Created with Sketch.
Susana Pinto

Adriana Morais Photography – as melhores fotografias de 2019

O início do ano é sempre sumarento em novidades, já que há tempo para abrandar, olhar para trás e, com esse distanciamento, avaliar o trabalho que foi feito e escolher o melhor.

A Adriana Morais fez isso mesmo, e acabou de publicar o seu best of de 2019 – e que imagens bonitas há aqui!

 

Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa

Conta-nos a Adriana:

“Foi um ano cheio de casamentos maravilhosos, muitos deles intimistas (como eu gosto), com bastantes elopements (adoro ainda mais) e muitos casais estrangeiros que vieram a Portugal celebrar o seu Destination Wedding. Fotografei quatro casamentos same-sex (fico tão orgulhosa por Portugal ser um país que dá liberdade para nos apaixonarmos e casarmos com quem bem quisermos) e assisti a cerimónias de culturas super diferentes: casamentos hindu, casamentos israelitas, casamentos indianos, muçulmanos e, claro, muitas cerimónias simbólicas. Fotografei em montanhas, lagos e ilhas. Fiz casamentos na natureza, casamentos na praia, casamentos em Lisboa, casamentos em palácios, casamentos em vinhas, casamentos nos melhores hotéis de Portugal, casamentos no Douro, casamentos no Alentejo e casamentos no Algarve.”

 

Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa Adriana Morais Photography - fotografia de casamento em Lisboa

Estas imagens maravilhosas são apenas uma amostra da selecção que a Adriana Morais fez. Passem pelo seu site para ver esta colecção de imagens feitas de sorrisos, abraços, amor, belos cenários e muito, muito estilo.

 

A Adriana Morais quis ser fotógrafa de casamentos porque sente que é um privilégio imenso registar os momentos de um dia tão especial. É o seu olhar e perspectiva que vão registar as memórias de cada casamento e fazer com que ele exista para sempre nas gerações futuras.

Visto daqui, prova superada, e com nota máxima!

 

Passem pela ficha de fornecedor da Adriana Morais Photography e entrem em contacto através do formulário. São imagens assim bonitas que estão à vossa espera!

 

Susana Pinto

Feliz Acaso Fotografia: um fornecedor Simplesmente Branco

Hoje damos as boas-vindas à novíssima dupla de fotógrafos Roland e Eduarda, que assinam como Feliz Acaso.

 

Para este casal de profissionais da fotografia, as memórias têm uma importância vital, são o que faz de nós quem somos e levam-nos de volta aos melhores momentos das nossas vidas. Acreditam que a felicidade vivida merece ser guardada e re-apreciada, sempre que o quisermos.

O seu estilo recusa momentos forçados ou poses sem significado, apenas guardam os momentos genuínos e espontâneos, de forma natural, sem pressões ou intrusões desnecessárias, seguindo a linha do fotojornalismo.

 

Feliz acaso, fotografia de casamento

Fotografia de casamento no Porto - Feliz Acaso Fotografia de casamento no Porto - Feliz Acaso Fotografia de casamento no Porto - Feliz Acaso

Roland e Eduarda escolheram ser profissionais da fotografia porque a maturidade acrescenta outra perspectiva às nossas vivências do quotidiano e, com o passar do tempo, a noção do que é realmente realmente importante torna-se mais clara: os momentos que passamos com as pessoas de quem mais gostamos. Ao fotografar, captam momentos especiais que serão guardados para memória futura: “é muito simples, na verdade só queremos olhar para trás e saber que demos às pessoas algo mesmo especial.”

 

A dupla orgulha-se das relações que cria com os noivos e do feedback que recebe deles: é algo que os preenche, motiva e não tem preço! Acreditam que o trabalho que fazem não se limita ao registo fotográfico, mas também em estar ao lado dos noivos, contribuindo para um dia inesquecível.
Esta é a sua motivação e o Roland e a Eduarda têm a certeza de que foi um Feliz Acaso que os pôs no vosso caminho!

 

Espreitem o portefólio completo da Feliz Acaso, e entrem em contacto através do formulário. Eles vão adorar conhecer-vos!

