Created with Sketch.
Susana Pinto

Queres casar comigo? Um evento para noivos!

 

É já no sábado que abrimos a porta ao nosso belíssimo evento para noivos: “Queres casar comigo?“.

Dia 24 de Fevereiro, entre as 14h e as 20h, estamos à vossa espera nas Caves Ferreira, em Gaia.

Silva Carvalho Catering é o anfitrião, a escolha dos fornecedores é nossa e a bilheteira (a entrada é paga, no valor de 1 euro) reverte, na totalidade, a favor dos nossos queridos e valentes parceiros Encontrar+se. O trabalho que fazem é excelente e traz qualidade de vida às pessoas que sofrem de doença mental e às suas famílias. Se ainda não conhecem esta simpática e valiosa associação com sede no Porto, consultem a nossa página de parceiros.

Vão estar presentes mais de duas dezenas de fornecedores top, entre fornecedores seleccionados Simplesmente Branco e fornecedores convidados, cujo trabalho está alinhado com a nossa visão contemporânea do casamento, feita de qualidade, frescura e muito profissionalismo, das mais diversas áreas (fotografia de casamento, decoração, design floral, catering, convites, vestidos de noiva, sapatos de noiva, wedding planning e organização, acessórios e detalhes, jóias, cake design, iluminação, animação, etc.).

Se estão de data marcada, esta é uma óptima forma de conhecer de perto e de forma pessoal uma selecção cuidada de fornecedores de qualidade. Poderão ver o seu trabalho e conversar descontraidamente, num espaço bem decorado com uma atmosfera festiva. Se ainda não encontraram o spot certo para o vosso casamento, deixem-se deslubrar com a arquitectura industrial rústica das Caves Ferreira.

Contamos com a vossa visita e esperamos ter respostas e soluções para todas as vossas dúvidas e assuntos ainda por tratar.

Se são profissionais de casamento, venham beber um copo connosco e contribuam com o vosso donativo. Teremos muito gosto em receber-vos.

Este é um luxuoso lote de participantes, uma bela causa e um grande anfitrião.

Sejam muito bem-vindos!

 

 

À vossa espera, como o seu melhor trabalho e boa disposição, vão estar:

A Pajarita (convites de casamento), Crème Caviar (sapatos de noiva)  Design Events (decoração e wedding planning), Inspirarte (decoração), Jardin d’Èpoque (design floral), Jesus Peiró (vestidos de noiva), Jubela (acessórios), Jukebox (DJ), Lounge Fotografia (fotografia de casamento), DJ Nuno Rodrigues (DJ), Oceânica Photography (fotografia de casamento), Pilar Eventos (decoração), Pitada d’Amor (cake design), Por Magia (fotografia de casamento e decoração), Portugal Wedding Lights (iluminação), Queres casar comigo?– guia prático para um dia muito feliz (guia prático), Romã Eventos (organização de eventos), Saiotes & etc. (aluguer e decoração de eventos), Sopro Jewellry (jóias), Sweet Soul (cake design), Trintaeum (DJ), Um dia de sonho (fotografia de casamento) e Vive la Fête (acessórios e decoração).

 

As fotografias bonitas são do Luís Mateus, da Lounge Fotografia, e este é o casamento da Mariana + Xico, que já passou por aqui.
Como sempre, só vos mostramos coisas realmente bonitas!

Vemo-nos lá?

 

Susana Pinto

Casamento rústico em Alenquer: Alexandra + Francisco

A Alexandra + Francisco casaram em Alenquer em Setembro, esse mês da luz mágica e dourada.  Parceiros deste casamento bonito, foram uma boa meia dúzia de fornecedores seleccionados Simplesmente Branco: a fotografia e vídeo são do Miguel Ribeiro Fernandes, os convites e materiais gráficos são das meninas Amor e Lima  (assim como o bouquet de noiva) e da Molde Design Weddings, a maquilhagem ficou por conta da Kabuki Makeup by Rita Amorim, a decoração e catering são do Páteo Velho e a pista animada é da Jukebox.

