Created with Sketch.
Susana Pinto

Casamento na Quinta da Pacheca: Vanessa + Christian, por Pedro Filipe Fotografia

Hoje temos um casamento na Quinta da Pacheca, com uma gloriosa vista para o Douro, fotografado pelo Pedro Filipe Fotografia.

É o mais bonito dos dias da Vanessa + Christian, juntamente com os seus amigos e famílias além fronteiras, que escolheram Portugal para celebrar.

Juntam-se a nós? Bom fim-de-semana!

 

Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia

Quando a resposta foi “sim!”, a Vanessa e o Christian imaginaram uma grande festa, rodeados das suas pessoas mais queridas, família e amigos.

Sentiam-se totalmente preparados para celebrar o mais bonito dos dias e, por isso, o caminho até lá foi feito com tempo, calma e muito poucos nervos.

Como noiva, a Vanessa conseguiu concretizar tudo como queria e planeou: contou com a ajuda preciosa das suas fadas madrinhas ajudantes, a mãe e a prima, que também foi dama de honor.

 

Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia

Para este casal, o mais importante era usufruir ao máximo deste dia único e tão especial, e a postura calma e tranquila como puseram todos os seus planos em marcha foi fundamental para que tudo corresse como esperado, e em sintonia com a celebração que tinham em mente. Estando fora do país, o desafio dos preparativos foi um pouco maior e mais trabalhoso, mas, com o suporte precioso das suas pessoas do coração, levaram a bom porto e de forma serena, os seus planos.

 

Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia

O pico sentimental das celebrações aconteceu durante a cerimónia, quando os noivos se viram mutuamente, quando pronunciaram os seus votos e quando ouviram as palavras dos seus familiares. É um turbilhão de emoções, de muito amor partilhado e mais do que isso, verbalizado em alto e bom som, validado, perante todas as pessoas que são importantes na sua vida. E que bonito isto é, verdade?

 

O momento mais divertido, porque todas as tensões e nervos já se dissiparam, foi a primeira dança, enquanto casal, a abrir a pista – é sempre uma ocasião especial, a dois, olhos nos olhos, em que tudo o que está à nossa volta simplesmente desaparece e são só os dois e a sua música, absolutamente romântica ou totalmente divertida!

 

Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia Casamento na Quinta da Pacheca, fotografado por Pedro Filipe Fotografia

A Vanessa partilha connosco dois conselhos importantes, reflexo do que sentiu na organização do seu casamento e no decorrer do próprio dia, tomem nota:

 

“Planeiem com muita antecedência, para que não hajam nervos de maior e tudo corra com tranquilidade, para no dia desfrutarem sem preocupações, até porque já não há nada a mudar. Quanto mais seguros estiverem das vossas decisões (e essa segurança vem da tomada de decisões ponderada e com tempo), menos solavancos irão existir.

 

Peçam conselho ao vosso fotógrafo sobre a dinâmica do dia de casamento e conversem com ele sobre as vossas expectativas no que diz respeito ao registo fotográfico das pessoas presentes. Haverá momentos e pessoas que estão garantidos na habitual rotina de um profissional, mas poderá haver outros que só os noivos sabem quem são. Façam a vossa lista e cruzem-na com a lista do fotógrafo, assegurem-se que todas as pessoas que são importantes estão lá enumeradas e certifiquem-se que alguém (a vossa madrinha, por exemplo) faz as apresentações – vocês estarão completamente assoberbados de amor e abraços e não vão querer perder estes momentos!”

 

 

Os fornecedores envolvidos:

 

espaço de casamento, decoração, catering e bolo dos noivos: Quinta da Pacheca;

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss;

vestido de noiva e sapatos: Pronovias;

maquilhagem: Ruben (amigo de família);

cabelos: Alfredo Oficina do Cabelo;

bouquet de noiva: O filho da Rosa;

fotografia e vídeo: Pedro Filipe Fotografia;

luzes, som e Dj: Feedback Produções.

