Created with Sketch.
Susana Pinto

À conversa com: Foto de Sonho – fotografia de casamento

Hoje conversamos com o Hélio Cristovão e Marco Santos Marques, a dupla que assina como Foto de Sonho – fotografia de casamento.

É uma conversa longa e muito sumarenta, feita de reflexões ponderadas sobre a fotografia de casamento, a vida e o profissionalismo que tudo isto exige.

Razão e coração, a duas cabeças e quatro mãos, para um belo resultado final: as vossas fotografias de casamento.

Sabes aquele momento… a irmã da noiva agarra-a com força a felicitá-la, ou os noivos trocam votos nos olhos de cada um, ou a avó, que criou a menina que hoje é noiva, entra no quarto e basta um olhar. Esses são os momentos em que te sentes ‘na zona’, e é aí que queres estar. E tens a câmara em punho. Tens aquele pseudo-poder de eternizar algo belo, algo único, algo que te vai fazer estremecer o coração, essa cápsula do tempo. Um momento que não foi ensaiado, é real, é emotivo.

Contem-nos um pouco da vossa viagem profissional até aqui, à fotografia de casamento.

A fotografia não foi a primeira profissão, no caso de ambos. O Marco, músico, guitarrista e comercial de pianos, o Hélio, topógrafo entre Lisboa e o Alentejo. No entanto, a fotografia era uma paixão que nos definia, e, cada vez mais, tomava conta das nossas vidas… Foi em 2007 que nos conhecemos, num workshop mítico da Primeira Luz (ex-Fotonature), sobre fotografia de paisagem natural. Na altura procurávamos a linguagem mais artística nesse estilo, que foi a nossa génese, a nossa escola, com muita aprendizagem auto-didacta e várias formações, mas essencialmente um desejo criativo, uma obsessão.
A fotografia de casamento surge a convite de alguns colegas, amigos, com os quais começámos a experienciar esse território incauto. Penso que será um percurso típico; eu sei, não é o caminho mais “romântico”, mas o que conta foi esse feeling que despontou em nós: um admirável mundo novo.
A vida deu uma volta e chegou o dia em que decidimos viver da fotografia. Nasceu a marca Foto de Sonho, em 2012. A meio de 2014, o Marco passou a dedicar-se a tempo inteiro ao projecto, que foi ganhando os contornos que tem hoje. Os anos de experiência, amadurecimento de ideias e procura de um estilo, fazem-nos acreditar neste projecto: é a nossa vida, a profissão que vamos construindo, uma aventura.

 

Há quanto tempo fotografam? E porquê casamentos?

Fotografamos há cerca de quinze anos. Dedicamo-nos à fotografia de casamento há sete.
Sabes aquele momento… a irmã da noiva agarra-a com força a felicitá-la, ou os noivos trocam votos nos olhos de cada um, ou a avó, que criou a menina que hoje é noiva, entra no quarto e basta um olhar. Esses são os momentos em que te sentes ‘na zona’, e é aí que queres estar. E tens a câmera em punho. Tens aquele pseudo-poder de eternizar algo belo, algo único, algo que te vai fazer estremecer o coração, essa cápsula do tempo. Um momento que não foi ensaiado, é real, é emotivo.
A nosso ver, a fotografia de casamento não é só feita de rosas, é muito duro e desafiante, mas é um desafio único para registar histórias impactantes. A criação da história é algo que vivemos com muita paixão.

 

O vosso trabalho é feito a duas mãos. Como o definem e como construíram essa assinatura?

Definimo-lo como um equilíbrio entre fotografia espontânea, fotojornalismo, e doses de direção criativa, na procura de um retrato artístico.
Queremos contar uma história emocionante. Durante grande parte do dia estamos em modo ‘fotojornalismo’, a reagir ao desenrolar dos acontecimentos. Isso permite-nos uma reportagem honesta, directa, e captar momentos autênticos. Depois vivemos num limbo. Em parte do dia, especialmente na sessão com os noivos, gostamos de juntar alguma dose de direcção criativa, ao sugerir a melhor luz, local, e criar um ambiente mais controlado, longe do caos da vida real. Isso permite-nos trabalhar composições cuidadas, com poses naturais e românticas, que invoquem uma contemplação do momento.

