Created with Sketch.
Cristiana Simoes

Celina & William, um amor que vai para além de todas as tradições

Como eterna apaixonada que sou, gosto de me inspirar em histórias autênticas, baseadas no companheirismo e no amor. Acredito e defendo a célebre frase “A felicidade só faz sentido se for partilhada” e, inspirada nesta máxima, hoje apresento-vos a bolha de amor que viveram Celina e William no dia do seu casamento.

Como cosmopolitas que são, estes noivos escolheram como cenário a inspiradora cidade Invicta, para a celebração e registo desde grande dia, marcado por emoções fortes e com muita, muita festa e boa disposição! A It’s all about…, registou a alma e a essência desta união, em que a Celina e o William viveram momentos de repleta felicidade, porque juntos, a vida faz mais sentido!

O dia começou bastante cedo com os preparativos para o grande dia. A equipa It’s all about… eternizou o momento em que os noivos se prepararam, onde contaram com a presença e boa disposição dos seus padrinhos e madrinhas que os ajudaram a esquecer a ansiedade que sentiam para o grande momento. O resultado foram fotos únicas marcadas por sorrisos rasgados e sentimos à flor da pele.

A autenticidade nos pormenores

Todos os casamentos são únicos e o de Celina e William refletiu na perfeição a sua essência e personalidades. Fugindo ao cliché e quebrando todas as tradições, Celina e William entraram na Igreja juntos de mão dada, com sorrisos de orelha a orelha e olhos brilhantes, ao som dos suspiros de felicidade dos seus amigos e familiares.

Depois do grande Sim, os noivos puderam finalmente abraçar os amigos e família, que muito emocionados não conteram a vontade de felicitar estes recém-casados.

No caminho para a Quinta do Segade, os noivos, com a sua incrível personalidade irreverente e espontânea, fizeram uma paragem numa Pizzaria, onde com amigos, partilharam um incrível momento de convívio. Estes noivos são sem dúvida uma inspiração. Como não adorar?

A felicidade só faz sentido se for partilhada

Na inspiradora Quinta do Segade, a festa continuou. Celina e William viveram uma verdadeira bolha de amor onde puderam partilhar com todos aqueles que mais gostam, a felicidade e o amor que sentem um pelo outro. Afinal, “a felicidade só faz sentido se for partilhada”.

A equipa It’s all about…, completamente rendida a estes noivos, capturou na perfeição toda a sua essência e o clima de festa vivida, traduzindo-se num trabalho apaixonante e memorável. A boa disposição, a alegria e a cumplicidade são uma constante neste registo que ficará para sempre no coração dos noivos.

Acredito e defendo que os casamentos devem ser o espelho das personalidades e dos gostos dos noivos e, a Celina e o William conseguiram-no na perfeição!

Fornecedores:

Wedding Planner: Mary Me | Fotografia: It’s all about…| Quinta: Quinta do Segade | Make up: Liliana Ruiz Make Up

Para submeter real weddings para eventual publicação, ENVIE-NOS UM EMAIL.

Um abraço e até breve!

Cristiana Simoes

Inês & Tiago e a sua bolha de cumplicidade

Sou uma romântica incurável e inspiro-me em histórias em que o amor se sente numa troca de olhares, num simples toque ou em toda a cumplicidade de um casal apaixonado. Hoje quero inspirar-vos com a belíssima sessão de namoro da Inês e do Tiago, que escolheram como cenário um campo de trigo e a praia, no momento em que o sol se põe.

Uso frequentemente a expressão “Recordar é viver” e estas sessões de namoro servem mesmo para isso, para recordar e poder voltar atrás no tempo, revivendo assim toda a magia que sentiram neste dia.

Estas sessões de namoro são utilizadas pelos casais antes do casamento, não só para eternizar o  amor e a paixão que nutrem um pelo outro, mas também para “quebrar o gelo”,  não só com a equipa fotográfica, mas também com a própria máquina. De facto, na minha opinião, isto é mesmo um dos maiores benefícios que tiramos deste tipo de sessão, já que nos permite criar essa cumplicidade com os profissionais de fotografia e video e desta forma, melhorar, certamente o resultado fotográfica do grande dia.

