Created with Sketch.
Marta Ramos

Wise words: Lembranças para os convidados

É mais um dos itens da lista de tarefas que parece coisa fácil de resolver e, por essa razão, costuma ser empurrado para baixo – e depois chega a hora H e entra-se em pânico: o que oferecer aos convidados que diga ‘obrigado por terem vindo’, que seja bonito e que demonstre que vocês pensaram de facto nas pessoas que irão receber as vossas lembranças? As nossas wise words são dedicadas a ajudar-vos a resolver este assunto com elegância e simpatia.

Os nossos fornecedores seleccionados têm várias opções de objectos bonitos que vocês podem personalizar, e que cumprirão muito bem a tarefa de agradecer a presença dos familiares e amigos que partilharam convosco o vosso dia feliz.

. Precisamos mesmo de oferecer alguma coisa aos convidados?
. Não, já lhes estão a proporcionar uma festa e pêras, refeição e baile incluídos. No entanto, agradecer a gentileza da presença é sempre simpático e há maneiras bonitas e simples de o fazer: a mais directa ao coração, é escolherem uma instituição e fazerem um donativo em nome dos convidados. Podem mencioná-lo num pequeno cartão que acompanha um bombom, ou na altura do brinde. – Queres casar comigo?

Foi partindo desta premissa que abrimos criámos a secção PARCEIROS SIMPLESMENTE BRANCO, uma porta aberta a instituições cujo trabalho admiramos. Sabemos que vocês valorizam muito cada um dos convidados do vosso casamento e que lhes querem agradecer a presença com uma oferta de coração. O que melhor do que contribuir, em nome deles, para o bem de quem mais precisa? Quando os vossos convidados receberem um bonito cartão ou um objecto a dizer-lhes que, por intermédio vosso, ajudaram um boa causa, vão saber que o mundo está um bocadinho melhor graças a todos vocês. E isto, meus caros leitores, é amor.

 

 

 

 

«É uma ideia genial, acreditem! Acabam com a pegada ecológica, facilitam alguma logística, ajudam quem precisa, à medida da vossa generosidade, sensibilizam os vossos convidados e amigos e podem, com isso, gerar  toda uma cadeia de partilha de conhecimento e valor para com a instituição que escolheram, de forma pública, informada e, com uma dose de optimismo, viral (e que bonito que isso pode ser…!).

AS QUE SUGERIMOS NA NOSSA LISTA partem de escolhas pessoais, minhas e da Marta: porque conhecemos pessoas envolvidas de ambos os lados (quem lá trabalha e quem foi ajudado), e por contactos profissionais que vamos tendo – todos estes projectos são valiosos e muito importantes nas comunidades que servem, e revemo-nos neles. Já o dissemos – É A NOSSA PARTE FAVORITA DO NOVO SIMPLESMENTE BRANCO.

Considerem doar 1% do vosso orçamento a uma instituição à vossa escolha (é isso mesmo, unzinho!), como substituto das lembranças para os convidados. – Susana Esteves Pinto

Se a ideia vos faz sentido mas ainda assim vos deixa uma sensação de falta – gostavam mesmo de entregar algo de físico aos vossos convidados – juntem o melhor de dois mundos, pois então. Temos três sugestões para arrumarem com graça e com estilo a questão.

A primeira são os chocolates absolutamente divinais da Pedaços de Cacau: seja um bombom, uma pequena tablete, um lollipop – sob diversas formas, o chocolate belga com recheios sumptuosos como o limão, o mel ou – imaginem! – o manjerico, deixará garantidamente uma impressão inesquecível nos apreciadores de coisas verdadeiramente boas.

Outra ideia, que pode ser complementar à primeira, distribuindo ambas pela lista de convidados (mas com critério, e nada de divisões por género!) são as adoráveis garrafinhas de Licor Beirão. Os vossos amigos e familiares vão regressar a casa de coração cheio, um sentimento simbolizado neste brinde de casamento: uma pequena garrafinha que leva, no seu interior, anos e anos de afectos e paixão diluídos naquele que é unanimemente considerado como o licor de Portugal.

