Created with Sketch.
Susana Pinto

Giveaway: sapatos de noiva, bolo dos noivos e um belo bouquet!

Partilhamos aqui um fantástico giveaway que está mesmo quase, quase a terminar!

 

Inspiradas no nosso trio de domingo, as meninas da Crème Caviar (sapatos de noiva), Pé de Flor Atelier Floral (design floral) e Butterfly (cake designer) criaram um fantástico giveaway intitulado “Blooming in the garden: your perfect pair, bouquet & cake”.

 

Giveaway sapatos de noiva

A Filipa Ferreira, da Pé de Flor, conta-nos tudo:

 

“Acreditamos que o amor pelo que criamos é o nosso elo de ligação e o propósito que nos acabou por juntar nesta aventura. Apreciamos o trabalho umas das outras há muito tempo e pareceu-nos, depois deste último editorial, que estava na hora de um novo desafio!

 

Este ano foram muitos os casais que viram os seus planos de casar adiados. Sentimos com as nossas noivas muita da angústia que vivem com tantas decisões difíceis de tomar. É tempo de parar para reflectir, criar e, porque não, partilhar e retribuir parte do que as nossas marcas criam?

Nunca como hoje foi tão urgente levar esperança às nossas noivas! Por isto tudo e muito mais, unimos as marcas Crème Caviar, Pé de Flor Atelier Floral e Butterfly  para vos oferecer aqueles que achamos serem, depois do vestido de noiva, os grandes destaques do styling da noiva e do casamento. 

 

Ao participar neste giveaway terão a oportunidade de ter no ano de 2021 um par de sapatos perfeito da Crème Caviar, um bouquet de noiva Pé de Flor e um bolo dos noivos delicioso da Butterfly. Três elementos que estarão em sintonia e diálogo e que representarão a noiva, a sua personalidade e os seus gostos.”

 

Giveaway sapatos de noiva

Como participar?

“Tentaremos sempre respeitar as vossas melhores expectativas e sonhos, por isso os detalhes dos itens a sorteio terão de ser conversados com cada um dos fornecedores e estar em sintonia com os valores estéticos que nos definem.

Os sapatos poderão ser escolhidos mediante os números existentes no stock de cada modelo e oferecemos a personalização da sola.

O bouquet terá um valor máximo de 150€, as espécies florais estarão limitadas às existentes no mercado à data do casamento e será feito um aconselhamento das melhores opções. A entrega do mesmo será oferta, num raio de 50km a partir de S. João da Madeira.

O bolo será oferecido para um número máximo de quarenta convidados (se o número de convidados for maior, a quantidade adicional será orçamentada com 20% de desconto). Neste valor está incluída a entrega até 25 km do Porto. A decoração será semi-naked e floral, a condizer com o bouquet. A escolha dos sabores será limitada à ementa existente e apresentada aos vencedores.

 

 

Condições de participação:

 

Este giveaway decorre em exclusivo no Instagram, não de distraiam!

 

  1. seguir as três contas no Instagram: Crème Caviar, Pé de Flor Atelier Floral e Butterfly;
  2. gostar desta publicação e identificar outra noiva ou amiga com o sonho de casar;
  3. partilhar esta publicação nas stories e identificar as contas das três marcas;
  4. guardar o print screen da story até ao final do giveaway (será necessário para confirmação da partilha).

 

Este giveaway começou no dia 1 Julho e termina amanhã, dia 8. Na quarta-feira, 9 de Julho, será divulgado o resultado!

 

Your perfect pair, bouquet & cake, com Créme Caviar, Pé de Flor & Butterfly.

Susana Pinto

Dicas para casar: o bolo dos noivos

Começamos a semana em modo doce, com um artigo dedicado ao bolo dos noivos.

Para vos explicar tudo sobre o processo e vos ajudar a tomar as melhores decisões, conversamos com a Cláudia Almeida, a cake designer por detrás da Pitada d’Amor, apaixonada pela doçaria mas com um fraquinho especial pelos casamentos – provavelmente por ser uma romântica incurável!

 

Comecemos: quando devem os noivos começar a pensar no bolo para o casamento? Segunda a Cláudia, logo que tenham marcado a data e definido o espaço onde irão celebrar o vosso dia. É frequente que este assunto seja um pouco descurado, mas a verdade é que um bom cake designer costuma ter a agenda bastante preenchida: no caso da Pitada d’Amor, há marcações feitas com um ano de antecedência – o que significa que a agenda está sempre bem composta.

