Created with Sketch.
Susana Pinto

Boas festas!

Boas festas!

Entramos devagarinho em modo Natal e recolhemos a casa – este é o tempo de abrandar, reconectar e partilhar, mas tudo a viva voz e pessoalmente.

Vamos sossegar e regressamos a tempo de abrir as portas ao novo ano e à nova década – já pensaram nisso?

 

Por estes dias deixámos pistas para quem está a pensar pedir a sua cara-metade em casamento (ou nem tinha pensado nisso, mas com as nossas sugestões, ficou empolgado!): como escolher um anel de noivado ou como organizar uma viagem para fazer a pergunta mágica.  É uma altura perfeita, com a família reunida, os amigos regressados e uma energia feliz no ar, para partilhar o amor que vos une e dar início ao caminho para o mais bonito dos dias.

 

Contem connosco para vos acompanhar, sempre com palavras sábias, boas ideias e e uma lista de fornecedores óptimos!

 

Os povos do sul celebram à mesa: nós, os espanhóis, os italianos, os gregos. Somos felizes entre pratos de comida deliciosa, bons copos e melhor conversa. Somos barulhentos e expansivos, e levamos horas nisto. Haverá melhor forma de partilhar e celebrar o que nos enche o coração?

 

Remato os meus votos de boas festas, junto das pessoas do vosso coração – os amigos e a família, com este belo pão de ló coberto de chocolate e frutos vermelhos.

A receita é da Doce Maria, as imagens são da Daniela Sousa e as mãos são minhas. De nós, para vocês, direito ao coração, um feliz Natal!

Susana Pinto

Ana Wedding Photography: novo fornecedor Simplesmente Branco

Hoje damos as boas vindas a mais um novíssimo fornecedor seleccionado, Ana Wedding Photography, fotografia de casamento.

 

Se são da grande Lisboa – ou de qualquer parte de Portugal, na realidade, e estão à procura do vosso fotógrafo de casamento, façam o favor de ir ver as imagens bonitas, divertidas e cheias de energia feliz que a Ana Afonso regista no mais bonito dos dias.

 

A Ana sempre soube que fotografar casamentos era, para si, um género documental, registando o que acontece, sem interferência artificial na composição. Este é o tipo de fotografia que a tem cativado e a que se dedica: “quando estou com a máquina na mão, há algo dentro de mim que me faz querer o momento, congelar aquela gargalhada, congelar aquele cabelo no ar durante a dança, que me faz querer captar o que não está muitas vezes à vista de todos.

Cada casamento é único, é especial e tem uma diversidade de histórias para contar.”

 

Não podíamos estar mais de acordo e este ponto de vista singular, das várias histórias que compõem a história maior e mais bonita, é muito interessante!

 

Fotografo de casamento em Santarém - Ana Wedding Photography

Fotografia de casamento em santarém - Ana Wedding Photography

Ana Wedding Photogray - fotografia de casamento em Lisboa

A Ana Afonso  adora aquilo aquilo que faz e não o encara como trabalho, porque é um prazer. Para ela, fotografar casamentos é ir à procura do momento, do inesperado, do sorriso pronto, da gargalhada e da lágrima de alegria.

Registar estes momentos é, de facto, um gosto e a Ana orgulha-se de passar a vossa festa com um sorriso de orelha a orelha, clicando na sua máquina em busca dos instante felizes. A sua inspiração vem das pequenas coisas e dos momentos simples da vida, dos gestos e das emoções.

 

Se gostam tanto desta energia que vibra nas imagens da Ana Wedding Photography, passem pela sua ficha de fornecedor , vejam o portefólio e entrem em contacto com a Ana Afonso.

Ela vai adorar conversar convosco!

Susana Pinto

Um pedido de casamento em viagem? Claro que Sim!

Que o casamento começa muito antes do grande dia já não é segredo para vocês, e todos os noivos sabem que planear com antecedência traz grandes vantagens à preparação de um verdadeiro dia de sonho.

Ora, vamos ao primeiro capítulo desta viagem – o pedido! É aqui que a magia começa e é com este momento que a fasquia do romantismo é elevada ao máximo. Começámos a semana a falar de anéis de noivado, metais preciosos e diamantes, e validámos a importância do pedido. Vamos então dar-vos algumas ideias com charme para esse momento!

