Created with Sketch.
Susana Pinto

Vídeo de casamento: histórias de amor contadas em nome próprio

Durante muitos anos, o vídeo de casamento era o parente pobre do evento casamento – foleiros, aborrecidos e propícios a muitos momentos de vergonha alheia. Mas como tudo o que está relacionado com este assunto de casar, rapidamente galgou esse fosso de chatice pouco inspirada e encontrou o seu espaço, a sua função, a sua importância. O seu esplendor.

Contar histórias é uma arte, seja em movimento, em imagens ou por palavras. Absorvemos o que vemos, adicionamos ao que vivemos e experienciámos e expressamos o resultado. É um magnífico processo!

Navegar por histórias de amor alheias é sempre muito emocionante: a cada três ou oito minutos que dura um vídeo de casamento, sobe-nos uma lágrima ao canto do olho, parece que conhecemos aquelas duas pessoas, fazemos parte daquela festa e brindamos, juntos, a dias felizes. E quando quem filma é realmente talentoso a contar a história de cada casal, podemos ficar bastante tempo colados ao ecrã, a saltar entre histórias de amor, todas diferentes, todas bonitas e doces e cheias de emoção.

Acontece-me isso sempre que passo pela página da dupla australiana Humdrum, que descobri atavés de um belíssimo casamento, que já publicámos aqui, fotografado pela Samm Blake. Fico por lá, corro cada vídeo de casamento, presto atenção às histórias, sempre contadas em nome próprio, e é genuinamente emocionante.

Para vos mostrar hoje, escolhi a publicação mais recente, Stef + Col, e o seu casamento ao ar livre em Byron Bay: feliz, enérgico, cheio de happy tears e muito humor. Estão lá as amigas com fabulosos vestidos Ted Baker (espreitem-nos no El Corte Inglês, são giríssimos!), bombinhas de fumo colorido e o meu elemento favorito: a família, os velhos e os novos, os bonitos, os normais e os muito cool. Em comum, a alegria da partilha do amor que junta os pares… e que épico que isso é!

 

 

Belíssimo, verdade?

Deixo-vos uma recomendação final, valiosa – naveguem, com tempo, pelas páginas dos fornecedores de vídeo de casamento que estão a considerar. Vejam  meia-dúzia de trabalhos. Se ficarem com a sensação de déjà vu, em que todas as histórias contadas são iguais e só mudam as caras, com os mesmos momentos, planos e duração, procurem quem conte melhor a vossa história. Que é única e é a vossa e por isso, impossível de ser idêntica a de outro casal.

 

Passem os olhos pelos nossos fornecedores seleccionados de vídeo de casamento: temos por aqui gente muito talentosa!

 

 

Marta Ramos

Raízes, por Pixel

Há qualquer coisa nos casamentos celebrados no meio de árvores que me toca. Normalmente, as cerimónias ao ar livre são de carácter civil, mas este cenário, o verde das copas compactas das árvores, os troncos como pilares, o chão de terra e vegetação caída, acrescenta-lhes qualquer coisa de cerimonial, como se se tratasse de um ritual pagão muito antigo. Acaba por ser, na verdade: desde sempre que o ser humano encontrou na natureza ligações que lhe deram bases para construir tradições com as quais acrescentar significado, solenidade, aos momentos mais importantes da vida, às grandes transições.

Acrescentar raízes, no fundo. Como se, enquanto o casal escuta as palavras que oficializam a sua união, outras palavras fossem murmuradas debaixo da terra, e as suas raízes despontassem ali mesmo, entrelaçadas.

Os Pixel trazem-vos hoje um vídeo magnífico, breathtaking, com fragmentos do casamento da Rubina e do Filipe no mês passado. Sabemos que este casal de muito bom gosto escolheu outro fornecedor seleccionado para fotografar o grande dia, a dupla Menino conhece Menina. Talvez ainda venhamos a ter oportunidade de vos mostrar as fotografias; eu sei que gostaria de ver mais daquelas flores silvestres, do vestido em duas peças da Rubina, das danças que têm todo o ar de terem durado até altas horas. Festejar com alegria, com prazer.

Mas, para já, são imagens em movimento que quero que apreciem. Deixem-se levar pelo ambiente onírico criado pelos Pixel – é fundamental que ouçam a música, é como que mais uma personagem desta bonita história. Ponham os headphones e desliguem-se do mundo por alguns minutos para apreciarem esta bonita peça, um hino às uniões, às celebrações. Às raízes.

 

 

E não deixem de espreitar os outros trabalhos dos Pixel que já aqui publicámos. Para falarem com eles, encontrarão todos os contactos da ficha de fornecedor seleccionado.

 

Créditos:

 

wedding planner: Crachá Wedding Agency

fotografia: Menino conhece Menina

vídeo: Pixel

dj: Musicbox Porto

espaço: Quinta da Torre – Lanhelas

 

Marta Ramos

Wise words: Como escolher os profissionais de fotografia e vídeo?