No início da época falámos por aqui sobre como escolher os melhores fornecedores para o vosso casamento. Retomamos essa lista de boas práticas, para que processo de escolha do vosso cake designer seja produtivo e guloso.

 

A partir do momento em que passarem à fase de contactos e pedidos de orçamentos, tenham presente que, para calcular um valor, é importante saber o número de pessoas que o bolo irá servir, a massa e recheio que preferem, e os seus “acabamentos”, ou seja, o exterior, onde estão incluídas o tipo de cobertura (creme ou pasta de açúcar, lisa, texturada ou pintada), a decoração (frutas frescas, flores naturais, flores em pasta de açúcar, folha de ouro, frutos secos, e outras gulodices, como macarrons ou suspiros), e acessórios, como um topo de bolo.

 

Todos estes elementos e as suas infinitas combinações terão um papel no orçamento final, e as contas não se fazem ao quilo. Um bolo para cinquenta convidados pode ser, facilmente, mais caro do que um bolo que serve oitenta porções: basta que o primeiro seja todo trabalhado com flores de açúcar, com pintura manual, e o segundo seja um simples naked cake, decorado com morangos frescos. Mais do que a diferença nos ingredientes e na dimensão, as horas de trabalho aplicadas a um e a outro, na sua finalização, serão a maior diferença, com o respectivo impacto no preço final.

 

Bolo dos noiivos decorado com flores naturais, feito por Pitada D'Amor Bolo dos Noivos com flores naturais Bolo dos noiivos decorado com flores naturais, feito por Pitada D'Amor

O tamanho do bolo decide-se em função do número de fatias que deve servir: «Em termos de design, há quem prefira bolos mais altos e mais estreitos, enquanto que outras pessoas escolhem bolos mais baixos e mais largos… o importante é irmos de encontro aos seus gostos», lembra a Cláudia. «Acontece muito pedirem-me bolos de esferovite, em que só andar de cima é verdadeiro.

Em termos de sabores, gosto que os noivos façam prova para ambos concordarem quanto ao que pretendem. Quando querem um sabor mais fresco ou mais requintado eu faço as minhas sugestões, mas prefiro sempre que sejam os clientes a tomar a decisão final. O bolo deve reflectir a personalidade do casal, não só visualmente mas também no seu interior.»

 

Já que falamos de sabores e de preferências, aproveitamos para lembrar uma questão muito importante e que, muitas vezes, é subvalorizada: a adequação dos ingredientes do bolo ao clima . A Pitada d’Amor recebe muitos pedidos de bolos red velvet com recheio de queijo creme e cobertura de pasta de açúcar. Ora, o queijo creme, tal como a fruta fresca, necessita de frio, mas o uso de pasta de açúcar impede que seja conservado no frigorífico, porque a humidade não combina demasiado com este ingrediente, o que torna esta combinação desaconselhada.  E as regras de segurança alimentar ditam que o bolo dos noivos seja mantido no interior, em local fresco, até à hora de ser servido.

 

Apesar de ser normal que tenham as vossas ideias sobre aquilo que gostariam de ter no bolo do vosso casamento, é importante que ouçam os conselhos dos profissionais. A Cláudia Almeida, por exemplo, prefere não correr riscos com sabores ou ingredientes que não lhe sejam familiares: «Tenho primeiro de ter 100% de certeza e confiança de que é bom e que resulta. Faço primeiro, provo e os noivos provam também para me darem a sua opinião. Só quando todos concordam é que sigo em frente.»

Isto não quer dizer que os vossos pedidos não sejam tidos em conta: «Lembro-me de uns noivos que me pediram bolo de laranja com curd de laranja e ganache de chocolate branco. Fiquei petrificada, tenho a certeza que foi essa a expressão que fiz! Disse-lhes que tinha de provar primeiro para ter a certeza e fiquei deslumbrada com o sabor. Não era de todo uma combinação que pensasse possível!»

 

Macarrons de chocolate branco Pitada d'Amor Bolo dos noivos simples Bolo dos noivos decorado com alecrim e alfazema

Pode haver especificidades que vos obriguem a estreitar as opções do vosso cake designer – mas não temam, que um bom profissional saberá sempre como obter o melhor resultado possível dentro do universo em que estiver a trabalhar. Um exemplo disso é a alimentação vegan. A Cláudia Almeida costuma fazer pesquisa e testar receitas vegan, para ter a certeza de que estará preparada se alguém lhe pedir um bolo de casamento livre de ingredientes de origem animal.

