Created with Sketch.
Marta Ramos

Novidades felizes do Bouquet de Liz

Estamos quase a fechar para as nossas habituais férias de Agosto, mas ainda tenho tempo para vos contar que o Bouquet de Liz  tem novidades empolgantes. Conta-nos Maria do Rosário Pinho: «Na minha aldeia de Presa, no concelho de Mira, sempre existiu um armazém que eu nunca poderia imaginar que um dia viria a ser meu. Mas assim é! Escusado será dizer que este cantinho é o lugar mais bonito de Portugal, o que me deixa ainda mais feliz com esta nova fase.»

Trata-se, então, de um novo espaço Bouquet de Liz, situado no dito armazém, que está a ser recuperado para o efeito, estando prevista a inauguração para Setembro/Outubro. Para além dos materiais da empresa e da produção floral, este será também um tecto para partilha de ideias, organização de workshops e muita interacção com pessoas criativas e interessadas em ensinar e aprender.
Sendo numa aldeia, isso não faz deste espaço menos acessível: a região de Mira, no distrito de Coimbra, é muito bem servida de estradas, e Maria do Rosário Pinheiro tem recebido noivos de todo o país, que deixam invariavelmente um feedback muito positivo acerca do local e da sua tranquilidade: «Lembro-me sempre do poema do Alberto Caeiro quando entro e saio do trabalho. E foi isso também que me incentivou a assumir este espaço também para o atendimento aos clientes e não só para armazém.»

«Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo…
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer,
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura…»

Ficam já prometidos mais pormenores para a rentrée!

 

Decoração de casamento por Bouquet de Liz Decoração de casamento por Bouquet de Liz Decoração de casamento por Bouquet de LizDecoração de casamento por Bouquet de Liz Decoração de casamento por Bouquet de Liz

Vejam mais trabalhos com este toque apaixonado e elegante da Bouquet de Liz nos artigos que já lhes dedicámos; e consultem a ficha de fornecedor para verem imagens bonitas e recolherem todas as coordenadas de que necessitam para entrar em contacto com a Maria do Rosário e lhe pedir que traduza o vosso sonho em flores.

Marta Ramos

Cores e sabores sobre a mesa, por Palace Catering

O que é mais a vossa cara? Uma mesa de casamento gloriosamente tradicional ou algo simples e leve, com toques de modernidade? Este será um dos prováveis duelos que terão de arbitrar até chegarem a uma conclusão final. As opções são de facto, variadas, e o fio condutor deverá ser uma combinação equilibrada entre o local, o tipo de festa que delinearam e a variedade de convidados que esperam. Pode ser uma refeição servida dentro de portas, sentada ou em pé, no exterior, em formato de buffet livre, um dia inteiro, um cocktail ou apenas um jantar; e pode incluir ceia ou não.

A Palace Catering tem respostas para todas as vossas vontades: o seu objectivo máximo é  assegurar o mais elevado nível de satisfação dos seus clientes e parceiros, sendo a qualidade e segurança alimentar pilares fundamentais na sua actividade.
Apoiada por uma equipa jovem e dinâmica, pretende proporcionar experiências mágicas e criar eventos de sonho à medida das necessidades de cada cliente. A inspiração dos Chefs da casa assenta numa fusão entre os sabores da tradicional gastronomia portuguesa e a moderna cozinha de autor, privilegiando a inovação e a criatividade. A apresentação dos pratos é outro dos pontes fortes desta cozinha, porque toda a gente sabe que os olhos também têm direito a deliciar-se.

 

Vamos espreitar uma mesa posta com cores e sabores, para vos aguçar o apetite: a proposta da Palace Catering para hoje começa com um lavagante grelhado com vichyssoise de bolbo de aipo, salicórnia salteada com espuma de funcho e lima; segue-se uma postinha de vitela braseada com creme de couve flor e espargos verdes assados; e, para fechar a refeição com chave de ouro, a deliciosa trilogia de doces tradicionais portugueses (pudim Abade de Priscos, toucinho do céu e leite creme) com sorbet de limão. Irresistível!
Para terem uma mesa como esta no vosso grande dia, só terão de marcar a data e conversar com a Cristina Barros.