Susana Pinto

À conversa com: Lounge Fotografia – fotografia de casamento

Hoje converso com o Luis Mateus e a Marta Barata, que assinam como Lounge Fotografia, sobre fotografia de casamento e a importância, valor e poder deste registo para a família que se constrói todos os dias e para a memória futura, um pequeno imenso detalhe que se calhar raramente consideramos… que especial que isso é!

 

Uma curiosidade sobre a Lounge Fotografia: são, oficialmente, os primeiros clientes Simplesmente Branco, após ficarmos online com o grupo inicial de 19, que acompanhou o nascimento do site, em Maio de 2010. A Marta e o Luís juntaram-se a nós em em Dezembro, e desde o primeiro momento foram nossos parceiros em todas as aventuras, sem hesitar, sempre com imensa paciência, disponibilidade e óptima atitude: juntos, fizémos styled shoots (quando não se fazia nada disto nem havia Pinterest!), as primeiras edições da S Magazine, os primeiros showcases, os primeiros jantares e encontros. Éramos todos estreantes entusiastas neste universo das publicações digitais, fresquíssimos players no mercado de casamento, mas cheios de energia, ideias e vontade de colaborar, fazer, experimentar. É um passado recente, mas parece já outro tempo.

 

Tem sido um prazer acompanhá-los, ver o trabalho evoluir e ganhar corpo e nome próprio, vê-los construir a sua própria família e a forma como escolhem registar os momentos bonitos. Posso dizer que são um clássico intemporal: sempre fiáveis, sempre disponíveis, sempre com trabalho bonito. E isso, queridos noivos, não é uma moda, é um luxo!

Fiquem a conhecê-los, e a o seu trabalho, em detalhe. Merecem!

 

Gostamos de famílias calorosas, que se abraçam, que se beijam, que riem juntas ou que choram de felicidade! Depois do nosso casamento, percebemos ainda mais a importância das pessoas à nossa volta, e o quão importante são estes registos. As fotografias de casamento devem ser algo mais do que detalhes bonitos, vestidos pendurados ou a marca dos sapatos. Ver a cara de um pai orgulhoso que leva a sua filha ao altar é,  para nós, muito mais significativo, muito emocionante. Dessa forma esforçamo-nos por fazer um registo que inclua estes momentos únicos e espontâneos, que, muito tempo depois, continuam a transportar o casal para aqueles instantes, com o mesmo poder gerador de emoções.

 

 

Contem-nos um pouco da vossa viagem profissional até aqui, à fotografia de casamento.

Eu, Luis, comecei no curso de fotografia do Instituto Português de Fotografia, pólo portuense, em 2000. A fotografia sempre foi uma das minhas paixões e depois de um curso superior que nada tinha nada a ver, achei melhor seguir esta paixão. Trabalhei ainda com o formato analógico e fiz diversos casamentos para outros estúdios. Estagiei e trabalhei oito anos, num estúdio de moda, com o fotógrafo Cassiano Ferraz. Durante este período fui desenvolvendo o meu estilo e, em 2006, decidi fundar a Lounge Fotografia. Nessa altura, também depois de ter terminado o seu curso superior, a Marta juntou-se a mim e foi contagiada pelo bichinho dos casamentos e da fotografia de pessoas.

 

Há quanto tempo fotografam? E porquê casamentos?

O Luis, desde 2000, e a Marta, desde 2006. Juntos, há 14 anos sem parar!

Gostamos muito e sentimo-nos bem a fotografar casamentos. O nosso trabalho é apreciado e valorizado pelos noivos e pelas famílias, e sabemos que estamos a contribuir para a herança fotográfica das várias gerações. Na nossa opinião, as memórias e o seu registo não têm preço!

 

As selecções de imagens que me enviam para publicação, trazem, invariavelmente, um dos momentos icónicos do casamento: a entrada de pai e filha, de braço dado, na igreja. Esta inclusão na narrativa para publicação, é propositada ou inconsciente e natural? A família e a sua história e laços, são um assunto que vos atrai?