A assinatura é fruto de trabalharmos em equipa para ao produto final, as ideias, a história; mas também entender que há o espaço para o autor individual. Temos sim, visões e interpretações diferentes, e diria que se complementam, o que só enriquece o sumo do nosso trabalho.

 

 

Achas que os detalhes que escolhes fotografar e como o fazes, a narrativa que constróis, é diferente das escolhas que o Marco faz, quando estão em acção? Como convergem?

Por muitas influências e gostos em comum que tenhamos, naturalmente que somos pessoas diferentes, cada autor terá a sua interpretação; isto, na nossa opinião, favorece a diversidade do trabalho. No entanto, por trabalharmos juntos há tantos anos, estamos imbuídos de um espírito criativo comum, sabemos o caminho da nossa narrativa, o que gostamos e o que não gostamos. O fio condutor será sempre a discussão do bom gosto, e o que melhor enaltece o motivo e cada momento!
Um problema de muitos artistas são os egos. Há que ser humilde, há muito tempo que nos separámos dessa individualidade e somos os críticos um do outro; isso permitiu-nos uma habituação aos estilos de cada um, e convergir para o estilo da marca.
Esta convergência também vem de um lugar mais antigo, vem das nossas próprias raízes. De trabalhar com luz natural, luz dourada, influências gémeas. Esta linguagem está na origem de tudo, e no nosso entendimento, que é quase telepático por vezes. E, além disso, antes de entregar o nosso produto, temos um procedimento de “crivo final” (sim, nós temos nomes para estas coisas), onde verificamos uma por uma, cada imagem, passando um último filtro e selecção na narrativa que constrói essa história.

 

Nestes tempos globais, em que as imagens circulam a uma velocidade vertiginosa e todos temos acesso a tudo, a qualquer hora, onde vão buscar inspiração?

É um aspecto pertinente este, quem nós somos e se nos preocupamos verdadeiramente com essa velocidade vertiginosa de consumo, que é um facto. Se simplesmente tentamos fazer “a nossa cena”… O que acaba por ser contraditório, pois o standard do fotógrafo deve ser criar: imagens intemporais (que grande responsabilidade esta) num tempo em que muito se consome num piscar de olhos, modo instantâneo, muito é efémero.

A inspiração tanto pode vir de um dia de luz difusa e céu dramático de nuvens sobre a serra, como de um sol brilhante, da última luz dourada do fim da tarde. A paisagem natural, e ainda alguma fotografia que aqui exercemos é uma fonte rica, que nos traz ideias e refresca o espírito.

Quanto ao consumo vertiginoso, o tempo é o melhor filtro, e, honestamente, dez anos passados de experiência de redes sociais… we´ve had enough. Atualmente não nos focamos tanto nas coisas da internet e social media. Seguimos alguns autores, fotógrafos que admiramos, um punhado de blogs.

Somos feitos da papinha que nos alimenta. E o que mais nos têm inspirado e influenciado nos últimos tempos é a arte clássica, pintura, a música que devoramos e a leitura. A arte cria um campo imaginário que trazemos para a realidade. Na pintura, o Marco tem andado particularmente inspirado pela obra de Caravaggio, Velasquez e Monet, o seu leque predilecto; no meu caso, ando inspirado pelo universo da literatura de José Luís Peixoto e Fernando Ribeiro (Moonspell), e na música, com ambientes metálicos e mais pesados, sobre os quais escrevo e também fotografo.

 

Quando precisam de fazer reset, para onde olham, o que fazem?

Viajar é um espetacular remédio. Nada que um tempo de qualidade em família, o nosso refúgio, não supere! Ter aquele tempo maior, que podes passar juntos dos filhos, aquele tempo que é liberdade. Esse é um reset feito em condições.
Temos um certo refúgio ainda na fotografia de paisagem natural, que exercemos a título próprio, e permite mudar algumas frequências na “vida normal”, e depois, temos os mini-resets do dia-a-dia, o Hélio pratica bicicleta de montanha nos trilhos da serra de Sintra, e frequenta concertos de heavy metal, o Marco vai para o ginásio e gosta de conhecer museus.

