Simplesmente Branco Arquivos -  Simplesmente Branco 

0 Comentários

“Fechado para obras”

Não é novidade, andamos a falar sorrateiramente deste assunto nos últimos dias e agora é mesmo oficial. Esta semana teremos nova cara/casa!

Para podermos fazer a mudança com calma e cabeça, sem deixar nada para trás, e inaugurar o novo site com tudo no seu sítio, devidamente arrumado e ligado (7 anos de conteúdo online é muita bagagem!), decidimos interromper a emissão.

Estaremos feitas formiguinhas (nós, os nossos TI’s e a nossa super designer) a trabalhar nos bastidores e, no nosso momento Cinderela (mas ao contrário!), iremos passar de borralheiras a princesas.

A casa nova é magnífica, estamos em pulgas para escancarar as portas. Sem mais demoras, até já!

 

 

Imagem via Lovenordic.

 

Save

Save

1 Comentário

7 voltas ao sol, algumas reflexões e uma novidade: é dia de festa!

Hoje completamos a nossa 7ª volta ao sol, com mais um ano de vida online. E mais uma vez, a sensação é esta: é incrível onde chegámos!

O lastro que está para trás é de valor: 5+2 revistas (e ainda ontem folheei a primeira S Magazine, desenhada a celebrar o primeiro aniversário, e o que lá mostramos continua a ser on trend, muito bem feito e inovador, até mais do que vemos hoje em dia em tantas sessões fotográficas, onde tudo se duplica repetidamente, sem um rasgo de ousadia e transgressão bem pensada), 10 showcases, um livro, várias remodelações, várias entrevistas, uma conferência internacional, uma centena de clientes e um incrível número de 26 mil seguidores.

São números bonitos, claro, e entusiasmantes: demonstram que não gostamos de zonas de conforto, que há sempre outro desafio a alcançar, outra ideia para pôr em prática, porque estas já estão fora da lista.

Não me vou alongar sobre o mercado – que este ano foi um assunto crítico e muito discutido entre nós-, falaremos sobre isso mais tarde. Mas vou falar sobre o futuro, que nos parece ser vagamente luminoso e interessante, moldado à nossa maneira.

Passo a explicar: celebramos este 7º aniversário com uma remodelação de fundo. Mudamos a casa Simplesmente Branco (pela 3ª vez) para um novo formato, mais amplo, com mais divisões, mais acessos. Voltamos às nossas cores de origem, esta magnífica e vibrante paleta que vai do nosso rosinha-blush-assinatura ao vermelho cereja, passando pelo coral, e adoptamos o conceito de slow reading: menos conteúdos, melhores conteúdos. Teremos conteúdos de leitura rápida, pensados para vos fazer companhia ao café, e teremos conteúdos longos, para ler e saborear, com uma chávena de chá: prestam-se a momentos diferentes e a funções diferentes e achamos que isso é bonito, adequado e o caminho certo.

 

 

paleta de cores Simplesmente Branco

 

Por estes dias, aconteceu cá em Lisboa, a Business of Luxury Summit, organizada pelo Finantial Times, no Hotel Ritz Four Seasons. Um dos oradores foi Axel Dumas, que representa a sexta geração à frente da casa Hermès, que fez este comentário, lido no Observador:

 

“o objetivo de uma marca não é satisfazer os clientes mas despertar neles os desejos de amanhã, tornar-se relevante no seu tempo”. Dumas, que parece muito mais voltado para apostar na tradição de fazer de cada objeto uma peça de arte, claramente assume que prefere investir na aura e na intemporalidade do que na velocidade e no desejo de conquistar o máximo de clientes possível. Faz notar que os produtos Hermès mudam pouco e também não cedem à velocidade imposta pelo mercado da moda. “Continuamos a trabalhar nos detalhes. Na construção de um estilo, e isso faz-se no fascínio pelos detalhes.”

 

 

 

É esta a nossa posição, que parece andar às arrecuas do momento: tornarmo-nos relevantes no tempo, investir na aura e na intemporalidade, no coração do Simplesmente Branco, aquilo que é a nossa missão:

Oferecer inspiração fresca e bonita, e informação fundamental e fidedigna aos leitores mais exigentes, que acreditam que o seu casamento pode e deve ser um dia único e inteiramente desenhado à sua medida; guiá-los no caminho até ao mais bonito dos dias; garantir que encontram os fornecedores que são a sua cara-metade.