 

Susana Pinto

Casamento na Quinta da Pacheca: Sara + Alun

Hoje temos um casamento na Quinta da Pacheca, no coração da região demarcada do Douro.

É o mais bonito dos dias de Sara + Alun, fotografados pelo Pedro Filipe Fotografia.

Nestas imagens, para além do sorriso contagiante da Sara, há um bouquet de noiva com peónias vermelho tinto (as minhas favoritas!), um altar civil decorado com um glorioso arco de flores  e uns sapatos de noiva da marca portuguesa nascida na Madeira, DOL Portugal – que giros que são!

Vão espreitar!

Bom fim-de-semana.

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Sapatos de noiva forrados com tecido, da DOL Portugal. Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Ambos queríamos um casamento descontraído e informal. Desejámos muito verde e ar livre. Queríamos a família toda connosco e queríamos ter festa o dia todo.

Foi assim que imaginámos e foi assim que tivemos!

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Estávamos muito desejosos desta celebração. Nunca os nervos, os poucos que houve, foram razão para deixar de aproveitar este momento único de estarmos noivos e de prepararmos esta festa em família.

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

Quando fomos visitar os espaços.

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

O resultado superou tudo que imaginámos e planeámos… Talvez porque tenhamos planeado com detalhe.  Mas também porque tivemos um grupo de fornecedores/amigos que fizeram um excelente trabalho e superaram quaisquer expectativas criadas.

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Fundamental era ter a família e amigos mais próximos connosco – ainda que a temperatura  pudesse subir aos 39 graus… (que subiu!).

Era também fundamental ter uma celebração em ambas as línguas e costumes culturais, dentro do possível.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

De um modo geral tudo fluiu de forma muito natural e própria.

Difícil…  foi preparar o seating plan!

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

A troca dos votos pessoais!

 

E o pico de diversão?

Durante a refeição, com os jogos que preparámos.

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Um pormenor especial…

Todos… O arco de flores na cerimónia. A mensagem privada na gravata do pai. A pulseira no pé da noiva. As fairy berries lights na relva à noite…

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Nada!

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Para as bridezillas : não se foquem demasiado nos pormenores pensados e desejados. É tudo uma questão de perspectiva. E, acima de tudo, de aproveitar.

Para a preparação: vivam cada momento da preparação do casamento sem deixar que a pressão e o stress vos afecte. É uma viagem especial que dá um gozo único e que nunca se irá repetir novamente. A preparação de um casamento é motivo de alegria, caso contrário, perde o sentido.

Para o dia: o melhor conselho que tive  foi este, “on your wedding day, when everyone is chatting around and enjoying themselves, step back , look and freeze that moment. Because once you realize, it will have finished”.

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos e ofertas aos convidados: Quinta da Pacheca e noivos;

espaço, catering, bolo dos noivos, bouquet de noiva e decoração: Quinta da Pacheca;

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss;

vestido de noiva e sapatos: vestido de noiva Rosa Clará e sapatos de noiva DOL Portugal;

maquilhagem: Mónica Figueiredo Makeup Artist;

cabelos: Pedro Netto Studio;

ofertas aos convidados: Quinta da Pacheca e noivos

fotografia e vídeo: Pedro Filipe Fotografia;

luzes e Dj: Tomás Barradas;

banda de Jazz: Filipe Valentim;

pirotecnia: Balão a Gás.

 

Susana Pinto

Casamento na Quinta da Torre Bella: Telma + Tiago

Estamos já a caminho das férias que se avistam lá ao fundo, e trazemos, para fechar esta semana, um bonito casamento na Quinta da Torre Bella, fotografado pelo nosso fornecedor seleccionado, Pedro Filipe Fotografia.

É o mais bonito dos dias da Telma + Tiago, um grande amor celebrado de forma muito atenta e personalizada, em suaves tons de azul.