 

 

 

 

De Lisboa para o mundo, ou Portugal de lés a lés: fotografar casamentos estrangeiros é diferente de fotografar casamentos nacionais?

Sim. Nos casamentos nacionais podemos afirmar que há um sentimento de proximidade com a nossa cultura, a alma portuguesa, a tradição. Falamos a nossa língua e há um carácter familiar, sentimos essa ligação. Mas não podemos generalizar, pois de certo modo, todos os casamentos são realmente diferentes.
Ao fotografar casamentos estrangeiros, acontece por vezes conhecermos pessoalmente os casais no próprio dia ou de véspera, e por tal partimos para um total registo freestyle, o que é um desafio não menos interessante.
Mas há muitos aspetos de diferença em casamentos internacionais, variando consoante as culturas, enquanto um casamento indiano terá todos os rituais de uma cerimónia hindu, um casamento nigeriano apropria-se dos rituais étnicos, que são sempre histórias muito próprias.
De um modo geral, sentimos que nos casamentos estrangeiros, especialmente os destination weddings, as pessoas estão num registo altamente descontraído, a aproveitando a viagem, é toda uma experiência, e é espectacular absorver isso e captá-lo no casamento.

 

Qual é o vosso processo de trabalho, como acontece a ligação ao cliente?

Gostamos de dar o melhor, como um mandamento essencial que rege o nosso trabalho. Essa ligação com o cliente é, para nós, e para o trabalho que gostamos de criar, um factor maior, pois a fotografia de casamento será sempre algo de autor, algo muito pessoal.

É muito importante desde o primeiro contacto, haver uma conversa telefónica com o cliente. No caso dos casais que estão no estrangeiro, tentamos sempre agendar algo. Acreditamos que essa conversa poderá ser o início dessa ligação, quando ela existe, se tiver de existir. Futuramente uma reunião presencial, será mesmo o melhor. Gostamos de estar com as pessoas, é aí que a ligação acontece.

 

Casamentos grandes ou pequeninos, nacionais ou estrangeiros, cerimónias emotivas, festas de arromba – qual é o tipo de festa que mais gostam de registar?

Seja uma festa com 300 convidados ou 30, num palácio ou num pátio da cidade, diria que que o tipo de casamento que mais gostamos de registar é mesmo aquele em que temos uma excelente empatia com os noivos, e quando testemunhamos que estão a viver um dia pleno de emoções. Uma boa história pode acontecer em qualquer sítio.

 

Foto de Sonho - fotografia de casamento

 

Foto de Sonho - fotografia de casamento

 

Foto de Sonho - fotografia de casamento

 

Qual é a melhor parte de fotografar casamentos? E o mais desafiante e difícil?

Quando saímos porta fora rumo ao dia, criamos expectativas. Acredito que seja como um artista antes de subir ao palco e começar a actuar. Iniciando o trabalho, isso passa. Partir desta expectativa e ver a história a ganhar forma é muito gratificante. Pelo meio, partilhamos momentos especiais com os noivos e famílias. E isso é um privilégio, tendo feito de nós pessoas melhores. Cada momento tem o seu próprio carisma ao longo do dia.
As melhores partes: os preparativos da noiva – um momento realmente místico – as felicitações após a cerimónia, as demonstrações de afecto. Nós somos atraídos por esses momentos. Depois, a sessão fotográfica com os noivos pode ser um acontecimento mágico.

O mais desafiante e difícil, diria o esforço físico e mental que esta profissão implica. Chegamos a fotografar casamentos de 20 horas, e a concentração e acabeça fresca implica muita resiliência e uma entrega apaixonante. Sobretudo quando temos outro trabalho no dia seguinte.