 

Uma das maiores preocupações da Palace Catering, como empresa socialmente responsável, é a de diminuir os excedentes de alimentos confeccionados nos eventos. Mas, ainda assim, acontece sobrar comida que não chega a ser consumida. Nesses casos, a prioridade é encaminhar essa comida, que continua em perfeitas condições, para quem dela mais necessita. Saibam mais sobre como evitar desperdícios no vosso casamento e não deixem de ler o nosso artigo de wise words sobre a ementa do casamento.

E acompanhem todos os nossos artigos sobre o trabalho da Palace Catering: qualquer dúvida, a Cristina Barros terá todo o gosto em ajudar-vos.

Marta Ramos

Wise words: é possível ter flores eco-friendly no casamento?

As flores deixam uma pegada ecológica bastante acentuada — isto é um facto. Quem o diz é Ema Mota Ramos, do Jardin d’Époque, com quem conversámos sobre o assunto de modo a podemos ajudar-vos a perceber como é que as flores se encaixam numa perspectiva de casamentos eco-friendly. É difícil imaginar um casamento bonito sem flores, claro. E depois há toda a aura da tradição, de que não quererão abdicar. Afinal, já na Grécia Antiga as noivas costumavam levar hera a caminho do altar, como símbolo de um amor eterno; e no Império Romano eram as ervas que cumpriam o duplo papel de fidelidade e fertilidade enquanto afastavam espíritos negativos. E, já agora, fiquem sabendo que as flores aparecem associadas também aos noivos desde o ido século XVI: a boutonnière tinha nessa altura o propósito de proteger o noivo de doenças, o equivalente ao uso do bouquet pela noiva.

Hoje, bouquet e boutonnière são essencialmente estéticos e harmonizam-se com a decoração do casamento, podendo, no entanto, incluir significados especiais na escolha de determinadas flores. O simbolismo, esse continua a ser forte.

 

Diz-nos a Ema que pensar em questões de sustentabilidade e no conceito eco-friendly no mercado de casamentos não é fácil, uma vez que os fornecedores estão a lidar com expectativas muito elevadas, concentradas no resultado de um único dia em que nada pode falhar e que, por isso, nada menos do que a perfeição é esperado. «No que toca às flores, a pegada ecológica é enorme. Na generalidade dos casos, enquanto fornecedores, não nos é possível utilizar apenas espécies autóctones e locais. Ou porque a dimensão do projecto requer grandes quantidades que a produção nacional não consegue garantir, ou porque as espécies que os noivos ambicionam nem sequer são produzidas no nosso país. Compramos nos grandes leilões da Holanda e esperamos que os camiões cheguem até nós depois de fazerem milhares de quilómetros. Para não falar do cultivo intensivo e na manipulação das espécies.
O desafio está em encontrar estratégias para contrabalançar este impacto.»

O conselho imediato a dar aos noivos é que escolham sempre espécies da época e que estejam disponíveis e abertos às sugestões dos fornecedores que seleccionam.

Já temos, então, dois aspectos em que a vossa escolha poderá ter um impacto muito significativo no resultado: sempre que possível, escolham flores da época e de produção nacional. Para além da evidente diminuição da pegada ecológica, não querem ter que passar pela angústia de ver a data aproximar-se e não ver a encomenda chegar. Aproveito para lembrar outra cautela importante, de que já vos falámos no nosso artigo de wise words sobre a escolha do bouquet: peçam sempre uma segunda opção ao vosso fornecedor de flores. O mercado floral é cheio de imprevistos (pragas, intempéries, greves de transportadores, aumentos nos combustíveis…), que se reflectem na disponibilidade e preço final do produto. O orçamento é pedido com meses de antecedência, mas encomenda é feita uma ou duas semanas antes do casamento, logo, as surpresas não são tão improváveis quanto isso.

