Created with Sketch.
Marta Ramos

Já escolheram as músicas para o vosso casamento?

A Jukebox publica regularmente no Spotify playlists criadas pelos seus DJs, pensadas em modo temático, que podem ser listas alusivas a eventos de impacto no panorama actual, selecções de temas catalogados por géneros musicais ou ano, ou sugestões para momentos musicais específicos da vossa festa.

«O Spotify tem sido uma das plataformas de streaming com maior sucesso nos últimos anos e a Jukebox rendeu-se ao seu potencial», conta-nos João Marques. «Não apenas porque disponibiliza uma vasta colecção musical, que permite ao público-alvo o acesso imediato a grande parte da música disponível no mercado, mas também porque nos permite, enquanto profissionais da área musical, uma comunicação e organização de sugestões genéricas criadas especificamente para as pessoas que nos queiram conhecer um pouco melhor antes da nossa participação nas suas festas, ou simplesmente para quem esteja curioso.»

Hoje queremos destacar as playlists da Jukebox criadas especificamente para servirem de banda sonora às ocasiões mais importantes do dia do vosso casamento: um excelente ponto de partida para vos ajudar nas vossas escolhas! As opções disponíveis são dedicadas à entrada dos noivos, à cerimónia propriamente dita, à libertação do bouquet, ao corte do bolo e à primeira dança.

 

DJ a pôr música em casamento e convidados a dançar Jukebox | Animação para Casmaento (2)

Jukebox é sinónimo de produção audiovisual e animação musical de eventos. Mas também de diversão pura! A equipa técnica e artística da Jukebox excede sempre as melhores expectativas, com o seu profissionalismo, a sua criatividade e a sua dedicação. Além dos serviços musicais de DJs e Live Acts de Instrumentistas, dispõe dos recursos técnicos necessários para a produção audiovisual de qualquer evento – som, luz, imagem, estruturas e pistas de dança. A escolha é vossa.

Leiam também outros posts que temos publicado sobre a Jukebox e conheçam as vários formas que esta equipa assume para vos proporcionar momentos de pura diversão. E, já sabem, para esclarecer qualquer dúvida e trocar impressões, falem com eles.

Susana Pinto

Casamento na Quinta da Pacheca: Sara + Alun

Hoje temos um casamento na Quinta da Pacheca, no coração da região demarcada do Douro.

É o mais bonito dos dias de Sara + Alun, fotografados pelo Pedro Filipe Fotografia.

Nestas imagens, para além do sorriso contagiante da Sara, há um bouquet de noiva com peónias vermelho tinto (as minhas favoritas!), um altar civil decorado com um glorioso arco de flores  e uns sapatos de noiva da marca portuguesa nascida na Madeira, DOL Portugal – que giros que são!

Vão espreitar!

Bom fim-de-semana.

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Sapatos de noiva forrados com tecido, da DOL Portugal. Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Quando a resposta foi “sim!”, como é que imaginaram o vosso dia?

Ambos queríamos um casamento descontraído e informal. Desejámos muito verde e ar livre. Queríamos a família toda connosco e queríamos ter festa o dia todo.

Foi assim que imaginámos e foi assim que tivemos!

 

Sentiam-se preparados ou foi um caminho com muitos nervos?

Estávamos muito desejosos desta celebração. Nunca os nervos, os poucos que houve, foram razão para deixar de aproveitar este momento único de estarmos noivos e de prepararmos esta festa em família.

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Em que momento da organização do casamento é que sentiram, «é mesmo isto»?

Quando fomos visitar os espaços.

 

O resultado é fiel às ideias iniciais ou muito diferente? Contaram com alguma ajuda?

O resultado superou tudo que imaginámos e planeámos… Talvez porque tenhamos planeado com detalhe.  Mas também porque tivemos um grupo de fornecedores/amigos que fizeram um excelente trabalho e superaram quaisquer expectativas criadas.

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

O que era fundamental para vocês? E sem importância?

Fundamental era ter a família e amigos mais próximos connosco – ainda que a temperatura  pudesse subir aos 39 graus… (que subiu!).

Era também fundamental ter uma celebração em ambas as línguas e costumes culturais, dentro do possível.

 

O que foi mais fácil? E o que foi mais difícil?

De um modo geral tudo fluiu de forma muito natural e própria.

Difícil…  foi preparar o seating plan!