Nesta inspiradora sessão de namoro, capturada pela lente da equipa It’s all about…, a Inês e o Tiago fazem-nos sentir toda a sua cumplicidade e felicidade, através das suas trocas de olhares e sorrisos rasgados, traduzindo-se em fotos apaixonadas e bastante divertidas. O momento do pôr-do-sol na praia, em que beneficiaram de todo o brilho e esplendôr das cores, fechou em grande estilo esta sessão.

Inspirem-se nestas fotos que valem mais que mil palavras.

Um abraço e até breve!

Ana Apolinario

Casava-me aqui! 5 locais no mundo incríveis para casar

Hoje no Casava-me Aqui convido-vos a passar a fronteira para viajarmos juntos pelo mundo e, assim, ficarmos a conhecer alguns dos locais mais incríveis para casar. É verdade que Portugal tem espaços absolutamente fantásticos, que maravilham não só os noivos de cá, como os que vêm de fora para, aqui, se voltarem a apaixonar. Mas o mundo é extraordinariamente atrativo para quem vibra com a descoberta, inclusivamente naquela que é, também, uma nova e desconhecida etapa da sua vida.

 

Por isso, e para vocês que consideram voar até outros destinos para celebrarem o vosso amor, aqui vamos nós também numa deliciosa viagem que nos leva a descobrir alguns dos mais interessantes espaços para casar, entre as infindáveis opções que o mundo oferece. Desde monumentos clássicos, a praias tropicais, locais exclusivos ou gelados, aqui fica uma seleção de 5 locais incríveis para casar no mundo.

Fotografia It's all about

Foto: It’s all about

1. Biblioteca Pública de Nova Iorque

Começo pelo meu sonho de cidade, Nova Iorque, com uma proposta bem ao estilo de Carrie Bradshaw, que quase casou com o Mr. Big neste local: a New York Public LibraryGlamour não falta a este espaço icónico em Manhattan, a quarta maior biblioteca do mundo e a segunda maior dos Estados Unidos, de estrutura imponente, com tetos altos, paredes ornamentadas, colunas de e mármore e grandes escadarias (dentro e fora). Um dos locais mais turísticos (e bonitos) da cidade, também um dos mais populares entre os nova-iorquinos, que é, sem dúvida, um espaço verdadeiramente único por si só, mas também muito versátil, com vários espaços para eventos que permitem a circulação por diferentes ambientes.

 

casal noivos casamento na escadaria da biblioteca pública de nova iorque luxuosa sala de casamento na biblioteca pública de nova iorque cerimónia de casamento glamour na biblioteca pública de nova iorque

Fotos: Brian Dorsey Studios e Nathan Smith, TheDayCollective

 

Trocar juras de amor neste local histórico será, certamente, um sonho tornado realidade para muitos noivos, embora não seja algo acessível a todas as carteiras, pois os valores rondam os 53 mil euros (desde), só para alugar o espaço. Podem saber mais aqui.

 

Mas há uma solução mais em conta e também especial: porque não um elopement? Algo bem mais singelo e, cá entre nós, bem mais ao estilo Simplesmente Branco.

 

noivos de costas escadaria da biblioteca de nova iorque

Photographer Mackenzie Reiter Photographer Mackenzie Reiter

Fotos: Mackenzie Reiter

2. Icehotel

Se casar numa das bibliotecas mais bonitas do mundo é invulgar e ao estilo Sexo e a Cidade, casar no Icehotel será, certamente, bem mais out of the box, além de remeter a outro cenário cinematográfico, o do Frozen. Localizado em Jukkasjärvi, no norte da Suécia, não muito longe do Círculo Polar Ártico, podemos seguramente dizer que foge ao cliché da areia branca e mar azul dos destination weddings. Por isso, com esta localização única e ambiente etéreo, este é também um dos locais mais incríveis no mundo para casar.

