Created with Sketch.
Marta Ramos

Novidades felizes do Bouquet de Liz

Estamos quase a fechar para as nossas habituais férias de Agosto, mas ainda tenho tempo para vos contar que o Bouquet de Liz  tem novidades empolgantes. Conta-nos Maria do Rosário Pinho: «Na minha aldeia de Presa, no concelho de Mira, sempre existiu um armazém que eu nunca poderia imaginar que um dia viria a ser meu. Mas assim é! Escusado será dizer que este cantinho é o lugar mais bonito de Portugal, o que me deixa ainda mais feliz com esta nova fase.»

Trata-se, então, de um novo espaço Bouquet de Liz, situado no dito armazém, que está a ser recuperado para o efeito, estando prevista a inauguração para Setembro/Outubro. Para além dos materiais da empresa e da produção floral, este será também um tecto para partilha de ideias, organização de workshops e muita interacção com pessoas criativas e interessadas em ensinar e aprender.
Sendo numa aldeia, isso não faz deste espaço menos acessível: a região de Mira, no distrito de Coimbra, é muito bem servida de estradas, e Maria do Rosário Pinheiro tem recebido noivos de todo o país, que deixam invariavelmente um feedback muito positivo acerca do local e da sua tranquilidade: «Lembro-me sempre do poema do Alberto Caeiro quando entro e saio do trabalho. E foi isso também que me incentivou a assumir este espaço também para o atendimento aos clientes e não só para armazém.»

«Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo…
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer,
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura…»

Ficam já prometidos mais pormenores para a rentrée!

 

Decoração de casamento por Bouquet de Liz Decoração de casamento por Bouquet de Liz Decoração de casamento por Bouquet de LizDecoração de casamento por Bouquet de Liz Decoração de casamento por Bouquet de Liz

Vejam mais trabalhos com este toque apaixonado e elegante da Bouquet de Liz nos artigos que já lhes dedicámos; e consultem a ficha de fornecedor para verem imagens bonitas e recolherem todas as coordenadas de que necessitam para entrar em contacto com a Maria do Rosário e lhe pedir que traduza o vosso sonho em flores.

Marta Ramos

Wise words: escolher o bouquet

A partir do momento em que tiverem escolhido o vestido de noiva, podem passar a outra escolha muito importante: o bouquet – o tema das wise words de hoje. A ligação entre estas duas peças é inequívoca – o protocolo diz que o bouquet deve seguir a linha do vestido, com volume adequado à figura, primeiro, e ao estilo, a seguir.
Para um vestido clássico, de princesa, com saia imponente, poderá ser de leve caída ou redondo. As flores serão mais clássicas, de uma variedade (rosas, peónias, hortênsias, por exemplo), e de cores suaves e delicadas, harmonizando o conjunto.
Um vestido de linhas direitas e rico em detalhes, em meninas altas, pede um bouquet mais elaborado, com atenção às cores: harmonia e elegância são o mote, mais verduras e menos cores tornarão o conjunto mais refinado. Valem várias espécies, mas de uma cor ou em ton sur ton.
O estilo mais boémio e descontraído pede bouquets mais orgânicos e naturais. As formas são menos estruturadas e as misturas mais criativas. São os mais complicados de executar e seguramente os mais dispendiosos, já que dependem dum conjunto bonito das várias espécies. Fitas coloridas, tecidos bonitos ou fio rústico finalizarão na perfeição estes belos arranjos.
Para as meninas mais baixinhas, recomendamos uma versão muito mignonne. Um bouquet pequeno e harmonioso é o indicado, feito de flores pequeninas e delicadas.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

O bouquet é indissociável do vestido, certo; mas também dá a mão a outros intervenientes do vosso dia, sendo necessário ter uma visão alargada da big picture para que o todo resulte harmonioso. Começamos por chamar a atenção para o trio perfeito de que a Susana vos fala todos os domingos: bolo+sapatos+bouquet. Pensem numa cor dominante, no estilo, nos pormenores que poderão estabelecer a ligação entre todos estes elementos e depois deleitem-se com as fotografias fabulosas que daí resultarão.

Mas há mais, claro. As flores serão, muito provavelmente, um dos elementos decorativos mais presentes na vossa festa – uma grande parte dos nossos fornecedores seleccionados de flores trata, precisamente, de todos esses assuntos (do bouquet à decoração floral) e tudo se conjuga na perfeição. No caso de escolherem profissionais distintos para esses dois assuntos, então passem informação de uns para os outros para que possam sintonizar-se.