 

Escolham uma imagem favorita do vosso portfolio e contem-nos porquê:

 

 

Foto de Sonho - fotografia de casamento

Marco: escolher uma fotografia favorita do nosso trabalho, não é fácil. Mas por tudo que representa, escolhi esta fotografia do casamento da Ester e Nelson. Há muito tempo que perseguia uma fotografia que representasse o quão espetacular é fotografar um casamento. Por mais diverso e desafiante que seja o dia, procuramos, no dia de casamento, ser fiéis aos momentos e aquela fotografia que resume o que os noivos são enquanto casal.
Por isso, enviamos um questionário para os noivos, com perguntas detalhadas sobre a história deles, as suas relações familiares e amigos. Também tentamos estar com eles o maior número de vezes possível antes do dia do casamento.
Percebemos que são fatores muito importantes para conseguirmos um trabalho único, original e de um dia de absoluta confiança, sem quaisquer preocupações.
Com a Ester e Nelson tivemos essa felicidade, tínhamos conhecimento de como eles eram, a sua família os seus amigos e como tudo se iria passar no grande dia.
Esta fotografia resume isso tudo, a alegria e entusiasmo representados pela expressão de ambos ao ver e partilhar o momento com os convidados. Culminado com o fogo em forma de coração, como se fosse o pedido deles.
Ficamos muito felizes por eles e por nós.

 

Foto de Sonho - fotografia de casamento

 

Hélio: citando o mestre Joe Buissink, não há fotografias perfeitas, apenas momentos perfeitos. Escolhi esta fotografia, não porque tem um cenário grandioso, não porque poderia ser tecnicamente perfeita ou a luz seria tão brutal e espectacular, mas porque este momento ficará para sempre na minha memória. Não vale a pena inventar: a vida não ficará melhor que isto. O amor de uma irmã que agarra a noiva num momento autêntico e genuíno como nunca seria possível encenar. A cerimónia e trocas de votos ficou uns minutos para trás, e no calor do momento, esta fotografia representa a emoção e autenticidade com que procuramos contar a história.

 

 

Os contactos detalhados da dupla Foto de Sonho estão na sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, feita de belas imagens, e contactem o Hélio Cristovão directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

 

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

 

Susana Pinto

Um belo casamento na Quinta das Torres em Azeitão: Ana + Luís

Fechamos a semana com um belo casamento na Quinta das Torres em Azeitão.

A fotografia é da dupla Foto de Sonho, a organização, decoração e bouquet de noiva têm dedo da Amor e Lima e a pista de dança ficou por conta da Jukebox.

Este foi o mais bonito dos dias da Ana + Luís, e a generosa selecção de fotografias que escolhi são prova disso mesmo: os melhores abraços (e são muitos e bem apertados), os melhores sorrisos, o maior amor e uma festa fantástica a fechar…

É disto que são feitos os momentos memoráveis. Bom fim-de-semana!

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Não tínhamos um conceito do casamento ideal desde o primeiro momento. A ideia foi sendo construída ao longo dos meses que se seguiram ao pedido, mas sabendo sempre que queríamos partilhá-lo apenas com a família e amigos mais chegados.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Não nos sentíamos preparados, mas também não podemos dizer que foi um caminho com muitos nervos. Somos ambos pessoas relaxadas e não nos deixámos afectar com a pressão da ocasião.
Tivemos dois anos entre o pedido e o casamento, o que nos deu bastante tempo para pensar e actuar com alguma tranquilidade.
Só na semana antes do casamento é que sentimos um maior nível de stress, o que é normal com o aproximar da data e com os detalhes finais por acertar.
Há sempre detalhes que só se podem decidir próximo da data.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

Estivemos sempre seguros sobre o que queríamos para o casamento, como tal não tivemos nenhum momento de grandes dúvidas.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

Podemos dizer que o resultado é fiel às ideias iniciais, e podemos até dizer que tudo correu melhor do que alguma vez sonhámos! Contámos com a ajuda da nossa família e com a preciosa ajuda da equipa da Maria de Melo Santos, da Amor e Lima.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

O mais importante para nós era que o nosso casamento reflectisse a nossa forma de estar enquanto casal, e que os nossos convidados se sentissem parte integrante do nosso dia.

O tradicional/convencional nunca foi importante para nós. Não deixámos que ideias conservadoras moldassem o nosso casamento.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

O mais fácil foi a escolha do local e da equipa de fotógrafos que nos iria acompanhar. Apaixonámo-nos à primeira vista pela Quinta das Torres e pelo trabalho do Hélio e Marco, da Foto de Sonho.
Uma vez que não vivemos em Portugal, sem dúvida que a distância foi o que mais dificultou a organização do evento. Cada viagem a Portugal era aproveitada ao máximo para tomarmos decisões.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

A cerimónia e a leitura dos nossos votos, junto dos que mais gostamos.