Prestem atenção ao glorioso vestido de renda Rosa Clará que a Telma escolheu, e ao formato da cerimónia, diferente do habitual, mas tão à medida destes noivos doces.

Boas leituras e um óptimo fim-de-semana!

 

Casamento na Quinta da Torre Bella, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bella, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bella, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bella: convites personalizados daDiferente

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Queríamos que o nosso dia fosse à nossa imagem; desde a primeira fase quisemos construir a nossa cerimónia, repleta de detalhes e momentos marcantes. Desejávamos que os convidados conseguissem encontrar a nossa identidade em cada pormenor.

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

A Telma é uma organizadora fantástica, por isso tudo ficou mais fácil. Outro segredo foi confiar em fornecedores maravilhosos com mais do que provas dadas. No dia, os nervos foram só aquelas borboletas na barriga para o nosso encontro no altar.

 

Casamento na Quinta da Torre Bela: sapatos de noiva azuis claros Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela: vestido de noiva Rosa Clará Casamento na Quinta da Torre Bela: vestido de noiva Rosa Clará Casamento na Quinta da Torre Bela: vestido de noiva Rosa Clará Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

A escolha da quinta foi essencial, desde a primeira visita que ultrapassou as nossas ambições. A opção de termos uma celebrante foi a chave para o nosso casamento de sonho. Foi possível planear cada momento da cerimónia, dando significado a tudo e os convidados adoraram.

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

Com o rigor e exigência dos nossos fornecedores tudo correu dentro do esperado, aliás, o resultado foi muito superado, até as previsões da meteorologia foram ultrapassadas pelo fantástico e radioso dia.

 

Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Encontrar um equilíbrio entre o que queríamos para o nosso dia e, claro, para o queríamos para os nossos convidados. A cerimónia teve que ser totalmente à nossa imagem, porque é o nosso amor. Claro que houve escolhas em que pensámos “será que vão gostar?”. Tivemos momentos de entretenimento a pensar nos convidados, mas construídos por nós, mas nunca foi obsessão nossa encher o casamento com mil e uma distracções, por isso foi um capítulo a que demos pouca importância.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

Na organização de um casamento nada é fácil, mas também nada é extremamente complicado. Houve decisões mais simples e sem grandes dúvidas como o fotógrafo e a banda, no entanto a escolha dos pratos foi demorada tal como a escolha do vestido de noiva para a Telma, claro!

 

Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

Para o Tiago, o instante em que vislumbrou a Telma lá ao fundo. Para a Telma, a troca de votos foi o momento!

 

E o pico de diversão?

A nossa dança surpresa entre pratos. Quando a música começou, esquecemos o nervosismo e usufruímos de cada passo, e ainda hoje recebemos dos amigos comentários sobre aquele momento na pista (fomos coreografados, claro).

 

Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela: decoração em tons de azul Casamento na Quinta da Torre Bela: bolo dos noivos decorado com flores azuis

Casamento na Quinta da Torre Bela: decoração em tons de azul

Um pormenor especial…

As túlipas estiveram presentes desde o pedido de casamento aos convites, decoração e até na acta cerimonial. Um pormenor cheio de significado.

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Admitimos que ainda possamos estar deslumbrados por tudo o que aconteceu no dia, mas hoje não mudaríamos nada!

 

Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography  Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography

Algumas words of advice para as próximas noivas…

O mais importante é descomplicar e viver intensamente o momento. O percurso dos preparativos é longo mas se for feito com descontracção, serão memórias que irão ficar para sempre. No fim, até irá surgir alguma saudade de o organizar novamente.

 

Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography Casamento na Quinta da Torre Bela, fotografado pelo Pedro Filipe Photography

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos: Diferente;

espaço para casamento e decoração: Quinta Torre Bella;

catering de casamento e bolo dos noivos: Duplos Gemini Catering;

fato do noivo e acessórios: fato Hugo Boss e sapatos Pedro Martins;

vestido de noiva e sapatos: vestido Rosa Clará e sandálias Pedro Martins;

maquilhagem e cabelo: Diana Pereira Makeup;

bouquet: Lipasdesign;

fotografia: Pedro Filipe Fotografia;

vídeo: Belmiro;

banda: Cheers, aquela banda;

celebrante: Ritoos;

coreografias: All About Dance Academia.