Para nós, a família e a interacção entre os seus vários membros, é muito importante. Gostamos de famílias calorosas, que se abraçam, que se beijam, que riem juntas ou que choram de felicidade! Depois do nosso casamento, percebemos ainda mais a importância das pessoas à nossa volta, e o quão importante são estes registos. As fotografias de casamento devem ser algo mais do que detalhes bonitos, vestidos pendurados ou a marca dos sapatos. Ver a cara de um pai orgulhoso que leva a sua filha ao altar é,  para nós, muito mais significativo, muito emocionante. Dessa forma esforçamo-nos por fazer um registo que inclua estes momentos únicos e espontâneos, que, muito tempo depois, continuam a transportar o casal para aqueles instantes, com o mesmo poder gerador de emoções.

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Nestes tempos globais, em que as imagens circulam a uma velocidade vertiginosa e todos temos acesso a tudo, a qualquer hora, onde vão buscar inspiração?

O mais importante para nós é fazermos sempre aquilo de que gostamos, não seguirmos tendências, sermos fiéis ao nosso estilo. Conseguimos ir buscar inspiração a tudo o que fazemos, mas acho que a principal fonte são às palavras de satisfação dos nossos clientes!

E nos últimos anos, o Instagram tem sido nosso principal “palco” de inspiração, não só com fotografia de casamento, mas outras variantes também, fotografia de rua, moda, fotografia de viagem, documental etc…

 

O vosso trabalho é a duas mãos. Como o definem e como construíram a vossa assinatura?

Somos contadores de histórias e para isso é preciso muito trabalho, e dedicação e, acima de tudo, valorizar todos os momentos. Após vários anos a fotografar em conjunto, já sabemos o papel de cada um na dinâmica do dia e basta olharmos um para o outro, para sabermos o que o outro precisa. Gostamos de fotografar de uma forma documental e bastante descontraída ao longo do evento. Acima de tudo, gostamos de fotografar para pessoas felizes!

 

Quando precisam de fazer reset, para onde olham, o que fazem?

Até ao dia 23 Junho de 2017, era um para o outro, mas agora olhamos para os nossos gémeos e tudo passa. O cansaço desaparece e achamos sempre que vamos conseguir mais e melhor por eles!

Desligamos os computadores e a ligação às redes sociais e respiramos fundo.

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Estão instalados no Porto: o vosso trabalho é local ou claramente nacional?

Claramente nacional, vamos onde nos quiserem. O nosso País é tão pequeno, é tão fácil viajar para todo o lado.

 

Qual é o vosso processo de trabalho, como acontece a ligação com os vossos clientes?

Queremos sempre uma reunião presencial para nos conhecermos, ou no nosso escritório ou por skype, é muito importante esta primeira fase,  e, se correr bem, temos tudo para que o cliente saia satisfeito e nós, valorizados. Se vieram até nós, é porque gostam do nosso trabalho, mas também é necessário que haja uma certa química entre todos. Não somos os fotógrafos certos para todos os casais, nem todos os casais são “perfeitos” para nós. Esta ligação é importante no resultado final.

Após a reunião e confirmação do interesse nos nossos serviços, aconselhamos os noivos a fazerem uma sessão de noivado. Esta sessão é muito importante porque ficamos a conhecer-nos ainda melhor, quebramos o gelo, sabemos como funcionam enquanto casal e qual a linguagem corporal, ficamos a saber do que gostam, o que os move… por outro lado, o casal fica a saber o que pretendemos deles (como actores principais da narrativa do dia), como funcionamos e o que esperar da pessoa atrás da câmara! Ao encontramos a nossa dinâmica de grupo e zona de conforto, teremos um dia bem mais descontraído e calmo.

 

Casamentos grandes ou pequeninos, nacionais ou estrangeiros, cerimónias emotivas, festas de arromba – qual é o tipo de festa que mais gostam de fotografar?

Normalmente gostamos de casamentos mais pequenos, intimistas e descontraídos, sem grandes formalismos. É importante que o casal desfrute do dia e que esteja feliz. São importantes os sorrisos verdadeiros, assim como as lágrimas de felicidade! Já fotografámos todo o tipo de casamentos, mas os melhores são aqueles em que os noivos vivem o dia com emoção, sem estarem demasiado preocupados. O lado emocional é muito importante para nós.