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Qual foi o pico sentimental do vosso dia?

A troca dos votos pessoais!

 

E o pico de diversão?

Durante a refeição, com os jogos que preparámos.

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Um pormenor especial…

Todos… O arco de flores na cerimónia. A mensagem privada na gravata do pai. A pulseira no pé da noiva. As fairy berries lights na relva à noite…

 

Agora que já aconteceu, mudavam alguma coisa?

Nada!

 

Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento Casamento Quinta da Pacheca - Pedro Filipe Fotografia de Casamento

Algumas words of advice para as próximas noivas…

Para as bridezillas : não se foquem demasiado nos pormenores pensados e desejados. É tudo uma questão de perspectiva. E, acima de tudo, de aproveitar.

Para a preparação: vivam cada momento da preparação do casamento sem deixar que a pressão e o stress vos afecte. É uma viagem especial que dá um gozo único e que nunca se irá repetir novamente. A preparação de um casamento é motivo de alegria, caso contrário, perde o sentido.

Para o dia: o melhor conselho que tive  foi este, “on your wedding day, when everyone is chatting around and enjoying themselves, step back , look and freeze that moment. Because once you realize, it will have finished”.

 

Os fornecedores envolvidos:

 

convites e materiais gráficos e ofertas aos convidados: Quinta da Pacheca e noivos;

espaço, catering, bolo dos noivos, bouquet de noiva e decoração: Quinta da Pacheca;

fato do noivo e acessórios: Hugo Boss;

vestido de noiva e sapatos: vestido de noiva Rosa Clará e sapatos de noiva DOL Portugal;

maquilhagem: Mónica Figueiredo Makeup Artist;

cabelos: Pedro Netto Studio;

ofertas aos convidados: Quinta da Pacheca e noivos

fotografia e vídeo: Pedro Filipe Fotografia;

luzes e Dj: Tomás Barradas;

banda de Jazz: Filipe Valentim;

pirotecnia: Balão a Gás.

 

Marta Ramos

Marina, uma noiva Pó de Arroz

A Marina vive em Londres e planeou todo o seu casamento à distância. Escolheu a Ana Cristina Branco e a sua Pó de Arroz para a maquilhagem e o cabelo e houve uma coordenação perfeita entre as duas, mesmo com tantos quilómetros a separá-las:

A Marina é uma noiva discreta, com muito bom gosto e com detalhes muito finos no seu casamento. Sabia desde o primeiro dia o que queria, tanto para maquilhagem como cabelo, e as provas tiveram sempre isso em atenção. Sendo à distância a disponibilidade total a nível de horário ainda é mais importante. Houve dois momentos de provas: um alguns meses antes do casamento, e outro com uma semana de antecedência, para que tudo estivesse perfeito.

O casamento decorreu na Quinta das Silveiras, em Leiria, um fornecedor seleccionado Simplesmente Branco, e o ambiente escolhido pelo casal foi o estilo boho chic. As fotografias são assinadas por Pedro Agostinho Cruz, amigo do casal, que nos mostra agora o bonito resultado deste trabalho da Pó de Arroz, numa sequência de imagens envolvente e elegante. Ora vejam:

 

Noiva maquilhada por Pó de Arroz, foto de Pedro Agostinho CruzNoiva maquilhada por Pó de Arroz, foto de Pedro Agostinho CruzNoiva maquilhada por Pó de Arroz, foto de Pedro Agostinho Cruz Noiva maquilhada por Pó de Arroz, foto de Pedro Agostinho Cruz Noiva maquilhada por Pó de Arroz, foto de Pedro Agostinho Cruz Noiva maquilhada por Pó de Arroz, foto de Pedro Agostinho Cruz

Para a maquilhadora profissional Ana Branco, «uma mulher confiante só segue um padrão de beleza: o dela». A sua formação em Esteticista Cosmetologista tem-lhe permitido acumular conhecimento e experiência há mais de dez anos, aliando duas áreas que a apaixonam: a transformação da pele, aplicando fórmulas seguras e revolucionárias, e o embelezamento, através da maquilhagem, recorrendo sempre a produtos que testa com rigor.
Com a Pó de Arroz, Ana Branco oferece um serviço personalizado, ao domicílio (em qualquer zona do país), que inclui também cabelos e consultoria de beleza, para que se sintam verdadeiramente especiais no dia do vosso casamento ou em qualquer data importante.