 

Idealizar um casamento e uma vida a dois é também sonhar com aquele momento especial em que a pergunta surge: “Queres casar comigo?”

O sonho e promessa de futuro que estas três palavras mágicas contêm não pode ser deixado ao acaso ou à mercê do improviso, por isso pedimos ajuda à I Go Travel para preparar um pedido de casamento com viagem incluída, a transbordar de romance e surpresa – parece-vos bem?

 

Proposta de casamento em viagem Pedido de casamento em viagem por Lisboa

Pedido de casamento em viagem por Lisboa Pedido de casamento em viagem em Lisboa

Programem uns dias de férias a dois ou uma escapadinha de fim-de-semana pela Europa – algo normal e totalmente insuspeito.

O destino pode ser Paris, a capital do amor, com vista para a Torre Eiffel e um romântico passeio de bateaux mouche pelo Sena. Ou a não menos romântica Itália, onde não faltam cidades perfeitas para celebrar o amor – Florença ou Verona são a escolha óbvia, mas um pedido a bordo de uma gôndola num canal em Veneza, é igualmente mágico.

Se ambicionam um momento mais extraordinário e singular, viajar para um destino paradisíaco ou exótico é uma excelente opção, com um mar turquesa como cenário ou um céu estrelado sem fim.

Para os casais aventureiros, a I Go Travel sugere-nos um passeio de balão de ar quente – na Capadócia, no coração da Turquia – e, lá no alto, façam a tão desejada pergunta. Não se esqueçam de segurar bem o anel para que, no meio de tanta emoção, ele não se escape das mãos!

 

Pedido de casamento em viagem em Lisboa

Se as vossas viagens costumam incluir caminhadas por trilhos com paisagens naturais de cortar a respiração, os Açores são um destino de eleição, mas se quiserem um cenário mais dramático, aproveitando a neve e o frio, rumem aos Alpes!

Se são mais urbanos, que tal Nova Iorque? Um pedido em plena Brooklyn Bridge, no topo do Empire State Building ou um pleno Central Park com as folhas de outono a cair, são cenários de filme!

E para os mais arrojados, Thaiti, Indonésia, Ilha Fernando de Noronha, no Brasil, Costa Rica ou Lanzarote, têm sítios incríveis para a prática de mergulho. Um pedido de casamento no fundo do mar será inesquecível!

 

 

Seja qual for o destino para um pedido de casamento mágico e tão romântico, deixamos alguns bons conselhos, para que o sucesso da aventura seja total.

Contactem um fotógrafo local, detalhem o vosso plano (espreitem, por exemplo, o site Flytographer) ou, no pior cenário, recrutem um cúmplice (um transeunte, alguém do hotel ou café onde estão), façam de conta que estão a pedir indicações e, em vez de fazerem uma pose para a fotografia, agarrem o momento, dobrem o joelho e façam a pergunta.

Acondicionem devidamente o anel de noivado durante a viagem – na bagagem de mão e sem embrulho, não vão os serviços de segurança pedir para abrir um objecto não identificado e lá se vai a surpresa à frente da cara metade e dos outros viajantes.

Esperem pelo momento certo, mas não pelo último dia! E, como em tantas coisas, tenham um plano B, para o caso de alguma coisa não estar a correr como planeado.

 

A cereja no topo do bolo, é quando tudo isto é surpresa, incluíndo a viagem! Se é esta a ideia, a I Go Travel sugere que peçam ajuda a dois ou três cúmplices entre amigos, família e colegas de trabalho, de forma a gerir gostos e logística. A complexidade é maior, mas planeando com a devida antecedência e com a ajuda desta equipa profissional, o resultado será estrondoso!

 

As fotografias que acompanham este artigo são da Cláudia Martins, da I Heart You (e fotógrafa listada no Flytographer), e registam o pedido de casamento do Jamil à Meryem, no primeiro dia do ano, em viagem por Lisboa. Épico e mágico, e com este cenário luminoso da Torre de Belém, só pode ter sido inesquecível.

Passem pelo We are The Destination para saber a história deste pedido de casamento!

 

Susana Pinto

À conversa com: InLove Unique Weddings, convites de casamento

Hoje conversamos com a Rita Pedro e a Inês Marujo, que assinam como InLove | Unique Weddings e fazem convites de casamento e todo o estacionário, sinalética e detalhes que completam este interessante conjunto.

