Created with Sketch.
Marta Ramos

Lado B, por Diana Nobre

Hoje trago-vos o “lado B” de uma sessão protagonizada pela Cátia e pelo Miguel e fotografada pela Diana Nobreo lado A já mostrei aqui, quase precisamente há um mês:

Ao fim de 10 anos a fotografar, sinto cada vez mais vontade e liberdade para fazer arte. Quero que as minhas fotografias façam sentir algo, seja o que for, mas que façam sentir algo a quem as vê. Se nos transmite um sentimento, se nos leva para algum lado, é arte, e é nisso que me tenho focado. Cada vez mais. Em ser pura, genuína, verdadeira comigo mesma. É incrível como tudo parte de dentro e flui, simplesmente.

Sessão fotográfica por Diana NobreSessão fotográfica por Diana Nobre Sessão fotográfica por Diana Nobre Sessão fotográfica por Diana Nobre Sessão fotográfica por Diana NobreSessão fotográfica por Diana Nobre Sessão fotográfica por Diana NobreSessão fotográfica por Diana Nobre

Vejam também o lado A deste bonito dia no campo que, apesar de ter sido logisticamente desafiante, foi sobretudo descontraído, uma vez que todos os envolvidos estavam empenhados em divertir-se, em usufruir da liberdade criativa de estarem a criar algo de raiz, sem terem que cumprir expectativas de terceiros.

Não deixem de consultar a ficha de fornecedor seleccionado de Diana Nobre para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho. E falem com ela,  contem-lhe as vossas ideias e aquilo que gostavam de ver imortalizado em imagens. Se há coisa de que a Diana gosta é de um bom desafio.

Marta Ramos

Uma festa memorável, com Rituais

Há casamentos com animação — e depois há festas memoráveis, com o equilíbrio exacto entre a emoção e a diversão, com momentos pensados para agradar a todos os convidados, com cor, com luz, com energia, com magia. Festas que nunca se esquecem e que deixam sempre um sorriso e uma sensação boa em quem as recorda.

A equipa Rituais sabe que o dia do vosso casamento é um daqueles dias que só acontecem uma vez na vida. Há já 15 anos que andam a transformar casamentos em festas inesquecíveis, e têm já uma sólida reputação pela qualidade e criatividade dos eventos que organizam. Os seus serviços abrangem todas as áreas do som, das luzes, da imagem e da animação: têm DJ e VJ, música para os diversos momentos, pistas de dança em vídeo LEDs, ecrã de LEDs, bandas e artistas, fadistas, karaoke, animadores diversos, caricaturistas, danças ao vivo, animações infantis, animações circenses, cómicos, mágicos, balões com LEDs… Enfim, aquilo que vos passar pela cabeça, a Rituais faz, acompanhando-vos passo a passo, para garantir resultados perfeitos.

Escolheram trabalhar na área dos casamentos porque sabem que este dia é único – e trabalham para que seja memorável. Orgulham- se de ser reconhecidos pela qualidade dos seus serviços e vão buscar inspiração aos valores da empresa, às parcerias, à equipa e a vocês, os seus nossos clientes.

 

Boas- vindas Rituais - animação para casamentos e DJRituais - Animação para casamentosRituais - animação para casamentos e DJ

Não deixem de consultar a ficha de fornecedor seleccionado da Rituais para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho e toda a equipa. E falem com o Luís e o Pedro: eles estão à vossa espera para garantir que o dia do vosso casamento seja memorável.

Susana Pinto

À conversa com: Deambulando – fotografia de casamento

Aproveitamos o dia chuvoso para conversar de forma demorada com a dupla Deambulando, fotógrafos de casamento no Porto.

Sentamo-nos com a Elisa e o Paulo e ficamos a saber o que os trouxe até aqui, o que fizeram antes e porque gostam tanto de fotografar casamentos.

Estas são sempre as melhores conversas, descobrimos pequenos detalhes sobre as personalidades de cada um, o que os move, o que lhes interessa e como tudo isso soma  e se traduz no trabalho que fazem.

Vamos a isto?

Adoramos casamentos emotivos! Os abraços, os sorrisos, as lágrimas de alegria são para nós o mais bonito de uma festa em que se celebra o amor! Adoramos testemunhar casamentos cheios de emoções até porque nós normalmente nos emocionamos também por detrás das nossas câmaras!

 

Deambulando - Fotografia de Casamento Deambulando - Fotografia de Casamento

Contem-nos um pouco da vossa viagem profissional até aqui, à fotografia de casamento.

