Created with Sketch.
Susana Pinto

À conversa com: Sóanimarte – animação para casamentos

Hoje conversamos com o Tiago Simões, da Sóanimarte – animação para casamentos.

Começo por dar os parabéns, bem alto, a esta equipa – ontem celebraram duas mãos cheias de anos de actividade! Uma década de trabalho é coisa de gente valente e representa muito sangue, suor e lágrimas, e muitas alegrias também. É mais do que merecida esta festa e um belo abraço!

De seguida, falamos sobre o percurso deste grupo, a forma como procuram inspiração e como constroem os seus serviços e, sobretudo, sobre a importância da animação num casamento. No meio está a virtude e o Tiago explica porquê e como se prepara a animação perfeita para o mais bonito dos dias – o vosso!

Estudamos o casal com quem estamos a trabalhar, idealizamos o tipo de animação que pretendem e como podemos dar o nosso cunho à mesma. Seja levando um bocadinho do circo (do bom circo, entenda-se!), seja tornando o dia o mais simples e elegante de todos, sem nunca descurar a animação que ele merece.

 

Contem-nos um pouco da vossa viagem profissional até ao universo dos casamentos.

A nossa viagem profissional começa por ser uma viagem apenas, sem nenhum objetivo profissional. Sendo nós uma equipa de animação, a arte circense está sempre presente e foi por aí que começámos. Ainda novos, na escola, e por sermos de uma terra riquíssima em artes de rua, com o é Santa Maria da Feira, fomos tomando o gosto por manipular objectos e criar performances. Algum tempo depois, não muito, começámos a levar para os palcos (quer de anfiteatros, quer de rua) as nossas criações. Daqui até ir fazer a festa de aniversário do filho de uma amiga e começar a fazer casamentos, foi um pulo. Um pulo daqueles que damos na adolescência e nos apercebemos que rapidamente passamos a ser adultos.

 

Há quanto tempo trabalham neste mercado? E porque escolheram trabalhar em casamentos?

Eu, Tiago, trabalho na área desde 2004. A Joana, minha companheira, desde 2007. A empresa (ou equipa, como lhe gosto de chamar) começou em 2009 e fazemos 10 anos precisamente este mês de Maio. Trabalhar em casamentos nunca foi uma escolha ao início do projeto. Tinhamos tantas ideias na cabeça que criámos quatro grandes áreas de intervenção: infantil – para aniversários; noite – para discotecas e clubes; performance de rua – onde podíamos ser mais criativos, e, claro, casamentos. Mas ao longo dos tempos começámos a apercebermo-nos de que os casamentos eram realmente o palco onde nos sentíamos bem. Mais próximos das pessoas e mais envolvidos na emoção que dias como esse acarretam.

 

Qual é a vossa assinatura, o trabalho que mais vos define e separa da concorrência?

No seguimento da história que vos contava na pergunta anterior, percebemos cedo que para sermos quem sempre sonhámos ser – aquela equipa criativa e cheia de ideias –, tínhamos de levar um bocadinho dessa génese para os casamentos e essa é a nossa assinatura. Estudamos o casal com quem estamos a trabalhar, idealizamos o tipo de animação que pretendem e como podemos dar o nosso cunho à mesma. Seja levando um bocadinho do circo (do bom circo, entenda-se!), seja tornando o dia o mais simples e elegante de todos, sem nunca descurar a animação que ele merece.

 

Sóanimarte - animação para casamentos Sóanimarte - animação para casamentos
Animação para casamentos no Porto: Só Animarte

Existem fórmulas vencedoras que aplicam, ou cada evento é pensado totalmente de raiz?

É comum achar-se que existe essa fórmula vencedora e muitos trabalham arduamente para a encontrar e a poder aplicar nos eventos seguintes, tornando assim tudo mais fácil. Mas, na verdade, que piada tem se isto for tudo mais fácil? Para nós, os eventos devem ser sempre pensados de raíz e para aquele casal em particular. Não quer isto dizer que a nossa experiência não nos sirva como base para sugerir aos noivos o que consideramos mais eficaz para um resultado ultra-positivo, mas não queremos confundir experiência com fórmula vencedora.

 

Onde buscam inspiração para cada nova temporada de trabalho?