 

 

Pedro Filipe Fotografia é um dos nossos fornecedores seleccionados. Espreitem este casamento fotografado por ele, também na Quinta da Torre Bella.

 

 

Marta Ramos

Nova montra Pedro Filipe Fotografia: memórias e emoções

As galerias das fichas de fornecedor seleccionado são como montras do trabalho dos profissionais que escolhemos para vos recomendar. Hoje destacamos a renovação da montra Pedro Filipe Fotografia.

Pedro Filipe Fotografia é a marca do Pedro e da Cátia, um casal apaixonado que se baseia nas emoções para criar fotografia e vídeo para pessoas apaixonadas. Com um estilo que combina fine art, fotojornalismo e retrato, privilegiam o improviso, a originalidade e o imediato, sempre em busca dos momentos em que poucos reparam: olhares que falam, gargalhadas e pequenos detalhes que contam a história dos sentimentos vividos num dia tão especial como o do casamento.
Recorrem quase exclusivamente à luz natural e ultimamente dedicam-se à reportagem de casamentos por acreditarem que nada é mais mágico que congelar uma história de amor no tempo e no espaço.
Vivem em Esmoriz (Aveiro) mas deslocam-se por todo o país e mais além. O mundo é o seu objectivo.

Escolheram trabalhar na área dos casamentos um pouco por acaso. «Inicialmente eu fotografava apenas para mim», conta o Pedro, «mas quando fotografei o primeiro casamento com a Cátia, rapidamente descobrimos que não íamos parar. As memórias que oferecemos e as emoções que recebemos são muito viciantes.»
Orgulham-se de ficar amigos dos noivos com quem trabalham: «São pessoas que escolheram partilhar connosco momentos únicos e irrepetíveis. Só com esta entrega mútua é que é possível registar imagens fidedignas e genuínas. Orgulhamo-nos também de termos algo que é realizado à nossa imagem e medida.»
Vão procurar inspiração a muitos sítios: «Desde filmes, séries, arquitectura… a trabalhos de fotógrafos de outras áreas, como o Steve McCurry ou o Sebastião Salgado. Vamos também recolher muita inspiração à fotografia de rua. Lá encontramos tantas histórias e momentos únicos.» E quando olham para o futuro, vêem-se a «fotografar casamentos! A contar histórias com as nossas imagens. A chorar de alegria e de emoção. A dançar com os noivos no fim de um dia de trabalho. Ter a fantástica oportunidade de criar memórias de um dia único, como é o casamento, é algo que não nos vemos a conseguir largar.»

Seleccionámos algumas das imagens mais recentes da galeria, mas depois não deixem de ir ver todas à ficha de fornecedor seleccionado.

 

Fotógrafo de casamento no Porto: Pedro Filipe Fotografia

Fotógrafo de casamento no Porto: Pedro Filipe Fotografia

Fotógrafo de casamento no Porto: Pedro Filipe Fotografia

Fotógrafo de casamento no Porto: Pedro Filipe Fotografia

Acompanhem os nossos posts acerca do trabalho da dupla Pedro Filipe Fotografia, tanto em fotografia como em vídeo – e falem com o Pedro, que está à vossa espera para vos oferecer memórias.

Susana Pinto

À conversa com: Pedro Filipe Fotografia – fotografia de casamento

Hoje a conversa longa é com a dupla Pedro Filipe Fotografia, a Cátia e o Pedro.

Falamos sobre o seu trabalho, como chegaram a este assunto da fotografia de casamento e o que os move nesta grande aventura de captar o mais bonito dos dias de cada casal.