 

Acompanhem os nossos posts acerca do trabalho da Pó de Arroz e consultem a ficha de fornecedor seleccionado Pó de Arroz para ficarem a conhecer melhor o trabalho da Ana. E falem com ela: ela está à vossa espera para vos ajudar a fazer sobressair o vosso melhor.

Marta Ramos

Vem aí a terceira segunda-feira do mês: descontos em convites Diana Nobre

Diana Nobre é conhecida, sobretudo, pelo seu trabalho como fotógrafa. Mas a sua arte não se esgota atrás da câmara; uma das outras formas que usa para expressar emoções, sentimentos e estados de espírito é a criação gráfica: convites de casamento, ementas, marcadores de mesa, seating plans, lembranças, monogramas e logótipos, etc. Uma das características distintivas do seu trabalho é o desenho à mão e a pintura com aguarela – no entanto, a sua criatividade não tem limites.

Podem partir do seu catálogo de convites e personalizar apenas os vossos dados, ou solicitar um trabalho único, criado de raiz para o vosso dia. No primeiro caso, os layouts são escolhidos do catálogo e apenas os textos são personalizados. Os convites terão as medidas standard de 10X5 centímetros e o prazo de entrega é entre 5 e 15 dias. Esta é uma das vantagens inegáveis dos convites do catálogo, a rapidez na entrega – e, claro, o valor, necessariamente mais reduzido do que o das criações de raiz.
Mas há outra vantagem: todas as terceiras segundas-feiras do mês, Diana Nobre escolhe três modelos de convites da sua colecção e atribui-lhes uma redução de 15%. Como é que podem usufruir desta promoção? Em primeiro lugar, acompanhando o Instagram da Diana – é nas stories que ela revela, todos os meses, quais são os convites aos quais atribuiu a redução. Em segundo lugar, têm que ser rápidos a decidir, pois só têm dois dias para aproveitar as condições especiais. Se quiserem comprar um desses três modelos com 15% de desconto, terão que fazê-lo na quarta-feira seguinte ao anúncio. E pronto, está feito. Após o pagamento, os convites demorarão de três a seis dias para estarem prontos a ser-vos entregues.
Dia 16 é a terceira segunda-feira de Setembro, logo, estejam atentos às stories… e boa sorte!

 

Convites Diana Nobre - 2019 - Linha ScratchesDiana Nobre - convites de casamento Diana Nobre - convites de casamento Diana Nobre - convites de casamento Convites de casamento Diana Nobre: colecção Flower and NatureDiana Nobre - convites de casamento A criatividade não tem limites e o portefólio da Diana Nobre confirma isto mesmo. Para além dos convites, podem contar com a sua assinatura em todo o material gráfico para o vosso casamento: ementas, marcadores de mesa, seating plans, lembranças, monogramas e logótipos, etc.
E caso não encontrem no catálogo exactamente aquilo que procurem, não se preocupem, que a Diana também cria convites e restante estacionário de raiz. Uma das características distintivas do seu trabalho é o desenho à mão e a pintura com aguarela.
Não deixem de consultar a ficha de fornecedor seleccionado da Diana Nobre|Convites para verem mais imagens bonitas. Qualquer dúvida, falem com ela através do formulário de contacto.

Susana Pinto

À conversa com: Design Events Wedding – wedding planning

Hoje conversamos com a sábia e bem-humorada Maria João Soares, wedding planner de mão-cheia, que assina como Design Events Wedding.

Conheço a Maria João há mais de uma década, ainda muito antes de mergulhar nestes assuntos de casar. Sempre afinámos na conversa, no humor e nas ideias, mais ou menos amalucadas ou ambiciosas – depende apenas do ponto de vista -, com que nos desafiamos mutuamente e, juntas, escrevemos o bonito “Queres casar comigo? – guia prático para um dia muito feliz”, um livro cheio de bons conselhos e boas práticas, como se fôssemos as fadas madrinhas do vosso casamento.

Achámos que fazia falta informação arrumada, desmistificada e doce, que vos ajudasse a chegar ao mais bonito dos dias sem solavancos de maior, sabedores e, genuínamente, prontos para casar, na posse de todas as ferramentas e boas práticas que possamos partilhar convosco. Foi uma aventura emocionante editá-lo, e ainda hoje é um livro útil, gentil, honesto e valioso.