As flores também dão acessórios muito bonitos para o cabelo da noiva e para a lapela do noivo. Tenham isso em mente quando escolherem as vossas flores, e aconselhem-se com o vosso fornecedor – algumas espécies podem não resultar tão bem em boutonnières, por exemplo.

Então, com base nestas linhas de orientação, como podem passar à escolha de facto? Digamos que há dois factores decisivos – nesta e em todas as outras decisões que terão que tomar durante a organização do vosso casamento – a ter em conta: a inspiração e a audição! Naveguem abundantemente pelos vossos sites de referência, vejam atentamente os casamentos que vamos publicando, analisem ao pormenor as fichas dos nossos fornecedores (que têm muitas imagens para vos deliciar) e criem álbuns no pinterest. O que for preciso para reunirem um lote de imagens que vos agrade. Depois disso, contactem os vossos três profissionais preferidos e escolham aquele com quem irão trabalhar.

Aqui, entra a audição – escutem os especialistas na matéria, façam valer a vossa vontade, claro, mas saibam também onde terão que ceder para acautelar sobressaltos. Por exemplo, sempre que possível, escolham flores da época e de produção nacional. Para além da evidente diminuição da pegada ecológica, não querem ter que passar pela angústia de ver a data aproximar-se e não ver a encomenda chegar.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Outra cautela importante: peçam sempre uma segunda opção ao vosso fornecedor de flores. O mercado floral é cheio de imprevistos (pragas, intempéries, greves de transportadores, aumentos nos combustíveis…), que se reflectem na disponibilidade e preço final do produto. O orçamento é pedido com meses de antecedência, mas encomenda é feita uma ou duas semanas antes, as surpresas não são tão improváveis quanto isso.
Considerem o peso do arranjo e falem sobre isso, é relevante. Vão passar uma boa parte do tempo com o bouquet na mão, quanto mais leve e resistente ao manuseamento, mais confortável e fotogénico será. Não se esqueçam dele a um canto durante as fotografias, se investiram tempo e dinheiro nesta peça tão especial e pessoal, merece retrato próprio e dedicado.
Quanto a valores, não há paralelismo entre os preços da florista do bairro a um bouquet finalizado: para garantir meia dúzia de peónias em perfeito estado de maturação no grande dia, encomendam-se 30 pés (estragam-se, não vêm em condições, abrem demais ou abrem de menos, só se encomendam em lotes, etc) e a taxa de desperdício é muito grande. O valor final do bouquet somará o custo das flores (e verduras), a sua variedade, a qualidade das fitas e acabamentos, e o talento criativo e de execução do profissional: não pode ser pouco, mas será a justa retribuição por uma peça que vos fará quase tanta companhia como o noivo, pelo menos na primeira parte do grande dia, e que ficará imortalizada nas imagens registadas. Sim, estas flores são mesmo para sempre!

 

As fotografias deste artigo são da autoria de Luís Ala e registam um bonito trabalho de design floral da Bouquet de Liz.
Sobram dúvidas? Falem connosco, têm a caixa dos comentários inteiramente à vossa disposição. E não deixem de acompanhar todos os artigos de wise words que vamos publicando, sempre à segunda-feira.

Susana Pinto

À conversa com: Bouquet de Liz – decoração floral para casamentos

Hoje conversamos com a Rosário Pinho, da Bouquet de Liz, decoração floral para casamentos. É uma conversa feita de nuances poéticas, inspiração e memórias pessoais. Uma bela conversa, portanto, que reflecte a visão da Rosário sobre o seu negócio e a forma como traz um assunto que lhe é tão querido e pessoal, as flores, para junto dos seus clientes, os noivos, como forma de expressão criativa.

Eu e a Rosário ainda não nos conhecemos pessoalmente, mas depois desta entrevista, tenho imensa vontade de me sentar com ela para um chá e vê-la criar um belo bouquet de noiva.

Tenho a certeza de que vocês também!

Na época em que vivemos a evolução da ciência na produção agrícola e a maior rapidez nos transportes internacionais permite termos praticamente qualquer flor em qualquer época do ano. Mas já provaram morangos em dezembro e em abril? O sabor nunca será o mesmo. Nas flores também é assim. Tento sempre explicar isto, mas em última análise se só gostarmos de morangos e for dezembro, tentarei descobrir os mais saborosos…

Como começou o projecto Bouquet de Liz?

