Created with Sketch.
Susana Pinto

Casamento rústico em Penafiel: Ana + Joep

Para hoje, escolhemos um casamento rústico em Penafiel, na Quinta da Eira.

Foi um dia mágico e muito animado (inclui um jogo de futebol e uma entrada da noiva a cantar), que a Ana, portuguesa e o Joep, holandês, festejaram com a presença da pequena Sophie e de um animado grupo de familiares e amigos, de difrentes origens e nacionalidades.

A ajudá-los a concretizar o dia que imaginaram, estiveram quatro amigos especiais e uma selecção cuidada de fornecedores do Simplesmente Branco: as fotografias são dos Feel Creations, o estacionário e detalhes gráficos foram feitos pela dupla In Love Unique Weddings e a organização do casamento ficou a cargo da equipa de wedding planners, Something Borrowed.

 

Casamento rústico em Penafiel, na Quinta da Eira.

 

 

 

 

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Exactamente como o concretizámos, um casamento em Portugal, um casamento português e holandês, com os nossos amigos, família e, acima de tudo, com a nossa pequenina Sofie presente!

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Foi um caminho tranquilo e sem medos, só na semana antes do casamento é que a ansiedade tomou um pouco conta de nós!

 

 

 

 

 

 

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

Quando tivemos uma reunião em casa, com os nossos mestres de cerimónia!

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

O resultado foi muito, muito melhor do que estávamos a espera, tivemos um dia fantástico e foi, sem dúvida, o melhor dia das nossas vidas! Tivemos a ajuda dos Mestres de Cerimónia que foram extraordinários (Alice, Leonie, Jens e Robert). Eu e o Joep decidimos escolher dois amigos cada um, para nos ajudarem a preparar o nosso dia. Logisticamente, com cerca de 50 convidados holandeses a chegar, foi imprescindível a ajuda deles! Depois a Quinta da Eira, não poderia estar mais satisfeita com toda a ajuda e empenho para que o casamento corresse às mil maravilhas! E também tivemos a ajuda das wedding planners da Something Borrowed.

 

 

 

 

 

 

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Como se diz em holandês, que o dia fosse “gezellig” para toda a gente, como iria ser para nós: que toda a gente gostasse e aproveitasse este dia tanto quanto nós, e que fosse memorável! Não estávamos nada preocupados com horários e timeline.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

O mais fácil foi dizer “sim”, e o mais difícil foi o dia seguinte, pensar que tudo aconteceu tão depressa e que já tinha terminado!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

O primeiro momento, quando a Ana, acompanhada pelo o pai e damas de honor, entrou a cantar a música “Amor para a vida toda”, da Carolina Deslandes, acho que quase toda gente chorou!

 

Um pormenor especial?

A primeira música ter sido tocada ao vivo pela Estudantina Feminina de Coimbra, grupo de que a Ana fez parte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Nada, foi muito melhor do que alguma vez imaginámos, agora é só recordar e para isso temos as fantásticas fotografias da FeelCreations!

 

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Aproveitem ao máximo e deixem que as coisas aconteçam naturalmente, os momentos inesperados são, na maior parte das vezes, aqueles que ficam na memória de cada um!

 

 

 

 

 

 

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos: In Love Unique Weddings;

organização: Something Borrowed;

espaço, decoração e bouquet da noiva: Quinta da Eira;

vestido de noiva: Pronovias;

fotografia: Feel Creations;

banda: The Trip Band.

 

 

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.