Created with Sketch.
Marta Ramos

Casamento à vista: a noiva, da cabeça aos pés

No primeiro ‘Casamento à vista’, ajudámos-vos a pôr o plano em marcha, ou seja, a perceber por onde se começa a organizar um casamento e quais os primeiros assuntos a abordar. Se não leram esse artigo, sugiro que o recuperem agora.

Na nossa rubrica de wise words já nos debruçámos sobre vários dos detalhes com que as noivas têm que se preocupar para o grande dia – está agora na hora de organizar essa informação para que fiquem com um manual de instruções ‘da cabeça aos pés’.

E começamos, claro, pelo vestido de noiva. Este é um dos assuntos que mais espaço mental vos ocupa desde o dia do pedido – ou, muito possivelmente, desde antes disso. O vestido perfeito – eis aquilo com que todas as mulheres sonham para o dia do seu casamento. Mas como encontrá-lo? Falámos com uma especialista na matéria, a Sara Silva, da VESTIDUS:

Pesquisar imagens, inspiração. É importante que pesquisem de forma a se identificarem com um determinado estilo ou corte. Numa primeira fase, não importa saber se esse é o estilo que mais a valoriza. Esse momento fica guardado para quando visitarem uma loja e tiverem oportunidade de experimentar os vestidos. Identifiquem o estilo que mais gostam e quais as lojas que têm esse tipo de modelo que vai ao encontro do vosso gosto, localização e orçamento. Depois é o momento de agendar visitas.

Leiam o nosso artigo e sigam os conselhos da Sara, que são muito práticos e muito sábios.

 

 

 

O vestido é o centro em torno do qual tudo o resto se vai articular. O que se vê e o que não se vê. Um dos melhores amigos do vosso vestido de noiva é a lingerie que escolherem para usar com ele. Depois de escolhido o vestido dos vossos sonhos, é então altura de escolher a roupa interior mais adequada ao modelo mas também ao vosso corpo. O conforto é uma prioridade, num dia tão longo e intenso. Para vos ajudar nessa tarefa, conversámos com a Ana Morais, da DAMA DE COPAS. Nada como ouvirmos os insights de especialistas em lingerie e bra fitting para vos podermos aconselhar melhor.

Para que cada noiva saiba quais as melhores opções para si e para o seu peito, a Dama de Copas aconselha a que experimentem a lingerie antes de escolherem o vestido e, assim saberão as opções que mais se adequam a si e que mais enaltecem a sua silhueta, mantendo o conforto.

Surpreendidas? Há tanto para aprender! Mas não se preocupem, está tudo muito bem arrumadinho aqui, à vossa espera.

A partir do momento em que tiverem ESCOLHIDO O VESTIDO DE NOIVA, podem passar a outra escolha muito importante: o bouquet. A ligação entre estas duas peças é inequívoca – o protocolo diz que o bouquet deve seguir a linha do vestido, com volume adequado à figura, primeiro, e ao estilo, a seguir.
Para um vestido clássico, de princesa, com saia imponente, poderá ser de leve caída ou redondo. As flores serão mais clássicas, de uma variedade (rosas, peónias, hortênsias, por exemplo), e de cores suaves e delicadas, harmonizando o conjunto.
Um vestido de linhas direitas e rico em detalhes, em meninas altas, pede um bouquet mais elaborado, com atenção às cores: harmonia e elegância são o mote, mais verduras e menos cores tornarão o conjunto mais refinado. Valem várias espécies, mas de uma cor ou em ton sur ton.
O estilo mais boémio e descontraído pede bouquets mais orgânicos e naturais. As formas são menos estruturadas e as misturas mais criativas. São os mais complicados de executar e seguramente os mais dispendiosos, já que dependem dum conjunto bonito das várias espécies. Fitas coloridas, tecidos bonitos ou fio rústico finalizarão na perfeição estes belos arranjos.
Para as meninas mais baixinhas, recomendamos uma versão muito mignonne. Um bouquet pequeno e harmonioso é o indicado, feito de flores pequeninas e delicadas.

Saibam mais sobre este objecto que vos vai acompanhar para todo o lado no grande dia e descubram quais os riscos a evitar para que corra tudo na perfeição.

De certeza que já coleccionaram dezenas de imagens bonitas de sapatos, como aquelas que partilhamos convosco todos os domingos; chegou a hora de escolher os vossos sapatos para o casamento. E porque os sapatos não são apenas forma, mas também função, pedimos à podologista Patrícia Pontes que nos ajudasse a perceber como é que a escolha do calçado influencia o conforto e o bem-estar dos pés, sobretudo sabendo que o dia do casamento será grandemente passado em pé – e, provavelmente, durante as últimas horas, a dançar!

Uma escolha acertada é aquela em que nos sentimos tão confortáveis com os sapatos que podemos facilmente sair com eles calçados da loja.

Leiam o artigo completo e ponham em prática os conselhos da Patrícia, que valem ouro!

 

 

 

 

A maquilhagem e o cabelo são, evidentemente, assuntos de peso para a noiva. Afinal, AS IMAGENS DESTE DIA vão ficar guardadas para sempre e todos os detalhes contam para que o resultado seja uma versão polida, apurada, de nós próprias. O que nos traz à primeira recomendação do dia: isso de “dar um jeitinho” não existe. Um resultado bonito, orgânico, confortável e duradouro só é proporcionado por quem sabe o que faz: resulta de formação específica, horas de prática, produtos de qualidade, um sorriso pronto, atitude positiva e uma calma e tranquilidade a toda a prova, capazes de acalmar os nervos da noiva mais sensível.

OS MELHORES PROFISSIONAIS serão sempre os primeiros a ser contratados, e mesmo sendo possível acomodar mais do que um cliente no mesmo dia, a antecedência será sempre uma boa companheira nesta aventura: COM DATA MARCADA, e ideias principais em ordem, a procura da equipa de maquilhagem e cabelo acompanham a do VESTIDO.

Sobre a maquilhagem em particular, pedimos à Rita Amorim, da Kabuki Makeup, para vos aconselhar:

Acima de tudo, a minha primeira preocupação é perceber em que estado se encontra a pele da noiva e caso possamos melhorá-la até há data da cerimónia, iniciamos um tratamento aconselhado e dedicado caso a caso.

A Rita ajuda-vos a compreender todo o processo, desde a preparação da pele, feita atempadamente, até à escolha do profissional mais adequado àquilo que vocês pretendem. Não deixem de ler.

E, claro, se falamos de maquilhagem, falamos também do penteado da noiva e a preparação do cabelo para o dia do casamento. Mais uma vez, um assunto que pode requerer algum trabalho de casa, para que tudo esteja no seu melhor no grande dia. E, para nos falar sobre os cuidados a ter e para vos ajudar a escolher o estilo de penteado, conversámos com a Jannifer Miranda, da Jenny Makeup Land:

«Acho que uma noiva não deve ir de cabelo apanhado (ou solto) se não se sentir realmente bem. Para mim isso é o mais importante, se a noiva se sentir bem, é muito provável que o dia também ele corra bem!»

Bons conselhos para encarar todas estas escolhas com mais tranquilidade. Leiam as nossas wise words dedicadas ao cabelo e respirem fundo: vai correr tudo bem!

Fotos: Foto de Sonho

Comentar