A Rita e a Inês estudaram design na Faculdade de Belas-Artes (por onde eu também passei), uma casa artística onde se aprende a pensar e a olhar para as coisas de uma forma mais ampla, crítica e complexa. É uma grande escola de onde se traz uma óptima bagagem para a vida profissional, e isso é claríssimo na qualidade do trabalho que fazem.

Se gostam de detalhes, de pormenores surpreendentes e ricos, e de trabalho artesanal, no verdadeiro sentido da palavra (pensem em caligrafia, em aguarela, em sinetes), então a InLove | Unique Weddings é, claramente, o vosso fornecedor de convites de casamento!

Acredito que um bonito convite de casamento é para guardar para sempre, é o início de uma história de amor que culmina no grande dia! Como designer, gosto de pensar que todas as peças que desenho cumprem uma determinada função (nem que seja só a de nos deslumbrar!) e o estacionário de casamento tem objectivos: orientar, informar ou divertir, e integrar-se e reflectir o ambiente onde é colocado.

Contem-nos um pouco da vossa viagem profissional, do design gráfico para o universo dos casamentos. Foi um caminho natural ou uma situação específica que o apontou?

Ambas temos formação em design industrial e foi nessa área que trabalhámos, depois de terminarmos a faculdade. Uma em design de exposições e interiores, e a outra em design cerâmico. Passados uns anos juntámo-nos para trabalhar por conta própria em design corporativo. Na altura em que decidimos fundar a marca InLove, as empresas tinham desinvestido na comunicação e o mercado corporativo (sobretudo para as pequenas agências) estava muito complicado. Começámos a explorar outro tipo de trabalhos e quando a Rita se casou decidimos tornar a coisa mais séria e, depois de muita pesquisa, percebemos que havia espaço para desenvolver um trabalho de qualidade, diferenciado e criativo.

 

Há quanto tempo trabalham nesta área? E porquê este universo dos casamentos?

Já trabalhamos na área dos casamentos e eventos há 7 anos, é uma área muito satisfatória. Eu, Inês, enquanto noiva, tive um casamento muito atípico, porque sempre achei esta temática desinteressante e (na falta de melhor expressão), foleira. Quando me propus a ajudar a Rita no seu “projecto”, percebi que se calhar estava a ver as coisas pela perspectiva errada e como designer tinha espaço para contribuir para melhorar a oferta. Trabalhámos muito para conhecermos este universo, que é bem grande e diversificado e, felizmente, cada vez com melhores profissionais.

 

Como definem o vosso trabalho e como construíram essa assinatura?

A nossa distinção principal é a personalização. Nunca desenhamos dois convites iguais nem pensamos dois conceitos similares. Cada casal tem uma história, tem gostos e preferências diferentes, por isso propomo-nos sempre a fazer algo completamente ao seu gosto. Formámo-nos na Faculdade de Belas-Artes, uma escola que nos ensina a olhar de forma crítica, analítica e apaixonada para cada projecto, a criar um conceito e a desenhar uma história para cada desafio que nos colocam.

 

Esse estilo faz parte do ADN da marca ou é um conceito que escolheram para explorar e trabalhar este ano? Porquê?

Este estilo sempre fez parte, apesar de já termos tentado explorar outras abordagens (como termos algumas colecções de estacionário para consumo mais “imediato”), mas a verdade é que os clientes que nos procuram querem essa proximidade, esse poder escolher exactamente o querem e como querem. O que temos vindo a perceber é que de facto imprimimos muito do nosso estilo pessoal às técnicas que decidimos explorar, como a caligrafia, as aguarelas e outros trabalhos mais manuais.

 

Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (16) Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (15) Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (14) Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (13)

As tendências da estação… são um assunto de trabalho ou apenas fait divers?

Por acaso não tem sido muito. Gostamos de ir acompanhando o que se escreve e o aquilo de que se fala, mas nunca deixámos que isso determinasse a nossa linha de trabalho.

 

Ter o controle das decisões é importante? Têm uma perspectiva perfeccionista e específica sobre o resultado e a forma como querem que o vosso trabalho seja consumido ou é o prazer de discutir ideias, de criar, que vos interessa mais na relação com cada projecto, cada cliente?