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

 

Qual é a melhor parte de ser um fotógrafo de casamento? E o mais desafiante e difícil?

Claramente, registar todos os momentos que poderão ser revividos, um dia mais tarde, pelo casal, pela família e até pelos filhos que ainda não nasceram, é muito especial, são memórias eternas aquelas que registamos. Temos a noção de que estamos por vezes a fotografar pessoas que mais tarde deixaram de estar entre nós, e o nosso papel é, também, documentar e registrar a presença dessas pessoas. O mais desafiante é estar à altura de todos os momentos… é preciso estar sempre alerta e atento a tudo o que nos rodeia.

 

Escolham uma imagem favorita do vosso portefólio e contem-nos porquê:

Marta: é uma imagem que gosto bastante, o olhar de ternura do avô da Maria Edite, após a cerimónia e o cumprimento entre ambos! Acredito que será uma imagem que irá ficar para sempre no coração desta noiva.

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento

Luis: além de casamentos, este comecei a fotografar partos, e esta é uma foto da primeira experiência neste campo. Assistir ao nascimento de um bebé é algo maravilhoso e tão marcante, que ficará para sempre na minha memória!

 

Lounge Fotografia - fotografia de casamento
Se gostaram de conhecer a Marta Barata e o Luis Mateus, não deixem e espreitar o mais bonito dos dias da Ariana + Bruno, que publicámos aqui. Espreitem esta festa tão bonita (e este vestidaço, que é uma blusa e uma saia, da Ariana!).

 

Os contactos detalhados da Lounge Fotografia estão na sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, vejam as imagens bonitas e contactem directamente a Marta Barata e o Luís Mateus através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

 

Susana Pinto

Dicas para casar: vestidos de noiva plus size, como escolher?

Nas dicas para casar desta semana, falamos sobre vestidos de noiva plus size.

 

Seguimos o blogue The Paper and Ink, da Joana Cardoso, que é, entre outros talentos, fotógrafa de casamentos. No seu blogue, a Joana fala de vários assuntos, moda entre eles, com especial foco no estilo com formas generosas.

Por estas razões, achámos que era a pessoa ideal para nos acompanhar e guiar neste tema de vestidos de noiva plus size, e convidámo-la a juntar-se a nós.

 

«Penso que cada vez mais o mercado da moda responde às exigências da mulher real, ou seja, aquela que tanto veste um 34 como 54.

Claro que os modelos base são sempre pensados numa silhueta mais estreita, mais conforme os parâmetros dos desfiles de moda, mas quase todas as lojas e grande parte das marcas e estilistas acabam por, na área de vestidos de noiva, ter à disposição uma maior variedade de tamanhos. Há modelos que assentam melhor numa mulher mais magra, enquanto outros são escolhas mais seguras para mulheres com mais curvas – mas a verdade é que já encontramos uma boa variedade de vestidos de noiva plus size.»

 

Desafiámos a Joana a imaginar que estava de data de casamento marcada. Por onde começaria as suas pesquisas de vestidos de noiva?

«Acho que sou aquele tipo de mulher que já tem uma ideia bastante fixa do que quer usar e procurar, mas mesmo assim acredito que muitas vezes somos surpreendidas por aquele vestido ou corte que nunca nos passaria pela cabeça. Sem dúvida que o meu primeiro instinto seria procurar inspirações em sites do género do Pinterest ou até mesmo no Instagram. Faria pesquisa online nas lojas multimarca mais conhecidas e também por pequenas boutiques e designers independentes, algo que começa a ser bastante comum nos dias que correm. Acho que tudo depende do nosso gosto e orçamento, mas acredito que a pesquisa deve ser extensa para  termos a certeza do que estamos a comprar e de realmente escolhermos algo que nos faz feliz.

No Porto, onde resido, não perderia as lojas físicas da Rosa Clará, Pronovias, Jesus Peiró, Gio Rodrigues ou da Penhalta Novias.
É sempre mais difícil comprar um vestido de noiva online, mas ainda assim pesquisar também lá fora é uma óptima ideia para encontrar marcas e designers que trabalham com tamanhos grandes, sendo que há a possibilidade de algumas lojas em Portugal receberem vestidos de noiva plus size de marcas internacionais, como a Kenneth Winston ou a Laure de Sagazan

 

Retrato de noiva com vestido plus size Noiva com vestido plus size e as suas madrinhas com vestidos em tons pastel. A noiva sorridente, durante a cerimónia. Pormenor da manga em renda num vestido de noiva plus size.