Identificar o talento e promovê-lo; ajudar os profissionais mais criativos e consistentes a crescer com a projecção que merecem, e acompanhá-los nessa viagem; garantir que encontram os clientes que são a sua cara-metade.

 

Fazemos isto uma postura optimista, aventureira, discreta, séria e muito profissional.

Somos a casa para quem sonha com um casamento doce, repleto de estilo, à sua medida, partilhado com a família e amigos próximos. E somos, também, a casa para quem sabe fazer e o faz com gosto, com talento e competência.

Acreditamos neste rendez-vous feliz e a nossa casa é onde o fazemos acontecer. Sejam bem-vindos, todos os dias, ao Simplesmente Branco.

 

Sem desvendar mais sobre o que aí vem, porque a seu devido tempo faremos uma visita guiada, partilho a boa nova: estaremos online, com casa nova, arrumada e luminosa, na próxima semana!

 

Fechamos com um generoso obrigado e um abraço bom: aos nossos clientes, os pioneiros que acreditaram sem pestanejar e os recentes, que nos vêem como uma mais valia para o seu negócio; aos leitores, a nossa massa crítica, que nos vai deixando, através dos seus comentários e agradecimentos simpáticos, pistas aqui e ali com as quais nos guiamos nesta viagem longa, e a todos os outros, que não pertencendo a nenhuma das categorias anteriores, nos fazem uma companhia bestial todos os dias!

Tchim tchim!

 

Novo logotipo desenhado por Lance Collective. Novo selo de fornecedor seleccionado desenhado por Carmen Dias. Restantes imagens escolhidas a dedo na nossa pasta Pinterest favorita: Perfect match!

 

0 Comentários

Dos prémios dúbios, da pressão e da desinformação

Na semana passada, o Huffington Post publicou um artigo com o curioso título Those Wedding Websites Created by Satan’s Helpers.

Depois de lido, foi discutido entre alguns de nós e tornou-se inevitável trazer esta conversa para a linha da frente, porque sentimos que interfere no nosso caminho e no mercado justo que nos esforçamos por criar e alimentar todos os dias: falamos da pressão dos prémios dúbios e da desinformação generalizada, dois assuntos tão perniciosos para um dia genuinamente feliz (e para a contratação de uma equipa de empenhada e séria).

 

Comecemos pelos “prémios” – entre aspas, justamente. De repente, o mercado foi inundado de prémios e premiados, por tudo e por coisa nenhuma, saltam selos, medalhas, menções, tops. Soterrados pela informação em formato soundbite (título e nada mais), engolimos e fazemos escolhas em função disso: quem não tem, não vale.

Só que não é esse o caminho…

Desacelerem e absorvam a informação. Quem é a entidade que atribui o dito “prémio”? O que faz, que peso tem no mercado? Há quanto tempo faz parte dele? Tem qualidade irrepreensível, tem estatuto?  É um opinion maker válido? Quais são os critérios? São transparentes?

E o premiado? Quem é? Como se apresenta? Tem consistência? Tem talento? Tem qualidade? O que fez para ser digno de ser premiado? O que o distingue dos seus pares (não premiados)?

 

São perguntas pertinentes e naturais, certo? E se leram o artigo do Huffington Post, verão que muitas das respostas a estas questões se resumem essencialmente a negócio: são conteúdos pagos – logo, não isentos, não transparentes, não verdadeiros.

 

O que nos leva à segunda questão: a desinformação. Da mesma forma que navegamos num mar de prémios inconsistente, de repente não há suporte digital que não escreva sobre tendências de casamento e outros assuntos relacionados. Nas últimas semanas (imagino que seja assunto sazonal e Fevereiro/Março a época a assinalar), li 3 artigos que me deixaram desolada (o mal que fazem…) e chocada pelo conteúdo absurdo: no site Delas.pt, no NIT e no Observador.

O problema é que plataformas destas são autênticos megafones e quem lê, sabe, naturalmente, pouco (é um assunto específico, só nos casamos uma vez e até estarmos de anel na mão, nunca pensámos no assunto!), e dá isto como verdade, sobretudo quando lido de fugida à hora de almoço… e que bela lista de disparates aqui vai! Quem escreve, pouco ou nada sabe sobre o assunto (apanhou outros soundbites pelo caminho), e esta ligeireza com que trata um assunto financeiramente valioso e muito emocional gera uma entropia complicada de desmanchar.