O resultado é, claro, muito bonito. Da energia sorridente e muito contagiante da Alexandra, aos inúmeros abraços apertados, passado pelo segundo vestido (o da mãe!) e os belos pastéis à saída da igreja, com o topo de bolo da Senhor de si, há aqui muitos detalhes para vos deliciar e inspirar.

Bom fim-de-semana!

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Imaginámos um dia simples, descontraído em que conseguíssemos desfrutar tranquilamente de todos os momentos. Queríamos que tudo corresse da melhor forma possível, sem grandes preocupações e ter por perto as pessoas que nos são mais queridas, nunca faltando a boa disposição.

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Preparadíssimos! Foi um caminho feito com calma, porque já tínhamos algumas ideias em mente, o que tornou tudo um pouco mais fácil. Contudo, há sempre momentos de maior ansiedade mas que conseguimos lidar e superar muito bem.

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

Fomos sentindo muitas vezes ao longo de todos os meses de preparação (9 meses), sempre que alguma coisa era escolhida definitivamente, ficávamos muito felizes, tendo a certeza que a escolha seria a perfeita. Mas foi no próprio dia do casamento, que ao longo do dia sentimos que tudo estava a acontecer como tínhamos idealizado,  superando até, todas as nossas expectativas.

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

Tínhamos uma ideia muito vincada sobre o estilo de casamento, queríamos um casamento simples, elegante e muito descontraído. Ao longo dos meses de preparação foram sempre surgindo novas ideias, algumas fomos nós próprios a concretizar e para outras pedimos ajuda. Todos os pormenores pensados fizeram a diferença, tornado o dia ainda mais nosso. Fizemos uns Santo Antónios para todas as solteiras que não ficaram com o bouquet, as letras da pista, o nosso próprio photobooth. Deu-nos imenso gozo fazer e adoramos a reacção de todos os convidados. Contámos também com a ajuda da Amor e Lima, que tratou de todos os materiais gráficos e da Molde Design Weddings, que fez o livro de honra, o quadro para todos os convidados pintarem a sua impressão digital e a medalhinha que levei no meu bouquet.

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Tudo foi fundamental e importante, queríamos que todos vivessem o dia com a mesma intensidade que nós, que houvesse alegria e boa disposição.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

O mais fácil foi aproveitar e desfrutar ao máximo aquele dia maravilhoso, depois de tanta preparação, foi, sem dúvida, o mais fácil e delicioso. O mais difícil foi a escolha da quinta, uma vez que queríamos mesmo casar em Setembro, tornou-se complicado conciliar uma data, mas não podíamos ter escolhido melhor, um lugar lindo e muito acolhedor.

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

Foram vários os picos sentimentais sentidos ao longo do dia, mas a cerimónia é, sem dúvida, o momento mais marcante. A escolhermos um, foi o discurso feito pelo noivo no final da missa, que sensibilizou muito os convidados, deixando uma lágrima nos olhos da noiva.

 

Casamento rústico em Alenquer

 

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

E o pico de diversão?

O dia foi todo vivido em grande diversão, mas a nossa entrada na sala foi muito animada, sem ensaios, saiu na perfeição. Entrámos ao som da música dos Earth, Wind & Fire, September, passando por todas as mesas com um selfie stick conseguimos fazer um vídeo que ainda hoje não nos cansámos de ver. Não esquecendo também que fizemos o corte do bolo à porta da igreja, sempre acompanhados por uma banda de gaiteiros, contagiando todos os convidados pela música e animação.

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Um pormenor especial…

Contratámos um empregado falso, que com o seu ar cómico, desajeitado e descontraído se mistura com os convidados e faz-se passar por um verdadeiro empregado, servindo para além de refeições e cocktails, muito humor. Com ele a festa foi garantida.