A nossa terceira sugestão volta a apontar o foco à instituição que vocês escolherem para brindar com 1% do vosso orçamento: peçam à Molde Design Weddings, à Diferente, à Amor à Portuguesa ou à Caramelo que vos desenhem um cartão bonito ou outro objecto gráfico em que agradecem aos vossos convidados a vinda ao vosso casamento e ainda lhes comunicam que, graças à presença deles, muitos sorrisos se acenderão. Podem também, claro, fazer a encomenda directamente ao vosso fornecedor de convites.

 

 

 

 

Seja qual for a vossa escolha, seja qual for a combinação por que optem, estarão garantidamente a fazer uma boa acção e a inspirar todos os vossos convidados a repetirem o gesto, a acompanharem o trabalho daqueles que vocês decidiram ajudar, e a passar a palavra – nas próximas celebrações, nos próximos casamentos, nos eventos empresariais, onde quer que esteja alguém que constasse da vossa lista, haverá uma possibilidade de que o vosso exemplo seja seguido. Pay it forward, uma receita de uma genialidade absolutamente simples, capaz de mudar o mundo!

Neste momento, encontrarão na nossa sala de visitas dedicada aos Parceiros SB cinco instituições cujo trabalho admiramos profundamente: o Olha-Te, sediado nas Caldas da Rainha, que apoia doentes oncológicos e os seus companheiros de luta com actividades de carácter artístico, lúdico e de desenvolvimento pessoal; a Operação Nariz Vermelho, que espalha alegria pelos nossos hospitais; a Make-a-Wish, que realiza desejos e enche corações; a ENCONTRAR+SE, que encontra caminhos para uma vida com qualidade apesar da doença mental; e a ASBIHP, que se dedica à capacitação e superação das dificuldades de pessoas com Spina Bífida e/ou Hidrocefalia.

Estes são os nossos Parceiros, so far; mas se tiverem algum projecto de estimação a quem queiram dedicar este gesto, força. Acompanhada de um chocolate, de um licor, de um cartão, seja como for, a notícia do vosso donativo em nome dos vossos familiares e amigos será mais um momento de amor no vosso dia. E que melhor lembrança de casamento do que um momento de amor?

Marta Ramos

Manjericos como nunca os viram (ou provaram), por Pedaços de Cacau

Começou por ser uma festa pagã, com origem no solstício de verão, em celebração da fertilidade, das colheitas e da abundância, e mais tarde juntou-se à data a comemoração do nascimento de São João Baptista. De 23 para 24 de Junho é farta a festa naquela que é conhecida como a noite de São João, acerrimamente vivida no Porto mas também um pouco por todo o país. Está mesmo quase… e este ano tem doçura acrescida, já que a Raquel, a nossa artesã de Pedaços de Cacau deliciosos, decidiu contribuir com a criação de Bombons de Manjerico – verdadeiros Pedaços de São João!

Este novo bombom tem um travo a verão, um sabor requintado e, essencialmente, surpreendente. Isto porque, para a maior parte de nós, o sabor do manjerico é desconhecido. Estamos habituados a cheirá-lo, mas comê-lo é outra história…

Uma história extremamente criativa e d-e-l-i-c-i-o-s-a! Ah, e exclusiva: os Bombons de Manjerico só estarão disponíveis durante a época dos santos populares e do verão. Não percam a oportunidade de surpreender os vossos convidados com uma lembrança que acrescenta o paladar aos sentidos guardadores de boas memórias do vosso casamento – ou então, para marcarem a diferença em grande estilo, que tal um bolo dos noivos composto por camadas e camadas de bombons de chocolate belga negro com recheio cremoso de manjerico? Genial.