Para a Joana, a regra número um será fugir aos cortes mais comuns: estilo princesa com grandes saias volumosas, vestidos com decotes cai-cai ou alças muito finas.

Muitas vezes os modelos mais justos e até estruturados acabam por cair muito melhor num corpo mais volumoso, fazendo sobressair um maravilhoso perfil de ampulheta. Cada pessoa tem as suas características e mesmo que duas mulheres vistam o mesmo tamanho, isso não significa que tenham a mesma forma: não há uma fórmula exacta para vestir todas as noivas plus size.

 

«Não tenham medo de experimentar um corte sereia, um corte fit and flare ou algo que nunca vos passaria pela cabeça. Pensem no tom do vestido, no tecido em si – eu adoro rendas e sedas ou cetins mais estruturados – e combinem todos os pormenores de modo a ter um vestido coeso, no qual se sintam bem e bonitas. Por vezes os vendedores têm a melhor intenção possível, mas acreditem que a decisão final deve ser sempre vossa e se se sentirem bem, é o que importa. De que vos vale todos dizerem que estão lindas, se não gostam do vestido, ou se o desconforto é permanente? O dia é vosso, é longo e quer-se muito feliz – nunca percam o foco!»

 

Quanto a acessórios, a preferência da Jona recai sobre os toucados, embora reconheça que os véus têm um efeito fotogénico muito especial. Uma bonita pulseira, um anel de família ou uns brincos simples são as suas apostas em termos de jóias, sobretudo em vestidos muito elaborados ou com decotes altos.

Quanto aos sapatos, elegância, claro, mas sobretudo conforto. Se não resistem a uns saltos altíssimos para arrasar, considerem um segundo par menos desafiante para as horas mais agitadas da festa. Ficar sentada porque os pés já não aguentam é que não vale!

 

Retrato dos noivos. Retrato dos noivos com os padrinhos e madrinhas. Retrato dos noivos. Noiva com vestido de noiva plus size e mangas de renda.

No mais bonito dos dias, a noiva é o centro das atenções: também sobre isto, a Joana tem bons conselhos para dar, agora como profissional.

 

«O modo como nos vemos é sempre diferente daquele que é retratado, temos tendência a ver coisas a mais ou a menos, a fazer poses que resultam bem ao espelho, mas que são impossíveis de replicar fotograficamente. Também o ângulo da fotografia nunca será o mesmo de quem se olha a si mesma num espelho. Enquanto que eu olho de cima para baixo num espelho, com a altura dos meus olhos a cerca de 1,60m do chão, já a partir de uma lente o ângulo é posicionado mais abaixo ou mais acima, e a própria abertura angular da lente faz com que pequenas deformações existam, o que leva a que acabemos por parecer ou mais gordinhas ou mais magras.»

 

Um bom fotógrafo, quer seja no casamento ou numa sessão, guia-vos para, ou encontra, o ângulo certo, especialmente se já vos conhecer e tiver trabalhado convosco – uma enorme vantagem. Daqui resultam belas fotos que vos mostrarão o quão bonitas realmente são, algo que nem sempre conseguimos apreciar em nós mesmas.

 

Dicas finais da Joana:

«Se não gostam de ver os braços nus, optem por um vestido com manga. Se não querem realçar a barriguinha, usem uma cinta modeladora ou um vestido em que o corte não evidencie a zona abdominal. A verdade é que, como mulher e fotógrafa, ouço clientes dizerem que não gostam disto ou daquilo nas suas silhuetas e, no dia do casamento, o que vestem evidencia todas essas partes que menos apreciam. Pedem-nos “milagres”, pedem-nos Photoshop para ver uns braços mais magros, uma barriga mais definida. Não faz sentido nem deve ser uma angústia presente. Como fotógrafa e como mulher plus size, conheço os pequenos grandes truques que a roupa nos permite fazer. Basta ser estratégico e escolher bem.»