Não queremos um mercado assim, não é bom para noivos, não é bom para fornecedores, ninguém sai a ganhar, quando todos deviam terminar a viagem com uma boa dose de satisfação, uma sensação de dever cumprido e uma fantástica experiência!

 

Podia esticar este assunto para um artigo de 1200 palavras, mas nem sequer quero que soe a queixume (porque não é, são só factos e o que podemos fazer com eles) – é apenas uma chamada de atenção e um conselho bom, genuíno, sério: abram a pestana, meninas!

Revemo-nos tranquilamente no artigo do Huffington Post (subtraindo a intensidade e ironia do tom): trabalhamos com foco, generosidade e transparência para não sermos um destes sites de casamento. Não acreditamos neste caminho, nesta pressão e sobretudo, nesta desinformação.

E, queridas noivas, achamos que é importante falar sobre o mercado de casamento, sempre, sobre o que está a rolar (ou threading, como se diz agora): acreditamos no poder da informação e por isso lançamos este alerta para o embuste dos números dúbios: tops, listas, prémios, recomendações. Não é disto que se fazem negócios sérios, nem fornecedores profissionais e muito menos mercados saudáveis, interessantes e criativos!
O caminho é outro e passa pela conversa séria entre as partes e a vontade de vender – e comprar – uma boa oferta, justa e com qualidade.

 

Informação é poder – repetimos dúzias de vezes no nosso livro Queres casar comigo? – guia prático para um dia muito feliz. Acreditamos seriamente nisto, mas nos dias de hoje, mais do que nunca, é tão importante destrinçar o que é informação a sério, consistente, verdadeira, transparente e isenta ou que represente uma voz, do soundbite ligeiro, caça ao clique e conteúdo vazio.

Leiam, consultem, façam perguntas. Identifiquem a fonte da informação: se não é clara, passem à frente. Se é consistente e tem bom ar, dêem início a uma conversa frutuosa.

Este é o nosso melhor conselho!

 

 

 

Save

Save

0 Comentários

Pretty Pinterest

Têm visitado o Pinterest do Simplesmente Branco? Estamos cada vez mais orgulhosas dos nossos boards, que combinam imagens bonitas publicadas aqui no blog com outras coisas dignas de nota que vamos descobrindo por aí e que não resistimos a coleccionar.
Recentemente demos-lhes um arrumo novo, mais organizado e mais claro, para que possam encontrar com facilidade as ideias que procuram: os vestidos de noiva e os pormenores que vos farão brilhar, noivos com estilo à prova de bala, fotografias belíssimas de momentos a dois, ideias para decorar o espaço do vosso casamento com muita graça e frescura, flores (muitas flores), sapatos (muitos sapatos), bolos, cocktails, enfim: uma festa em grande!

 

Juntem-se à nossa festa e sirvam-se à vontade: tudo o que aqui temos é para vocês. Happy pins!

0 Comentários

Party people, vamos a isto?

 

E estreamos um ano novo!

Do lado de cá, faremos com que seja bonito e bom, e temos motivos para toda esta energia contagiante – é que durante este mês iremos estrear uma nova casa para o Simplesmente Branco, mais moderna, mais arejada, mais espaçosa, com algumas supresas interessantes, mas acima de tudo, muito profissional e calorosa – exigência e qualidade serão as forças motrizes para este ano (não deixaram de ser desde o primeiro momento, mas quando estamos a ficar demasiado confortáveis, é altura de repensar o que nos faz mexer e afinar a bússola, certo?).

Vamos mudar a agenda e assumir um caminho mais pausado: slow reading, menos quantidade, mais qualidade, artigos para ler com tempo, equilibrados com artigos para passar os olhos enquanto se espera pelo metro. Achamos que é o melhor dos dois mundos e é um caminho que nos agrada explorar e que nos entusiasma mostrar. Mantemos os real weddings de sexta-feira, mas o resto… terão de esperar para ver!

As mudanças serão graduais, achamos que vão gostar!

A fotografia acima, faz parte do novo portfolio das meninas da Adoro. As novas fichas de fornecedor que estamos a desenhar são óptimas!

 

0 Comentários

Boas festas!

E damos por encerrada a viagem de 2016.

Fechamos a porta devagarinho, recolhemos para o conforto quente de um sofá e luzes baixinhas, damos início aos preparativos de Natal: casa arrumada, flores frescas e comida de forno, aromática e suculenta.