 

E o pico de diversão?

A abertura da pista de dança. O nosso DJ, Kridam, da Jukebox, fez um óptimo trabalho e fez com que os nossos convidados não conseguissem sair da pista de dança!

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Um pormenor especial…

Decidimos que seria o Luís a atirar o bouquet e que chamaríamos todos os convidados neste que é um dos pontos altos de um casamento. Queríamos que todos se sentissem especiais e incluídos em cada momento do nosso dia.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Nada, foi um dia demasiado perfeito para ousarmos querer melhor!

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Algumas words of advice para as próximos noivos…

Não deixem de fazer ou escolher aquilo que mais gostam. A opinião da família e amigos chegados é importante, mas é o vosso dia e será único nas vossas vidas.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Casamento na QUinta das Torres em Azeitão, com decoração e organização Amor e Lima e fotografia de Foto de Sonho.

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos: Metrocópia;

local: Quinta das Torres, Azeitão;

catering: Santos & Marçal;

bolo dos noivos: Migalha Doce;

fato do noivo: Hugo Boss;

vestido de noiva: vestido  de noiva de Fernanda Matos, acessórios Tiffany & Co, sapatos Adidas;

maquilhagem: Sónia Bettencourt;

cabelos: Marina Pires;

organização, decoração, bouquet de noiva e ofertasaos convidados: Amor e Lima;

fotografia: Foto de Sonho;

luzes, som e Dj: Jukebox.

 

Susana Pinto

Um casamento tradicional em Lisboa: Ana + Matthew

Chegamos a Maio, o mês das noivas, com um casamento tradicional em Lisboa, no Pestana Palace.

Hoje mostramos o dia bonito da Ana + Matthew, que casaram na Capela do Palácio Nacional da Ajuda, nos últimos dias de Setembro, quando a luz ainda é mais dourada e os dias ainda são longos e amenos.

Não costumamos ter por aqui casamentos assim clássicos. Mas são sempre festas bonitas, com um certo rigor e formalismo que respiram uma elegância muito própria, contida, e absolutamente intemporal. O casamento da Ana + Matthew é isto mesmo e nunca deixamos de ver os os sorrisos e as emoções a espreitar, nas imagens captadas pela dupla Foto de Sonho.

Vamos a isto?

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Quando a resposta foi “sim”, como é que imaginaram o vosso dia?

Imaginámos um dia feliz e com significado, rodeados pela nossa família e amigos mais próximos.

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Sentimo-nos bastante preparados, porque casar já fazia parte dos nossos planos. O Matthew esperou para fazer o pedido de casamento numa altura propícia. Passámos por alguns momentos de ansiedade no que disse respeito às questões burocráticas, pois não vivemos em Portugal, mas no geral permanecemos calmos. Somos pessoas organizadas e focadas, contámos com a ajuda da família e amigos, e fizémo-nos rodear por pessoas competentes e experientes que nos ajudaram a concretizar as nossas ideias.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Em que momento da organização do casamento é que sentiram “é mesmo isto”?

Realmente experienciámos um momento assim no dia em que visitámos o Pestana Palace Lisboa com a intenção de reservar o local para o copo d’água, e percebemos que fazia mesmo sentido ser ali. It ticked all the boxes for us! Depois simpatizámos imenso com a Filipa, a nossa coordenadora do evento, que foi muito rápida a perceber o que tínhamos em mente.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

O resultado é fiel às ideas originais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

O resultado foi fiel às ideias originais, pois procurávamos um local clássico e com uma história para contar, que representasse bem a tradição e herança cultural de Lisboa mas que ao mesmo tempo criasse espaço para a nossa expressão individual. Sim, contámos com a ajuda da coordenadora de eventos do Pestana Palace e com os conselhos de decoração da Green Leaf.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Era fundamental encontrarmos um local que correspondesse às nossas expectativas, que fizesse sentido para contar a nossa história e onde nos sentíssemos confortáveis. Para mim era igualmente importante encontrar bons profissionais em quem confiar os diferentes aspectos do dia. Todos os pormenores eram importantes para nós. Eu sou bastante detalhista.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

O mais difícil é coordenar todas as decisões para que todas as peças do puzzle se encaixem no dia do casamento. Nesse momento, é importante confiar nas pessoas que escolhemos para as diferentes funções.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

Esta é uma pergunta interessante para a qual temos respostas diferentes:

Matthew: quando eu entrei na igreja.