No início da InLove perdíamos um pouco o “rasto” aos trabalhos que fazíamos e na verdade poucas vezes chegávamos a ver o resultado in loco. A nossa experiência no desenho e decoração de interiores impeliu-nos a alargar os nossos serviços a esta área e, como consequência, neste momento a maioria dos casamentos que fazemos envolve toda a parte de styling e decoração, o que faz com que o “controlo” sobre o resultado seja maior, o que para nós é muito mais gratificante. De qualquer forma, temos alguns trabalhos em que apenas desenhamos 2 ou 3 peças de estacionário, mas que nos dão um tremendo prazer pelo desafio criativo e técnico que apresentam.

 

Existem fórmulas vencedoras que aplicam, ou cada convite, produto ou serviço é pensado totalmente de raiz?

Não acredito em fórmulas, acredito na experiência e em aprendermos com ela. Há muitos erros que já não cometemos, muitos conselhos que podemos dar e muitas sugestões que fazemos, tudo isto de forma a que cada trabalho corra da melhor maneira, mas sim, privilegiamos fazer tudo de raiz e cada evento traz sempre algo novo.

 

Onde buscam inspiração para cada nova temporada de trabalho?

Obviamente acompanhamos sempre o trabalho dos nossos colegas e parceiros e das publicações de referência, mas também tentamos olhar para outras áreas como a cerâmica, a arquitectura ou a moda.

 

Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (12) Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (11) Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (10)

Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (9)

Quando precisam de fazer reset, para onde olham, o que fazem?

No fim de 2016 fizemos o nosso maior reset quando percebemos que estávamos a planear a época seguinte exactamente da mesma forma que a anterior. Concluímos que havia coisas que já não nos satisfaziam e que os nossos clientes se estavam a tornar cada vez mais exigentes e informados. Então decidimos mudar, evoluir. Procurámos soluções diferentes, sobretudo no que diz respeito aos acabamentos em papel, começámos a fazer mais trabalho manual, voltámos a desenhar à mão, foi um back to basics que nos trouxe coisas boas e um salto muito grande no nosso portefólio. Começámos também a desenhar e produzir muitas peças de decoração que agora temos ao dispor dos nossos clientes e parceiros. Na verdade o sítio para onde olhamos é para nós mesmas e não para os outros, em vez de tentarmos correr atrás do que achamos que os outros vão gostar, procuramos perceber aquilo em que somos boas e que nos levará a oferecer o melhor serviço/produto possível.

 

Qual é a importância do convite de casamento (e respectivo conjunto de estacionário), na grande lista de itens e tarefas?

Não vamos ser hipócritas e dizer que é o mais importante, acho que aquilo que os convidados realmente retêm na memória depois de um casamento, é se a comida era mesmo boa e a música animada, mas obviamente não podemos dar a resposta de forma tão simplista. Acredito que um bonito convite de casamento é para guardar para sempre, é o início de uma história de amor que culmina no grande dia! Como designer, gosto de pensar que todas as peças que desenho cumprem uma determinada função (nem que seja só a de nos deslumbrar!) e o estacionário de casamento tem objectivos: orientar, informar ou divertir, e integrar-se e reflectir o ambiente onde é colocado. Podemos falar aqui de criar uma identidade visual para todo o casamento e queremos acreditar que o estacionário desempenha um papel de relevância e por isso deve ser pensado com cuidado e carinho.

 

Qual é o vosso processo de trabalho, como acontece a ligação ao cliente?

Actualmente temos muitos clientes estrangeiros que tratam de todo o processo (escolha de fornecedores, adjudicações e compra efectiva) à distância, e nesses casos falamos essencialmente via email ou skype. De qualquer forma privilegiamos sempre o contacto pessoal, gostamos que venham conhecer o nosso espaço, falar connosco, tocar nas peças que temos para mostrar, sentir as texturas dos papéis, ver todos os formatos. Os clientes noivos não são geralmente clientes de repetição, o que nos dá apenas uma hipótese de fazer as coisas bem, por isso gostamos da proximidade, sentimos que nos ajuda a criar melhor. Ouvimos as suas histórias, tentamos perceber o que esperam do grande dia, apresentamos sugestões e um orçamento. Trabalhamos sempre com um orçamento aprovado pelo cliente e depois começamos a desenhar, até estarem satisfeitos.