Reparem ainda nas novas embalagens da Pedaços de Cacau, desenhadas a partir de um padrão de azulejos e com cores alegres.

 

Novas embalagens Pedaços de Cacau

 

 

Bombons de Manjerico por Pedaços de Cacau II

 

Acompanhem aqui os posts que vamos publicando acerca das delícias que a Raquel vai apresentando… e falem com ela para acrescentarem um toque doce e sofisticado ao dia do vosso casamento.

Susana Pinto

Um casamento cheio de festa: Maria Edite + Ricardo

Fechamos a primeira semana na nova casa, com o primeiro casamento do ano: Maria Edite + Ricardo.

A ajudá-los na concretização do mais bonito dos dias, estiveram a Lounge Fotografia, que captou estas belíssimas imagens, a Vanessa & Ivo – Handmade Films, de quem mostramos o teaser, e as lembranças para os convidados fora os deliciosos bombons da Pedaços de Cacau.

O que dizer sobre este casamento delicioso? Pois que tudo foi muito bem pensado: comida deliciosa e entretenimento desde o primeiro momento, que teve início à saída da igreja com um brinde de minis, espumante e uma fanfarra. Seguiu daí sempre ao som da música e de uma alegria contagiante!

A Maria Edite faz um belo comentário que é também um óptimo conselho: casou fora de época, quando todos os fornecedores estão fresquíssimos e muito disponíveis. Se ainda têm dúvidas, é só confirmar quão bonita foi a festa deste par de noivos!

Rematamos apontando o dedo ao vestido tão bonito, e, claro, aos sapatos épicos e muito apreciados deste lado: uns Guava rosa blush, os nossos favoritos: que bonita combinação!

Sem mais delongas, um casamento chio de festa: Maria Edite + Ricardo.

 

 

 

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Imaginávamos um dia de festa, junto dos nossos familiares e amigos, só não sabíamos onde. Tínhamos três hipóteses, na terra da noiva, em Viseu, no esplendor do Douro, terra do noivo, ou no Porto, onde toda a nossa história começou e continua a ser vivida. Escolhemos a nossa história e a cidade que nos acolheu!

Imaginávamos o nosso dia com todos aqueles que mais gostamos e que nos querem bem. Sonhávamos com um dia feliz e com boas vibrações.

 

 

 

 

 

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

No momento do sim, há uma explosão de sentimentos e tudo é tão fácil, vivemos um sonho. Depois, quando começamos a planear e a organizar um evento destes, nada mais que o nosso casamento, percebemos que não é de todo uma tarefa fácil. Mas com o tempo e com a ajuda maravilhosa dos nossos fornecedores, conseguimos passo a passo dar resposta às exigências de um casamento.

Houve, claro, momentos de maior tensão e incertezas em algumas tomadas de decisão, a panóplia de ofertas é tão vasta que nos confunde, aí cabe-nos saber o que queremos para o nosso dia e o que nos identifica. Os nervos fizeram-se sentir, principalmente, na véspera do grande dia, ainda há tomadas de decisão de última hora, o tempo escasseia e afinal… “é já amanhã!”.

Em contrapartida, no dia do casamento não há lugar a nervos (lembro-me de referir, no quarto, enquanto me preparavam, que achava estranho não me sentir nervosa, se não era suposto…). Eu, noiva, estava calma e acima de tudo, bem e feliz!

Por outro lado, também, tivemos a sorte de escolher o mês de Março para casar, tudo se faz com mais calma, os fornecedores têm todo o tempo do mundo para nós, pois a azáfama dos casamentos começa nos meses seguintes.

Planeámos e organizámos o casamento em menos de 6 meses e correu muito bem, tal como desejado.

 

 

 

 

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

No momento em que escolhemos a quinta. Saímos de lá com a certeza que seria ali. O espaço tinha uma vista maravilhosa para o Douro e um jardim que nos encheu as medidas. A certeza foi tão grande que marcamos logo a igreja.