 

Outra sugestão da Ema Mota Ramos é pensar fora da caixa: «Muitas vezes pergunto aos meus clientes se têm alguma memória de infância do jardim dos avós, dos pais, de uma tia… E se esse jardim ainda existe! Porque não usar uma selecção espécies provenientes desses espaços? Porque não aproveitar os desperdícios da poda de um jardim ou de um quintal?»

Substituir flores de corte por plantas que depois possam ser replantadas é uma outra opção. Curiosamente, em 2019 o Jardin d’Époque terá um casamento em que a noiva se recusa a ter “flores mortas”: diz-nos a Ema que o desafio é gigante mas amplamente suplantado pelo gozo de pensar todo um projecto de design floral com “flores vivas”.

 

Flores para casamento (17)Flores para casamento (19) Flores para casamento (16)

Mas a sugestão que, provavelmente, será mais fácil de aplicar tem a ver com a escolha dos fornecedores para o vosso casamento.  Percebam, verdadeiramente, o método e o processo de trabalho dos profissionais que avaliarem. «E nós fornecedores, estarmos disponíveis para trabalhar na redução da pegada ecológica do nosso negócio», garante Ema Mota Ramos. «Cá pelo estúdio começamos por fazer a separação das embalagens em que as flores vêm envolvidas. Quando processamos as espécies, recolhemos todas as folhas, caules, pétalas, pés partidos, etc.; e posteriormente encaminhamos estes desperdícios para a compostagem. Reutilizamos a água dos baldes e jarras para regar o jardim. Evitamos usar esponjas florais. E sempre que nos é pedida a recolha das flores no final de um evento, tentamos perceber se existem lares, centros de dia, hospitais ou outras instituições para os quais possamos encaminhar os arranjos e provocar ainda mais sorrisos. Há coisas que não conseguimos mesmo controlar, mas aquelas que dependem apenas de nós… É apenas uma questão de disciplina e de gestão do tempo.»

 

As imagens que ilustram este artigo são assinadas por Dreamaker e mostram um trabalho Jardin d’Époque para uma sessão fotográfica Romã Eventos.
Sobram dúvidas? Falem connosco, têm a caixa dos comentários inteiramente à vossa disposição. E não deixem de acompanhar todos os artigos de wise words que vamos publicando, sempre à segunda-feira.

Marta Ramos

Parabéns, Romã Eventos!

A Romã Eventos celebrou recentemente o seu segundo aniversário. Criada pela Rute Carvalho, é Romã é uma equipa multifacetada que já conta com um portefólio admirável.

Nada me desafia mais do que ir ao encontro dos pormenores que procuro ler nas entrelinhas dos sonhos de cada cliente. Conjugar tudo – sonhos, expectativas – pintar um quadro que se quer único e, de encontros improváveis, fazer magia. Cada detalhe pensado com o intuito de encaixar na perfeição naquele quadro criado especialmente para aquele momento único e tão especial.

Na Romã Eventos reúnem-se designers, arquitectos, fotógrafos, videógrafos, entre outros. Todos contadores de histórias, todos com a mesma vontade: concretizar sonhos. Ao leme, de coração doce e lágrima fácil, encontramos a Rute. Levada sempre pelas emoções, é perita em surpreender todos com os seus detalhes e mimos. Designer gráfica de profissão e com uma vasta experiência na coordenação de projectos e eventos da área, é uma entusiasta defensora da beleza e da harmonia.

 

Acreditam que, como diz Valter Hugo Mãe, «amar é um trabalho bom». E trabalhar por amor e com amor não só é um privilégio como também é uma benção. Reunindo várias paixões numa só missão procuram, através do design e inovação, criar experiências extraordinárias, ricas em estilo e requinte. Orgulham-se dar ouvidos à voz interior, dar tempo ao tempo. «Assim é o amor e assim é a Romã: desenhamos cada sonho em conjunto com quem nos procura, desde o projecto e criação do evento ao design e decoração.»