O nosso percurso foi um pouco peculiar. A Elisa iniciou a sua actividade profissional numa área completamente distinta da fotografia, mas, entretanto, decidiu seguir o sonho, estudou fotografia e desde há quatro anos para cá que se dedica a 100% a fazer o que mais gosta. O Paulo estudou Som e Imagem na Universidade Católica e desde que iniciou a sua carreira que se dedica a esta área.

A Deambulando surgiu em 2015, inicialmente como um projeto pessoal, onde a Elisa expunha todo o seu trabalho de fotografia. Foi também nessa altura que começou a trabalhar para outros fotógrafos de casamento, maioritariamente como segunda fotógrafa. Com o crescimento da sua paixão pela fotografia de casamentos, decidiu dedicar a Deambulando exclusivamente a este tipo de fotografia.

Como já tínham vários projetos em comum, fez todo o sentido o Paulo juntar-se à equipa e acrescentar assim o serviço de vídeo.

 

Há quanto tempo fotografam? E porquê casamentos?

Trabalhamos na área desde 2013. O que mais nos atrai na fotografia de casamentos é o facto de estarmos a marcar a vida das pessoas. Estamos a criar memórias que vão passar de geração em geração.

 

O vosso trabalho é feito a duas mãos. Como o definem e como construíram essa assinatura?

Nós trabalhamos sempre em conjunto, apesar de um fazer fotografia e o outro vídeo, tentamos sempre completar-nos um ao outro. Bebemos sempre das ideias um do outro e como já é hábito trabalharmos em conjunto, tudo flui muito naturalmente e muitas vezes nem precisamos de falar um com o outro para perceber o que vamos fazer a seguir.

 

Achas que o ponto de vista feminino, os detalhes que escolhes fotografar e como o fazes, a narrativa que constróis, é diferente das escolhas que o Paulo faz, do seu ponto de vista masculino? Como convergem?

Sim, sem dúvida, temos perspetivas muito diferentes. A Elisa é muito perfecionista e extremamente atenta ao detalhe no que se trata de pormenores. O Paulo é muito prático mas muito criativo e com ideias sempre frescas. Ajudamo-nos imenso um ao outro em todos os momentos e isso é evidente no resultado final.

 

Deambulando - Fotografia de Casamento Deambulando - Fotografia de Casamento Deambulando - Fotografia de Casamento

Nestes tempos globais, em que as imagens circulam a uma velocidade vertiginosa e todos temos acesso a tudo, a qualquer hora, onde vão buscar inspiração?

Adoramos cinema e este é uma grande fonte de inspiração para nós. Claro que alguns workshops e formações na área também nos ajudam muito.

 

Quando precisam de fazer reset, para onde olham, o que fazem?

Viajar, viajar, viajar!!!

 

Do Norte para o mundo, ou Portugal de lés a lés: fotografar casamentos estrangeiros é diferente de fotografar casamentos nacionais? É muito diferente sem dúvida. As culturas, os hábitos, as tradições, tudo é diferente de país para país, de cultura para cultura.

A diferença que assistimos de casamento para casamento é também aquilo que nos faz gostar tanto desta área. Todos eles trazem algo novo! Em cada casal aprendemos e conhecemos pessoas diferentes! É tão bom e inspirador!

 

Qual é o vosso processo de trabalho, como acontece a ligação ao cliente?

Tentamos conhecer os nossos noivos desde o primeiro contacto, gostamos de conversar, conhecê-los o melhor possível! A ligação que criamos com os noivos é para nós o mais importante para que tudo corra bem.

 

Deambulando - Fotografia de Casamento

Casamentos grandes ou pequeninos, nacionais ou estrangeiros, cerimónias emotivas, festas de arromba – qual é o tipo de festa que mais gostam de registar?

Adoramos casamentos emotivos! Os abraços, os sorrisos, as lágrimas de alegria são para nós o mais bonito de uma festa em que se celebra o amor! Adoramos testemunhar casamentos cheios de emoções até porque nós normalmente nos emocionamos também por detrás das nossas câmaras!

 

Qual é a melhor parte de fotografar casamentos? E o mais desafiante e difícil?

Nós vivemos estes dias de uma forma tão intensa, que é difícil destacar a melhor parte. Mas adoramos saber que estamos a criar memórias, sabemos que é uma responsabilidade enorme e esta é a parte mais desafiante mas o facto de sabermos que estamos a criar memórias que vão passar de geração em geração cria em nós um friozinho na barriga que nos faz ter motivação para continuar a fazer o nosso melhor!