 

Outro caso é o das intolerâncias alimentares ou alergias. «Esta é uma situação extremamente delicada», salienta a Cláudia. «É importante saber se estamos perante uma leve alergia ou uma intolerância grave. No caso da doença celíaca, por exemplo, o cake designer tem que garantir que o seu espaço está isento da contaminação com glúten. Todos os utensílios terão de ser exclusivos para o manuseamento de produtos sem glúten. O forno deve ser exclusivo também, caso contrário ocorre uma contaminação cruzada. Pode parecer exagero, mas o bem-estar do cliente é o mais importante. A segurança alimentar sempre em primeiro lugar!»

 

Definidos os sabores, passemos agora à decoração do bolo. Se há casos em que é válida a expressão “os olhos também comem”, certamente que o bolo dos noivos é um deles!  «Geralmente os noivos trazem muitas ideias, sobretudo coisas de que gostaram num bolo ou noutro. Aviso sempre que nunca copio bolos, dou sempre o meu toque pessoal, o que torna cada bolo único. Procuro perceber exactamente o que lhes agrada, conhecer um pouco da sua história, dos seus interesses. E depois tento chegar a um projecto harmonioso.»  

É sempre um bocadinho de mim que está naquele bolo. Dos melhores elogios que já tive foi quando me disseram que olham para um bolo e não precisam de ver a imagem do logotipo para saber que é uma criação minha. Acho que qualquer artista gostaria de ouvir estas palavras. É como se tivesse a minha assinatura e isso deixa-me extremamente feliz. – Cláudia Almeida

Uma questão com que a Cláudia Almeida se debate constantemente é o uso de flores verdadeiras e não comestíveis nos bolos. Muita gente não saberá, mas em Portugal é proibido usar flores naturais nos bolos, com excepção das certificadas para consumo – todas as outras são tóxicas e tornam o bolo tóxico. «Para mim não há nada como as flores de açúcar que são feitas à mão, pétala a pétala. Revelam imensa arte e, quando bem conservadas, duram muito tempo, servindo de recordação do dia do casamento.»

 

Cupcakes Pitada d'Amor Bolo dos noivos decorado com Aguarela Pitada d'Amor Cake Designer

Já aqui dissemos mais de uma vez que é comum os noivos terem algumas ideias acerca do que pretendem para o seu bolo. Mas e se não tiverem nenhuma? Tudo bem na mesma: «Procuro entender aquilo de que o casal gosta, muitas vezes peço para ver os convites, o tipo de decoração que irão ter, qual o espaço, a paleta de cores. Inspiro-me em todos esses pormenores e mostro as minhas ideias. É um processo que demora um pouco, mas o bolo deve ser a caracterização dos noivos, de todo o seu amor e união. Deve reflectir a personalidade e identidade do casal.»

 

Quando se chega à forma e ao sabor final, está o assunto tratado – pelo menos, até à data do casamento. Porque no grande dia há outra questão muito importante que se levanta: o transporte: «Aviso sempre os noivos de que os bolos de casamento têm de ser montados no local», lembra a Cláudia Almeida. «O transporte é um enorme desafio, e o melhor caminho é transportar o bolo em partes e montá-lo já no espaço onde decorrerá a festa. Muitas vezes, a decoração também só é feita no momento, como é o caso de peças em glacé real.»

 

Todos os cake designers têm um “kit de emergência” para o caso de ser necessário algum retoque de última hora. Como já aqui referimos, o bolo deve ficar num local fresco e seco até ao momento do corte. Para que tudo corra na perfeição, deverá existir uma boa comunicação entre o cake designer e os elementos do espaço do vosso casamento – por isso, assegurem-se de que fazem as devidas apresentações e de que não há qualquer tipo de mal-entendido.

Normalmente, os profissionais de catering sabem como cortar um bolo de casamento, mas a Cláudia Almeida procura sempre mostrar o seu esquema de corte: «Há bolos que são muito altos, com 15cm de altura ou mais, e não se cortam da mesma forma que um bolo com 7cm de altura.» 

Depois de garantido o transporte, o acondicionamento adequado e a melhor técnica para o corte, a missão do cake designer está cumprida.

Tenho consciência que que os bolos de casamento são os que mais gosto de fazer. Já me disseram que o auge do meu trabalho são os bolos de casamento. Gosto que o cake design transmita emoções. É tão bom marcarmos a vida das pessoas desta forma! Se posso fazer os outros um pouco mais felizes, então eu sou, sem dúvida, uma pessoa muito feliz. – Cláudia Almeida

Esperamos ter-vos despertado o apetite. Agora começa o vosso trabalho de pesquisa. Informem-se bem, contactem os profissionais com que mais se identificarem e sigam os conselhos de quem mais sabe deste assunto. Assim se reúnem os ingredientes para um doce resultado!

