intervalo horário durante o qual pretendem ter o nosso serviço no grande dia.»

 

 

 

 

 

Como escolher os profissionais de animação infantil (1)

 

No caso da FUNtoche, poderão contar com duas opções de plano de animação: personalizado ou standard: «Temos já a animação pensada e organizada de acordo com as várias faixas etárias e incluímos todas as crianças. Conseguimos conquistá-las e estar com elas durante as infinitas horas que um casamento tem. Os pais às vezes até se esquecem de que levaram os filhos para o casamento!»

E quando se fala em várias faixas etárias, isso também inclui serviço de babysitting para crianças dos zero aos dois anos. Portanto, descansem que está tudo bem entregue.

Para que a festa seja verdadeiramente tranquila e divertida para todos, é aconselhável que escolham o serviço de animação infantil como principal actividade e, em complemento, o babysitting (cuidar das crianças durante a refeição, nas fases de pausa, etc.) São coisas distintas: a animação, nas palavras da Andreia, é «verdadeiramente brincar e entreter as crianças com actividades super divertidas!» A FUNtoche tem pacotes de 4 e de 6 horas, e também o serviço completo, desde o cocktail – que é o que resulta em maior tranquilidade para todos.

Para os momentos de refeição, é sempre preferível que o espaço das crianças seja separado do dos adultos – mesmo que estejam todos no mesmo salão, os pequenotes deverão ter uma mesa só deles. E para as brincadeiras, serve o mesmo princípio: prever um espaço para que os miúdos possam estar à vontade. «Aquilo de que as crianças normalmente mais gostam é da nossa interacção constante com elas, do nosso envolvimento nas brincadeiras e jogos, e da relação que se cria entre os animadores e as crianças.»

Tivemos uns meninos que, quando voltaram para casa, perguntaram aos pais se no dia seguinte iriam voltar ao casamento porque queria estar connosco. Este é o melhor feedback que podemos ter!

Conta ainda a Andreia: «Houve uma noiva que me disse que a animação infantil foi o mais elogiado do casamento, a seguir ao seu vestido de noiva. Isso foi uma honra para nós!»

Pensem nisto a sério: proporcionar momento de descontracção e convívio aos pais dos vossos mini-convidados vai valer muito a pena, eles ficarão muito gratos por isso. Miúdos entretidos e felizes é igual a adultos relaxados e felizes. Assim é que todas as festas deveriam ser.

 

As fotos deste artigo são assinadas por Atmosfia.
Sobram dúvidas? Falem connosco, têm a caixa dos comentários inteiramente à vossa disposição. E não deixem de acompanhar todos os artigos de wise words que vamos publicando, sempre à segunda-feira.

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.