É uma herança da minha mãe. Sempre adorou flores e decoração. Era proprietária de uma loja de móveis relativamente grande. Eu cresci com o cheiro a verniz e a cera. O deslumbre pelas formas, pela magia de tornar um pedaço de madeira numa peça de mobiliário. Para mim a arte, era aquilo. A minha mãe estava sozinha e a determinada altura tornou-se difícil continuar. Um dia disse-me que ia arriscar, que queria fazer das flores o mundo dela. Então, em 2000, tornámos esse hobby numa profissão. Fez várias formações, wokshops e mais tarde passou também a dar formação. Sendo eu filha única e com a morte do meu pai em miúda, éramos inseparáveis. Acompanhava-a a todas as formações, exposições, fornecedores. Nasceu uma paixão que continua a crescer. Enquanto estudava, trabalhava no mundo encantado das flores. Mais tarde, quando terminei a licenciatura, tive outra profissão mas que conjuguei sempre com os casamentos ao fim-de-semana. Um dia, por razões menos boas, tive que decidir, abandonei a outra profissão e abracei este projeto.

Chama-se Bouquet de Liz, porque a flor de Liz era a preferida da minha mãe. Este projeto continua sempre com ela, ainda que apenas dentro do meu coração.

 

Como define a sua assinatura?

Gosto de flores. Estou sempre aberta a novas propostas e desafios. Se tenho alguma característica particular, não sei traduzir em palavras. O amor não se explica. A minha relação com as flores também não.

 

Esse estilo faz parte do ADN da marca ou é um conceito que escolhe para explorar e trabalhar este ano? Porquê?

Procuro sempre mais. Procuro explorar novos caminhos, novas formas de contruir uma composição floral. Procuro aprender sempre mais e sei que nunca saberei o suficiente. Viajo sempre que posso e sempre que viajo tento trabalhar com flores, qualquer que seja o país. Gosto de um arranjo simétrico e carregado de flores e gosto de Ikebana. Gosto de arranjos contemporâneos, que obedecem quase a uma geometria e gosto de um molho de margaridas que apanhei no campo e amarrei com um fio de corda. O bom de trabalhar com flores também é isso, poder explorar caminhos diferentes em cada projeto. Honestamente, só me interessa que os meus noivos sejam felizes, e se o forem com o meu trabalho, o meu dia valeu a pena.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

As tendências da estação… são um assunto de trabalho ou apenas fait divers?

Leio, informo-me, procuro. Tento perceber toda a dinâmica da tendência da estação nos diferentes universos… na moda, na decoração, na pintura…Não acho que seja um fait divers e é preciso estar atento a todo um conjunto de criativos que lança tendências e cria “moda”.

Mas depois não há dois casais iguais, por isso as tendências que são válidas para uns são um disparate para outros. Atualizo materiais e invisto muito nessa procura, mas essa não será nunca a minha premissa nem o início de uma conversa.

 

E as estações do ano, o ritmo e produção de cada época, são influências, contingências ou indiferenças nestes tempos globais?

Na época em que vivemos a evolução da ciência na produção agrícola e a maior rapidez nos transportes internacionais permite termos praticamente qualquer flor em qualquer época do ano. Mas já provaram morangos em dezembro e em abril? O sabor nunca será o mesmo. Nas flores também é assim. Tento sempre explicar isto, mas em última análise se só gostarmos de morangos e for dezembro, tentarei descobrir os mais saborosos…

 

Tem espécies favoritas ou a beleza e potencial são características transversais a todas as flores e plantas?

Não consigo selecionar uma favorita. Não consigo mesmo! Para cada contexto existe sempre uma seleção mais válida, claro. Nesse contexto, a seleção das flores, das cores, é muito importante e adoro fazê-lo. Mas para trabalhos pessoais, por exemplo, sempre que estou num fornecedor, pareço uma criança numa loja de doces.

 

Ter o controle das decisões é importante? Tem uma perspectiva perfeccionista e específica sobre o resultado e a forma como quer que o seu trabalho seja mostrado e vivido, ou é o prazer de discutir ideias, de criar e acompanhar o processo, que lhe interessa mais na relação com cada projecto, cada cliente?

Não posso ser presunçosa e acreditar que a minha perspetiva é mais válida que a das pessoas que me procuram. Se assim fosse, o processo criativo era muito limitado. Aprendo imenso com os noivos. É da partilha de ideias, do ouvir o outro, que nasce um projeto.

Isso não invalida que seja executado com o melhor que sei, com o contributo que cada profissional da minha equipa tem para dar, com exigência e perfeccionismo.