Procuramos ser e agir como se fôssemos convidados do casamento e registar os momentos e emoções com a maior fidelidade e naturalidade possível. Mas queremos dar sempre um toque de fine art ao nosso trabalho, que deve ser fiel, mas também artístico e único.

Contem-nos um pouco da vossa viagem profissional até aqui, à fotografia de casamento.

Desde cedo estive ligado à arte, mais concretamente à música. Estudei violino desde os sete anos até entrar para a faculdade. Frequentei o curso de engenharia mecânica enquanto a Cátia fazia o mestrado de engenharia civil. Para a tese da Cátia foi necessário registar umas fotografias de uma igreja e como não tínhamos máquina, pedi a velhinha Canon 300D ao meu irmão. Desde esse momento decidi não voltar a pousar uma DSLR. Talvez a combinação do espírito de engenheiro com o background da música tenha feito com que quisesse ver e aprender mais e mais. Depois de algumas experiências, rapidamente apareceu uma oportunidade para trabalhar como segundo fotógrafo, e daí a perceber que queria criar o meu percurso, foi um ápice. A Cátia juntou-se a fotografar no nosso primeiro casamento como Pedro Filipe Fotografia com uma 20D usada e que foi comprada uns dias antes desse casamento. A partir daí e até ao dia de hoje atingimos um crescimento e uma visibilidade que não estava na nossa mente nem nos nossos melhores sonhos.

 

Há quanto tempo fotografam? E porquê casamento?

Este ano de 2019 será o nosso quinto ano como fotógrafos de casamentos.

O início foi um bocadinho por acaso e uma série de eventos levou-nos a ter a nossa primeira oportunidade profissional num casamento. Já tinha feito vários casamentos como segundo fotógrafo e na altura também tinha um Trio para música de cerimónia de casamentos, por isso, era um mercado que já conhecia bastante bem e que gostava. Tal como tantos outros fotógrafos, vou fazendo algumas experiências noutras áreas da fotografia, mas sem a dedicação e a paixão que temos pela fotografia de casamento.

Fotografar casamentos é uma experiência incrível. É verdade que trabalhamos horas e horas a fio, mas o que obtemos de um casamento é tão enriquecedor. Temos a sorte enorme de conhecer tantas pessoas novas e incríveis, de ver em tempo real histórias de amor e famílias a serem criadas, de ver sorrisos, choros, gargalhadas e ainda somos pagos para isso. Não é uma sorte incrível? Mas é, também, uma sorte que dá muito trabalho a manter.

 

Pedro Filipe Fotografia_fotografia de casamento Pedro Filipe Fotografia_fotografia de casamento Pedro Filipe Fotografia_fotografia de casamento

Nestes tempos globais, em que as imagens circulam a uma velocidade vertiginosa e todos temos acesso a tudo, a qualquer hora, onde vão buscar inspiração?

Vivemos num tempo de informação constante e a toda a hora. Conseguimos ver e ter acesso às imagens e trabalhos de outros profissionais e isso é incrível. Vemos tanta coisa boa e tanta coisa má e recolhemos informação e inspiração em ambos os lados. Toda esta globalidade faz uma concorrência natural em que só há um caminho a seguir. O de não parar. O de criar alianças. O de aprender e ouvir com os melhores. A verdade é que procuramos inspiração um bocadinho em tudo o que nos rodeia. Vemos muitas imagens dos nossos colegas que têm criado e construído trabalhos tão bons. Vemos filmes e séries. E viajamos muito! Sempre que podemos, vamos viajar. Quando chegamos de uma viagem vimos sempre mais ricos. Trazemos connosco as pessoas, as cores, a luz, os cheiros, a cultura e muitas fotografias que nos ajudam a avivar a nossa memória. Toda esta riqueza humana e experiencial ajuda-nos muito e inspira-nos a fazermos mais e melhor.

 

Como construiram a vossa assinatura, como a definem?

