0 Comentários

Cláudia + Rui, o mais bonito sorriso!

Hoje trazemos o casamento da Cláudia + Rui, na magnífica Quinta de Sant’Ana, com video bonito da Shot & Cut Films.

Descomplicar é a palavra de ordem e isso não faz uma festa menos bonita ou menos emocionante – confiram as palavrinhas doces da mãe da noiva, mesmo no fim!

Bom fim-de-semana!

 

 

Como foi o teu pedido de casamento?

Foi no dia em que fiz 27 anos. Dia 28 de Agosto de 2014, o Rui leva-me a jantar num restaurante que os dois adoramos, mesmo junto ao mar, em Cascais, e na hora da sobremesa ajoelha-se e faz o pedido. Foi lindo, como sempre sonhei. Ah, antes disto pediu a minha mão em casamento ao meu pai. Clássico.

 

Como te organizaste? Por onde começaste, com que antecedência?

Comecei logo a pesquisar espaços, vestidos e dicas para organizar um casamento. Felizmente, hoje em dia, conseguimos encontrar todo o tipo de informação. O blogue Simplesmente Branco foi o meu ponto de partida para começar a organizar o casamento. Contactei os fornecedores e assim começou…

 

 

 

 

Que ambiente quiseste criar? Como o fizeste?

Só visitei duas quintas e foi logo pela segunda que me apaixonei: Quinta de Sant’Ana, no Gradil. O sítio mais lindo, mágico, maravilhoso e perfeito que já vi. Ficámos logo encantados. Assim que a Paula nos recebe e começa a apresentar a quinta, só olhei para o Rui e percebi que era ali que me queria casar. Além de todo o ambiente ser perfeito, a família Frost, que gere a Quinta de Sant’Ana é encantadora. São exímios na organização de eventos. Senti logo que não tinha de me preocupar com nada, que tratariam de tudo, com carinho, com interesse, com atenção. E assim foi. O ambiente rústico/romântico era mesmo o que eu queria.

 

Tiveste ajuda?

Tive ajuda das minhas amigas e mãe para preparar os detalhes e na escolha de pormenores. A minha melhor amiga foi quase a minha wedding planner. Ela é que me ia avisando das datas, do que tinha de escolher, entre outros. E, no dia do casamento, ela é que garantiu que tudo estava como combinado.

 

 

 

 

O que era o mais importante para ti?

A quinta.

 

E secundário?

Não consigo escolher. Foi tudo importante!

 

Onde gastaste mais dinheiro?

Na quinta.

 

Onde gastaste menos?

Nos convites e ofertas a convidados.

 

 

 

 

O que foi mais fácil?

Escolher a quinta.

 

O que foi mais difícil?

Organizar os lugares para os convidados se sentarem.

 

O que te deu mais prazer criar?

O convite de casamento. Foi todo idealizado por mim com a ajuda de um colega designer.

 

O casamento que planeaste, é a vossa cara, ou foste fazendo cedências pelo caminho?

Foi a nossa cara.

 

 

 

 

Um pormenor especial?

Os sapatos. Corri Londres à chuva com o Rui, à procura dos sapatos pelos quais me tinha apaixonado num site. Quando lá cheguei eram os últimos no meu tamanho.

 

Agora que já aconteceu, mudavas alguma coisa?

Nada.

 

 

 

 

 

Algumas words of advice para as próximas noivas?

Não se preocupem em que seja perfeito. Vivam o momento. Aproveitem para sonhar. Façam planos com as vossas amigas, família, padrinhos, noivo. O mais importante é que naquele dia são só os dois, tu e ele, mais nada. Ninguém vai reparar se tens um pêlo a mais ou se o penteado não é o mais trendy da estação. As pessoas vão olhar para o vosso sorriso. Isso sim, vai valer a pena. O que a minha mãe me disse no dia seguinte foi “acho que nunca te tinha visto sorrir assim”.

 

Os nossos fornecedores:

 

convites, materiais gráficos e ofertas aos convidados: Telobrindes;

local, catering, bolo e flores: Quinta de Sant’Ana;

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss;

vestido de noiva e sapatos: Vestido Pomba Branca e sapatos Dune London;

maquilhagem e cabelos: Francesca Parodi;

fotografia: Buddhy;

vídeo: Shot & Cut Films;

luzes, som e Dj: Dj Bully, Pandora Brasão e Miguel Salvadinha

 

Submeter um Comentário