 

Decoração de um casamento com flores, por Bouquet de Liz (14)

 

Decoração de um casamento com flores, por Bouquet de Liz (11)

 

Decoração de um casamento com flores, por Bouquet de Liz (13)

 

Existem fórmulas vencedoras que aplica, ou cada projecto de decoração floral é pensado totalmente de raiz?

Se há fórmulas mágicas e vencedoras, na arte ou na vida, eu não as conheço. Existem naturalmente conceitos básicos para ambos. As emoções dos noivos, dos pais, das irmãs… também fazem parte do nosso trabalho e isso não obedece a fórmulas. Por isso, cada projeto é único.

 

Onde busca inspiração para cada nova temporada de trabalho?

Em tudo. Tudo mesmo! Mas se existe alguma coisa que me faça mais feliz que trabalhar, é viajar. Talvez essa seja a minha maior fonte de inspiração. Mas também o trabalho de colegas, de profissionais que admiro, de feiras nacionais e internacionais, de blogs e livros da área, de exposições… e do Simplesmente Branco, claro!

 

E nos momentos de fadiga criativa, como refresca a mente e o olhar?

Admito que às vezes é difícil. Trabalhar para a felicidade dos outros é exigente e não existe espaço para falhas. E isso, por vezes, consome muita energia e vitalidade. Depois lê-se um livro, bebe-se um copo de vinho com bons e velhos amigos e adormece-se a pensar na voz doce da minha mãe. O dia seguinte é de certeza muito melhor.

 

Como é o seu processo de trabalho, como cria uma ligação com os seus clientes?

Gosto de pessoas. Gosto de falar e partilhar ideias. Ou acontece naturalmente, ou não vale a pena simular simpatias. Se não for possível construir uma relação de empatia e por vezes amizade, então trata-se com respeito, é isso que se pede a um profissional.

 

Casamento decorado por Bouquet de Liz (3)

 

Casamento decorado por Bouquet de Liz (2)

 

Casamento decorado por Bouquet de Liz (4)

 

Qual é a melhor parte de trabalhar com flores e plantas, em decoração? E o mais desafiante e difícil?

A melhor parte é a criação. Não sei desenhar, com grande pena minha, por isso as flores preenchem a minha necessidade de criar, de contruir coisas com as mãos. De olhar e pensar que fui eu que fiz e que é apreciado. A parte difícil é a volatilidade e a perecibilidade.

Fazer uma composição floral com algumas flores é um desafio. Basta um raio de sol e já não são o que construímos. Têm vida e isso muda tudo. Colocar 20 ou 30 arranjos florais que estejam frescos desde o início ao fim da festa com 30 graus também não é tarefa fácil!

 

O seu trabalho não se resume a decoração floral. Que outros serviços prestam aos noivos?

Nasceu realmente apenas com flores, no entanto, com o passar do tempo e a entrada do meu marido na empresa, cresceu noutros sentidos. Atualmente fazemos a decoração completa do casamento, desde as flores, mobiliário, iluminação. Temos também vários materiais para alugar. Este ano, criámos um departamento de criação gráfica, que anteriormente fazíamos em regime de outsourcing. O serviço de wedding planner surgiu naturalmente a pedido de várias clientes, que contam com os muitos anos de experiência que temos na área.

 

Qual foi o casamento em que mais gostou de trabalhar? Porquê?

A empresa fará no dia 14 de fevereiro 19 anos. Não consigo isolar um. Houve muitos momentos bonitos em diferentes casamentos. Já chorei em alguns …

 

Escolha uma imagem favorita do seu portfolio e conte-nos porquê:

 

Bouquet de Liz - bouquet de noiva e decoração floral para casamentos

 

O casamento resume-se a amor, a um noivo que se desmancha em lágrimas quando a noiva chega, a caminhar juntos e a permitirem que façamos parte desse momento.

Escolhi esta foto porque, além do bouquet e da coroa de flores que adoro, simboliza tudo o que disse anteriormente.