 

Escolham uma imagem favorita do vosso portfolio e contem-nos porquê.

Fotógrafo de casamento no Porto: Deambulando

Esta é uma fotografia que nos diz muito porque foi realizada no nosso primeiro ano de casamentos e foi a partir deste que muitos outros surgiram. Obrigada Joana a André!

 

 

Contactem a Elisa e o Paulo através da sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, feita de belas imagens, e entrem em contacto directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

 

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

 

Marta Ramos

Aqui podemos ser tantas coisas – na Quinta da Quintã

No início de Fevereiro, a Quinta da Quintã acolheu o já habitual wedding weekend: dois dias de portas abertas para uma demonstração ao vivo do espaço mas também do trabalho do leque de fornecedores exclusivos da quinta. A anfitrião, Joana Coelho, aproveitou a oportunidade para dar asas à sua criatividade e ao seu bom gosto numa pequena sessão de inspiração, fotografada por João Almeida:
«A Quinta da Quintã é uma quinta que está na minha família há muitos anos. A quinta original foi totalmente restaurada e ampliada para acolher a realização de eventos, projeto encabeçado pela minha mãe durante os primeiros anos. A dada altura eu e o João, que vimos ambos de áreas criativas, fomos desafiados pelos meus pais a integrar a equipa, a trazermos eventualmente uma abordagem refrescante a um projeto grande, num mercado imenso e cada vez mais exigente. Na altura tínhamos um atelier de design e outros projetos paralelos, também relacionados com as nossas áreas de estudo – eu tenho formação em design nas Belas Artes e o João em marketing e publicidade.»

Aqui podemos ser tantas coisas, podemos desenhar, esculpir, ilustrar, criar, conhecer pessoas, inspirar, concretizar visões e sonhos, sempre no plano do Amor. E assim foi: viemos já há 11 anos e foi-nos impossível não ficar.

 

Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida Quinta da Quintã - Fotografia de João Almeida

 

Créditos:

 

espaço, styling e flores: Quinta da Quintã
fotografia: João Almeida Fotografia
vestido: Gio Rodrigues
maquilhagem e cabelo: Estefânia Genovese
modelo: Ana Jorge

 

Para saberem mais sobre este belo espaço, o que por lá se faz e como se faz, ACOMPANHEM OS NOSSOS POSTS acerca do trabalho sempre impecável da Quinta da Quintã.Save

Marta Ramos

Damos as boas-vindas: Butter Fly

As boas-vindas de hoje são dadas à Sandra Moreira e à sua Butter Fly!

 

A Sandra Moreira nasceu em França e a patisserie française encantou-a desde muito cedo. Acresce a essa fonte de inspiração uma mãe com mãos de fada que sempre partilhou consigo os segredos deste mundo maravilhoso de deslumbrar paladares. Licenciada em Enfermagem mas apaixonada pela pastelaria e pela arte, obteve certificação em Cake Design para consolidar os conhecimentos apreendidos ao longo de muitos anos e criou a Butter Fly, assente na produção artesanal e na qualidade e frescura dos ingredientes:

«Este é o nosso projecto de vida. Queremos com os nossos bolos proporcionar-vos uma experiência muito especial, estimulando todos os vossos sentidos. Para nós, todos os detalhes são importantes, desde a qualidade dos materiais à estação do ano. Digam-nos os vossos gostos pessoais, o que pretendem, e em conjunto criaremos uma peça única.»

A partir de agora, acompanhem também os nossos posts acerca do trabalho da Butter Fly.

 

Bolo dos noivos no Porto: Butter Fly Bolo dos noivos no Porto: Butter Fly Bolo dos noivos no Porto: Butter Fly

Não deixem de consultar a ficha de fornecedor seleccionado Butter Fly para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho. E falem com a Sandra: ela está à vossa espera para, convosco, criar uma obra de arte única, especial e, claro, deliciosa!

 

Sandra, bem-vinda ao Simplesmente Branco!

Marta Ramos

Wise words: criar um signature cocktail para o vosso casamento

Personalizar o vosso grande dia é, seguramente, uma das coisas que mais vos preocupa. Querem receber familiares e amigos num ambiente que seja exactamente a vossa cara, que os faça sentirem-se acolhidos por vocês, e que lhes proporcione boas memórias, para sempre associados a vocês os dois e à vossa história.