Ana: troca dos votos de matrimónio na cerimónia religiosa.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

E o pico de diversão?

A primeira dança, ao som da nossa música da Nina Simone.

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Absolutamente nada, tudo fez parte de um dia muito especial e cheio de memórias para a vida toda.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Eu diria que é importante ter em mente que o dia do casamento é vosso e tudo nesse dia deve fazer sentido, principalmente para os noivos, pois irá agregar às vossas memórias enquanto casal. Tentem aproveitar ao máximo cada etapa, organizar um grande evento pode ser muito divertido, eu adorei todas as fases! Por exemplo, criar uma ocasião especial para convidar as madrinhas e damas de honor é muito giro, ir escolher o vestido com a mãe e madrinhas é muito especial e escolher as alianças para a vida, com o noivo, também. Criem uma pasta no Pinterest com todas as vossas inspirações para o dia. Finalmente, aconselho as noivas a escolherem um vestido e sapatos com os quais se sintam bonitas, mas principalmente confortáveis!

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Casamento tradicional em Lisboa no Pestana Palace - fotografia de Foto de Sonho, fotógrafos de casamento.

 

Passem pelo site da Foto de Sonho para ver a reportagem completa.

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e material gráfico: Papier, UK;

espaço, catering e bolo dos noivos: Pestana Palace Lisboa;

fato do Noivo e acessórios: fraque Dielmar El Corte Inglés, Savile Row London;

vestido de noiva e sapatos: vestido Pronovias, sapatos Charlotte Olympia Designer Shoes;

maquilhagem: Ana Silva, Inês Mocho Academy;

cabelos: Pedro Valverde, Pandora;

bouquet de noiva e decoração: Green Leaf;

lembranças para os convidados: Relate Charity Bracelets, Porto Cálem;

fotografia: Foto de Sonho;

luzes, som e DJ: Pedro Polónio, Pestana Palace.

 

Marta Ramos

Deslumbramento alentejano, por Foto de Sonho

A Lurdes e o Hugo já são nossos conhecidos: aqui há uns tempos partilhámos convosco as imagens do dia do casamento, assinadas por Foto de Sonho. Lembram-se?

Para nós era fundamental que as pessoas que tão generosamente partilharam este dia connosco, se sentissem verdadeiramente parte do dia, e não meros convidados. Era o dia especial da Lurdes e do Hugo, mas para nós este dia, como noivos, só fazia sentido com aquelas pessoas, naquele espaço, em harmonia com o nosso amor.

Vale a pena recordarmos também os conselhos deixados pela Lurdes e pelo Hugo a quem está agora a embarcar na organização do casamento:

«Cada pessoa é uma pessoa. Cada casal é um casal e não há conselhos perfeitos. Para nós foi muito importante sentirmos que estávamos a desfrutar e a partilhar cada momento, desde a organização até ao final do dia. Nervos e preocupações são para serem considerados mas não para serem vividos. Percebem a diferença? No aspecto mais prático do evento, contactem muitos fornecedores e reúnam apenas com os essenciais (5 no máximo dos máximos para cada matéria). A escolha será muito mais clara.

Oiçam, respeitem, mas definam o que querem desde cedo, e se não sabem, não se preocupem, vão descobrir pelo caminho: “Ouve o teu coração. Ele conhece tudo sobre ti, porque onde ele estiver é onde estará o teu tesouro”. E sejam gratos, muito gratos!»

Palavras sábias! Como as que vos entregamos todas as segunda-feiras – não percam.

Hoje trazemos-vos mais memórias fotográficas deste casal, mas anteriores ao casamento. Um passeio pelo deslumbramento da primavera alentejana, capturado pela lente Foto de Sonho.