 

A confiança é, também, um ponto importante. Se uma mulher se sente bonita, sem medos, sem preocupações estéticas face ao seu corpo e ao que veste, isso transparece. A confiança é uma base importante da beleza.

«Para as pessoas mais tímidas, acreditem que nós – fotógrafos – temos a nossa maneira de vos deixar mais à vontade. Eu, pessoalmente, adoro conhecer os meus clientes antes, talvez até fotografar com eles antes do casamento para entender toda a nossa dinâmica. Não tenham medo de dizer aquilo de que gostam, não gostam, o que querem e o que não querem. Da minha parte, eu vou tentar fazer-vos rir, pedir para olharem um para o outro e dizerem o motivo que vos levou a amar, que vos levou àquele dia, e é a partir desses momentos que os olhos brilham, os abraços surgem, os beijos acontecem e eu consigo captar a essência do vosso amor, de modo muito natural, puro e sem grandes poses. O amor torna tudo mais bonito, incluindo as pessoas.»

 

Está tudo dito, verdade? Cabeça disponível para seguir os conselhos dos profissionais, estratégia na escolha do que favorece e do que não queremos que sobressaia, confiança e auto-estima em alta e trabalhar com óptimos profissionais. No fundo, são também conselhos para todos os dias, e um sorriso, daqueles que vem de dentro e nos ilumina, é o melhor acessório que podemos usar!

 

Imagens via Love my dress. Passem por lá para este casamento bonito!

Susana Pinto

Dicas para casar: como escolher os profissionais de fotografia e vídeo?

Hoje continuamos a nossa série de dicas para casar, e vamos falar sobre as imagens que ficam, essa memória para as gerações futuras.

 

A fotografia e o vídeo registam o mais bonito dos dias e a escolha dos seus guardiões deve ser feita com ponderação. Percebe-se porquê: as imagens que daí resultarem serão as memórias palpáveis que ficarão para reviver o dia, ano após ano, para partilhar com gerações futuras, para construir a história da vossa família e poder contá-la a quem não tenha assistido a todos os episódios.

Quando decidem o vosso orçamento e contemplam todos os detalhes com que sonharam para um dia tão bonito e especial, é natural que os queiram guardar e relembrar também nas imagens que ficarão. Recomendamos, então, que escolham com o coração e a razão.

 

E como escolher os profissionais de fotografia e vídeo para o vosso casamento?

Temos um mercado bem recheado de óptimos profissionais e com uma certa amplitude de preços: há estilos e serviços para todos os bolsos e personalidades. As nossas listas de fornecedores seleccionados de fotografia e video contam com mais de quarenta profissionais com trabalho bonito, e convido-vos desde já a percorrer estas galerias feitas de sorrisos, lágrimas, abraços e gente bonita, porque quando estamos felizes, irradiamos amor.

 

Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia

Pedimos ajuda ao Luís Mateus e à Marta Barata, da Lounge Fotografia,  para este diálogo de bons conselhos.

 

Começamos com a antecedência: os melhores profissionais são, naturalmente, os mais concorridos, e no caso dos fornecedores cujo serviço implica a sua presença no dia do casamento, isso significa que quem confirma a data primeiro, fica servido.

O ideal é iniciar esta busca com bastante antecedência, na sequência que já falámos antes – depois do sim, fazem-se as contas, esclarecem-se as legalidades da cerimónia, se religiosa ou civil, procura-se o espaço e a sua decoração e segue-se a fotografia e o vídeo.

Seis meses é um bom timming, mas se a vossa data é um dos fins-de-semana mais cobiçados do ano, como o primeiro de Setembro, um ano dá-vos mais folga para escolher. Comecem por analisar os vossos sites de referência com descontracção. Vão listando os nomes que vos agradam e tomem notas para cada um deles. Lembrem-se de que a palavra-chave aqui é afunilar, por isso qualquer coisa que vos desagrade deve empurrar o nome correspondente para o fim da lista.

 

A Lounge diz-nos que «muitas vezes as pessoas acham que os fotógrafos são todos iguais, e não são! Há estilos muito próprios, posturas diferentes, níveis de experiência diferentes e ofertas diferentes.»