A fotografia e o vídeo serão das primeiras alíneas que quererão ver resolvidas na checklist de organização do vosso casamento. Percebe-se porquê: as imagens que daí resultarem serão as memórias palpáveis que vos ficarão para reviver o dia ano após ano, para partilhar com gerações futuras, para construir a história palpável da vossa família e poder contá-la a quem não tenha assistido a todos os episódios. Se vão investir, tanto em dinheiro com em tempo e dedicação, para que todos os detalhes do vosso casamento estejam perfeitos, quererão investir igualmente em guardiões desses detalhes que vos façam brilhar.

Há muitos bons profissionais da imagem a trabalhar em Portugal, é um motivo de orgulho para nós – só aqui na nossa lista de fornecedores seleccionados encontrarão mais de 50 fichas para analisar. Então, a questão que se coloca agora é: como escolher?

Para que possam desfrutar verdadeiramente do prazer de revisitar e de partilhar este breve dia um ano, dez anos, vinte anos depois, com a mesma emoção à flor da pele, recomendamos que escolham com o coração e a razão. – Queres casar comigo?

Para nos ajudar a compor este artigo, pedimos algumas dicas ao Luís e à Marta da Lounge Fotografia – e eles, já com a agenda cheia e à espera de gémeos, nem hesitaram em ajudar – com wise words e, claro, com as belas imagens que as acompanham.

 

 

 

 

Para começar, a antecedência! Os melhores profissionais são também os mais concorridos, e no caso dos fornecedores que terão que estar presentes no dia do casamento isso implica que ou vocês fecham a data primeiro, ou alguém o fará no vosso lugar. Seis meses no mínimo, mas um ano dá-vos mais folga. Comecem por analisar os vossos sites de referência com descontracção. Vão anotando os nomes que vos agradam e tomem notas para cada um deles. Lembrem-se de que a palavra-chave aqui é afunilar, por isso qualquer coisa que vos desagrade deve empurrar o nome correspondente para o fim da lista.

Lembra-nos a Lounge de que «muitas vezes as pessoas acham que os fotógrafos são todos iguais, e não são! Há estilos muito próprios, posturas diferentes, níveis de experiência diferentes.» Então, depois de verem e reverem os trabalhos dos vossos candidatos online, e depois de ordenarem e reordenarem a lista de preferências, peguem nos cinco primeiros nomes de fotografia e de vídeo e arrumem os restantes. Contactem o top 3 – com um email personalizado, simpático e já com muita informação relevante, para agilizar o processo. As respostas que receberem também vos ajudarão a confirmar se estão no caminho certo. É uma coisa que se sente, se a pessoa do lado de lá está verdadeiramente sintonizada convosco ou não. Próximo passo: agendar reuniões presenciais.

 

 

 

 

Levem uma listinha de assuntos essenciais convosco – não se preocupem que o Luís e a Marta ajudaram-nos a prepará-la para vocês:

. ver, pelo menos, um álbum/filme completo de um casamento (uma coisa é agrupar imagens fantásticas, outra contar a história inteira do dia com graça);

. confirmar quais são os membros da equipa a estar presentes no vosso casamento;

. acertar quais os graus de interferência no dia que são confortáveis para ambas as partes (pausas para sessões a dois, fotos de grupo, etc.);

. alinhar as fotografias que não podem faltar (dependendo da vossa vontade, claro, poderão ser fotos com os pais, com os avós, com os amigos – sejam quais forem as vossas escolhas, ponham-nas desde logo por escrito) e nomear um mestre de cerimónias, ou seja, o vosso braço direito que, no dia, ajudará os fotógrafos e videógrafos a encontrar as pessoas certas para as fotografias solicitadas, sem que tenham que ser vocês a preocupar-se com isso;

. definir bem prazos de entrega das fotos e do álbum final, e de vídeos highlights + filme completo;

. clarificar se os valores finais incluem IVA.

Se acham que se identificam com o trabalho apresentado mas resta ainda alguma dúvida, agendem uma sessão de noivado. É a melhor ocasião para quebrar o gelo e verem a forma de estar dos fotógrafos/videógrafos: se são descontraídos, afáveis, divertidos, se vos fazem rir, se vos direccionam muito ou pouco. E, no final, sentir se há magia nas imagens entregues! – Lounge

As e-sessions são, de facto, um factor importante neste processo. Mesmo que já tenham decidido, não saltem essa parte. Para além de serem memórias acrescida, é uma oportunidade de ouro para interagirem com os fotógrafos e videógrafos que estarão encarregues de registar o dia do vosso casamento. Ganha-se à vontade e descontração, que serão essenciais no grande dia; afinam-se vontades e expectativas; e, de repente, já vocês tratam as câmaras por tu e já elas vos conhecem de cor, de modo que tudo flui com muito mais naturalidade.

 

 

 

 

Este é o vosso dia. Gravem-no nos sentidos, da forma mais doce; e em imagens, da forma mais profissional. – Queres casar comigo?

