Created with Sketch.
Susana Pinto

À conversa com: Rituais – animação, audiovisuais e produção de eventos

Hoje conversamos com o Luís Alves, da Rituais – animação, audiovisuais e produção e eventos.

Falamos sobre como ter uma bela e animada pista de dança que dá vida à vossa festa e sobre as diferenças entre os eventos profissionais e sociais – é sempre interessante!

Juntem-se a nós e descubram o trabalho deste fornecedor seleccionado Simplesmente Branco!

 

Rituais - animação para casamentos e DJ
Rituais - animação para casamentos e DJ
Rituais - animação para casamentos e DJ
Conte-nos um bocadinho do seu percurso, até às pistas de dança: como é que isso aconteceu?

O gosto pela música  já vem de raízes familiares.  O meu pai é saxofonista e, desde cedo, habituei-me a estar em palcos com ensaios, montagem de equipamentos de som, luz, instrumentos , convivendo com artistas e o mundo dos espectáculos.

Aos catorze anos o meu cunhado era DJ e comecei a aprender a trabalhar com ele com os pratos technics e cassetes. Aos dezasseis, iniciei a actividade como DJ em festas de escolas, passando pelas universidades e em bares e discotecas. Aos dezoito iniciei, paralelamente com os espaços onde trabalhava, o trabalho de DJ em casamentos.

Hoje em dia faço a gestão de vários DJ’s da Rituais para os nossos eventos e  pessoalmente alguns trabalhos em cocktailssunsets e festas da Rádio Remember.

 

Animação nocturna e casamentos –  sendo a música um assunto transversal, esta é uma ligação natural e inevitável?

O tipo de trabalho nocturno em discotecas é completamente diferente dos casamentos, normalmente está associado a um tipo de música e de público especifico.

Inevitavelmente a animação nocturna é uma boa escola para os DJ’s  fazerem a ponte para os casamentos, que na minha óptica são mais exigentes devido a trabalharmos com públicos completamente diferentes, quer na classe social, idade, gosto e disposição para dançar. Temos que ser mais flexíveis, ter um vasto conhecimento musical e disponibilidade física e mental para estarmos imensas horas a trabalhar.

 

O que ouve quando não está a trabalhar? Separa lazer e profissão?

Oiço um pouco de tudo, depende do espírito no momento, adoro música e tem que estar sempre presente, quer no escritório, carro ou em casa.  Soul, funk, soulful e deep house, passando pela música tradicional cubana, reggae e também na rádio online que temos  – Remember anos 70, 80 e 90’s os hits destas décadas.
Separo na medida em que quando estou a trabalhar estou concentrado no que estou a fazer, analisando a pista de dança e em lazer apenas quero relaxar com a música que passa na rádio ou no Spotify da Rituais.

 

Rituais - animação para casamentos e DJ Rituais - animação para casamentos e DJ Rituais - animação para casamentos e DJ

Gosta dançar ou prefere ouvir? Como se mantém actualizado?

Apesar de gostar de dançar, prefiro ouvir música.

Em diversos canais, como por exemplo rádio, charts internacionais,  internet em sites de compra de música, entre outros.

 

Trabalha com clientes corporativos e com clientes particulares: no dance floor somos todos iguais ou o vibe da festa é muito diferente?

A música quando devidamente tocada é bem recebida por todos os públicos, no entanto no universo corporativo é mais selectivo e discreto no início da pista de dança, mas rapidamente o público começa a  descontrair e ter a mesma vibe do cliente particular.

 

O que faz uma grande noite (ou pista de dança)?

Uma boa selecção musical e saber ler a pista de dança.

 

Qual é o seu processo de trabalho, como acontece a ligação aos vossos clientes?

Através da Rituais que promove o meu trabalho e que faz todo o processo comercial com os clientes.

 

Rituais - animação para casamentos e DJ Rituais - animação para casamentos e DJ Rituais - animação para casamentos e DJ

Como cria a playlist para o seu cliente? É tudo trabalho prévio ou há espaço de improviso, um pesa mais do que outro?

Há sempre um trabalho prévio preparando e adequando o estilo musical ao tipo de evento e cliente. No decorrer da festa também percebemos a vibe da pista de dança e improvisamos com alguns temas que nos vão pedindo.

 

Se se casasse, com que música abria a pista?

“September”, Earth, Wind & Fire

 

Para fechar, qual é a música a que regressa sempre?

Normalmente não repetimos músicas que já foram tocadas, só em situações especificas em que o cliente nos pede para o fazer.
Uma das músicas de eleição para repetir e apesar de oldie é  “Show me love”, de Robin S.

 

 

 

Contactem a Rituais através da sua ficha de fornecedor. Espreitem as galerias, feita de belas imagens e vídeos, e entrem em contacto directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática do Luís Alves.

 

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

 

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.