 

O hotel é totalmente esculpido em gelo e muda com as estações: a cada temporada são convidados vários designers para conceberem novos desenhos para os espaços. Por isso, é muito mais do que um hotel de gelo: é único todos os anos. Para além disso, oferece diferentes opções para casamentos e os noivos podem pedir o gelo esculpido ao seu gosto para a cerimónia.

 

O hotel está aberto todo o ano e, além de 35 art suites tem também vinte quartos especiais, um ice bar, uma galeria de gelo e um restaurante para poderem experimentar a cozinha sueca enquanto admiram a aurora boreal (se tiverem sorte, claro!). Saibam mais aqui.

 

locais incríveis no mundo para casar icehotel locais incríveis no mundo para casar icehotel locais incríveis no mundo para casar icehotel

Fotos: Rebecca Lundh | Design: Natsuki & Shingo Saito; Foto: Asaf Kliger |

3. Anyhoe Park

Da Suécia, voamos até ao Reino Unido para conhecermos o Aynhoe Park. Muito mais do que uma propriedade rural privada, é um espaço único que estabelece um equilíbrio entre a elegância inglesa e o divertido surreal, constituindo um verdadeiro playground eclético para a imaginação. Certamente uma fuga do previsível e um antídoto para a monotonia do quotidiano. Espreitem aqui os eventos.

 

Aynhoe Park robertafacchini photo Aynhoe Park robertafacchini photo Aynhoe Park robertafacchini photo

Fotos: Roberta Facchini 

4. The Little Nell

Rodeada pelas Montanhas Rochosas do Colorado, Estados Unidos da América, e com apenas 6.000 habitantes, a cidade de Aspen possui alguns dos cenários mais impressionantes para uma cerimónia de casamento. Nesta cidade turística de esqui e destino muito concorrido no Inverno, existe também o The Little Nell, um hotel de 5 estrelas que possui um deck à beira de um penhasco, com uma vista brutal sobre as montanhas Maroon Bells e Rocky Mountain, que constituem as mais belas molduras para as memórias mais especiais do grande dia. Com capacidade para 280 convidados, o acesso ao deck  é feito em gôndolas e teleférico. Chique! Saibam mais aqui.

 

Casamentos em Aspen cenário montanhoso deslumbrante

caraelizphoto

Casamentos em Aspen cenário montanhoso deslumbrante

Fotos: Rachel Havel Photography | Cara Eliz Photo | Kate Holstein

5. Haiku Mill

Voamos agora para outro daqueles que é um dos locais mais incríveis no mundo para casar, localizado na costa norte de Maui, a segunda maior ilha do Havai. Não é, no entanto, um lugar para casar “pé na areia”, mas sim um espaço onde o charme da nossa Europa se encontra com o esplendor havaiano natural. Chama-se Haiku Mill, tem uma localização exuberante e tropical, aliada à elegância natural, e é ideal para os noivos que procuram um casamento na praia, mas menos básico, rodeados por muito mais do que apenas a deslumbrante costa desta maravilhosa ilha. Saibam tudo aqui.

 

HAIKU MILL, Havai HAIKU MILL, Havai HAIKU MILL, Havai

Fotos: Visionari | Jana Dillon Photography | Anna Kim Photography

 

E hoje fico por aqui, mas com a promessa de voltar aos locais mais incríveis no mundo para casar. Porque há, de facto, um mundo de opções que vale a pena explorar, conhecer e – porque não? – equacionar.

 

Espero que tenham gostado destas escolhas, que não passando de ideias, vos possam também fazer um bocadinho sonhar. Afinal, o sonho comanda a vida.

 

Até breve!

 

Ana Apolinario

Casava-me aqui: Monte do Ramalho

Se o vestido de noiva é a estrela do imaginário coletivo feminino de qualquer casamento, o local onde o mesmo decorrerá será, certamente, o elemento determinante para o sucesso do grande dia. E dos primeiros, claramente, a considerar.

 

Por isso, hoje iniciamos o «Casava-me aqui», que todos os meses vos levará até aos lugares mais apetecíveis para casar e celebrar, percorrendo uma infinidade de estilos e localizações.