 

 

Os contactos detalhados da Bouquet de Liz estão na sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, feita de belos filmes, e contactem a Rosário Pinho, directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

 

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

 

Marta Ramos

Romance no palacete, por Bouquet de Liz

A Casa do Vinho Verde, sede da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes desde meados da década de 1940, é um dos mais ricos exemplares arquitectónicos do abastado período dos «brasileiros de torna-viagem» na cidade do Porto. Em meados do séc. XIX era mesmo considerada a casa mais luxuosa da Invicta – na altura, denominada Palacete Silva Monteiro. Hoje é também anfitriã de eventos e a Bouquet de Liz foi convidada a criar um editorial que mostrasse os encantos do espaço.  Conta-nos Maria do Rosário Pinho: «Quando conheci o palacete, apaixonei-me pela arquitectura, pelas cores e pelo intimismo do espaço. Os marsalas das paredes, o dourado dos lustres e dos pormenores incríveis dos tectos e dos frisos, os vermelhos das tapeçarias foram a base para a minha escolha das cores. A selecção das flores passou muito pelo ar mais bucólico e romântico que poderiam imprimir e que contrastasse também com a imponência do espaço.

O jardim, que mantém ainda a maioria das árvores originais e com uma vista maravilhosa para o Douro,  foi sem dúvida também uma inspiração.

As orquídeas, hydrangeas e rosas mini foram as escolhas fundamentais, mas que combinei com flores mais silvestres como a flor de cera e o eucalipto, bem como algumas flores preservadas como as rosas inglesas, que estão quer nas aplicações do vestido, quer no toucado. Para um dos bouquets usei ainda anémonas e ranunculos – que são, possivelmente, as minhas flores favoritas na primavera.»

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Créditos:

 

styling e decoração: Bouquet de Liz – Maria do Rosário Pinho

fotografia: Memorabilia Studio

vídeo: Daniel Sousa

maquilhagem: Noémia Pereira

vestido: by TFNC London, modificado com véu e aplicações florais pela Bouquet de Liz

modelo: Mafalda Tavares

 

Vejam mais trabalhos com este toque apaixonado e elegante da Bouquet de Liz nos artigos que já lhes dedicámos; e consultem a ficha de fornecedor para verem imagens bonitas e recolherem todas as coordenadas de que necessitam para entrar em contacto com a Maria do Rosário e lhe pedir que traduza o vosso sonho em flores.

Susana Pinto

Um casamento simples e elegante: Sofia + Paulo

Esta semana é fechada em modo singelo: com o casamento simples e elegante da Sofia + Paulo, em Coimbra.

Sabedores do que desejavam (e do que não queriam), prepararam um dia à sua medida: “o mais natural possível, rodeados dos amigos e família mais próximos”.

Escolheram os seus fornecedores com o mesmo foco e, entre eles, estava a Bouquet de Liz, fornecedora seleccionada Simplesmente Branco, que se esmerou na decoração e bouquet da Sofia.

Sem mais demoras, fiquem com o casamento simples e elegante da Sofia + Paulo e tenham um óptimo fim-de-semana.

 

Um aviso nosso: na próxima semana, estaremos em modo adormecido: vamos estar a arrumar a nova casa The Destination, com toda atenção e entusiasmo.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Não imaginámos propriamente o dia, mas sim uma vida inteira.

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Sentíamo-nos preparados porque tínhamos bem presentes que queríamos um dia o mais natural possível, rodeados dos amigos e família mais próximos.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

No decorrer de todo o dia, foi tudo perfeito. Mas o sentimento de satisfação no final do dia foi especial.

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

O resultado correspondeu 100% às expectativas que fomos construindo. Desde o início sabíamos bem aquilo que não queríamos, o que tornou muito mais fácil perceber o que queríamos.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Fundamental para nós era sem dúvida que o dia fosse à nossa imagem, de forma simples mas elegante. As coisas que valorizamos teriam de estar presentes, que eram na verdade muito poucas – amigos, família, um espaço agradável e um excelente serviço. Tudo o resto considerámos desde sempre acessório.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

O mais fácil foi a escolha do espaço e dos fornecedores que nos entenderam perfeitamente e com quem gostámos muito de trabalhar. O mais difícil foi perceber que o dia passava tão rapidamente e que iria terminar.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

A despedida

 

E o pico de diversão?

Um questionário surpresa que os nossos padrinhos e madrinhas organizaram para todos os convidados.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Um pormenor especial…

Não conseguimos individualizar um pormenor especial, porque todo o dia foi um pormenor. Mas o facto de ter sido um casamento muito jovem e simples, foi algo muito apreciado por todos.

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Nada

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Não complicar. Perceber o que é realmente importante e imprescindível nesse dia. Nos pontos em que há dúvidas, não há dúvida.

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Casamento simples e elegante em Coimbra, com decoração Bouquet de Liz

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos: Markate;

catering e bolo: Encontrus;

vestido de noiva e sapatos: UHMA;

maquilhagem: Vanessa Kuzer Makeup;

bouquet e decoração: Bouquet de Liz;

fotografia: Luís Ala;

luzes, som e Dj: Dj Xico.