 

Qual é a melhor parte de criar convites de casamento, ser o primeiro capítulo visível da história que leva ao grande dia? E o mais desafiante e difícil?

O universo dos casamentos permite-nos explorar toda a nossa criatividade, desenhar coisas sempre diferentes, testar novos papéis e novos acabamentos, e para nós, enquanto designers, isso é maravilhoso. A outra grande vantagem é trabalharmos com o “cliente final” e quem já trabalhou em design corporativo percebe o que quero dizer. Aqui temos contacto directo com quem vai “consumir” o que desenhamos e o seu feedback é imediato, ainda mais porque estamos a acompanhar um período extremamente emotivo e significante para os nossos clientes. O mais difícil às vezes é perceber o que os noivos pretendem, as inspirações são tantas e tão variadas, que é fácil perderem-se e só quando vêm algo já concretizado é que percebem que afinal não era nada daquilo que queriam.

 

Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (8) Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (7) Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (6) Best Of dos convites e estacionário In Love de 2018 (5)

Escolham o convite de que mais gostam no vosso portefólio, e conte-nos porquê:

Curiosamente não é nenhum convite de casamento, foi o convite que fizémos para um evento no Tivoli Palácio de Seteais. Tivemos total liberdade criativa e de produção. Obviamente, pensámos em algo que sugerisse uma identificação imediata com aquele espaço e com o acontecimento em questão, mas o cliente permitiu-nos desenhar o que queríamos e escolher as técnicas que considerámos mais adequadas, e foi um sucesso! Um papel de algodão maravilhoso em impresso em letterpress e estampagem dourada, dentro de um envelope rosa pálido, com uma fotografia do palácio no interior da pala e selado com lacre dourado. Elegante e simples, mas inesquecível, como nós gostamos.

 

Convite - In Love Unique Weddings - convites de casamento

 

Os contactos detalhados de InLove | Unique Weddings, estão na sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, feita de imagens bonitas, e contactem a Inês Marujo e a Rita Pedro directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

 

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

Susana Pinto

Celebrar o amor: um fornecedor Simplesmente Branco

Hoje damos as boas vindas ao novíssimo fornecedor seleccionado, Celebrar o Amor.

 

A Celebrar o Amor cria cerimónias simbólicas de casamento, onde a vossa união é celebrada com a família e os amigo, marcandos uma nova etapa na vossa história como casal. Estas cerimónias, intimistas, acolhedoras e totalmente personalizáveis aos gostos e interesses de quem nelas participa, respeitam e acolhem todas as religiões e podem ser realizadas para quem, independentemente da sua orientação sexual, raça ou crença religiosa, deseje que este momento de vida seja verdadeiramente especial.

 

Sem ser substituto ao regime jurídico e legal, uma cerimónia simbólica tem uma magia e emoção muito especiais: aqui há espaço para as palavras mais doces, para as pausas que acolhem os risos e as lágrimas, para uma história de amor partilhada, talvez pela primeira vez, com as nossas pessoas do coração. Independentemente do formato do vosso amor, esta pode ser a escolha ideal para quem não se revê nos formatos tradicionais, mais formais e impessoais.

 

Prontos para celebrar o amor?

 

Cerimónia simbólica: Celebrar o amor

Cerimónia simbólica - Celebrar o amor Celebrante de casamento civil - Celebrar o amor

Damos as boas-vindas à Filipa Martinho e ao seu projecto bonito e tão especial.

Para a Filipa, o amor é o sentimento mais puro e verdadeiro na vida de todos os nós, e celebrá-lo é uma forma de multiplicar a felicidade. Quanto à inspiração para esta profissão tão singular, a Filipa vai buscá-la às histórias dos noivos Celebrar o Amor, à felicidade da família e à emoção dos amigos que os acompanham a vida toda. A relação criada com os noivos que procuram a Celebrar o Amor é emocionante e conhecer cada história e testemunhar este amor palpável, traduzido em palavras é incrivelmente gratificante.

 

Se este formato de cerimónia simbólica vos deixa curiosos, passem pela ficha de fornecedor da Celebrar o Amor, espreitem a galeria e entrem em contacto com a Filipa Martinho, através do formulário. Ela vai adorar conhecer-vos!