Outro pormenor especial, após a nossa primeira dança, troquei o meu vestido pelo vestido de noiva da minha mãe numa versão curta, fez todo o sentido e adorei poder vestir o mesmo vestido dela no dia do nosso casamento.

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Não mudava nada, correu tudo como tínhamos planeado e na perfeição. Passou ftudo tão rapidamente…

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Casamento rústico em Alenquer

 

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Desfrutem todos os momentos, porque passa a voar. Não tenham medo de arriscar em fugir das regras e em ter um dia que seja à vossa imagem. Deleguem tarefas no dia, preocupem-se apenas em aproveitar a companhia daqueles de que mais gostam. É uma fase que deixa muitas saudades, por isso aproveitem tudo ao máximo.

 

E repetimos, agora em movimento, com o vídeo do Miguel Ribeiro Fernandes:

 


Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos: Amor e Lima e Molde Design Weddings;

local: Quinta das Rosas;

catering e decoração: Páteo Velho;

bolo dos noivos: pastéis de feijão regionais, da Pastelaria Serra da Vila em Torres Vedras;

fato do noivo e acessórios: Mister Man;

vestido de noiva e sapatos: vestido Pureza de Mello Breyner e sapatos Andiwonder;

maquilhagem: Kabuki make up by Rita Amorim;

cabelos: Lilia Costa;

bouquet: Amor e Lima;

ofertas aos convidados: saquinhos de linho com as inicias AF, feitos por uma costureira local de Torres Vedras com os típicos bolos de casamento da nossa região (bolo ferradura);

fotografia e vídeo: Miguel Ribeiro Fernandes;

luzes, som e Dj: Jukebox.

 

Susana Pinto

Um casamento no Alentejo: Maria + Tiago

Esta semana damos um pulinho a sul, para festejar o casamento no alentejo da Maria + Tiago, celebrado à luz dourada da planície e com um vibe bem moderno.

O trabalho bonito ficou a cargo da dupla  de fotógrafos D10PHOTO, o video é da Live Wedding Vídeo, e animada pista de dança, por conta da Jukebox, um belo trio de fornecedores seleccionados Simplesmente Branco.

Bem vindo, Dezembro, e bom fim-de-semana!

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Uma festa requintada e elegante, com poucas pessoas, a família e os amigos mais importantes, mas divertida.

A escolha do espaço refletiu o conceito que pretendíamos.

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Eu senti-me sempre tranquila. Com excepção da escolha do vestido, também muito devido ao facto de estar sob pressão pois estava, nessa altura, a preparar-me para a minha oral de agregação.

O Tiago teve dúvidas, e andou muitas vezes tenso e saturado.

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

Relativamente ao casamento em si, acho que nunca sentimos isso. Foi um caminho percorrido com alguma tensão mas naturalidade.

Relativamente à organização do evento, cremos que foi no dia em que escolhemos o espaço. E depois com o resultado final.

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

Totalmente fiel ao idealizado. TIvemos ajuda, sim. Suporte familiar, ajuda das amigas mais próximas, colaboração do próprio hotel onde celebrámos o evento. E ajuda por parte de todas as empresas com quem trabalhámos, principalmente com a Festa Aluga.

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Fundamental: que fosse um dia agradável, divertido e feliz para todos, tanto para nós como para os convidados.

Sem importância: num casamento não há qualquer detalhe que não mereça importância.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

Mais fácil: concordarmos com as ideias um do outro, e apoiarmo-nos sempre.

Mais difícil: para mim, a escolha do vestido. Gerir o estado de saturação do Tiago.

Para o Tiago, gerir as opiniões de terceiros.

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

O momento dos discursos.

 

E o pico de diversão?

A noite na festa, sentimos que deixámos de estar preocupados.

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Um pormenor especial…

A alegria e a felicidade estampada no rosto dos nossos convidados, refletida nas fotografias e no vídeo que resultaram no final.