 

Começamos com o Alentejo, mais concretamente com a sugestão de um espaço que é um dos nossos fornecedores selecionados: o Monte do Ramalho. Porquê? Destaco três de muitas razões: porque é lindo, porque é uma proposta perfeita para um casamento ao ar livre – que, em consequência do contexto pandémico que vivemos, é hoje das soluções mais procuradas pelos noivos de 2021 – e porque estou, assumidamente, a ser tendenciosa e a deixar-me levar minhas raízes alentejanas!

 

casar no alentejo monte do ramalho

Alentejo

A luz que te ilumina,

Terra da cor dos olhos de quem olha!

A paz que se adivinha

Na tua solidão

Que nenhuma mesquinha

Condição

Pode compreender e povoar!

O mistério da tua imensidão

Onde o tempo caminha

Sem chegar!…

Miguel Torga

 

O fascínio da genuinidade

Outrora casa agrícola, rodeada pela beleza muda da paisagem alentejana, em que as planícies douradas com oliveiras centenárias se prolongam sem fim, o Monte do Ramalho respira uma autenticidade natural encantadora.

Uma herdade típica, com 100 anos de história e com vários espaços para celebrar o casamento que mantêm o carácter puro e genuíno do campo e permitem uma celebração com charme rústico, num estilo descontraído e romântico.

 

ALENTEJO monte do ramalho espaço para casamento

Espaço para casamentos no Alentejo: Monte do Ramalho

 

Casamento no Alentejo, no Monte do Ramalho, com fotografia de Madalena Tavares

Espaço para casamentos no Alentejo: Monte do Ramalho

Espaço para casamentos no Alentejo: Monte do Ramalho

casamento rustico alentejo monte do ramalho

Para eventos indoor o ex-libris da casa é o Celeiro do Forno, sendo ainda indiscutivelmente cativante utilizar o Museu Agrícola – com peças de interesse que usam muitas vezes para decoração -, inclusivamente como sala de apoio ou o Casão do Baile, para eventos mais pequenos. O espaço conta ainda com uma capela centenária, para a realização de casamentos religiosos, o que é fantástico.

 

No entanto, aquilo que me parece mais adorável é a possibilidade de celebrar o copo-d’água nos seus diferentes espaços exteriores, em perfeita simbiose com a natureza e com o cenário da típica paisagem alentejana a servir de pano à mesa. O spot debaixo das amoreiras, salientado em entrevista por Manuela Estevinha e que remete às noites de verão próprias do Alentejo, debaixo de um céu estrelado, parece maravilhoso. Porque se o dia nos envolve na serenidade da vida do campo, quando a noite cai, volta a fazer-se magia: as luzes acendem-se e proporcionam ao monte uma tonalidade especial e algo muito mágico.

 

Casamento no Alentejo, no Monte do Ramalho, com fotografia de Madalena Tavares

Casamento no Alentejo, no Monte do Ramalho, com fotografia de Madalena Tavares

Casamento no Alentejo, no Monte do Ramalho, com fotografia de Madalena Tavares

Destaca-se também a possibilidade de realizar a cerimónia de casamento ao ar livre, no Jardim das Figueiras, onde se respira um ambiente verdadeiramente especial.

 

Casamento no Alentejo, no Monte do Ramalho, com fotografia de Madalena Tavares

Casamento no Alentejo, no Monte do Ramalho, com fotografia de Madalena Tavares

Casar no Alentejo

Há tanto para dizer sobre o Alentejo. Não faltam razões para casar aqui. Uma beleza natural de cortar a respiração, uma gastronomia rica que permite escolher menus de casamento que realçam o valor da simplicidade – é só pensar no pão, no vinho, nos enchidos, na sericaia, na açorda ou na deliciosa sopa de cação…! – ou as temperaturas quentes da Primavera ao Outono e pouca precipitação. E claro, maravilhosos por-do-sol e um dos céus estrelados mais bonitos do mundo!

 

Casamento no Alentejo, no Monte do Ramalho, com fotografia de Madalena Tavares

Casamento no Alentejo, no Monte do Ramalho, com fotografia de Madalena Tavares

Monte do Ramalho: um espaço recomendado

O Monte do Ramalho é um fornecedor selecionado do Simplesmente Branco. Por isso, podem encontrar mais informações e contactos detalhados na ficha de fornecedor. Espreitem também os casamentos bonitos que aconteceram neste espaço.