Sempre na temporada actual ou anterior. As tendências mudam e baseiam-se em paletas de cores, tipos de letra, cenários específicos. No nosso caso, na animação, há uma barreira que nos impede de aproveitar esse sumo para ser criativo, porque sejamos sinceros, apenas na música as tendências são evidentes, no resto das acções de animação temos sempre a tela em branco para poder criar, logo, durante as temporadas passadas estivemos atentos ao que nos dizia o mercado, o convidado, o noivo e, do nada, vão surgindo novas ideias. É um bocadinho como as bandas que andam na estrada em tour com um novo álbum, mas a aproveitar essa experiência para escrever um álbum novo que sairá dois anos depois.

 

Quando precisam de fazer reset, para onde olham, o que fazem?

Fazemos uma pequena introspecção. Tentamos perceber se nos sentimos bem a fazer o que fazemos nesse momento ou se precisamos de mudar. Somos um equipa numerosa, com ideias vincadas e onde todos temos uma opinião valiosa: colocamos essas opiniões em cima da mesa e de forma descontraída, estudamos o que devemos fazer. Se o resultado tiver de ser uma mudança radical, viajamos e, no regresso, metemos mãos à obra.

 

Sóanimarte - animação para casamentos Animação de casamentos no Porto: Só Animarte Animação de casamentos no Porto: Só Animarte

Qual é a importância da animação na grande lista de itens e tarefas que compõem o casamento?

Logicamente, para nós, tem sempre uma importância acrescida, mas de forma genérica consideramos que há três grandes itens que fazem toda a diferença no casamento: o local/catering, os fotógrafos/videógrafos e a animação. Se alguns deste itens falha, torna-se logo um marco nesse casamento. Contudo, a animação está a passar por um processo de difícil entendimento no mercado nos casamentos, isto na minha modesta opinião. Existem, felizmente, inúmeras empresas de animação, de diversos estilos diferentes, mas se bem analisarmos os casamentos em Portugal (e não só), há dois pólos: os que têm animação do início ao fim, o que se torna massacrante; e os que têm apenas DJ (ou banda) porque não querem correr o risco de aborrecer o casamento. O meio-termo não existe, é logo excluído. O nosso trabalho tem sido mostrar a todos que esse meio-termo é talvez a melhor opção de todas: animação, q.b.

 

Qual é o vosso processo de trabalho, como acontece a ligação ao cliente?

Do mais simples que pode existir, sem barreiras linguísticas, burocráticas ou sociais. O casamento é uma festa que envolve um grupo de pessoas próximas do casal, que nós não conhecemos ou com quem não temos qualquer relação. O nosso processo de trabalho é conhecer os noivos, de forma a podermos estar incluídos nesse grupo e esse grupo aceitar a nossa adição. Só assim os podemos animar a todos, de forma simples, personalizada e eficaz. Não queremos nunca que os noivos sintam que não nos conhecem.

 

Qual é a melhor parte de trabalhar em casamentos? E o mais desafiante e difícil?

A melhor parte é, sem dúvida, conhecer pessoas, viver e experienciar essa emoção e partilhá-la num dia que é sempre vivido intensamente. De tal forma que se constroem amizades que duram uma vida (há uma bela percentagem do nosso grupo de amigos, que foram em tempos nossos noivos). A mais difícil é combater por um mercado mais justo, quer aos olhos dos noivos quer aos olhos das restantes empresas. Fazer entender a nossa posição/visão sem parecer presunçoso torna-se desafiante!

 

Escolham um momento ou serviço favorito, e contem-nos porquê :

 

Existem tantos momentos favoritos que é difícil escolher um, mas se há história que gosto de contar é aquela que melhor se identifica com quem nós somos e como gostamos de estar. Em 2013 decidimos organizar um desfile de moda performativo, a convite de uma colega do grupo. Nesse mesmo desfile tratámos da produção toda, incluído castings de manequins e afins. Após 3 meses de preparativos, a colega que nos convidou para organizar apaixonou-se por um dos manequins. Cinco anos depois decidem casar, organizámos a festa e está estampada na minha cara (como podem ver na foto, o barbudo), a felicidade de tal momento. Como fica sempre, de evento para evento, de casal para casal, de amigos para amigos. Resumindo: o nosso momento favorito é sempre que vemos todos assim: emocionalmente sorridentes!

 

 

Contactem a Só Animarte, através da sua ficha de fornecedor. Espreitem as galerias e entrem em contacto com o Tiago Simões, directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem e, na volta do correio, terão uma resposta simpática.

 

 

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

 

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.