 

 

 

 

 

 

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

O resultado final foi sem dúvida tudo aquilo que esperávamos. Podemos, até, dizer que superou as expectativas iniciais, e tudo se deveu ao trabalho exímio em conjunto com os nossos fornecedores. Souberam, acima de tudo, ouvir-nos e conseguiram dar respostas às nossas exigências. Ficámos orgulhosos dos fornecedores que escolhemos e do resultado final que nos encheu as medidas no nosso dia!

 

 

 

 

 

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

A música e o catering foram dois dos aspectos que tivemos em grande consideração. Queríamos que o nosso dia fosse pautado de animação do início ao fim do evento, com um fantástico serviço de catering, que ficasse gravado nas papilas gustativas e na memória dos nossos convidados. Ainda hoje falam disso! Era fundamental evitar momentos monótonos e de espera, que acaba por acontecer em muitos casamentos, e torná-lo um dia inesquecível para todos. Apostámos em duas bandas magníficas que brilharam desde a saída na Igreja até à hora do baile. Demos importância a todos os pormenores, afinal é um dia único e que se vive uma vez! À saída da igreja, tivemos a actuação de uma das bandas acompanhada por serviço de champanhe e minis, que tinham o nosso logotipo, feito pelo noivo. Um outro pormenor interessante, e um miminho extra para os convidados, foi a marcação dos lugares com o nome de cada um escrito à mão. Embora haja muito em que pensar, planear, organizar, reunir e decidir, tudo foi pensado ao pormenor! Afinal, tudo é importante naquele dia.

 

 

 

 

 

 

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

O mais fácil foi dizer o “sim!” (risos da noiva). O mais difícil foi, durante todo o processo, a elaboração do convite, a nossa maior dúvida. Vimos e revimos imensos exemplares mas nada nos inspirava. Contudo sabíamos, de antemão, que queríamos conciliar dois pormenores, a escrita à mão e a folha de oliveira. A Maria Edite andou, inclusive, a construir convites com folhas de oliveira, a desenhar e a inventar. A Ana Pinto, do Levado à Letra, foi a ajuda essencial, e com a sua experiência fez um excelente trabalho de design, conseguindo, depois de muitos rabiscos, chegar ao que queríamos. Numa fase posterior, foi um pulinho para conseguirmos alinhavar todo o design do casamento.

 

 

 

 

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

Na igreja, quando fizemos os votos de um amor para sempre e trocámos as alianças. O coração bate tão forte, mas como sabe bem! A partir dali sentimos que somos uma família. E depois, à noite, houve mais dois momentos: o corte do bolo ao som da nossa música, “Mine” da Emmy Curl, com fogo-de-artifício exterior e interior; e, a nossa dança ao som de “L.O.V.E.” de Frank Sinatra, interpretada pelos Desbundixie Band.

 

 

 

 

 

 

E o pico de diversão?

Foram tantos! A diversão começou logo à saída da igreja, com a Original Bandalheira, e brinde com champanhe, com os turistas a ver, a fotografar e a participar na nossa festa. Esta banda acompanhou-nos nos aperitivos, foi uma festa! Outro momento alto do dia foi, sem dúvida, a nossa entrada na sala de jantar ao som dos Desbundixie Band e noite dentro com o DJ.

Um pormenor especial…o tempo, quase de Primavera, com o sol a espreitar nos momentos certos, facto que permitiu usarmos o nosso carro antigo, um Triumph Spitfire, especial para nós, porque o Ricardo adquiriu-o quando começámos a namorar.

 

 

 

 

 

 

 

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Ao olhar para trás, ao vermos e revermos as fotografias, que saudades dá. Não mudaríamos nada. Só ficámos com pena de não termos conseguido lançar as nossas lanternas de S. João, no final do jantar, devido a questões meteorológicas. Estão guardadas para futuros baptizados (risos)!