 

E se ficaram com vontade de casar aqui, marquem uma visita!

 

Até breve!

 

Ana Apolinario

Não aprendi a dizer “adeus”…

Hoje as palavras custam a sair. E são poucas as situações que me deixam sem palavras! As despedidas fazem parte deste grupo. Mesmo que não signifiquem necessariamente um “adeus”, mas provavelmente um “até logo”… ou, aliás, um “até breve”, recorrendo à forma como sempre me despedi no final das palavras que vos escrevi durante este período em que morei nesta casa, numa aceno que será, seguramente, mais prolongado no tempo, mas que nem por isso significa que venha a ser definitivo.

 

Quando abracei este projeto, fi-lo com grande entusiasmo e enorme vontade de perpetuar o sucesso de um site de inspiração incrível, com a mais valia de poder contar com as ideias e dinâmicas que nasceram do casamento com a Zankyou, a “casa mãe” onde fui sempre muito feliz. E, claro, contando com os nossos exigentes leitores e os nossos talentosos fornecedores para alimentar a elegância, a frescura e o extremo bom-gosto pelos quais o Simplesmente Branco sempre se pautou.

 

Para crescer, no entanto, este (e qualquer) projeto precisa de tempo e dedicação, qual relação amorosa. De nada adianta plantar, se não cuidarmos, não é verdade? É preciso dispormos dos nossos dias e horas para cultivar. Por isso, sem mais rodeios ou floreados, mas com a maior das honestidades, digo-vos, hoje, que o meu caminho, neste momento, não me permite continuar a ajudar a perpetuar os anos de vida deste espaço, que tem vindo a mostrar o melhor que se faz por cá no mundo dos casamentos, dando a conhecer produtos, serviços e ideias bonitas e especiais, que partilhamos com todos vocês para dar resposta aos vossos sonhos.

 

Prosseguem, por isso, as palavras que não serão as minhas, mas que continuarão, como até aqui, a inspirar os dias mais felizes de tantas vidas.

 

Aqui fica, então, mais um “até breve”, desejando ao Simplesmente Branco a continuação de uma viagem cheia e vibrante pela estrada do sucesso!

Não saberei nunca
dizer adeus

Afinal,
só os mortos sabem morrer

Resta ainda tudo,
só nós não podemos ser –

Mia Couto

 

Photo by Kelly Sikkema on Unsplash

Photo by Kelly Sikkema on Unsplash

 

Ana Apolinario

Mafalda & André: “Achava que era um cliché o casamento ser um dos dias mais felizes da vida, mas não é.”

Não escondo, e vocês sabem, que o que mais gosto de partilhar são inspirações de casamentos reais. Dos dias que foram, em tudo, perfeitos, mesmo com as imperfeições que fazem parte do que é ser humano. Em que nos apaixonamos pela manga abalonada do vestido da noiva, pela etiqueta personalizada da lembrança, pelos arranjos da mesa ou o bolo magnífico que mais parece uma obra prima. Em que vos conseguimos projetar no futuro para aquele que será o vosso casamento, através dos sorrisos repletos de felicidade, que se rasgam nos rostos radiantes não só de quem diz o “Sim”, como de quem os acompanha neste momento tão especial das suas vidas. Dos abraços, dos olhares e dos gestos que ficam registados para sempre através da lente de um fotógrafo. De bons fotógrafos, claro, cujos trabalhos nos deleita partilhar.

 

Hoje este momento que é vosso (porque o leem) é sobretudo da Mafalda e do André. E da KrystaPhotos. E de todos os que tornaram possível um dia que – sim! – é muito feliz. Ninguém vos ilude com o cliché. Estes noivos constataram-no. Viveram-no. Assim como todos os outros.

 

E é com este dia feliz que vos deixo. Com as palavras que relatam a história de um amor “verdadeiro e simples e um dia boho chic que ficou na memória de quem o viveu e ficará, certamente, na memória de quem o irá agora reviver.