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Não, nada.

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Escolham as coisas com antecedência, pois todos os pormenores são importantes e cada escolha leva o seu tempo.

A escolha do espaço é um momento importante pois reflete aquilo que os noivos pretendem transmitir.

Há pormenores que idealizamos mas que são impraticáveis. Às vezes a mudança pode levar a agradáveis surpresas.

Peçam ajuda e conselhos a profissionais.

Não se deixem levar pelas ideias de familiares ou amigos, porque no fundo o dia é vosso.

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

Casamento no Alentejo - D10Photo - fotografia de casamento

 

 

Os fornecedores envolvidos:

 

local e catering: L’AND Vineyards;

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss;

vestido de noiva e sapatos: MOD – My Own Dress;

maquilhagem: Andreia de Almeida MUA;

cabelos: Tânia de Sousa Hairstylist;

decoração: Festa Aluga;

fotografia: D10PHOTO;

vídeo: Live Wedding Vídeo;

luzes, som e Dj: Jukebox.

 

Marta Ramos

I Go Travel, In Love e Jukebox este sábado no Palácio de Seteais

O Hotel Tivoli Palácio de Seteais, em Sintra, abre as suas portas para um Wedding Atelier, no próximo sábado, dia 28, entre as 15h e as 18h30. Entre os participantes, contam-se três fornecedores seleccionados Simplesmente Branco:  I Go TravelIn Love | unique weddingsJukebox. Aproveitem o fim-de-semana bonito que se prevê e dêem um passeio até Sintra para conhecê-los ao vivo.

A I Go Travel tem uma equipa jovem, dedicada e totalmente focada em proporcionar aos noivos uma viagem de lua-de-mel única e inesquecível. Destinos paradisíacos ou grandes metrópoles, a vossa experiência começa aqui, com uma viagem criada à medida dos vossos sonhos e orçamento, com o maior profissionalismo.
Para além disso, podem também contar com os serviços da I Go Travel para vos ajudar na organização do casamento, nomeadamente no que diz respeito a tours, transfers e alojamento para noivos e convidados.

Na In Love | unique weddings desenha-se estacionário delicado para o casamento, a partir de templates personalizáveis em pequenos detalhes ou com layouts desenhados de raiz. A Inês Marujo e a Rita Pedro começam por conversar convosco e perceber exactamente aquilo de que precisam. Podem ser convites, menus e etc., mas pode também ser uma peça especial para o espaço do casamento, um presente espectacular para os convidados, adereços para photobooth ou um topo de bolo original. A In Love tem… e se não tiver, cria, especialmente para vocês.

Jukebox é produção audiovisual e animação musical de eventos. Mas também é diversão pura! A equipa técnica e artística da Jukebox excede sempre as melhores expectativas, com o seu profissionalismo, a sua criatividade e a sua dedicação. Além dos serviços musicais de DJs e Live Acts de Instrumentistas, dispõe dos recursos técnicos necessários para a produção audiovisual de qualquer evento – som, luz, imagem, estruturas e pistas de dança. A escolha é vossa.

 

 

 

 

Preparem-se para a visita dando uma vista de olhos nos artigos que já aqui publicámos sobre a I Go Travel, a In Love e a Jukebox. Aproveitem para tirar notas e depois esclareçam todas as vossas dúvidas com cada um deles, cara a cara – serão muito bem recebidos!

Fotos: In Love | unique weddings

Susana Pinto

Um casamento campestre e intimista: Inês + Manuel

E regressamos!

Abrimos a nossa agenda de publicações com um casamento campestre, doce e feito de conforto bonito, porque estas duas coisas podem andar de mãos dadas, como a Inês + Manuel vos irão demonstrar. As fotografias são da Adriana Morais e a pista de dança – o principal elemento da festa deste descontraído casal, esteve a cargo dos sempre profissionais Jukebox. Quanto se junta a fome com a vonta de comer, só pode resultar uma festaça cheia de animação!