Consultem os trabalhos dos vossos favoritos online e façam uma lista de preferências, peguem nos cinco primeiros nomes de fotografia e de vídeo e ponham de lado os restantes. Contactem o top 3 – com um email personalizado, simpático e já com informação relevante, para agilizar o processo. As respostas que receberem vão ajudar a fazer escolhas, e, a seguir, é o momento de agendar reuniões presenciais.

 

Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia

Estes encontros presenciais servem para afinar a empatia – ou existe ou nem por isso, eventualmente pode ser conquistada. Levem uma lista de assuntos essenciais convosco, e atentem nestas recomendações da Lounge Fotografia:

 

1. consultem dois ou três álbuns ou galerias completas: há uma grande diferença entre uma dúzia de fotografias editadas para brilhar num site ou numa publicação, e o registo completo do vosso dia;

2. clarifiquem em que consiste exactamente o serviço (o que inclui, em termos de produtos, e quem o executa) e o respectivo preço;

3. definam de forma clara os prazos de entrega dos vários produtos (preview, galerias, fotografias em papel, álbuns, etc.);

4. consultem o contrato de prestação de serviços e certifiquem-se de que é equilibrado para ambas as partes;

5. acertem preferências e necessidades: listem as fotografias ou pessoas que não podem faltar e nomeiem um mestre de cerimónias da vossa confiança (um irmão, uma madrinha) que, no dia, ajudará os fotógrafos e videógrafos a encontrá-las para as fotografias solicitadas, sem que tenham que ser vocês a preocupar-se com isso;

6. definam os graus de interferência no dia que são confortáveis para ambas as partes (pausas para sessões a dois, fotografias de grupo, etc.);

 

Se acham que se identificam com o trabalho apresentado mas resta ainda alguma dúvida, ou o vosso desconforto perante a fotografia está muito presente, agendem uma sessão de noivado. É a melhor ocasião para quebrar o gelo e verem a forma de estar dos fotógrafos/videógrafos: se são descontraídos, afáveis, divertidos, se vos fazem rir, se vos dirigem muito ou pouco.

Estas sessões prévias são um factor muito importante neste processo. Mesmo que já tenham decidido, não saltem essa parte. Para além de serem memórias acrescidas, é uma oportunidade de ouro para interagirem com os fotógrafos e videógrafos que estarão encarregues de registar o dia do vosso casamento. Ganha-se à vontade e descontracção, que serão essenciais no grande dia; afinam-se vontades e expectativas; e, de repente, já vocês tratam as câmaras por tu e já elas vos conhecem de cor, de modo que tudo flui com muito mais naturalidade.

 

Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia Fotografia de casamento no Porto: Lounge Fotografia

Este é o vosso dia. Gravem-no nos sentidos, da forma mais doce; e em imagens, da forma mais profissional.

 

Analisem a oferta com antecedência e, na hora do aperto de mão, não descurem o contrato – leiam e confirmem cada detalhe. Desistam de quem não vos responde em tempo útil, ou o faz de modo pouco profissional, evasivo ou invasivo – e confiem no vosso instinto, dêem relevância à empatia, já que no dia do casamento vocês vão precisar de sentir que estão todos na mesma equipa. Certifiquem-se de que o profissional que estará presente no vosso casamento é mesmo aquele que vocês preferem, quando se trata de empresas com equipas grandes. Confiem nas dicas dos profissionais mas não se esqueçam de que a última palavra tem que ser a vossa. Se sentirem que de lado de lá vos estão a puxar para uma direcção que vai contra a vossa natureza, acreditem, não vai correr bem e será visível no resultado. A qualidade do trabalho dos fotógrafos e videógrafos que vocês escolherem deve ser, claro, um argumento de topo; mas valorizem igualmente a qualidade humana do atendimento. Se se sentirem acarinhados, certamente que o vosso casamento será filmado e fotografado na mesma medida.

Posto isto, a palavra final é… descontraiam! Sim, é possível. Vivam o vosso dia plenamente, sintam cada instante, saboreiem cada emoção, cada gargalhada. E depois deleitem-se com as imagens.