Contam-nos o Hélio e o Marco: «Uma aventura maravilhosa: seguimos rumo ao Alentejo e lá passámos um dia, pela cidade e os campos de Évora. O primeiro destino, um dos mais emblemáticos monumentos da cidade, a medieval majestosa Catedral de Évora. Pedra em tons de caramelo, a luz difusa dos claustros, que abraça cada sentimento, cada momento. Por vezes vem uma brisa de vento.

O céu dramático muda a luz da tarde, nuvens com texturas que parecem uma verdadeira pintura, e a cidade romântica abraça-nos num ambiente de pura magia.

Adiante seguimos para campos de flores no Alentejo… e aí a aventura continua.»

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

«Para nós esta sessão é simbólica, daqui cresceu uma amizade, e ‘fugimos’ ao conceito habitual de uma mera sessão de duas horas… investimos numa aventura.» Aproveitem e vejam as outras aventuras Foto de Sonho. E depois contactem-nos e comecem a preparar a vossa!

Marta Ramos

Sob o signo do ouro, por Foto de Sonho

Hoje temos mais histórias para contar sobre a Sarah e o Tahir, um casal fotografado pela Foto de Sonho. Lembram-se da sessão no Jardim Botânico da Ajuda, no dia da festa, com o registo do first look, o primeiro momento em que os noivos se vêem um ao outro?

Agora recuamos no tempo até à e-session fotografada como tão bem o sabem fazer o Hélio e o Marco: num bonito cenário natural, tirando partido do melhor que a natureza nos dá e também dos imprevistos. Reparem bem no grau de detalhe: até conseguiram apanhar uma curtíssima janela temporal durante a qual aquela paisagem adquire uma tonalidade particular, uma vez por ano. Mas deixemos que sejam eles a contar-vos os pormenores:

«Saído de um sonho. É assim que gostamos de pensar nesta sessão de noivado da Sarah e o Tahir.
Sabemos que durante cerca de duas semanas em cada ano, as flores do campo dão cores a esta paisagem, um planalto encimado com o perfil da Serra, visão magnífica, que nem estilo alpino. Esse cenário, sob a luz dourada do pôr do sol, e o casal aventureiro, deram-nos a criação desta sessão de noivado, com um ambiente romântico, campestre. Ao final da tarde, os caprichos da serra: um intenso nevoeiro chegou rapidamente, e mudou tanto o cenário, a luz, o ambiente místico tornaram-se em algo ainda mais especial e muito único.

Nem sei do que gosto mais, se do tapete amarelo tão efémero, tão luminoso, das mudanças na tonalidade do céu, como sendo o cenário mais um personagem vivo desta história, da delicadeza dos gestos da Sarah e do Tahir. Vejam e digam-me vocês de que gostaram mais nestas imagens mágicas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quando nós, aqui há uns dias, vos procurámos ajudar na tarefa de escolher o fotógrafo/videógrafo ideal para o vosso casamento, referimos vários critérios a ter em conta – e um deles foi o empenho, a disponibilidade dos profissionais. Lembrámos que será importante avaliá-lo nos contactos que forem fazendo, sobretudo quando chegarem à fase olhos-nos-olhos. Pois bem, para fechar este post, só me resta acrescentar o óbvio: que se um dos vossos fotógrafos de eleição alguma vez vos disser que conhece um sítio onde, durante duas semanas por ano, as flores cobrem a paisagem de um amarelo vibrante, e que vos quer fotografar lá, bem, isso é pelo menos um redondo ‘mais’ na caderneta!

Aproveitem e vejam as outras publicações que já fizemos com trabalhos Foto de Sonho. Só coisas bonitas!

Marta Ramos

A beleza dos rituais milenares, por Foto de Sonho

A Sarah e o Tahir celebraram o seu casamento na Mesquita Central de Lisboa e a festa teve lugar no dia seguinte, no luxuriante Jardim Botânico da Ajuda. Ora, nós já conhecemos suficientemente bem os fotógrafos Foto de Sonho para saber que eles não resistem a um cenário natural. Como a recepção estava agendada para o cair da noite, conspiraram uma sessão com os noivos sob a luz suave do fim de tarde.