Este ano abrandamos. É necessário do lado de cá. Passaremos por aqui na próxima semana para partilharmos os nossos desejos de ano novo.

Até já!

 

 

Sweet tea cocktails, via Camille Styles.

 

0 Comentários

“Make it simple, but significant”

 

Hoje publicamos o post nº 5000, e como devem imaginar, it’s party time around here!.

Cinco mil…

Estreámos esta bonita casa a 16 de Maio de 2010 e desde esse primeiro dia, sem interrupção de publicações, fizemos um caminho valioso e inspirado: todos os dias mostramos o que de melhor se faz em Portugal; fomos impulsionadores de um mercado mais interessante, mais exigente, mais sabedor, mais criativo e aberto; partilhamos ideias frescas quotidianamente, fazemos sugestões inesperadas e deixamos por aqui bons conselhos para um final feliz.

Sempre com palavras sábias, doces e inteligentes, e um bom humor a toda a prova!.

Digo-o sem gabarolice: somam 2380 os dias em que me sentei na minha secretária para escrever para vocês, sob o auspicioso nome e lema: Simplesmente Branco: menos é mais.

 

Sempre falei e escrevi sobre o que gosto, foi sempre a minha voz que fiz ouvir. Mesmo sabendo que algumas das escolhas foram e são pouco convencionais neste assunto de casar, nunca deixei de apontar um caminho que vos levasse até lá, à origem da ideia e à hipótese de fazer sentido, ao “clic!”, para que, mesmo na discordância, vislumbrassem outros pontos de vista e se desse início a uma frutuosa conversa.

Todos os dias mergulho em centenas de imagens à procura de uma faísca, de um solavanco criativo, de um momento de espanto: já dizia sir Paul Smith, com o título do seu fantástico livro You can find inspiration in everything – (and if you can’t, look again), e a verdade é que encontro. Hoje em dia será mais difícil, é um facto, mas o talento nacional continua borbulhante e no universo digital existem pérolas. A busca destes tesouros é um prazer e o processo é uma viagem mais importante que o destino.

 

São 5 mil artigos escritos. Neste número, estão palavras da Marta Ramos, que se estreou em Março de 2013 e da Mónica Aragão, connosco desde Dezembro de 2015. Juntas, falamos todos os dias sobre o trabalho bonito feito pelos fornecedores que escolhemos a dedo para ocuparem esta casa que construímos diariamente, falamos do que nos inspira, falamos de coisas bonitas e de como vai o mundo.

 

Este é o nosso manifesto:

www.simplesmentebranco.com é um portal sobre casamentos, com foco no mercado nacional.
Os melhores fornecedores, ideias frescas, informação seleccionada e conteúdos de qualidade é o que encontram aqui, diariamente.
Fugimos dos serviços massificados, das infindáveis listas de fornecedores, dos artigos vazios de significado: editamos apenas o melhor, o mais interessante, o mais criativo, o que em Portugal se faz bem, e o que é relevante e serve, de facto, o leitor e o fornecedor, sempre com foco na qualidade da escrita e na selecção cuidada de imagens.
O nosso farol é o conceito do arquitecto e designer Mies van der Rohe, “less is more”.

(…)

Temos uma postura optimista, aventureira e séria e muito profissional.

Somos a casa para quem sonha com um casamento doce, repleto de estilo, à sua medida, partilhado com a família e amigos próximos. E somos também a casa para quem sabe fazer e o faz com gosto, com talento e competência.

Temos uma visão contemporânea, romântica e inspirada para esse dia tão especial: o importante não é o formato, nem o tamanho, mas a sua celebração, com risos e sorrisos, lágrimas, abraços apertados e muita emoção e folia.

Trabalhamos, com entusiasmo, com e para quem se revê nestes valores, e para quem procura fornecedores com estas características e competências.
Ligamos as aspirações e sonhos dos nossos leitores aos profissionais capazes de os executar, e, do mesmo modo, juntamos fornecedores audazes, talentosos e apreciadores de bons desafios, a quem, procurando, nem imaginava que os pudesse encontrar.

Acreditamos neste rendez-vous feliz e a nossa casa é onde o fazemos acontecer.

Sejam bem-vindos, todos os dias.”

 

 

Tchim, tchim!

Imagem via Dust jacket attic.

 

Save

Save

Save

Save