Susana Pinto

Dicas para casar: como escolher um anel de noivado, com a Romantis

Esta semana publicamos a última dica para casar de 2019 e deixámos o melhor para o fim (do ano, porque em Janeiro continuamos a nossa série de artigos simpáticos para vos ajudar a navegar o caminho até ao mais bonito dos dias de forma ágil e sabedora).

 

Hoje, com a ajuda do nosso fornecedor seleccionado Romantis, falamos sobre anéis de noivado.

O Natal e a passagem de ano são duas das ocasiões preferidas pelos românticos incorrigíveis para um pedido de casamento comme il faut! E como diz uma das nossas frases favoritas, knowledge is power, para esta ocasião, cuja decisão é um investimento emocional e financeiro em partes iguais, pedimos ajuda à simpática Marlene Pereira para nos guiar por este assunto.

 

A Romantis é uma das marcas da Fernando Rocha Joalheiros, uma empresa portuguesa com meio século de história. Esta linha de jóias que apresenta colecções particularmente românticas, destaca-se pelas alianças de casamento e anéis de noivado. A alta qualidade, o desenho moderno, a cravação perfeita, as formas volumosas e o acabamento cuidado são os argumentos principais para a distinção da marca.

Aneis de noivado com pérola e diamantes, da Romantis Anel de noivado com diamantes e ouro branco, da Romantis.

Feita a apresentação, passamos ao processo:

«O primeiro passo para procurar o anel de noivado perfeito passa por compreender o gosto de quem o vai receber: se sonha com um anel de noivado tradicional e clássico, como um solitário, se adora anéis mais complexos e com mais detalhe ou o seu oposto, singelo e discreto.»

 

Façam o vosso trabalho de casa, a solo ou com a ajuda de um cúmplice – uma amiga, um familiar, alguém bem próximo que possa observar e perguntar, de forma desinteressada, como se o assunto não fosse, de todo, o assunto!

Com uma ideia em mente, procurem uma ourivesaria com tradição, uma loja que vos transmita confiança e que tenha bastante variedade em anéis de noivado, para que possam ver e experimentar vários tipos e perceber as diferenças. Como em todas as etapas da organização do casamento, é importante definir o orçamento final, para nivelar as expectativas e procurar em conformidade.

 

Uma dica particularmente relevante: invistam no anel, mas também no momento da pergunta mágica.

Como diz a Marlene e muito bem, um anel poderá ser trocado, mas o momento não. A magia do pedido, o cenário, o contexto, o momento, emprestarão um brilho adicional ao anel que escolherem.

Para acertar no tamanho correcto do anel e no gosto de quem o vai receber, voltem a recrutar um ajudante e confiem na vossa intuição. Como base, levem um dos seus anéis (que use com frequência e no dedo certo) à ourivesaria e assim confirmam que compram o anel de noivado com a medida correcta.

 

Ultrapassada a logística, vamos aprofundar os detalhes específicos; material, modelo, corte, etc. – aquilo que define um anel de noivado.

Começamos pelo metal que podem escolher, platina ou ouro, e de que cor – branco, amarelo, rosa ou bicolor.

A seguir, o modelo. Os principais modelos de anel de noivado são o anel solitário clássico, com um diamante no centro; o anel com diamantes no aro (que podem ocupar metade ou a totalidade da peça); o anel com um diamante no centro e diamantes à volta do diamante central e com a opção de diamantes no aro; o anel em que o centro é formado por diversos diamantes parecendo um único diamante e que pode ou não ter diamantes no aro; e o anel com um diamante central com a opção de diamantes no aro. Há ainda outras variantes, que podem ser uma bonita pérola (super clássico!) ou uma fila de diamantes de corte baguette (um formato inesperado e de momento, o meu favorito!)

Aliança de noivado com diamantes e ouro branco, da Romantis. Anel de brilhantes e ouro branco, da Romantis.

Vamos a valores. Os factores de variação de preço são, essencialmente, as pedras e o metal.
O tamanho do diamante, a quantidade de diamantes que a peça tem e os seus quilates podem variar bastante. O peso do ouro também faz oscilar o preço das jóias e aqui temos de incluir a variante cotação de mercado, já que o preço do ouro também sofre solavancos.