Assim se reuniram os ingredientes preferidos do Hélio e do Marco para darem asas à sua criatividade: um casal apaixonado, a natureza em pano de fundo e luz natural. O plano incluía algumas imagens individuais da Sarah e do Tahir e depois o registo do first look, o primeiro momento em que os noivos se vêem um ao outro.

Conta-nos os fotógrafos: «Com esta sessão pretendemos enaltecer a importância deste momento na história de um casamento. É o momento em que podemos escapar da agitação do dia, da composição instantânea do fotojornalismo, e pese embora nada disto seja uma coisa má, é importante desacelerar um pouco o tempo e viver uma experiência com o casal, nem que por alguns minutos. É o momento em que podemos dirigir criativamente e pensar na melhor luz e naquele enquadramento fantástico.»

As mãos e os braços da Sarah exibem orgulhosamente o Mehndi, a tradicional pintura com henna que caracteriza uma das fases dos casamentos tradicionais indianos. Para além dos significados particulares de cada pintura na pele, agrada-me o ritual propriamente dito: um dia passado na companhia das amigas e das familiares, em que a noiva é acarinhada, mimada e aconselhada para essa nova fase da vida que está prestes a começar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Créditos:

 

fotografia: Foto de Sonho
wedding planner: Details Event Planning ⠀⠀
espaço: Estufa Real⠀
vestido de noiva e hairpiece: Joana Montez
sapatos: Uterque⠀
fato do noivo e acessórios: Mr. Blue⠀
cabelo & maquilhagem: Diego Montenegro / Reverse, Praia do Tamariz⠀
catering: Casa do Marquês⠀⠀
design, decoração e estacionário: Casa do Marquês e Details Event Planning

Marta Ramos

Vento, mar, amor, por Foto de Sonho

A e-session da Vanessa e do André marcou o início da época de casamentos Foto de Sonho num luminoso dia de Primavera, no Cabo Espichel, Arrábida. O Hélio e o Marco estavam nas suas sete quintas, apaixonados que são pelos cenários grandiosos na natureza, e claro que o resultado só poderia ter sido assim, límpido e emotivo.

Deixemos que sejam os noivos a contar-nos como tudo se passou:

 

«Assim que decidimos que a Foto de Sonho iria contar a nossa história, do princípio ao fim, sem filtros, mas com uma objectiva muito clara e autêntica, combinámos logo que seria no Cabo Espichel. O Marco e o Hélio gostavam muito do local e nós queríamos que a natureza nos envolvesse e mostrasse o mais genuíno que há em nós! No dia e hora combinada, lá estávamos os quatro prontos para a sessão. Ao princípio mostrámos-nos tímidos e nervosos, com medo que a saia levantasse ou o cabelo nos tapasse a expressão, mas, aos poucos, fomos ouvindo as palavras certas e encontrando os gestos simples e as poses não ensaiadas que deram brilho e sentido a este momento da nossa história. Sem dúvida, o Hélio e o Marco tornaram tudo muito mais fácil, dinâmico, divertido e único. Foram eles que conseguiram captar, através de nós, as imagens tão bonitas com que nos presentearam. Nem o frio, nem o vento foram capazes de abalar a alegria desta experiência….Por seu lado, até foram bastante úteis!
Foi um excelente final de tarde, proporcionado por dois fotógrafos de excelência.

Quando vimos o resultado, foi uma sensação incrível perceber que todo o esforço e toda a dedicação e cuidado que tiveram connosco resultou num produto fotográfico autêntico, belíssimo, natural, simples e completamente apaixonante. Ficámos enternecidos com a paisagem, os pormenores e a sensibilidade de cada imagem. Adorámos!

Apesar de termos criado, desde o início, uma boa relação, esta experiência valorizou imenso a nossa cumplicidade com o Hélio e o Marco. Sentimos que estamos todos a trabalhar no mesmo sentido, com o objectivo de contarmos a nossa história de amor com tudo o que ela implica. Estamos preparados para o grande dia e esperamo-lo ansiosamente.»

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Vanessa e o André casam a 15 de Julho e nós ficamos a aguardar as imagens!

Entretanto, visitem a ficha de fornecedor seleccionado Foto de Sonho (chegado há pouco a esta casa) e falem com o Hélio e o Marco. De certeza que eles têm ideias igualmente grandiosas para vos apresentar.