 

Marta Ramos

How do you share your life with somebody?, por Torga Emotion & Films

Foi em Abril de 2015 que o José, durante uma viagem pela Ásia, pediu a Brenda em casamento num rooftop em Bangkok, à noite e com vista sobre a cidade. Foi tudo organizado por ele e completamente inesperado para ela. Quando chegou a altura de organizar o casamento, aí tanto o José como a Brenda perceberam que precisariam de ajuda de profissionais de confiança – sobretudo porque o casal vive em Inglaterra.

Aquilo que mais desejavam para o seu dia era que a decoração e o ambiente fossem ao encontro do seu estilo e que os seus convidados desfrutassem igualmente de todos os momentos da festa. Já sabemos que foi um sucesso (por exemplo, a música na igreja, a cargo do Coro Génesis, foi amplamente elogiada).

Queríamos criar um ambiente romântico, elegante e clássico, mas ao mesmo tempo simples e dando importância aos pormenores. Para o fazer, escolhemos as cores branco e dourado como base para toda a decoração e styling, assim como velas e abundância de flores.

O momento preferido do casal durante todo o processo foi construir, juntamente com a Bouquet de Liz, o projecto para a criação do ambiente e decoração quer para a igreja quer para o espaço da festa. E o resultado foi 100% aquilo que sempre idealizaram.

Fiquem com o bonito vídeo com os highlights do grande dia, assinado pela dupla Torga Emotion & Films, e também com algumas imagens a destacar pormenores do trabalho da equipa Bouquet de Liz.

 

 

 

Casamento decorado por Bouquet de Liz (4)

 

 

 

 

 

Créditos:

 

convites e materiais gráficos: Silvia Filipe convites e lembranças + Bouquet de Liz

espaço: Palácio da Borralha

catering: Iguarias Sábias

fato do noivo e acessórios: Emporio Armani

vestido de noiva e sapatos: Pronovias e Jimmy Choo

maquilhagem e cabelos: Vanessa Kuzer (maquilhagem) e Katia Scerbika (cabelos)

flores e ofertas aos convidados: Bouquet de Liz

fotografia: Cropless

vídeo: Torga emotion & films

dj: DJ D’jav

música – igreja: Coro Genesis

animação: Spirit

iluminação: Dj D’jav + Bouquet de Liz

assessoria: Bouquet de Liz

Marta Ramos

Flower crush, por Bouquet de Liz

Maria do Rosário escolheu trabalhar com flores porque cresceu a ver a sua mãe decorar casamentos. Herdou não só o amor pela arte floral mas também o conhecimento. Hoje, juntamente com o marido, lidera uma equipa que presta uma ampla variedade de serviços, que inclui concepção gráfica, iluminação e concepção integral de eventos, e a sua realização decorre das emoções que o seu trabalho proporciona.

Orgulho-me de criar laços com os noivos e com as suas famílias. De proporcionar um trabalho de excelência que corresponda à expectativa de cada momento. De encarar cada casamento como único e irrepetível.

Para a Bouquet de Liz, uma festa memorável é a soma de todos os detalhes depositados em cada pormenor, feitos com todo o seu saber: não têm preferências de estilo nem impõem um gosto pessoal. Mais do que um trabalho apenas, é uma paixão. E o que concretizam resulta do diálogo com cada um dos seus clientes.

No caso do casamento que vos mostramos hoje, os noivos tinham uma ideia muito clara das cores a usar. Transmitiram-na à Bouquet de Liz e a equipa imaginou uma predominância de flores campestres, com recurso abundante a verdura; visualizou árvores dentro da igreja e peças decorativas a compor o seating plan; e rejubilou com a sugestão do casal de criarem um photobooth inteiramente composto por flores! Todas as sugestões foram bem acolhidas pelos clientes e assim se puseram mãos à obra, criando-se um ambiente flower crush romântico e com um ar espontâneo, autêntico, fresco e vivo. Confiram as fotos de João Nogueira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vejam mais trabalhos com este toque apaixonado e elegante da Bouquet de Liz nos artigos que já lhes dedicámos; e consultem a ficha de fornecedor para verem imagens bonitas e recolherem todas as coordenadas de que necessitam para entrar em contacto com a Maria do Rosário e lhe pedir que traduza o vosso sonho em flores. Ela domina o idioma, é garantido!