Created with Sketch.
Susana Pinto

E para terminar…

…os detalhes deliciosos!











Tudo absolutamente pessoal!  As gravatas feitas à mão, com tecidos escolhidos pela noiva e bordadas com os nomes dos respectivos utilizadores, finger food (com os favoritos do casal) em vez de um grande jantar sentado, save the date, convite e ofertas feitas pelos próprios, cake topper personalizado com os canitos do casal e o meu favorito, boutonnières e adereços para o cabelo, todos diferentes e muito originais, para os convidados escolherem e colocarem à vontade!


E que tal…?

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  • Ora aqui está um conceito de casamento que me enche todas as medidas!

    Pormenores LINDOS!
    FABULOSOS!

    No sábado quando estive com a Mariana,ela ficou admirada que o meu sonho de casamento não era pela Igreja! 🙂

    E de facto não é, tanto eu como o meu namorado gostávamos muito que fosse no jardim da nossa (um dia) casa, com um buffet, poucas pessoas e cheio de detalhes deliciosos como este casamento lindo!

    Para topo de bolo tinha que acrescentar os nossos canitos (3) e os nossos gatitos (3)…não sei se o bolo aguentava…mas que era giro…lá isso era!:)

  • Susana

    Pois eu tb acho que um casamento num “não-sítio” tem uma magia adicional. Pessoalmente, gosto de espaços com paisagem dramática e intensa, ou então, um sitio pequeno, customizado e bem decorado, nada mais simples, mas nada simplório!

  • Simplesmente fantástico, todos os pormenores pensados ao “extremo”… também acho que fazer um casamento num sítio inesperado tem sempre uma certa magia.