Abrimos então a porta devagarinho, espero que tenham gostado da selecção de revistas de noivas em formato digital que publicámos no querido mês de Agosto para vos inspirar em modo non stop.

 

Fiquem então com o casamento campestre da Inês + Manuel, no Rio do Prado. Atentem nas belas sandálias vermelhas, no bouquet fofinho e nas palavras sábias.

Bom fim-de-semana!

 

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Retrato do noivo, por Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Na verdade, na altura nem sequer nos veio à cabeça como seria o dia do casamento. Ficámos semanas com um sorriso permanente no rosto, e a aproveitar o momento. Mas quando começámos a pensar mais a sério no casamento, já tínhamos uma ideia de que queríamos.

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Sapatos de noiva vermelhos

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Foi relativamente calmo, pelo menos no que diz respeito ao nosso conforto com a decisão. Já estávamos juntos há alguns anos, já vivíamos juntos também e o casamento foi um passo natural para os dois.

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Bouquet de noiva com peónias brancas e rosas

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

Foi logo na visita ao local. Estivemos bastante tempo à procura, corremos vários sítios pois tínhamos algo de muito específico na cabeça. Queríamos um evento intimista, e como tal um espaço que fosse acolhedor. Não queríamos nada muito over the top, pelo que o espaço tinha que ter um charme muito próprio, que desse para, com poucos adereços e decoração minimalista, se tornar especial e “nosso”.

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Penteado de noiva com flores naturais

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

Ficámos bastante satisfeitos com o resultado. Como referido anteriormente, tínhamos já uma ideia relativamente definida do que pretendíamos, e a organização do espaço foi sempre bastante proactiva e ajudou a limar as arestas que faltavam.

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

 

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Fundamental mesmo era a presença das pessoas próximas de nós e com quem queríamos partilhar o momento. Quisemos que o evento reflectisse isso de alguma forma. Não foi um casamento particularmente grande e quisemos fazer questão que todos se sentissem envolvidos na festa e passassem um dia feliz connosco. Depois somos ambos fãs de música, com gostos bem definidos, pelo que passámos algum tempo a fechar a playlist. O resto foi-se resolvendo “sozinho”.

 

decoração de casamento campestre no Rio do Prado

 

Decoração de casamento campestre no Rio do Prado

 

Decoração de casamento campestre no Rio do Prado

 

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

Mais difícil sem dúvida foi encontrar o espaço. Estivemos quase um ano à procura até conseguir encontrar um sítio que achássemos perfeito. Já estávamos quase a desistir dessa ideia meio romântica quando encontrámos o Rio do Prado. Mas foi mesmo perfeito.

Mais fácil terá sido a organização do evento em si. O espaço tem um catering prório bastante bom, e a equipa ajudou bastante na decoração, inclusivamente a criar peças próprias para o evento, o que reduziu bastante o número de intervenientes e facilitou muito a organização.

 

Retrato dos noivos com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Retrato dos noivos com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

 

Retrato dos noivos, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Retrato dos noivos

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

Não querendo cair no clichê, mas… sem dúvida os votos, que foram escritos por cada um de nós. As pessoas preparam-se e mentalizam-se, mas ouvir em voz alta, num momento como aquele, não tem preparação possível!

 

E o pico de diversão?

Difícil de dizer. Como o casamento foi mais intimista, com relativamente poucas pessoas, conseguimos estar sempre próximos dos nossos convidados, toda a gente estava envolvida na festa durante o evento todo. Mas vamos dizer a primeira dança (até porque não podíamos desperdiçar todo o treino que tivémos!)

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Naked cake em casamento campestre no Rio do Prado com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Um pormenor especial…

Casamos no aniversário do pedido de casamento, que é também o nosso aniversário de namoro. Não dava mesmo para ser mais especial, este dia.