Hoje vamos perceber em detalhe qual é o papel de uma wedding planner no vosso casamento.

 

O sucesso de uma boa festa é gente que nos ama, boa comida, boa bebida e óptima música. É isso que nos deixa boas memórias para sempre e é nisto que penso para refrescar a mente. Visualizo sempre esta festa, em função das pessoas que tenho à minha frente… O modelo estético? Esse aparece naturalmente depois.

 

Como começou esta aventura de ser wedding planner?

O nosso começo foi muito lá atrás. A nossa formação em gestão de recursos humanos levou-nos à organização de eventos na área corporativa e, mais tarde, saltar para a organização de casamentos foi quase natural: trata-se, de igual forma, de gerir pessoas, vontades e criar consensos.

 

Organizar um casamento é coordenar tarefas mas também também gerir emoções e expectativas. Um destes lados pesa mais, ou no meio está a virtude?

No meio está sempre a virtude! Um casamento vive de uma boa organização de tarefas, meios e de uma apertada disciplina. Mas como não há casamentos iguais, muitas vezes gerir emoções é a tarefa mais dura de um wedding planner. Bom senso, análise e cabeça fria são essenciais!

 

 

Tem uma perspectiva perfeccionista sobre o resultado ou é o prazer de acompanhar o processo que é o factor dominante?

Infelizmente somos ainda dependentes da ideia da perfeição, do resultado espectacular, mas a verdade é que fazer “nascer” um casamento é bastante desafiante. É uma combinação de muitas emoções, criatividade e análise fria sobre o que há para trabalhar. Por vezes é também gerir cenários de crise.

O factor dominante para os noivos é a incógnita sobre tudo o que vai acontecer. O que é claro para nós, fruto da experiência, não é facilmente lido por eles. Para nós, profissionais, a chave reside na clareza da transformação das suas ideias em algo tangível. Apaziguar o stress, adequar as ideias e desenhar um dia com que se identifiquem verdadeiramente, criar confiança no outro lado, são factores dominantes, sendo este último o mais difícil de conseguir.

É por isso que aconselhamos sempre os noivos a disfrutarem verdadeiramente deste processo: de cabeça aberta e sem preconceitos. Idealizar um dia tão especial para eles pode e deve ser um motivo de partilha e de grande motivação.

 

Ainda há alguma resistência à figura do wedding planner, que é vista mais como um custo adicional do que um genuíno valor acrescentado. Quais são as claras vantagens em contratá-la?

Não sou super optimista quanto a isto, ainda há muito caminho para andar. O pensamento do “podemos fazer tudo sozinhos” ainda é muito forte. Se é certo que alguns noivos conseguem, sem esforço, organizar-se, para a maior parte não é bem assim, e acabam por fazer este caminho com dificuldades desnecessárias. Não saber valorizar e reconhecer o papel de um profissional ou expert do meio, não é uma atitude que favoreça a chegada a um bom resultado. Por outro lado, sendo uma actividade ainda muito incipiente e pouco transparente, os noivos não a vêem como uma mais-valia a considerar. Creio, no entanto, que o cenário vai mudando, acabando o factor económico por perder importância.

Existem vantagens enormes, mas sublinho as mais importantes : uma óptima gestão de tempos, o quanto e onde gastar de forma inteligente, a certeza de contratar óptimos fornecedores e ideias. Chegado o dia D, o acompanhamento no terreno e o encontrar a melhor solução para problemas inesperados é o que podem esperar de nós.

 

A magia do Alentejo, por Design Events Wedding (26) A magia do Alentejo, por Design Events Wedding (23) A magia do Alentejo, por Design Events Wedding (17)

 

Tem uma assinatura visível no seu trabalho, um estilo próprio e favorito, ou o é a voz do cliente que define a totalidade do resultado?

Para mim é a voz do cliente que define o modelo base, entendo que a nossa assinatura vem depois, nos detalhes, na interpretação geral da imagem do casamento. Claro que todos temos um estilo onde nos sentimos mais à vontade e que é a nossa cara, mas o foco é seguir e executar a vontade do cliente. É o ADN do cliente que deve ditar o caminho, mas é também verdade que o nosso know how pode e deve ajudar a criar o tal conjunto harmonioso.