 

 

 

 

 

 

 

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Sejam fiéis ao que gostam, ao que querem e tudo correrá bem. O dia é vosso e usufruam ao máximo. Costumam dizer que o dia passa a correr, e é tão verdade… Agora bate a saudade de um dia bom, único e que ficará connosco para sempre!

 

 

 

Fechamos este dia bonito em movimento,  com um pequeno teaser da dupla Vanessa & Ivo – Handmade Films.

 

 

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos: Levado à Letra;

local e catering: Quinta da Torre Bella e Duplos Gemini Catering;

bolo: Humor ao Lume;

fato do noivo e acessórios: fraque Prassa; camisa e sapatos Hugo Boss; botões de punho Carolina Herrera; relógio Longines;

vestido de noiva e sapatos: vestido Teresa Macário (Viseu); lingerie Dama de Copas; sapatos Guava e brincos Joana Ribeiro Joalharia;

maquilhagem: Marlene Vinha, Pretty Exquisite;

cabelos: Josie Georgia, Lab Sixtyone;

bouquet: Isabel Castro Freitas Arte Floral;

decoração: Crachá – Wedding Agency;

lembranças para convidados: bombons e lollipops da Pedaços de Cacau e charutos Monte Cristo;

fotografia: Lounge Fotografia;

vídeo: Vanessa & Ivo – Handmade Films;

luzes, som e Dj: Original Bandalheira; Desbundixie Traditional Jazz; Party Sound by Dj Renato Mota.

Save

Save

Save

Marta Ramos

Pedaços de Cacau ao vivo no Metro da Trindade, no Porto

Para fechar os artigos deste feriado em modo doce, chamamos a atenção para quem andar pelo Porto amanhã e depois que vale a pena dar um salto à Estação de Metro da Trindade. Isto porque encontrarão por lá a Raquel Lima, artesã de Pedaços de Cacau deliciosos!

 

 

A Pedaços de Cacau integra a iniciativa de abertura das comemorações do Dia da Produção Nacional (26 de Abril), organizada pela Portugal Sou Eu. Já sabem, Estação do Metro da Trindade, entre as 10 e as 19 horas dos dias 26 e 27 de Abril.
Conheçam aqui as outras iniciativas integradas nestas comemorações. Porque vale sempre a pena celebrar o que é bom e é nosso.

 

 

Marta Ramos

Damos as boas-vindas: Pedaços de Cacau!

As boas-vindas de hoje são dadas à Raquel Lima e aos seus Pedaços de Cacau!

 

A Raquel é uma Artesã de Pedaços de Cacau deliciosos. A Pedaços de Cacau nasceu em 2014, fruto de uma grande paixão pelo chocolate e de uma vontade ainda maior de a partilhar, e assumiu a forma de uma Unidade de Produção Artesanal, distinguida com o selo ‘Portugal Sou Eu’.

Todos as iguarias da Pedaços de Cacau são confeccionadas e decoradas de forma artesanal, utilizando ingredientes de alta qualidade, como o chocolate belga proveniente de cacau plantado através de práticas sustentáveis. O resultado destina-se à sensibilidade aprimorada de bons e verdadeiros apreciadores de chocolate!

De doçura em doçura, a Pedaços de Cacau tem visto a sua qualidade reconhecida: já conta com uma medalha de ouro para o bombom de mel e uma medalha de prata para o bombom de caramelo, no Concurso Nacional de Chocolates Tradicionais 2016; e o bombom de limão foi eleito o melhor sabor com uma estrela pelo Great Taste Awards.

Agora só falta vocês provarem e elegerem o vosso preferido.

 

 

Não deixem de visitar o site da Pedaços de Cacau para conhecerem melhor a empresa; acompanhem também as novidades via Facebook; e deliciem-se com as magníficas imagens partilhadas no Instagram e no Pinterest.

Para mais detalhes, consultem a ficha de fornecedor seleccionado.

 

Raquel, bem-vinda ao Simplesmente Branco!