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Do dia em si nada! Mas se repetíssemos, não iríamos passar a semana anterior ao casamento tão stressados com todos os pormenores, e aproveitaríamos ao máximo o build up de um momento que foi perfeito em todos os sentidos.

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Casamento campestre no Rio do Prado, com fotografia de Adriana Morais Fotografia

 

Algumas words of advice para as próximas noivas…

O dia de casamento é o VOSSO dia, mais do que qualquer outro que venham a viver. Toda a gente vai ter uma opinião, desde os amigos à família, e por vezes é difícil não nos deixarmos influenciar, mas não deixem de seguir as vossas ideias e não abdiquem de fazer do vosso casamento aquilo que desejavam, idealizavam e sonhavam!

 

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos: João Pereira

local, catering e decoração: Rio do Prado

bolo: Teresa Henriques Cake Design

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss

vestido de noiva e sapatos: vestido Pureza de Mello Breyner; sapatos H&M

maquilhagem: Mafalda Belo Maquilhadora

bouquet: Florista Lena das Flores

ofertas aos convidados: Casa Paciência

fotografia: Adriana Morais Fotografia

vídeo: Vítor Gordo

luzes, som e Dj: Jukebox

 

Save

Marta Ramos

SB no Spotify: a menina valsa?

Uma das novidades que introduzimos com a última remodelação do Simplesmente Branco foi a nossa conta no Spotify. A música é uma das personagens principais da história que vocês querem contar no dia do vosso casamento e, como tal, quisemos erguer um palco extra para os nossos fornecedores seleccionados de animação, para que possam conhecê-los um pouco melhor e escolher aquele que vos serve na perfeição. Podem já ouvir playlists especialmente desenhadas para vocês, assinadas por DJ Nuno Rodrigues, por DJ Fi e pela Jukebox. São muitas horinhas de música! E para não perderem as actualizações, só terão que seguir a conta simplesmentebranco.

Hoje, por exemplo, actualizámos a conta com uma playlist caseira. Escolhi cerca de uma hora de canções alternativas com o ritmo da valsa para que possam treinar em casa e fazer um brilharete no grande dia.  Inicialmente, pensei nisto como uma espécie de catálogo para vos ajudar a escolher uma canção para a primeira dança; mas confesso que depois de trabalhar um bocado na lista já estava viciada em ouvi-la de trás para a frente e da frente para trás. E porque não uma primeira hora de dança? Podem colocar os headphones e testar esta minha experiência. E, claro, depois deixem uma palavrinha nos comentários com a vossa opinião.

Esta playlist é 100% parcial: baseei-me nos meus gostos musicais e juntei (sem qualquer pretensão de criar uma sequência com os rigores de que só os DJ são capazes) uma quantas ‘valsas’ que eu gostaria de dançar, imaginando que me casava amanhã. E dançava-as todas!

A inaugurar, os The National pegam-nos pela mão com aquela delicadeza potente que faz deles, na minha opinião, imortais. Deixem-se levar devagarinho e apanhem a cadência, 1, 2, 3 – e se conhecerem a letra, puxem pelos convidados para terminarem todos juntos a cantar all the very best of us string ourselves up for love. Entra Elliott Smith, outro dos meus preferidos, com a sua Waltz #2, a dar passagem depois às duas únicas senhoras desta lista – só me apercebi disso no final, fica já a promessa de uma próxima playlist exclusivamente no feminino: Julie Delpy, que conhecerão melhor do cinema, e Fiona Apple, com o inconfundível piano e a voz grave. Beirut, Arcade Fire, REM, Radiohead, The Smiths, Coldplay, The Stranglers e INX são os restantes convidados – com os dois últimos a alegrar o ritmo.

Deixo-vos a cantar, em uníssono, and they could never tear us apart (o que me parece um excelente hino para um casamento).

 

 

 

 

 

 

 

Bonitas, as fotos, não são? Uma colaboração silenciosa, mas não por isso menos importante, neste nosso artigo, da duplo Um dia de sonho.