Um pormenor divertido e muito distinto poderá ser a criação de um signature cocktail para o vosso casamento, uma bebida bonita e saborosa que passe a ser também uma coisa só vossa, a repetir em aniversários de casamento ou em outras ocasiões especiais. O processo de criação pode parecer-vos demasiado complexo mas, se têm medo de arriscar, falem com o vosso fornecedor de catering que terá profissionais à altura para vos ajudarem nessa tarefa. Nesse caso, só terão que definir alguns pormenores e (a parte melhor) ir provar as propostas para decidirem: a cor do cocktail (harmonizem com a decoração do casamento); um elemento distintivo que vos agrade particularmente (pode ser uma fruta que associem a uma viagem, ou uma bebida de um filme de que ambos gostem muito, um determinada forma de copo que prefiram; bebidas-base preferidas e aquelas que não querem de todo, que façam parte da mistura; e o nome, uma parte essencial!

Todos estes elementos deverão entrar em linha de conta também no caso de quererem arregaçar as mangas e assumir a criação do vosso signature cocktail, claro. Sendo este o caso, comecem por sentar-se a dois e escrever:

. Época do ano e hora do dia: tempo mais quente e horas mais soalheiras pedem bebidas sobretudo frescas e leves; já os meses frescos e as horas a partir do pôr-do-Sol permitirão que as bebidas sejam um pouco mais fortes (se casarem no Inverno, podem mesmo equacionar um cocktail quente);
. Cor ou combinação de cores pretendida;
. Bebidas alcoólicas preferidas;
. Bebidas não alcoólicas preferidas;
. Ingredientes extra: sal, lima, flores comestíveis, fruta da época, azeitonas, paus de canela, frutas desidratadas (no Outono e no Inverno, sobretudo), etc;
. Formato dos copos.

Se gostam de estar a par das tendências, saibam há duas coisas actualmente a fazer as delícias no mundo dos cocktails: ingredientes ‘fumegantes’ (informem-se junto do vosso fornecedor de catering) e o uso de aquafaba – que não é mais do que uma alternativa vegan à clara de ovo, porque também produz aquele efeito de espuma, e que se obtém a partir da água de cozer grão-de-bico. A mixologia é uma área que produz resultados impressionantes, como esferas, espumas, vapores… Mas para isso deverão recorrer a um profissional de bar com experiência nestas técnicas “herdadas” da gastronomia molecular.
Já que falámos em alternativas vegan, será boa ideia não incluir ovos ou lacticínios no vosso cocktail especial, para não limitar o acesso a quem tenha restrições alimentares dessa natureza.
Chegou, então, a altura de fazer experiências! Normalmente a vodka é considerada a bebida-base mais neutra, mas é evidente que o gin, o rum e a tequilha, por exemplo, são amplamente apreciados. E para complementar, não terão na família ou nos amigos alguém que fabrique licores caseiros? Um toque de chocolate ou de café tornam-se aconchegantes; já o piri-piri ou o gengibre despertam o paladar; as natas (podem usar alternativas vegetais, de amêndoa ou de côco, por exemplo) acrescentam corpo e aveludam as bebidas; as frutas da época são sempre um festim para o paladar.
Não vale a pena complicar: apostem em ingredientes de qualidade em vez de se focarem na quantidade. Boas bebidas espirituosas, sumos naturais, frutas e/ou legumes frescos são imprescindíveis. Depois, é tudo uma questão de equilíbrio.
Lembrem-se de que o gelo derrete, logo, dilui a bebida. Se usarem cubos de gelo, optem por um cubo único e bem sólido em cada copo, para durar mais tempo. As bebidas misturadas em shaker podem levar gelo picado no acto da mistura e fica esse assunto arrumado.

 

Criar um signature cocktail para o vosso casamento

 

Não conseguem chegar a acordo? Criem dois signature cocktails, um em nome de cada um de vocês, mas disponibilizem-nos generosamente pois muitos dos convidados quererão, certamente, provar ambos.
Para terminar, lembrem-se de prever um cocktail de aspecto parecido com o vosso (e igualmente delicioso) mas sem álcool, para que toda a gente possa entrar na festa – e nas fotos! E, claro, deixem de fora os consumíveis de uso único, como palhinhas de plástico. Já existem várias alternativas duráveis no mercado, até porque os plásticos descartáveis serão proibidos em Portugal (e não só) a partir do próximo ano. Para saberem mais sobre como tornar o vosso casamento eco-friendly, acompanhem os nossos artigos dedicados ao tema.

 

A foto que ilustra este artigo é da The Salonnière.
Sobram dúvidas? Falem connosco, têm a caixa dos comentários inteiramente à vossa disposição. E não deixem de acompanhar todos os artigos de wise words que vamos publicando, sempre à segunda-feira.