A nossa assinatura não está nem nunca estará efectivamente terminada. Até porque não achamos que tenhamos de a ter para sempre. Vamo-nos moldando com o nosso gosto e com a própria globalidade em si.

Gostamos muito de ser fotojornalistas de casamento. Por um lado, porque temos personalidades muito discretas e por outro porque adoramos a genuinidade deste tipo de fotografia. Procuramos ser e agir como se fôssemos convidados do casamento e registar os momentos e emoções com a maior fidelidade e naturalidade possível. Mas queremos dar sempre um toque de fine art ao nosso trabalho, que deve ser fiel, mas também artístico e único. Somos descontraídos, calmos e entregamo-nos por completo a cada casamento e julgo que é aqui que colocamos a nossa assinatura muito própria. Queremos que as nossas imagens mostrem aquilo que gostamos: naturalidade, luz, genuinidade, sorrisos e amor.

 

Quando precisam de fazer reset, para onde olham, o que fazem?

Depois de uma temporada com vinte e cinco casamentos sem parar, de aniversários perdidos e de tantos “Não podemos…” para jantar com os amigos, a verdade é que de vez em quando precisamos de fazer um reset ou uma pequena hibernação de casamentos. A prioridade sempre que possível é viajar. Quer seja para fora de Portugal ou mesmo cá. O que importa é ir e conhecer novas pessoas e novos locais, adoramos comer e beber um bom vinho.
Oura coisa que fazemos sempre que possível é ir ver concertos. Maioritariamente de música clássica, mas também de outros géneros musicais.
Ambos também gostamos de jogar ténis e o desporto também ajuda a libertar a mente.

 

Pedro Filipe Fotografia_fotografia de casamento Pedro Filipe Fotografia_fotografia de casamento Pedro Filipe Fotografia_fotografia de casamento

Da Costa Norte para o mundo, ou Portugal de lés-a-lés: fotografar casamentos estrangeiros é diferente de fotografar casamentos nacionais?

Cada vez menos sentimos essa diferença. Hoje em dia vivemos num mundo global e os nossos noivos também o são e vão buscar informação a todo o lado. Os nossos casais são cidadãos do mundo e se há alguns anos havia o estigma de que os portugueses estavam na cauda da Europa, a verdade é que hoje em dia não sentimos isso. Fazendo uma rápida análise dos nossos casais deste ano de 2019 vemos que quase todos eles ou trabalham ou trabalharam durante vários anos fora de Portugal. Praticamente todos viajam regularmente e são pessoas informadas. Em quase todos os casamentos temos convidados de outros países. Juntando tudo isto e falando do nosso caso em concreto, não vemos grandes diferenças entre os nossos casamentos estrangeiros e os nacionais.

 

Qual é o vosso processo de trabalho, como acontece a ligação aos clientes?

Actualmente, quase todos os nossos primeiros contactos são feitos via email. A partir daí fazemos questão de ter sempre uma reunião, preferencialmente presencial e caso não seja de todo possível, via Skype ou WhatsApp ou qualquer outra forma de comunicação por vídeo chamada. Esta parte é fundamental, porque a empatia tem de existir. Os nossos casais têm de nos conhecer e ter total empatia connosco. Afinal vamos passar todo o dia do casamento com eles (desde que se começam a preparar até já não aguentarem estar em pé), mais o tempo que já estivemos juntos em reuniões, sessões e afins e ainda o tempo que estaremos depois para preparar álbuns e entregas. Sem empatia isto seria terrível, e por isso tem de ser um sentimento mútuo. Se não a sentirmos, como poderemos entregar e documentar o dia do casamento de forma genuína e fiel?

A nossa ligação aos nossos casais é feita de forma constante durante todas as etapas do casamento, mantendo contacto permanente e esclarecendo todos os passos a dar. Afirmamos com muito orgulho que mantemos contacto com os nossos noivos mesmo depois da entrega do trabalho. Temos casais em que já documentámos o casamento, a sessão de gravidez e baptizado.

