Created with Sketch.
Susana Pinto

Menos é mais! Ou como poupar realmente no orçamento…



“Menos é mais!” é o nosso lema e hoje deixamos os belos conselhos da Maria João Soares, da Design Events, para poupar e controlar realmente o orçamento, com ideias e sugestões que podem fazer a diferença toda – estas são as sugestões inteligentes!

Ora prestem atenção, que vale a pena!


“Menos é mais ….

Afinal o que é isso ???


Usar flores na medida certa – da estação ou até mesmo as que estão no nosso jardim – será optimo se o tivermos!


A nossa sugestão:

use mais que uma jarra no centro, disponha as flores de uma forma natural e conjugue não mais de 3 cores, ou, em opcção um contentor grande com uma só flor marcante.


Não usar muita informação em cima das mesas – é frequente usar-se uma ementa por cada duas pessoas, mas sabendo-se que em média as mesas rondam as 12 pessoas, espalhar 6 ementas no centro da mesa pode comprometer completamente a decoração.


A nossa sugestão:

disponha 3 ementas em estrela e se possível, monte as mesmas em suportes bonitos, nada de bonecada em plástico, já vimos exemplos de mesas sofisticadas serem completamente arruinadas com os ditos bonequinhos.


Laços e lacinhos – sabemos que as cadeiras mais usadas pelas quintas são aquelas plásticas super feias, mas é o que se pode pagar na maior parte das vezes.


A nossa sugestão:

se a saia da mesa e capa da cadeira forem no mesmo tom e se possível mesmo material, vão ver que a imagem de conjunto será muito razoável. Agora é caso para perguntar, para quê o laço?  De facto nem sempre existe essa necessidade – muitas vezes o laço não acrescenta nada à decoração de uma sala. Se quer marcar pela diferença,  crie pontos de atracção a partir do tecto (uns balões giros, fitas ou outro material) ou escolha vasos gigantes em vidro para as mesas – menos é mais… é preferivel um vaso alto com uma flor marcante que um pequeno cheio de flores baratinhas.


Convites, prendinhas e ementas –  começa-se sempre pelo convite e só mais tarde se pensa no resto, resultado… imagens diferentes uma feita à séria, outra de fabrico caseiro… não temos nada contra o faça você mesmo, antes pelo contrário, mas há que fazer escolhas coerentes.


A nossa sugestão:

se pretende gastar o grosso do dinheirinho num convite especial (o que achamos muito bem, pois é o primeiro impacto), a seguir começa a pensar que para as ementas já não chega. Mas pense bem, o tonner lá de casa também custa dinheiro (e é do seu!). Combine com a designer um custo controlado para tudo. Negociar é fundamental, procure soluções baratas, papéis bonitos e fitinhas (que você mesma pode fornecer) em conta, tudo junto e bem pensado pode evitar um orçamento ruinoso. E por favor nem tudo o que esta na net é o que esta in, o que conta é o que quer para o seu Big Day.


Cores suaves, cores fortes – está na dúvida, gostava mas não tem coragem…? Arrisque sem medos, tenha o casamento que quer e sempre sonhou.


A nossa sugestão:

experimente, peça para montarem uma mesa, veja bem o tipo e estado dos atoalhados, junte os guardanapos e idealize o centro de mesa. Nem sempre é fácil juntar as flores no dia do ensaio, mas um bom profissional tentará encontrar uma solução. Peça conselho ao profissional, às vezes uma mesa fica bem, mas vinte mesas juntas é um horror. Confie na opinião de quem tem experiência e seja credível – trata-se da sua Festa e tem que ser única !”


Passem pelo Design a Party, o blog da Maria João, para ler mais sugestões, e das boas!




Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.