Procuram inspiração onde a inspiração os encontra! Seja numa conversa em família ou numa viagem com amigos, num disco que ouvem ou no pormenor de uma fachada… «A inspiração rodeia-nos e conta-nos uma história. Também nós procuramos contar uma história com o nosso trabalho, deixando transparecer a autenticidade e harmonia.»

E no futuro vêem-se a eternizar ainda mais cerimónias com as sementes da autenticidade, da vida e da união. Ajudar a construir sonhos, criando memórias únicas e inesquecíveis. Sempre de coração cheio.

 

Romã EventosNão deixem de consultar a ficha de fornecedor seleccionado da Romã Eventos para ficarem a conhecer melhor a Rute, a sua equipa e o seu trabalho. E falem com eles através do nosso formulário: na volta do correio ficarão um pouco mais perto de ver o vosso dia de sonho tornado realidade.

Marta Ramos

Flores brancas, por Blush Events

Flores e cores, eis uma associação que fazemos quase automaticamente. No entanto, optar por uma decoração floral assente na cor branca também produz resultados muito bonitos e elegantes, sobretudo quando engenhosamente articulados com a iluminação.

Foi o caso de um casamento decorado pela Blush Events na Quinta da Quintã, em que o branco predomina, sobressaindo os detalhes das formas dadas aos arranjos, bem como os pormenores de luz (e velas) muito bem distribuídos. Uma delicadeza, este trabalho da Sofia Morais e da Isabel Costa, que escolheram esta área porque adoram trabalhar com flores, criar cenários personalizados, interpretar emoções e realizar sonhos. O seu objectivo é poder dar um selo de autenticidade a cada casamento que realizam:

Todos os sonhos, desejos, necessidades e expectativas precisam de ser exprimidos. Por isso, orgulhamo-nos de que a BlushEvents seja conhecida pela sua discrição e abordagem colaborativa com cada casal.

Para se inspirarem, Sofia e Isabel recorrem não só a conteúdos ligados directamente à decoração, como também a materiais de arquitectura e design; às viagens, às paisagens, às próprias flores e, sem dúvida, à história de cada casal que têm o prazer de conhecer.

Vejam as fotos, assinadas por Menino conhece Menina.

 

Decoração floral de casamentos no Porto, com Blush EventosDecoração floral de casamentos no Porto, com Blush Eventos Decoração floral de casamentos no Porto, com Blush EventosDecoração floral de casamentos no Porto, com Blush Eventos Decoração floral de casamentos no Porto, com Blush Eventos

A Blush Events nasceu em 2017 e Sofia e Isabel estão muito orgulhosas do sucesso que têm alcançado.  Tudo começou quando as duas amigas se juntaram para organizar o casamento de Isabel. Sofia já trabalhava com flores mas tinha vontade de se dedicar aos eventos e Isabel era apaixonada pela atmosfera dos casamentos. A experiência foi tão gratificante que decidiram frequentar um curso de wedding planner na Universidade de Madrid, assim como outras formações em decoração floral, e criar esta empresa que se dedica à decoração completa de casamentos e à criação do bouquet e de acessórios: «Ver os nossos noivos felizes e ajudar a proporcionar o dia com que sempre sonharam é a nossa missão.»

 

Acompanhem os nossos posts acerca do trabalho da Blush Events; e não deixem de consultar a ficha de fornecedor seleccionado Blush Events para ficarem a conhecer melhor o seu trabalho. Qualquer questão, falem com a Isabel: ela está à vossa espera para, juntamente com a Sofia, dar asas aos vossos sonhos!

Susana Pinto

À conversa com: Pó de Arroz – makeup de noiva

Hoje conversamos com a Ana Branco, da Pó de Arroz – makeup de noiva.

A Ana fala-nos sobre o seu percurso até ao momento profissional em que se encontra, com as voltas e dúvidas necessárias para aqui chegar.
Fala-nos também sobre o papel da maquilhagem, no dia-a-dia e nos dias especiais, e a importância de uma boa base: uma pele bem tratada.