 

Como se conheceram?

Conhecemo-nos na escola. Éramos colegas de turma e amigos.

Como e quando foi o pedido de casamento?

O pedido de casamento foi em La Spezia, Itália. Eu sem estar à espera e ele com o coração a palpitar. Ele andava com o anel atrás, mas não arranjava o momento oportuno. Era verão e Cinque Terre estava cheio de turistas. Até que lá se ajoelhou à minha frente e me entregou o anel. Eu não suspeitei de nada e não podia acreditar no que estava a acontecer!

Como definem o vosso amor, a vossa história?

Verdadeiro e simples. Gostamos um do outro, cuidamos um do outro e gostamos de estar um com o outro. Foi um amor que brotou de uma amizade.

 

Como correu a organização do casamento?

A organização do casamento correu bem, apesar de ter sido feita maioritariamente à distância. Estávamos a trabalhar e a viver nos Açores, mas somos do Porto e quisemos casar no Porto.

Qual a escolha mais difícil e a mais fácil? Porquê?

Foi fácil e rápido escolher a fotógrafa. Foi-nos recomendada por uma amiga e gostámos muito do trabalho que nos mostrou.

Tiveram ajuda na organização do casamento?

Não, a não ser a dos fornecedores que contratámos e dos nossos pais.

Onde foram buscar inspiração?

Fui buscar inspiração ao Instagram e aos websites dos fornecedores de casamentos que consultei. Descobri que me identificava com os boho weddings.

 

Como foi o grande dia?

O casamento foi um dia de sonho. Achava que era um cliché o casamento ser um dos dias mais felizes da vida, mas não é. Foi um dia muito feliz e de festa.

Onde foi a lua-de-mel? Recomendam?

A lua de mel ia ser no Japão, mas devido à pandemia optámos por ficar em Portugal. Atravessámos a ponte pedonal suspensa em Arouca, passeamos na Costa Nova, fomos à praia em Castro Marim, no Algarve, e visitamos Reguengos de Monsaraz, Alentejo. Foi espetacular. O nosso País tem muito para oferecer. Se pudesse, voltava já!

 

Fornecedores:

(que os noivos recomendam vivamente)

 

Espaço: Palácio da Igreja Velha | Fotógrafia: krystaphotos e Vânia Carneiro | Vestido de noiva: Joana Montez | Toucado: Cata Vassalo | Ramo: Afeto atelier | Design: Flor d´Alecrim | Vídeo: Edgar Félix

 

Até breve!

Ana Apolinario

Raquel & David: assim é o amor!

Dizem que as imagens falam mais do que mil palavras. Concordo. Mas só se forem como estas. Sempre e quando a expressão artística das imagens reflete o momento que está a ser fotografado de uma forma genuína, transparente e reveladora. Quando se pretende eternizar o amor e ele é percetível ao olhar, não só o nosso – que agora o testemunhamos – mas sobretudo de quem, por detrás da câmara, vive a sua arte com paixão, tendo especial atenção aos detalhes, colocando as pessoas no centro de toda a narrativa da história que se propõe a contar, na procura dos gestos e das emoções verdadeiras, que através do clique ficam perpetuadas para o resto da vida.

 

Sim: as imagens, podem, de facto, dizer tudo. Muito mais do que as palavras que eu possa utilizar para fazer o enquadramento da sessão de namoro da Raquel e do David, que nos presenteia os sentidos através da arte de Pedro Nogueira, da Spark My Wedding.

 

E, assim, hoje, trago-vos, mais uma vez, a inspiração do amor. O poder dos olhares penetrantes, dos toques ternos e sorrisos rasgados que espelham a cumplicidade e a felicidade, num cenário de luz “algodão doce”, onde a linha do horizonte que espreita sob a ondulação do mar se mistura com tons azuis e rosa.

 

As imagens que hoje partilho convosco contam-vos tudo. E eu não preciso de dizer mais nada.

 

O coração fica leve quando a alma transborda de amor

Viver a vida como se fosse um sonho

Até breve!