Este assunto de escolher uma música (ou mais) para cada momento especial do dia, de decidir que tipo de animação ter, de orientar os profissionais a contratar de modo a que a festa seja muito vossa mas, também, muito dos vossos convidados, tem muito que se lhe diga. Entretenham-se pela nossa conta Spotify enquanto lêem as wise words que escrevemos sobre o assunto, a meias com o João Marques, da Jukebox. Um manual de instruções precioso para que não vos escape nenhum pormenor e consigam a banda sonora à medida do vosso casamento.

Marta Ramos

Wise words: como escolher a banda sonora do dia do casamento?

As nossas wise words de hoje são musicais. A música é um dos principais ingredientes de qualquer festa que se preze, quanto mais de uma festa de casamento – até porque, neste caso, estamos a falar de uma banda sonora, com todo o compromisso que isso implica. O vosso dia terá vários momentos distintos, com mais ou menos formalidade, com mais ou menos emotividade, com mais ou menos intensidade. E claro que vão querer que a música seja adequada a cada um deles.

Assim sendo, não deixem este aspecto deslizar demasiado para o fim da lista de assuntos a tratar. Os bons profissionais de animação para casamentos têm a agenda bastante carregada, por isso vão querer começar a contactar os candidatos com antecedência; e, mesmo depois de feita a vossa escolha, há muitos pormenores a definir, pelo que convém começar o quanto antes.

E começar por onde? Pela pesquisa, aconselha a Jukebox, o nosso fornecedor seleccionado designado para nos guiar neste assunto:

Antes de dirigirem um pedido de informação aos profissionais que estão a considerar, façam uma pesquisa sobre os mesmos. Ao fazer a abordagem, demonstrem algum conhecimento e refiram precisamente quais foram os aspectos que despertaram o vosso interesse neste ou naquele projecto. Comuniquem de forma clara e objectiva quais são as vossas expectativas em relação à colaboração dos profissionais em questão na vossa festa.

Estamos a falar de uma actividade complexa e específica, rodeada de termos técnicos e de nuances – como os horários de participação dos profissionais numa festa, o tipo de equipamentos que têm disponíveis, o grau de alinhamento prévio da prestação do serviço versus os pedidos de última hora. A primeira coisa a fazer será, então, pesquisar, conhecer os diversos tipos de serviços existentes e dominar algum do vocabulário associado.

E a segunda? Definir exactamente aquilo que vocês querem. Um coro clássico na igreja, o trio de jazz a receber os convidados na festa, uma pista de dança a ferver pela noite dentro? E a abertura da pista? E o corte do bolo? Desenhem cada momento e visualizem (ou, melhor, ouçam com atenção) a música que os acompanhará na perfeição.

 

 

 

Há ainda um outro aspecto que devem acautelar previamente: os valores. Façam um pequeno estudo de mercado, perguntem a quem tenha casado recentemente, contactem alguns profissionais apenas com a indicação de que precisam de conhecer as balizas dos orçamentos que se praticam nos dias de hoje para se poderem guiar. Só assim estarão verdadeiramente equipados para reagir aos números que os vossos preferidos vos apresentarem.

Está então na altura de fazer os contactos. Já sabem que o nosso conselho é sempre no sentido de afunilar. Não adianta nada enviar emails impessoais a vinte fornecedores, porque nem eles serão capazes de vos responder cabalmente sem informações detalhadas nem vocês poderão avaliar o grau de adaptabilidade, de sintonia e de empenho do lado de lá. Por isso, pesquisem, peçam referências, vejam vídeos, leiam testemunhos de clientes e fixem uma mão cheia de eleitos. E, desses, contactem os três primeiros da lista com um email atencioso e bem explicadinho. Por exemplo, se não incluírem a data e o local no primeiro contacto, os fornecedores não poderão garantir-vos a sua disponibilidade. Apresentem os factos e a vossa ideia para o dia e, idealmente, agendem uma reunião presencial.