Ora bem, então, recapitulemos. Analisem a oferta com antecedência e, na hora do aperto de mão, não descurem o contrato – leiam e confirmem cada detalhe. Desistam de quem não vos responde em tempo útil, ou o faz de modo pouco profissional, evasivo ou invasivo – e confiem no vosso instinto, dêem relevância à empatia, já que no dia do casamento vocês vão precisar de sentir que estão todos na mesma equipa. Certifiquem-se de que o profissional que estará presente no vosso casamento é mesmo aquele que vocês preferem, quando se trata de empresas com equipas grandes. Confiem nas dicas dos profissionais mas não se esqueçam de que a última palavra tem que ser a vossa. Se sentirem que de lado de lá estão a puxar numa direcção que vai contra a vossa natureza, acreditem, não vai resultar. A qualidade do trabalho dos fotógrafos e videógrafos que vocês escolherem deve ser, claro, um argumento de topo; mas valorizem igualmente a qualidade do atendimento. Se se sentirem acarinhados, certamente que o vosso casamento será filmado e fotografado na mesma medida.

Posto isto, a palavra final é… descontraiam! Sim, é possível. Vivam o vosso dia plenamente, sintam cada instante, saboreiem cada emoção, cada gargalhada. E depois deleitem-se com as imagens.

 

Agora, peguem nestas wise words e comecem já a pô-las em prática, passando a pente fino a nossa selecção de fornecedores de fotografia e de vídeo. Têm muito trabalho pela frente, é verdade: mas o resultado final será garantidamente espectacular.

Marta Ramos

Primavera em Dezembro, por Vanessa & Ivo

Foi em Dezembro que a Daniela e o Bruno casaram, em Guimarães, acompanhados de perto pela dupla Vanessa & Ivo:

«Escolhemos o mês que mais nos aperta o coração e seguimos em frente com fé de que tudo ia correr bem. Casámos no Inverno mas tivemos um dia de Primavera. Não choveu mas sentimo-nos abençoados na mesma!

Fundamental mesmo era ser um dia feliz, com a nossa família. Os nossos pais, sentir a presença e a felicidade deles em ver a nossa. Nunca iremos esquecer isso. Os nossos irmãos, os nossos amigos. Estiveram todos  lá. Fomos mais felizes assim. Tudo teve a sua importância.

Não foi bem assim, mas quase que falei primeiro com a Vanessa e o Ivo antes sequer de ter pedido à Daniela para casar comigo! Inspiraram em muito o meu pedido. Eles sabem disso. Queríamos muito que fossem eles a contar a nossa história. Tinham de ser eles. E foram. São os melhores contadores de histórias. Fazem-nos sorrir de emoção todas as vezes que vemos um teaser ou highlight. São uns artistas. Fomos uns privilegiados.»

 

 

Créditos:

convites e materiais gráficos: Papeleta Artes Gráficas
espaço e catering: Quinta Vila Marita – Guimarães
bolo: Quinta Vila Marita
fato do noivo e acessórios: Massimo Dutti
vestido de noiva e sapatos: Rosa Clará e Pronovias
maquilhagem: Ritual do Ser – Lurdes Carvalho – Guimarães
cabelo: Cabeleireiro Nininha – Guimarães
bouquet: Florista Nenúfar – Guimarães
decoração: Quinta Vila Marita
ofertas: Papeleta Artes Gráficas
fotografia: Arte Magna Fotografia
vídeo: Vanessa e Ivo – Handmade Films
luzes, som e Dj: Animador Ricardo Vieira

Marta Ramos

Um sonho tornado realidade, por We Love Film

Rodeados pela natureza luxuriante das Pedras Salgadas, a Mi e o André deram o nó num dia bem quente, com a família e os amigos junto a eles – e sem dispensar a companhia do seu fiel companheiro de quatro patas.

É também sobre pedras salgadas que os conhecemos, no início deste filme, embora estas sejam de outra natureza. Da beira-mar para Trás-os-Montes, acompanhamos o casal através da câmara dos We Love Film e somos testemunhas de um sonho tornado realidade.

Que bom que é ver tanta a gente a sorrir!

 

 

Vejam outros posts que já publicámos com trabalhos dos We Love Film e falem com eles para esclarecer qualquer dúvida ou apresentar a vossa ideia.

Marta Ramos

Shinny happy people, por The Emotion Wedding Film

A Naomi e o Stephan casaram em Sintra, num magnífico dia de Setembro do ano passado. A festa foi linda, com direito a muitos mimos de amigos e familiares, cerimónia ao ar livre e diversão pela noite dentro. Pessoas felizes com a felicidade dos outros é sempre tão bom de se ver, não é?

Fiquem com o filme, assinado pelo Tiago Milheiro – The Emotion Wedding Films.

 

 

Marta Ramos

My favourite story, por We Love Film

A nossa história de amor preferida costuma ser nossa. É assim com a Teresa e o Sérgio, que escolheram os We Love Film para registar a história de amor preferida deles: precisamente, a deles. Casaram em Julho de 2016, estes dois lovebirds, para citar a palavra que o César usou para descrever o casal que o impressionou pela boa disposição e cumplicidade.

Ainda cá da casa, a Teresa e o Sérgio escolheram os LSS para garantir que não faltasse música à altura da sua festa. Têm bom gosto, estes dois!