Ao fazer um investimento numa peça valiosa com tantas características particulares, como um anel de noivado, é fundamental saber em concreto quais as características da jóia que vão comprar. Jóias deste calibre devem vir sempre acompanhadas de um certificado de autenticidade, que permita atestar o seu valor, controlando dados importantes como o metal, gemas e peso da jóia. A Romantis disponibiliza um certificado assim, com garantia das gemas e metais incrustados em todas as peças de diamantes comercializadas.

 

Com a caixinha mágica no bolso, está na hora de começar a planear o momento do pedido. O nosso melhor conselho é estar alinhado com a natureza de quem vai partilhar o momento convosco. Noiva tímida e reservada? Nada de surpresas em público, sob o olhar de amigos e família. Menina festiva e expansiva? Façam-na sentir-se a estrela do momento, com palmas, fotografias, tudo e tudo.

 

Pensem neste momento com o mesmo cuidado com que escolheram o anel certo – esta será a primeira memória da vossa vida como família e isso é muito especial!

Deixamos umas sugestões rápidas, só para vos por a pensar (que os melhores masterminds deste assunto serão sempre vocês): que tal uma viagem a dois, com um momento super romântico e surpreendente pelo meio? A I Go Travel pode ser a parter in crime perfeita para um pedido inesquecível.

Ou o registo fotográfico do momento, para rever depois das grandes emoções? Ou se há uma ideia mais eleborada que precisa de uma mãozinha profissional para tomar forma (como foi o pedido de casamento do Ricardo, à Catarina, do qual fomos cúmplices, juntamente com a Romã Eventos e a Jardin d’Epoque, que já mostrámos aqui), falem com um organizador de eventos.

 

Sobram dúvidas? Falem connosco ou passem pela página de perguntas frequentes da Romantis, têm a caixa dos comentários inteiramente à vossa disposição. E não deixem de acompanhar as nossas dicas para casar, sempre à segunda-feira.

Susana Pinto

Bolo dos noivos, sapatos de noiva e um belo bouquet: um trio perfeito!

Para o nosso trio de bolo dos noivos, bouquet de noiva e sapatos de noiva de hoje, escolhi um cores vibrantes e festivas!

 

Como sempre, são os sapatos de noiva que dão o mote, e quando encontrei estas sandálias de tacão, foi amor à primeira vista!

São divertidas – uma condição que acho essencial para um dia tão especial. Depois, têm um tacão largo, que é seguramente um factor de maior conforto, sobretudo se o acompanharem de umas boas palmilhas de gel. O acabamento com textura e as tiras fininhas de cores metalizadas tornam-nas elegantes e super festivas – claro que são adoráveis e se lhes juntarmos um verniz colorido, o resultado é fantástico. E não se esqueçam, um par de sapatos de noiva coloridos é sempre muito fotogénico

 

Daqui saltamos para o bolo dos noivos, igualmente colorido e com a sua dose de diversão: três andares cobertos de creme, salpicados de cor e folha de ouro, e decorados com flores naturais, que mais parecem pequenos bouquets… É uma graça e tem um ar apetitoso!

 

Fechamos com um belo bouquet de noiva com anémonas japonesas e rosas, na mais bonita combinação de tons de gelado: a delicadeza deste bouquet é qualquer coisa de espantoso! Leve, despenteado e plenamente harmonioso – é uma delícia e se me casasse, queria um assim!

 

Bolo dos noivos decorado com flores naturais apatos de noiva coloridos Bouquet de noiva com flores silvestres

 

Adoro a ideia de ter um pouco de cor, leve, divertida, a dar o tom ao dia do casamento. Seja com um par de sapatos de noiva coloridos, um bouquet vibrante ou um bolo do qual não conseguimos desviar os olhos. Qual é a vossa paleta favorita?

 

De cima para baixo, bolo dos noivos com três andares, coberto de creme e decorado com flores naturais, de Soul Cake Shop; sapatos de noiva coloridos com tiras metalizadas em pele texturada, na Üterque, por 99 euros; bouquet de noiva com anémonas japonesas e rosas, de Soil and Stem.

 

Para acompanhar estes nossos trios perfeitos que publicamos todos os domingos, basta que sigam as nossas etiquetas (a partir da homepage) ou aqui no topo do artigo: sapatos e sunday shoes; cake! e bolo; bouquet e um belo bouquet.

Bom domingo!