Tendo em conta que haverá certamente muito vocabulário técnico nas trocas de impressões, uma boa solução pode passar por solicitar o agendamento de uma reunião e pedir ao profissional que explique, em linguagem comum, o que representam todos os aspectos da prestação de serviços. – Jukebox

Uma das variáveis que encontrarão neste tipo de serviços é a do horário de presença dos profissionais na festa. Isto é importante? Para a Jukebox, sim: «Em Portugal, dependendo de uma série de factores, um casamento terá cerca de 12 horas de período útil, ou seja, 12 horas de aproveitamento real pelos anfitriões e convidados. Tendo isto em mente, faz sentido estabelecer os períodos de participação e as fases em que se inserem os diferentes fornecedores, acautelando os tempos de cada um. E o facto de se ter um período acordado com um limite previamente definido pode até potencializar o melhor aproveitamento desse serviço, saindo assim valorizada a prestação dos vossos fornecedores e, em última análise, a vossa festa.»

Faz sentido, de facto. Estamos a falar de pessoas, logo, de recursos de energia limitados. Não adiantará grande coisa contratarem um serviço sem limite de horas se depois os profissionais estiverem exaustos e se tornarem mecanizados ou repetitivos. Planeiem o vosso dia tal como querem que aconteça, articulem com o espaço a questão dos horários (até que horas é possível ter uma pista de dança a bombar) e apresentem essa informação devidamente organizada aos profissionais de animação com que forem reunir. Não se esqueçam de incluir as vossas preferências musicais e a caracterização do conjunto dos vossos convidados. Quanto mais informação transmitirem aos profissionais, melhor eles poderão ajustar o seu alinhamento ao perfil da festa que vocês desejam.

Este esforço de planeamento é recompensado com tranquilidade, no dia do casamento. Quanto mais detalhado for o trabalho prévio, quanto mais sintonizados estiverem os animadores com as vossas expectativas, mais se poderão libertar de preocupações no grande dia e serem simplesmente os anfitriões simpáticos e felizes. O resto rola por si.

 

 

 

Preparem com esmero a primeira dança, dando o devido relevo ao momento – seja qual for o vosso gosto musical! Façam-se anunciar e ao fim de alguns momentos, chamem os convidados à pista, envolvam-nos de forma feliz e divertida. Que tal combinar com o DJ uma música para os pais, outra para os padrinhos e ainda para os amigos? Façam as devidas introduções e convites para dançar e apresentem-nos com umas palavrinhas simpáticas. – Queres Casar Comigo?

Os detalhes, claro! Ficou para o fim mas não é de todo um assunto menor. É apenas aquele a que se poderão dedicar com atenção, depois de contratado o vosso profissional de eleição e de definidas as guidelines para a animação musical de todo o dia. Se um de vocês quiser surpreender o outro com uma canção; se andaram a ensaiar uma dança de arrasar para supreenderem tudo e todos na abertura da pista; se têm uma memória bonita de um filme e querem reproduzir o mesmo ambiente numa ocasião que seja importante para vocês, como a entrada na igreja ou o corte do bolo; se gostavam de surpreender os vossos pais, convidando-os para dançar ao som da música ‘deles’… Vale tudo para que o sonho se concretize. Planeiem, planeiem, planeiem – improvisos de última hora e interrupções do alinhamento dos profissionais não são boa ideia para ninguém. Mas, com tudo devidamente arrumado com antecedência, o céu é o limite!

Uma última ideia, que não tem a ver com estes profissionais especificamente mas sim com a noção de banda sonora do vosso dia: não se esqueçam de conversar com os vossos videógrafos sobre o estilo de música a escolher para o vosso filme. Afinal, essa banda sonora é mesmo para sempre.

 

Ainda se lembram do primeiro passo? Pesquisar: e é aqui que devem começar.