 

Sobram dúvidas? Falem connosco! E não deixem de acompanhar todas as dicas para casar que vamos publicando, sempre à segunda-feira, que vos ajudarão a trilhar este caminho até ao mais bonito dos dias, de forma sabedora e tranquila!

Susana Pinto

Tendências para os casamentos de 2019

Acabou de sair o novíssimo Wedding Trend Report para 2019 e vem cheio de surpresas!

E o que é isto das tendências e que impacto real têm na nossa vida ?
Algum, é a resposta certa. Há uma cena genial do filme O Diabo veste Prada, em que Miranda (Merryl Streep) explica a Andrea (Anne Hathaway) porque é que a camisola que traz vestida é azul. Um ou dois anos antes, Oscar de la Renta desenhou uma colecção de vestidos em azul cerúleo, tom que foi replicado por Yves Saint Laurent e que, por fim, desceu pela cadeia alimentar até às marcas menores e vida comum das pessoas.

É isto: uma decisão maior, propagada até ao infinito, chega ao nosso quotidiano, a seu tempo.

Mas vamos às novidades!

A grande tendência, generalizada, é a abordagem eco-friendly, com foco na diminuição da pegada ecológica. Já tínhamos dado conta de algumas mudanças subtis, como a inclusão regular de ementas vegetarianas, diferentes escolhas no menu (menos quantidade, mais qualidade), menos desperdício, escolha de produtos da estação e locais. Em 2019 estará em força, o que é uma bela notícia.

Outra grande novidade, é o regresso das cores fortes, os jewel tones. Verde esmeralda, rosa fúcsia, beringela, azul petróleo e, não necessáriamente em conjunto, o regresso triunfante do amarelo, em todas as suas tonalidades, do mostarda ao ovo cozido. Isto vale para a decoração, para as flores, para o estacionário e até para detalhes no vestido de noiva.

 

Tendências de casamento 2019

 

Tendências de casamento 2019

 

Tendências de casamento 2019

 

Quanto a materiais, o veludo vai estar em alta, na decoração (e nós passámos o ano a falar de sapatos de noiva neste material!), e os grandes padrões florais também. Juntam-se-lhe os metálicos, desta vez em prateado e estanho.

Aqui, abrem-se dois grandes caminhos: um regresso ao estilo clássico e mais minimalista, com paletas neutras e ambiente romântico, e outro glorioso, colorido, quase excêntrico e muito festivo.

Nos vestidos de noiva, confirmam-se as apostas que a Sara Silva, da Vestidus, tem vindo a fazer: o regresso aos vestidos de princesa, com cada vez menos foco no estilo boho-chic, e a grande novidade, muito comentada, os fatos de macaco ou jumpsuit. Menos coroas de flores, mais acessórios metálicos e geométricos.

Aparentemente, é o fim dos naked cakes (com grande pena minha), e no seu lugar, chegam os semi-naked, com cobertura e muita cor, e os bolos de autor, que parecem obras de arte.

Terminamos com algumas ideias gerais, e interessantes: é factual o impacto que os dois casamentos reais tiveram e estão a ter, no mercado. A abordagem orgânica, o seu estilo mais singelo e natural vai ecoar durante muito tempo.

O estilo rústico, vintage e boho está de saída, e entram ambientes mais clássicos, com grande investimento em boas peças de decoração (sofás, mesas, têxteis, diferentes texturas e padrões).

 

Tendências de casamento 2019

 

Tendências de casamento 2019

 

Tendências de casamento 2019

 

As escolhas andam à volta do conceito de “experiência”, da vivência do dia, que deve transmitir de forma clara a visão dos noivos (e, por isso, tudo é fortemente personalizado). Há pequenas grandes mudanças com muita graça, como as mesas colectivas, eliminando a mesa do casal, misturando tudo e todos numa grande mesa comum, um genuíno momento de partilha. Também o momento de corte do bolo, com os habituais sparkles, tem tendência a desaparecer do roteiro do dia, sendo esse tempo aproveitado para estar e conversar com as pessoas.

 

Mudanças interessantes, diria eu, outras muito surpreendentes! O que acham disto, meninas, entusiasmadas com os vossos planos? Irão discutir estas tendências com os vossos fornecedores?
Queremos saber!

 

Imagens via Happy Wed, Brides, Style me Pretty, Intimate Weddings, Junebug Weddings.