Juntam-se a nós?

A ligação com as clientes é sempre algo único, tudo começa pelo primeiro contacto com a noiva, que muitas vezes termina com uma amizade para a vida. Acredito que o estar ao lado delas a cada momento e dar-lhes uma disponibilidade de 24h, seja um ponto a favor.

Ana, conte-nos como chegou a este universo da beleza feminina…

Comecei desde cedo a brincar com a maquilhagem da minha mãe, adorava a caixa de pó de arroz que ela tinha, ainda hoje me lembro de como era suave e de aroma único. Adorava fazer aquelas pinturas artísticas com os batons, imaginava sempre que ao fechar a tampa ninguém ia dar conta que o batom tinha sido usado! Mas apesar de em casa conviver com a maquilhagem, o que queria mesmo, era ser médica e actriz.

Mais tarde aos 18 anos, depois de não ter conseguido entrar no curso idealizado, decidi aceitar o conselho da minha madrinha e abraçar a formação de cosmetologista. Na altura, não sentia muita ligação com a área, pois apesar de cuidar desde cedo da minha pele, não era algo que me imaginasse a fazer. O que aconteceu, foi que pouco tempo depois, tudo passou a fazer sentido, esta era a harmonia perfeita entre o cuidar do próximo e de certa forma da sua saúde também. Começaram assim os primeiros passos que me levaram ao mundo da maquilhagem.

Quando terminei o curso, percorri o país durante 9 anos, através de uma empresa na área da estética, onde tive a oportunidade de contactar com imensas mulheres, obter experiência na área e conhecer inúmeras maneiras de estar e viver em Portugal.

 

Tudo mudou quando recebi um convite de uma grande amiga, para um projeto empreendedor e bastante desafiante, ligado também ao campo feminino. Foi incrível como em pouco tempo, tanta coisa mudou. Com ela, aprendi muito, e o principal foi focar-me nos sonhos. Muitas vezes na correria da vida, todas nós perdemos a atenção e o foco, do que queremos ser em criança ou quais as nossas metas e objetivos para o futuro.

Na altura, como já tinha formação na área da maquilhagem e existindo a necessidade de em alguns eventos realizar essa função, voltei pouco a pouco ao mundo da maquilhagem.

À medida que ia sendo requisitada para mais trabalhos e apostando em mais formação nesta área, vi que tinha descoberto uma nova paixão e nasce assim um novo projeto, que sem me aperceber, ficou com o mesmo nome daquela caixinha branca, presente na minha memória de criança, Pó de Arroz.

Hoje, só me resta agradecer a todas estas mulheres que fazem parte da minha vida e que foram as chaves no meu percurso.

 

Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz

Qual é a importância da maquilhagem, num dia tão especial? E nos dias comuns?

A maquilhagem tem vindo a dar passos gigantes na sua qualidade e diversidade, aliando-se mais que nunca ao tratamento da pele. Neste momento podemos dizer que a maquilhagem ajuda a refletir a saúde da pele. Uma pele bem tratada deve ter, diariamente, como complemento, alguns produtos de maquilhagem, muitas vezes simples e minimalistas, mas essenciais à sua protecção.

No dia de casamento, torna-se ainda mais indispensável. Além da pele estar protegida e cuidada, a maquilhagem tem o poder de transmitir a personalidade e o temperamento da noiva, tornando as recordações fotográficas mais harmoniosas e fazendo com que estas captem toda a sua essência.

 

Um rosto é uma tela. Há todo um conjunto de regras firmes sobre este assunto ou depende da ocasião? 

Um rosto é sempre uma tela cheia de possibilidades criativas. Mas existe um conjunto de factores que têm de ser tidos em conta, como o estudo da sua harmonia, colorimetria, simetria, principalmente numa ocasião tão especial como o dia de casamento. Por isso, por mais avançada que seja a técnica de maquilhagem aplicada, é o equilíbrio da técnica com o temperamento da cliente, seja noiva, convidada ou até numa maquilhagem de dia, que vai valorizar toda a sua beleza natural.