 

As tendências da estação… são um assunto de trabalho ou apenas fait divers?

Francamente achamos que são fait divers mas podemos usá-los a nosso favor. Se o mundo (ou a Pantone) nos diz que a cor do futuro vai ser o vermelho tomate, podemos sempre pensar nele… mas se os noivos gostam mesmo é de amarelo, pois é o amarelo a tendência do nosso trabalho.

 

Onde busca inspiração para cada nova temporada de trabalho?

Ao fim de tantos anos de trabalho e de avalanches de imagens, cada vez mais olho para o lado. Tento não me influenciar por outros trabalhos e manter uma imagem limpa, fresca e sem obedecer à “moda do momento”. Gosto de interpretar as primeiras palavras dos noivos – o que gostam, o que não gostam, as suas cores e em que ambiente se sentem bem. Para mim essa é a mãe de todas as inspirações!

 

 

E nos momentos de fadiga criativa, como refresca a mente e o olhar?

Pensar fora da caixa! Acho que cada vez mais a festa do casamento vive de muitas outras situações. O ambiente em geral a prevalecer sobre aquela flor que tem de se ter ou uma pista de dança a piscar. O respeito pelo enquadramento da natureza, não querer um palácio de Versalhes no meio do campo, ou querer recrear o campo no meio da cidade. Menos é mais! Não consigo compreender o “circo”, a festa na pista de karting, os noivos a descerem de paraquedas… Este dia é uma experiência emocional muito forte, é um dia irrepetível… O sucesso de uma boa festa é gente que nos ama, boa comida, boa bebida e óptima música. É isso que nos deixa boas memórias para sempre e é nisto que penso para refrescar a mente. Visualizo sempre esta festa, em função das pessoas que tenho à minha frente… O modelo estético? Esse aparece, naturalmente, depois.

 

Qual é a melhor parte de organizar um casamento? E o mais desafiante e difícil?

“Ler” os noivos, criar o elo de confiança, fazê-los descobrir as possibilidades. No fundo, “pensar” no seu casamento como um guião escrito a três e viver aquele tempo em que ainda tudo é uma novidade.

O mais desafiante é manter as ideias, torná-las realidade e ajudá-los a vencer os medos.

 

Design Events - wedding planner, decoração de casamentos e aluguer Design Events - wedding planner, decoração de casamentos e aluguer Design Events Wedding, um fornecedor seleccionado SImplesmente Branco (2)

Qual foi o casamento em que mais gostou de trabalhar? Porquê?

Não conto troféus, sei que já fiz muitos casamentos, alguns foram fantásticos e outros mais difíceis, mas não consigo eleger um em especial. Mas gosto, especialmente e em particular, dos casamentos em que vi os noivos relaxados, felizes e cheios de vontade de se divertirem, a esses reservo-me o direito de pensar que contribui, fazendo um trabalho bem feito.

 

Escolha uma imagem favorita do seu portfolio e conte-nos porquê:

Esta noiva foi levada ao altar pela mão da mãe e vieram de muito longe (da longínqua América Latina), para elas o importante foi a cerimónia, e sentirem-se cómodas e seguras num dia tão emotivo. Foi um casamento muito íntimo e pessoal, tal como gostamos.

 

Design Events Wedding - wedding planner e organização de casamentos

 

Os contactos detalhados da Design Events Wedding estão na sua ficha de fornecedor. Espreitem a galeria, com o seu trabalho mais recente e contactem directamente a Maria João Soares através do formulário: é só preencher com os vossos dados e mensagem, e na volta do correio, terão uma resposta simpática.

Acompanhem estas nossas conversas longas com fornecedores seleccionados Simplesmente Branco, sempre à quarta-feira!

Marta Ramos

Reis por um dia, com Kabuki Makeup by Rita Amorim

Vamos passear até ao Palácio de Queluz? É lá que se desenrola a história que vos queremos contar hoje, uma história de amor, claro, mas também de estilo, de sofisticação e de delicadeza. A nossa guia é a Rita Amorim, da Kabuki Makeup:

«Um casal de noivos, mais exigente e mais atento a todos os pormenores, para o qual seja imperativo casar num ambiente requintado, com cada momento pensado ao detalhe e que pretende depositar a sua total confiança em fornecedores dedicados, pode rever-se neste editorial com a Pousada de Queluz como pano de fundo. Se o detalhe, a elegância e o desejo de casar num Palácio são as palavras chave para a vossa cerimónia, então esta sessão é totalmente dedicada a vocês.»