 

Casamentos grandes ou pequeninos, nacionais ou estrangeiros, cerimónias emotivas, festas de arromba – qual é o tipo de festa que mais gostam de fotografar?

Essa pergunta é de difícil resposta, vamos por partes…

Nacionais ou estrangeiros para nós é totalmente indiferente. O que interessa é que o nosso casal esteja a disfrutar cada segundo do seu casamento. Que estejam tranquilos e a divertirem-se.

Também não temos preferência por uma cerimónia emotiva ou festa de arromba O que realmente gostamos é que seja genuína. Que transmita a realidade e que seja fiel aos noivos.

Casamentos grandes ou pequenos? Neste caso confesso que preferimos casamentos mais pequenos, porque conseguimos uma maior aproximação aos noivos. As emoções tendem a dispersar-se por menos pessoas e como tal, tudo fica mais concentrado e intenso. Sentimos que conseguimos contar a história de forma mais eficaz, mais próxima e ainda mais fiel.

 

Pedro Filipe Fotografia e Video_Video de casamento

Qual é a melhor parte de ser fotógrafo de casamento? E o mais desafiante e difícil?

Julgo que o mais desafiante é não ceder à tentação de usar sempre a mesma fórmula. Temos que procurar sempre mais e melhor e entregar sempre um trabalho com a nossa marca, mas personalizado para cada casal. É por isso que nunca paramos para saborear feitos ou sucessos. Para nós, apenas servem de motivação para continuar a inovar a buscar inspiração.

O mais difícil é sabermos que vamos estar com um casal no dia mais importante e feliz das suas vidas e não podemos falhar. Não podemos falhar imagens e não podemos falhar ao obter o melhor do dia do casamento. Esta dificuldade traz também o melhor de sermos fotógrafos de casamentos. A oportunidade de documentar um dia único e irrepetível. Enquanto fotografamos de casamentos é-nos concedida uma confiança absolutamente inacreditável e até viciante. Cabe-nos a nós contar cada bocadinho daquela história através das nossas imagens. Imagens essas que além de serem documentos fotográficos de um dia, são também obras de arte criadas por nós. Cada imagem registada por nós é uma obra nossa e feita através da nossa inspiração, arte e empenho. É um privilégio, não acham?

 

Escolha uma imagem favorita do vosso portfolio e contem-nos porquê…

 

Casamento na Serra da Freita, fotografia de Pedro Filipe Photography.

Ui… Escolher uma imagem favorita é muito complicado para mim. A forma como trabalhamos é de entrega total a cada casamento para conseguirmos contar a história de forma muito próxima e fidedigna e isso faz com que as nossas imagens favoritas acabem por ser aquelas que estamos a trabalhar no momento.

Mas tendo de escolher uma, esta saltou-me ao olhar. E por várias razões… Porque me lembro perfeitamente como foi um ambiente tão porreiro que tivemos com este casal na Serra da Freita, porque adoramos a luz e a descontracção da fotografia e porque olhamos para este casal e nos lembramos da boa onda e do amor profundo que ambos nutrem um pelo outro e que nos continua a inspirar.

 

Contactem o Pedro Filipe através da sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, feita de belas imagens, e contactem a dupla Pedro Filipe Fotografia directamente através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

Susana Pinto

Casamento na Quinta da Torre Bella: Rafaela + João

Fechamos esta semana com assomos de primavera com um casamento na Quinta da Torre Bella, inspirado nos loucos anos 20 e no clássico de F. Scott Fitzgerald, The great Gatsby.
É o mais bonito dos dias da Rafaela + João, rodeados de família, amigos e muitos abraços. As fotografias são do Pedro Filipe Fotografia, fornecedor seleccionado Simplesmente Branco.

Vamos a isto? Bom fim-de-semana!

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?
Com a família e amigos próximos na Invicta.

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?
Preparados sim, mas nunca a 100%!