 

As tendências da estação são importantes, ou não contam para a maquilhagem de noiva?

Acho que todas as tendências devem ser analisadas, pois variam com a época e têm sempre uma história e um fundamento. No entanto, para além disso, é a noiva que decide se sente bem ou não com determinada tendência. Nenhuma noiva deve ser igual a outra só porque sim. É nessa altura que entra a parte fundamental para a saber guiar, através de um estudo feito pela maquilhadora.

 

Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz

Onde busca inspiração para o seu trabalho de makeup artist

Tenho vários profissionais que admiro neste mundo da maquilhagem. É incrível como existe tanto talento espalhado por todo o mundo. É na troca de experiências com outros profissionais que continuo a aprender e que me inspiro, mas também na natureza, é incrível como as harmonias de cores mais bonitas já estão na natureza.

 

E nos momentos de fadiga criativa, como refresca a mente e o espírito?

Viajar sem destino certo nem horas marcadas é das coisas que mais gosto de fazer. Decidir a cada momento que direcção tomar, sem planos, e percorrer a praia, montanha, campo ou cidade no mesmo dia, não há maior liberdade que essa.

 

Também dá formação regular, com os seus workshops de auto-maquilhagem. Sente que faz diferença no quotidiano de quem a procura?

Sim, e esse é o principal foco de cada workshop de auto-maquilhagem. Que haja algo sempre novo para quem me procura, daí cada workshop ter uma preparação específica para cada cliente. É importante sempre ter em conta que cada rosto é único e cada mulher tem necessidades e habilidades diferentes. Poder partilhar técnicas, conteúdos e ferramentas, para que todas elas tenham o resultado esperado é muito gratificante, ainda mais quando vejo a mudança na sua auto-estima e confiança.

 

Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz Makeup de noiva em Leiria: Pó de Arroz

Qual é o seu processo de trabalho, como cria uma ligação com as suas clientes?

A ligação com as clientes é sempre algo único, tudo começa pelo primeiro contacto com a noiva, que muitas vezes termina com uma amizade para a vida. Acredito que o estar ao lado delas a cada momento e dar-lhes uma disponibilidade de 24h, seja um ponto a favor. Tudo o resto vou deixar entre nós, até porque são elas as melhores pessoas para responder a esta pergunta.

 

Qual é a melhor parte de ser responsável pela beleza da noiva no seu dia? E o mais desafiante e difícil?

A melhor parte é ter a oportunidade de fazer a diferença naquele dia e não só através da maquilhagem, mas também por aqueles simples truques que fazem com que o dia seja passado de forma tranquila e que a minha noivinha aproveite cada momento.

O mais desafiante é ajudar as noivas que têm condições especiais a nível da pele, a terem os cuidados necessários e essenciais para que no dia de casamento a sua pele esteja fantástica para receber a maquilhagem. Muitas vezes o acompanhamento começa um ano antes do dia de casamento, outras, a poucos meses. É este acompanhamento que requer muita responsabilidade ainda mais quando a noiva está fora do país. No fim, receber aquele sorriso, é a melhor recompensa!

 

Quem gostarias de maquilhar? E por quem gostarias de ser maquilhada?

É difícil dizer porque tenho várias, vou dizer antes quem adorava ter tido a oportunidade de maquilhar: Grace Kelly e Marilyn Monroe, mais do que pela sua beleza, por aquilo que representam. Por quem adoraria ser maquilhada também não é fácil responder, admiro muitos artistas e cada um tem o seu registo, mas vou dizer Goar Avetisyan, é maravilhoso o trabalho dela.

 

 

Contactem a Pó de Arroz, através da sua ficha de fornecedor. Espreitem as galerias e entrem em contacto com a Ana Branco directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem e, na volta do correio, terão uma resposta simpática.

 

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!