Depois de receber o convite da wedding planner Carolina Almada Urbano, da Sublime Luxury Weddings, para ser a maquilhadora desta sessão, Rita Amorim começou a preparar-se, partindo do moodboard que Carolina lhe passou: «A minha preparação para a sessão fotográfica recebe a mesma dedicação que dou às minhas noivas, no dia do seu casamento. Nos dias que antecedem a data do editorial, revejo todo o material a utilizar, troco ideias sobre os últimos pormenores, logística, horários, falamos com a equipa de fotografia e com os modelos e com todos os elementos envolvidos. Ou seja, estamos numa verdadeira sintonia para que o resultado supere o desejado.»

É nosso objectivo mostrar que em Portugal somos competentes e até mais profissionais que em qualquer outro país. O pensamento arcaico de que “tudo o que se faz no estrangeiro é melhor” está completamente ultrapassado.

Antes de vos deixar com as bonitas imagens, assinadas por Portugal Wedding Photographer, recomendo-vos que acompanhem os nossos posts acerca do trabalho da Kabuki Makeup by Rita Amorim, que é sempre bonito e fresco. E há outros dois fornecedores seleccionados Simplesmente Branco no lote de profissionais que compuseram este trabalho (confiram os créditos completos no final do artigo): A Pajarita encarregou-se do estacionário e a dupla Edelweiss Wedding Cakes, claro está, do bolo.

 

Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding PhotographerEditorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding PhotographerEditorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer Editorial no Palácio de Queluz_Fotos de Portugal Wedding Photographer

Créditos:

 

styling e organização: Sublime Luxury Weddings
espaço: Pousada de Queluz
fotografia: Portugal Wedding Photographer
design floral: Decorelle
maquilhagem: Kabuki Makeup by Rita Amorim
cabelo: Patz Hair.Makeup
bolo: Edelweiss Wedding Cakes
estacionário: A Pajarita
vestido e acessórios da noiva & fato do noivo: Gio Rodrigues
acessórios de mesa: Vista Alegre
carro: Genésio Laranjo
modelos: Onway Models Portugal
jóias: Ourivesaria Sarmento

Marta Ramos

Nova montra Bouquet de Liz: flores e luz

As galerias das fichas de fornecedor seleccionado são como montras do trabalho dos profissionais que escolhemos para vos recomendar. Hoje destacamos a renovação da montra Bouquet de Liz.

Para a Bouquet de Liz, uma festa memorável é a soma de todos os detalhes depositados em cada pormenor, feitos com todo o seu saber: não têm preferências de estilo nem impõem um gosto pessoal. Mais do que um trabalho apenas, é uma paixão. E o que concretizam resulta do diálogo com cada um dos seus clientes.

Maria do Rosário escolheu trabalhar com flores porque cresceu a ver a sua mãe decorar casamentos. Herdou não só o amor pela arte floral mas também o conhecimento. Hoje, juntamente com o marido, lidera uma equipa que presta uma ampla variedade de serviços, que inclui concepção gráfica, iluminação e concepção integral de eventos, e a sua realização decorre das emoções que o seu trabalho proporciona.

Orgulho-me de criar laços com os noivos e com as suas famílias. De proporcionar um trabalho de excelência que corresponda à expectativa de cada momento. De encarar cada casamento como único e irrepetível.

Seleccionámos algumas das imagens mais recentes da galeria, mas depois não deixem de ir ver todas à ficha de fornecedor seleccionado.

 

Decoração e organização de casamentos em Coimbra: Bouquet de Liz Decoração e organização de casamentos em Coimbra: Bouquet de LizDecoração e organização de casamentos em Coimbra: Bouquet de LizDecoração e organização de casamentos em Coimbra: Bouquet de LizDecoração e organização de casamentos em Coimbra: Bouquet de LizDecoração e organização de casamentos em Coimbra: Bouquet de Liz

Vejam mais trabalhos com o toque elegante da Bouquet de Liz nos artigos que já lhes dedicámos; e consultem a ficha de fornecedor para verem imagens bonitas e recolherem todas as coordenadas de que necessitam para entrar em contacto com a Maria do Rosário e lhe pedir que traduza o vosso sonho em flores.