 

Equipados com toda esta informação, comecem já a pôr em prática as nossas dicas para casar, passando a pente fino a nossa selecção de fornecedores de fotografia e de vídeo. Têm algum trabalho pela frente, é verdade: mas o resultado final será garantidamente espectacular.

 

Estas imagens bonitas são da dupla Lounge Fotografia: relatam o mais bonito dos dias da Ariana + Bruno, que publicámos aqui. Espreitem esta festa tão bonita (e este vestidaço, que é uma blusa e uma saia, da Ariana!).

Se gostarem tanto quanto nós, não deixem de passar pela ficha de fornecedor da Lounge Fotografia, visitar a galeria e entrar em contacto com o Luís Mateus através do formulário. Vão gostar de os conhecer, temos a certeza!

 

Sobram dúvidas? Falem connosco, têm a caixa dos comentários inteiramente à vossa disposição. E não deixem de acompanhar todas as dicas para casar que vamos publicando, sempre à segunda-feira.

Susana Pinto

Hugo Coelho Fotografia: nova galeria

O Hugo Coelho Fotografia tem novas imagens na sua galeria… e que imagens bonitas estas!

 

Deste lado, aguardamos sempre o fim da época de casamentos com imensa expectativa. Sabemos que passado o cansaço acumulado durante os duros meses de verão, a nossa caixa de correio se vai encher de dezenas de fotografias belíssimas.

 

E são belas, não apenas porque o trabalho dos profissionais que cuidadosamente seleccionamos e recomendamos aqui todos os dias é realmente bom, mas também porque são registos do mais bonito dos dias, cheios de amor palpável, de sorrisos contagiantes, de abraços apertados, de algumas lágrimas felizes e de uma imensa alegria que transparece em todas as imagens.

A soma destes dois factores é imbatível e o trabalho do Hugo Coelho demonstra isso mesmo.

 

Fotógrafo de casamento em Lisboa: Hugo Coelho Fotografia Fotógrafo de casamento em Lisboa: Hugo Coelho Fotografia Fotógrafo de casamento em Lisboa: Hugo Coelho Fotografia Fotógrafo de casamento em Lisboa: Hugo Coelho Fotografia Fotógrafo de casamento em Lisboa: Hugo Coelho Fotografia

Estão de casamento marcado? São de Lisboa – ou de qualquer parte do mundo, na verdade -? Procuram o vosso fotógrafo de casamento?

Então a minha sugestão é que vão espreitar a novíssima galeria do Hugo Coelho Fotografia e deixem-se emocionar. Passem os olhos pelas publicações do seu trabalho e, a seguir, contactem-no.

Garanto que vão gostar de o conhecer!

Marta Ramos

A vossa história, por Deambulando

A Deambulando é a casa da Elisa e do Paulo – e o que eles fazem é contar a vossa história. Fazem-no de uma forma natural e genuína. Adoram emoções, histórias de amor e, sobretudo, a forma como cada história ganha forma através das suas câmaras e do seu olhar. «Porque as melhores histórias são as de amor, nós deambulamos de imagem em imagem para contar a vossa.»
Escolheram trabalhar na área dos casamentos porque se sentem atraídos pela ideia de estarem a marcar a vida das pessoas: «Estamos a criar memórias que vão passar de geração em geração.»

Orgulham-se de criar uma relação com os noivos, de sentir o feedback positivo depois da entrega final, de perceber que no final de cada trabalho cumpriram o seu objectivo de documentar o dia mais especial da vida daquele casal.
Procuram inspiração junto de outros fotógrafos e videógrafos de casamento, e também noutras áreas da fotografia e do cinema, de forma a tornarem o seu trabalho mais rico e inovador.
E onde se vêem a Elisa e o Paulo daqui a cinco anos? «A fazer aquilo que já fazemos mas ainda melhor!»

 

Deambulando - Fotografia de CasamentoDeambulando - Fotografia de Casamento

Acompanhem os nossos posts acerca do trabalho da dupla Deambulando, e não deixem de consultar a sua ficha de fornecedor seleccionado para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho. E falem com a Elisa e o Paulo, eles estão à vossa espera para contar a vossa história.