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?
Quando ficou confirmada a data na igreja e na quinta.

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?
Para além das expectativas, contámos com a ajuda da família e amigos.

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

O que era fundamental para vocês? E sem importância?
Era fundamental passarmos um dia incrível com os nossos convidados, com muita emoção e momentos intensos. Não era importante termos um dia perfeito, sem falhas ou cheio de detalhes de última hora.

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?
O mais fácil foi criar aquele ambiente de diversão requintado de que tanto gostamos, e o mais difícil foi, sem dúvida, organizar tudo à distância e não ultrapassar o orçamente inicial!

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?
A entrada da igreja e os discursos dos amigos!

E o pico de diversão?
A pista de dança!!!

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Um pormenor especial…
A minha irmã, que anunciou que estava grávida – o melhor presente de casamento!

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?
Não deixarmos alguns pormenores para a semana anterior ao casamento… Somámos muito stress sem necessidade.

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Algumas words of advice para as próximas noivas…
Pode ser “clichet”, mas aproveitem ao máximo estar com as pessoas, não se preocupem com o que pode faltar no dia, porque é, sem dúvida, um dia único, com tanto amor e energia positiva concentrada… pode nunca mais acontecer!

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Casamento na Quinta da Torre Bella: Pedro Filipe Fotografia

Os fornecedores envolvidos:

convites e materiais gráficos: Ana Teixeira;
espaço, catering e bolo dos noivos: Quinta da Torre Bella;
fato do noivo e acessórios: fato L´Atelier 5;
vestido de noiva e sapatos: Pronovias;
maquilhagem: Marta Flores;
cabelos: Marta Hairport Cabeleireiros;
bouquet: Lirio Eventos;
decoração: Joana Poças;
fotografia e vídeo: Pedro Filipe Fotografia;
luzes, som e Dj: Feedback Produções.

 

Marta Ramos

O sol das nossas vidas, por Pedro Filipe Fotografia

A Ana e o Daniel casaram na Quinta da Prata, no Porto, e uma das coisas que ficou bem clara desde o início da organização do grande dia foi que não abdicariam da companhia dos seus meninos de quatro patas, dois cães amorosos que partilham a casa e o coração do casal. O Daniel foi mimado pelos patudos desde o primeiro instante, pois preparou-se em casa, com a ajuda dos pais e de alguns amigos. A Ana optou pelo Palácio do Freixo para começar o dia do seu casamento e foi lá que, assistida pelos pais e pelas irmãs, se transformou numa noiva elegante e serena. Porque os nervos estavam mais do lado dele, segundo nos confidenciaram o Pedro e a Cátia, a dupla Pedro Filipe Fotografia, encarregue de registar tudo em fotografia e vídeo. Nada que não tenha passado ao primeiro avistamento da noiva. A partir daí, a única preocupação – comum a ambos – era garantir a diversão de todos aqueles que partilharam consigo o seu dia feliz. Assim foi: um belo dia de sol, ar livre, amigos e familiares cheios de orgulho, música ao vivo (a cargo da banda de Isabel Darque) em pano de fundo e aquela sensação doce no ar de que o mundo fica um lugar melhor quando dois corações se tornam num só.

Venham daí ver com os vossos próprios olhos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pedro Filipe Fotografia é a marca do Pedro e da Cátia, um casal apaixonado que se baseia nas emoções para criar fotografia e vídeo para pessoas apaixonadas. Recorrem quase exclusivamente à luz natural e acreditam que nada é mais mágico que congelar uma história de amor no tempo e no espaço. Não deixem de acompanhar os nossos posts acerca do seu trabalho e consultem ambas as fichas de fornecedor seleccionado Pedro Filipe Fotografia – a de fotografia e a de vídeo – para ficarem a conhecê-los melhor.
Depois disso, só vos restará falar com o Pedro e a Cátia: eles estão à vossa espera para construir as memórias do vosso dia mais feliz.