Created with Sketch.
Susana Pinto

Vestido de noiva para casamento civil: 6 little white dresses!

Hoje o assunto é: vestido de noiva para casamento civil.

A ideia de um vestido volumoso, caro e maravilhoso que acaba a sua vida num roupeiro obscuro e solitário causa-me alguma tristeza. Talvez por isso seja pouco sensível a tradicionais vestidos de noiva – adoro vê-los, perceber como são feitos, atentar nos detalhes delicados, mas é “só” isso, o final pouco feliz que os espera, quase sem excepção, não me faz sonhar com eles.

Por isso, a sugestão de hoje vai para um vestido de noiva para casamento civil: little white dresses, urbanos, curtos, leves. Sem sair do salto, porque estas são escolhas couture. Significa que o valor perdura, são objectos cujo investimento vem agarrado a uma longa vida, que passam de geração, que podem ser vendidos e que serão sempre peças relevantes.

 

Vestido de noiva para casamento civil boho chic

 

Vestido de noiva para casamento civil moderno

 

Vestido de noiva para casamento civil romântico

 

Este verão fui até Nova York e visitei a incrível exposição Manus X Machina Fashion in an Age of Technology. Foi uma experiência épica, porque ali, a distância de um braço, estavam peças de alta custura tão incríveis, cujas descrições falavam de centenas de horas de trabalho manual, técnicas e tecnologias de ponta misturadas com gestos e saberes artesanais, materiais hi-tech e matérias orgânicas puras… Um deslumbre que equiparava vestidos com décadas de diferença entre si, um Chanel dos anos 20 ao lado de um Alexandre McQueen do século XXI, idênticos na sofisticação e impossíveis de imaginar com tal distância temporal entre si.

É este o poder da alta costura – é mais do que matéria, mais do que futilidade aparente, é História.

E um vestido de noiva para casamento civil pode ser isto tudo também, a somar ao valor emocional que o torna tão único e especial para quem o vestiu: é uma catadupa de emoções que regressam e nos invadem cada vez que olhamos para ele, há uma história a ser contada a cada momento.

 

De cima para baixo, Jonathan Simkhai, por 980 euros; Zimmermann, por 1467 euros; Gianbattista Valli, por 1355 euros; Roland Mouret, por 1689 euros; Valentino, por 3800 euros e Prada, por 4500 euros.

 

Comentar